Sábado, 30.06.12

Intimidade: o que é isso, afinal?

Intimidade: o que é isso, afinal?Nada mais gostoso do que ter um melhor amigo para a vida! (Foto: Thinkstock)

 

Quando o assunto é intimidade não tem como não lembrar das relações que temos com nossos pais e irmãos. São essas as pessoas para as quais a gente fala tudo sem nem pensar duas vezes — e acaba magoando, sem querer, muitas vezes na vida.

 

Aí, quando levamos essa ideia para o relacionamento parece que esquecemos de tudo isso e passamos a acreditar que ser íntimo de alguém é se sentir à vontade quando se está pelada. Ei, calma, não é bem assim.

 

Estar pelada requer intimidade? Nem sempre! E quando requer, pode ser a coisa mais enganosa do mundo. Na verdade, estar nua emocionalmente é que requer que a pessoa seja como da família!

 

Existem diversos pontos que a gente pode olhar em um namoro para dizer se ele vai ter sucesso ou não. É claro que nem sempre dá certo, mas uma coisa que nunca vi ser ignorada é a intimidade. Sim, existem casais que parecem totais estranhos e vivem sob o mesmo teto por séculos; mas pergunte se os dois são felizes...

 

Quando você não se sente à vontade para dividir seus sonhos, medos e desejos com a pessoa com quem escolheu compartilhar a vida, tem algo errado, não tem? Se você escolheu compartilhar a vida isso inclui tudo, desde as coisas boas e prazerosas até o choro sem motivo. E não, isso não é área para as amigas.

 

Namoro não é só para diversão: converse com o seu parceiro sobre assuntos sérios também, ele vai adorar poder opinar! …


Um namorado, marido ou alma gêmea deve ser, antes de mais nada, seu melhor amigo. Imagina só que coisa horrível guardar suas opiniões e pensamentos em segredo pela vida toda? Como é bom poder falar abertamente sobre qualquer assunto e saber que a outra pessoa vai respeitar o que você tem a dizer!

 

Muitas mulheres caem no papo de que homem não tem paciência para ouvir esse tipo de coisa, mas não é bem assim. Homens não têm muito saco para blablablá que parece não ter fim, mas conversar sobre as coisas e pensar juntos em saídas é algo que eles fazem muito bem

 

Sexo é só uma parte da intimidade que o casal deve ter pára ser feliz 


Você merece alguém que te escute, que divida com você tudo o que pensa e que, de vez em quando, por causa da intimidade, seja sincero demais, direto demais e a deixe meio zonza com aquilo que você tinha certeza que precisava ouvir.

 

Amar é muito mais do que ser fofo, fazer voz de bebê (se é isso que você curte, claro) ou ter o melhor sexo do mundo. Essas coisas não são nada sem a tal intimidade.

 

Retirado de Preliminares

publicado por olhar para o mundo às 21:15 | link do post | comentar

'Estrada de Palha', um western à portuguesa

'Estrada de Palha', um western à portuguesa

O filme 'Estrada de Palha', um western português assinado pelo realizador Rodrigo Areias e que é influenciado pela obra 'Desobediência civil', de Henry David Thoreau, estreia-se hoje nas salas portuguesas.

 

Estrada de Palha é um western, um género cinematográfico pouco explorado no cinema português, cuja acção decorre no início do século XX, após o regicídio, mas ainda antes da implantação da República.

 

Esta é a história de um homem que regressa a Portugal, vindo da Lapónia, para vingar a morte do irmão, numa aventura em que se faz acompanhar, no bolso, do livro Desobediência Civil, de Henry David Thoreau.

 

O filme foi rodado entre a serra da Estrela e o Alto Alentejo - além de uma série de planos feitos na Lapónia - «respeitando o trajecto da transumância do gado serrano, um dos principais motores económicos da Península Ibérica durante mais de cinco séculos», explicou o realizador à Lusa quando o filme passou no festival de Vila do Conde.

 

Com Vítor Correia, Nuno Melo e Ângelo Torres nos principais papéis, Estrada de Palha tem banda sonora de Paulo Furtado (The Legendary Tigerman) e Rita Redshoes, o que motivou a exibição do filme em versão cine-concerto em várias salas do país ainda antes desta estreia comercial.

 

O cine-concerto dos dois músicos é recuperado para uma exibição especial hoje, no cinema UCI El Corte Inglés, em Lisboa.

 

Como teve apoio financeiro da Finlândia, o filme também terá estreia comercial neste país, estando igualmente assegurada em França, em Outubro, onde acontecerá uma sessão em cine-concerto com The Legendary Tigerman e Rita Redshoes.

 

A par da estreia comercial, Estrada de Palha integra a competição oficial do The Karlovy Vary International Film Festival, que começa na sexta-feira, na República Checa.

 

Noticia do Sol

publicado por olhar para o mundo às 17:57 | link do post | comentar

Liga ataca Olivedesportos

Presidente da liga ataca olivedesportos


Mário Figueiredo foi mandatado para centralizar na Liga Portuguesa de Futebol Profissional a negociação dos direitos televisivos. Promete desafiar o monopólio da Olivedesportos e alcançar receitas entre os 120 e 147 milhões de euros. Em entrevista ao PÚBLICO o dirigente mostrou-se ainda surpreendido com a decisão da assembleia geral da Liga de proibir os empréstimos de jogadores entre clubes do mesmo escalão: “É passar do oito ao 80.”


A centralização dos direitos televisivos é um triunfo?
É um projecto meu e foi a minha bandeira eleitoral. Esta foi a segunda vitória e uma confirmação. Já tinha sido apresentado um estudo jurídico no conselho de presidentes [que reúne os presidentes dos clubes profissionais] do passado dia 12 de Março, que indiciava a invalidade de muitas cláusulas existentes nos actuais contratos televisivos, nomeadamente ao nível da exclusividade e da duração.

O que é que os clubes aprovaram nesse momento?
Na altura, a questão que se colocava era a de quanto valeriam os mesmos direitos se fossem centralizados na Liga. A resposta foi dada no conselho de presidentes desta quinta-feira, com um estudo esclarecedor a comprovar os ganhos potenciais para os clubes, que oscilarão entre os 120 e os 147 milhões de euros, contra os 65 milhões actuais. No cenário mais conservador, é praticamente o dobro. Assim, ficou aberta, em 12 de Março, a possibilidade de se apresentar uma queixa junto da Comissão Europeia (CE), tendo como base a violação das normas da concorrência e o monopólio da Olivedesportos.

Quem realizou o estudo conhece a realidade nacional?
Foi uma empresa inglesa de consultadoria. Trabalha para a Bundesliga [campeonato alemão], Endemol [produtora holandesa], FA [Federação Inglesa de Futebol], Premier League [Liga inglesa], Red Bull, etc. É especialista também do mercado televisivo europeu, com um conhecimento transversal do seu funcionamento.

A Liga vai tentar renegociar com a Olivedesportos?
Não abdicamos do princípio de centralizar a negociação dos direitos televisivos, mas não descartamos a possibilidade de procurar um acordo com o operador. Preferimos sempre uma solução negociada. Temos a queixa pronta para dar entrada em Julho na CE, mas vamos esperar, até Setembro, para se tentar chegar a um acordo.

Quantos presidentes estiveram presentes na votação?
Entre 15 e 16 [de um universo de 32]. Mas participaram também representantes de outros clubes, ainda que sem direito a voto.

Faltaram Benfica, FC Porto e Sporting?
O Benfica esteve representado pelo dr. Paulo Gonçalves [assessor jurídico da SAD “encarnada”].

Muitos clubes podem argumentar que a votação não foi representativa...
Penso que não, porque a decisão já vinha de uma anterior reunião, já mencionada, a 12 de Março. Na altura, já tinha ficado estabelecido que a Liga seria mandatada para centralizar a negociação dos direitos televisivos se o estudo apresentado confirmasse que os clubes poderiam ganhar até ao dobro do que ganham actualmente. Nessa altura votaram favoravelmente 28 presidentes.

Na altura também não votaram os três “grandes”...
Eles vão perceber que também podem ganhar mais com uma nova realidade, que será, ao mesmo tempo, mais solidária e equitativa entre os clubes. Em 2017, os direitos televisivos podem atingir os 165 milhões de euros. O sistema que queremos introduzir em Portugal já existe em Inglaterra e traduz-se em vender os direitos de transmissão, divididos em pacotes, que irão depois ser leiloados publicamente, sem que nenhum comprador possa ficar com uma percentagem superior a 60 ou 70% do total. Queremos abrir o mercado. Dizem que a Olivedesportos tem sido um “pai” para o futebol português, com sucessivos adiantamentos financeiros a clubes desesperados, mas a realidade é inversa, com o futebol a enriquecer esse grupo. Deve mais aos clubes do que o contrário.

Ficou surpreendido com a decisão de acabar com os empréstimos de jogadores entre clubes que disputam o mesmo escalão?
Muito surpreendido e a medida coloca-me grandes reservas, até pela rapidez com que foi aprovada [durante uma assembleia geral extraordinária, de quinta-feira passada]. Acho que fazia mais sentido limitar o número de empréstimos. Passámos do oito para o 80.

Os 38 clubes que vão participar no sorteio dos dois campeonatos profissionais, no dia 5 de Julho, já estão licenciados?
Não propriamente. O que tem sido prática nos últimos anos é os clubes inscreverem-se e só posteriormente, até 15 dias úteis antes da respectiva competição ter início, apresentarem as certidões de ausência de dívidas à Segurança Social e ao fisco.

Quando teremos árbitros estrangeiros a arbitrar em Portugal?
Ainda não sei. A ideia [intercâmbio de árbitros entre algumas das principais ligas europeias] partiu do presidente do Conselho de Arbitragem, Vítor Pereira [e já foi aprovada pela Federação Portuguesa de Futebol e pela Liga], mas não tem determinada uma temporada específica para entrar em vigor. Para já, é uma possibilidade em aberto, mas ainda faltam determinar muitas questões logísticas: como irá decorrer a observação destes árbitros para efeitos de avaliação, quais os critérios de nomeação, etc. São questões complicadas que se colocam.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 17:43 | link do post | comentar

Fortificações de Elvas classificadas como Património Mundial

Fortificações de Elvas classificadas como Património Mundial

Aqueduto de Elvas também foi classificado (Paulo Ricca)

 

As fortificações de Elvas – que atravessam séculos da história militar e da cidade – foram classificadas neste sábado como Património Mundial pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura).

 

Palco decisivo das guerras de fronteira que se seguiram à Restauração, em 1640, as estruturas agora classificadas constituem a maior fortaleza abaluartada da Europa (reconhecido pela forma em estrela), sendo formada, para além do castelo, pelas fortalezas secundárias de Santa Luzia e da Graça. 

Fundadas no reinado de D. Sancho II e construídas sobre uma estrutura muçulmana, foram incluídas na Lista Indicativa do Património Mundial da UNESCO em 2009.

As fortificações, através das quais se atravessa o período mouro e medieval, bem como as inovações renascentistas e, pelas modernizações regulares das estruturas, o avanço do tempo até ao século XIX, são "um dos mais importantes casos de sobreposição de funções e de evolução das concepções estratégicas e militares ao longo da História", referia a proposta então enviada à Comissão Nacional da UNESCO.

A decisão foi tomada neste sábado pelo Comité do Património Mundial, que está reunido até dia 6 de Julho em São Petesburgo, na Rússia. A candidatura da classificação das fortificações abrangia vários monumentos – os fortes de Santa Luzia, do século XVII, e da Graça, do século XVIII, três fortins do século XIX, as três muralhas medievais e a muralha do século XVII, além do Aqueduto da Amoreira. Era a única candidatura portuguesa entre as 33 que a UNESCO tinha sobre a mesa.

“Esta classificação não tem só um grande significado para mim e para todos aqui em Elvas, tem um grande significado para o país", disse ao PÚBLICO o presidente da Câmara Municipal de Elvas, José António Rondão Almeida. "Não é todos os dias que um órgão como a UNESCO diz que temos à porta de casa um bem que é único e de valor universal”, completou.

Rondão Almeida espera que a entrada das fortificações na lista do património cultural da humanidade sensibilize agora o Ministério da Defesa, proprietário do Forte da Graça, jóia da arquitectura militar do século XVIII e peça central da candidatura, para a preservação daquele conjunto. 

O projecto de candidatura começou a ser preparado em 2004 e decorreu sem sobressaltos, segundo a vereadora da Cultura, Elsa Grilo. “Foi um trabalho intenso que implicou uma forte componente de preservação do património mas também de educação”, explicou, falando do centro interpretativo do complexo formado pelas fortificações, inaugurado em Outubro do ano passado, e nos painéis informativos criados para os bens agora classificados.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 17:40 | link do post | comentar

Participa, Mobiliza

Participa, mobiliza

publicado por olhar para o mundo às 12:30 | link do post | comentar

Televisão, porque é que os meus vizinhos Vêem os golos primeiro que eu?

TV: Por que há delays nos jogos?
TV: Por que há delays nos jogos?

Ainda a bola não tinha chegado à área do adversário, no televisor da sala, e já Célia gritava golo na cozinha. Varela acabara de marcar, no relato da TSF, e quem assistia à emissão da SIC não imaginava sequer que a jogada fosse terminar em golo. E na vitória da Selecção Nacional contra a Dinamarca.

 

O atraso entre a emissão de rádio e de televisão – e mesmo entre canais – existe, mas a questão levanta-se sempre que há jogos de futebol. «Não é simpático saber pelo vizinho que Portugal marcou um golo», repara fonte oficial da ZON, que justifica este delay com os processos de codificação e descodificação da informação. No caso dos clientes desta operadora, o atraso na recepção do sinal é de cerca de cinco segundos. Mas aumenta quando o espectador opta por ver o jogo na SportTV, chegando aos oito.

 

«Temos consciência de que há uma diferença entre quem vê um jogo do Euro numa generalista e quem o vê na SportTV, mas não contabilizamos o tempo. Isso não tem relevância para nós, porque tecnicamente estamos a enviar um sinal de qualidade muitíssimo superior», explica Pedro Magalhães, coordenador técnico do conjunto de canais desportivos. O sinal original emitido por estes canais é sempre em HD, por isso, «três vezes mais pesado do que o sinal standard», acrescenta.

 

Sem justificação técnica


Mesmo quem não assiste à competição europeia através destes canais premium, nota diferença entre a emissão da RTP1, SIC e TVI, por subscrição – em que a transmissão é feita por sinal analógico –, e o sinal emitido pelos mesmos canais via TDT. E este delay pode chegar aos segundos verificados com a transmissão de um sinal de alta definição.

 

«É normal existir algum atraso, mas de seis ou oito segundos é um exagero», afirma Eliseu Macedo, engenheiro de telecomunicações, para quem não existe justificação técnica para o problema.

 

Segundo este especialista, a passagem do sistema analógico para o digital – que se deu com a introdução da TDT em Portugal – levaria necessariamente a uma diferença de dois segundos entre emissões, que correspondem ao tempo «da digitalização e, depois, da descompressão do sinal, para que as pessoas o possam ver em imagem, no televisor». Isto, tendo em conta alguma «tolerância».

 

Os restantes segundos poderiam ser explicados com o ‘caminho’ que é percorrido pelo sinal desde a sua digitalização até aos transmissores, mas esse percurso é feito pela mesma rede «que todos os dias leva milhares e milhares de chamadas telefónicas no país e durante as quais não existem oito segundos de atraso», aponta um especialista em TDT, ao SOL.

 

Fonte oficial da ZON lembra, no entanto, que ao serem introduzidas etapas no percurso do sinal desde a sua emissão até à casa do cliente «mais segundos leva o processo de descodificação».

 

Só que, em Portugal, mesmo na simples passagem do sinal analógico para o digital, verifica-se um atraso muito maior, por exemplo, ao de Espanha – cerca de três vezes superior. «Isto é televisão em diferido, não em directo», lamenta Eliseu Macedo.

 

O SOL sabe que esta questão dos atrasos é levantada há pelo menos três anos junto da Anacom (Autoridade Nacional de Comunicações) por empresas do sector, em consultas públicas. Mas fonte oficial do regulador diz que, das queixas recebidas durante o Euro 2012 e já analisadas, «não houve reclamações sobre delays na emissão». A Anacom diz ainda que não está definido qualquer limite máximo para os atrasos das emissões em directo.

 

Quem ouve e vê primeiro?


1.º Rádio

 

2.º Televisão analógica (canais generalistas por subscrição ou todos os canais da ZON, de quem não tem box)

 

3.º Televisão digital sem HD

 

4.º Televisão digital com HD

 

5.º Tecnologias de IPTV (que incluem os mecanismos utilizados para se ter funcionalidades, como maior velocidade no zapping, na televisão paga)

 

Noticia do Sol

publicado por olhar para o mundo às 09:53 | link do post | comentar

Luís Filipe Vieira,este ano é que é!

Luís Filipe Vieira,este ano é que é!

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, disse que o clube terá na nova época um plantel “que qualquer clube da Europa se orgulharia de ter”.

“Vamos arrancar para uma nova época com confiança e vamos contar com um plantel de enorme qualidade e com muitas soluções, um plantel que qualquer clube da Europa se orgulharia de ter”, afirmou Luís Filipe Vieira, no início de um jantar com sócios em Peniche.

Antes, o presidente dos “encarnados” tinha inaugurado a nova imagem da Casa do Benfica de Peniche.

O Benfica inicia a temporada na segunda-feira, com o primeiro treino a estar marcado para as 9h30, no Centro de Estágios do Seixal.

 

Noticia do Público

 

publicado por olhar para o mundo às 09:53 | link do post | comentar
Sexta-feira, 29.06.12

Patrícia Mamona conquista medalha de prata em Helsínquia

Patrícia Mamona conquista medalha de prata em Helsínquia


A saltadora portuguesa Patrícia Mamona sagrou-se nesta sexta-feira vice-campeã europeia do triplo-salto na final dos Europeus de atletismo, que estão a decorrer em Helsínquia.


Logo no primeiro salto da final, a atleta do Sporting fez 14,52m, o seu melhor da final e novo recorde nacional, mais dez centímetros que a anterior marca, que já lhe pertencia desde 2011.

Com o decorrer do concurso, Mamona já não conseguiu melhorar e apanhar no primeiro lugar a atrás da ucraniana Olha Saladuha, que saltou, também no primeiro ensaio, 14,99m, a melhor marca mundial do ano.

Foi a segunda medalha portuguesa nestes Europeus que terminam neste domingo, depois de, na última quinta-feira, Sara Moreira ter sido terceira nos 5000m.

“Estou muito, muito contente e só quero agradecer ao meu treinador [José Uva], aos meus pais, à minha família, aos meus amigos”, começou por dizer a atleta portuguesa. “Sabia que se conseguisse melhorar a minha marca, bater o recorde nacional [que era de 14,42m, do ano passado], poderia conseguir uma boa classificação, mas não imaginava o pódio. Foi uma grande surpresa”, reconheceu Patrícia Mamona.

A atleta do Sporting, que em ano olímpico interrompeu os estudos nos Estados Unidos para se dedicar apenas ao atletismo, reconheceu que teve uma prestação atípica: “Eu nem costumo ser muito forte logo no primeiro ensaio, o normal é ir em crescendo. Mas já no apuramento consegui logo o salto de qualificação a abrir e hoje aconteceu o mesmo. Estou muito contente, não esperava nada...”, concluiu Patrícia Mamona, que agora quer repetir a marca nos Jogos Olímpicos de forma a “poder chegar à final”.

Classificação final: triplo salto
1. Olha Saladuha (Ucrânia), 14,99m
2. Patrícia Mamona (Portugal), 14,52m
3. Yana Borodina (Rússia), 14,36m
4. Simona La Mantia (Itália), 14,25m
5. Dana Veldáková (Eslováquia), 14,24m
6. Níki Panéta (Grécia), 14,23m
7. Athanasía Pérra (Grécia), 14,23m
8. Françoise Mbango (França), 14,19m
9. Svetlana Bolshakova (Bélgica), 14,07m
10. Marija Sestak (Eslovénia), 14,01m
11. Paraskeví Papahrístou (Grécia), 13,89m
12. Kseniya Dziatsuk (Bielorrússia), 13,87m

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 22:03 | link do post | comentar | ver comentários (3)

O que causa a impotência sexual?

Sedentarismo pode causar impotência

 

A impotência sexual é um problema enfrentado por muitos homens e que leva mais de 300 pacientes a procurarem o Centro de Referência da Saúde do Homem, o hospital Euryclides de Jesus Zerbini, localizado na zona de São Paulo.

 

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo divulgou alguns números que mostram o quanto pode ser prejudicial o sedentarismo. Uma pesquisa foi feita no ambulatório de sexualidade do Centro e apontou que 90% dos homens em tratamento não praticam atividades físicas, e outros 40% também fumam.

 

O sedentarismo nunca fez bem para ninguém, nem o fumo, mas quem está parado deve fazer alguma atividade de que goste, não precisa de muito esforço, uma caminhada de trinta minutos por dia, já está ótimo para começar. O ganho de gordura na região abdominal diminui a produção de testosterona, o hormônio sexual masculino importante para o desempenho sexual.

 

O urologista Joaquim Claro, médico chefe do hospital, explica que o cigarro "entope" os vasos e como consequência a circulação de sangue no pênis é bem menor. "Os pacientes tabagistas com mais de 55 anos dificilmente não vão apresentar algum grau de impotência sexual. A atuação do tabaco nas artérias é similar ao dos fatores orgânicos como a diabetes".

 

O importante é se exercitar para a vida toda ficar ainda melhor, os benefícios vão muito além do sexo. E se houver qualquer problema, nada de ter vergonha ou não admitir e deixar pra lá, tudo tem tratamento e somente um médico especialista poderá ajudar corretamente.

 

retirado de Vila Dois

publicado por olhar para o mundo às 21:27 | link do post | comentar

Sting abre o CoolJazzFest

Sting actua esta sexta-feira no Parque dos Poetas, em OeirasSting actua esta sexta-feira no Parque dos Poetas, em Oeiras (Nuno Ferreira Santos)

Seis concertos, ao ar livre, em espaços do concelho de Oeiras. É mais um CoolJazzfest, de Michael Kiwanuka a Pat Metheny.

 

Começa esta sexta-feira o CoolJazzFest, que regressa a Oeiras, depois de três anos sediado em Cascais. Nesta 9.ª edição estarão presentes nomes da pop, jazz ou soul, em seis noites, ao ar livre, que vão ao encontro do conceito ecléctico que desde o início serviu de bússola a este evento.

É no estádio do Parque dos Poetas que Sting se apresentará, previsivelmente para revisitar o seu longo percurso, desde os Police, no final da década de 70, até à actualidade. 

Para revisitar o 25.º aniversário da sua carreira, o cantor e músico inglês lançou a antologia 25 Years e o CD duplo The Best of 25 Years, e é nesse contexto que regressa a Portugal. É natural que o fantasma dos Police esteja presente (canções como Message in bottle, Roxanne e Sychronicity costumam fazer parte do alinhamento), mas a maior fatia do concerto incidirá naturalmente nos êxitos a solo como Englishman in New York ou a balada Desert rose. 

Antes de Sting, apresenta-se o britânico James Walsh, que conhecemos melhor como líder dos Starsailor. Vem mostrar do que é feito o recém-inaugurado percurso a solo, através do EP Live at the Top of the World, que contou com a participação de uma orquestra de câmara norueguesa. 

Mas nem só de Sting se fará o festival. A 4 de Julho, nos jardins do Palácio do Marquês de Pombal, será a vez dos cubanos Buena Vista Social Club e do inglês Michael Kiwanuka, que este ano se estreou com o álbum Home Again, variação em torno da soul, jazz e reggae. A 8, no mesmo espaço, é a vez de Al Jarreau, e a 19, Lizz Wright e Raul Midón. No encerramento, as atenções virar-se-ão para Pablo Alborán (21) e Pat Metheny (22), ambos nos jardins do Palácio do Marquês Pombal.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 18:47 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...
  • Great article!

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO