Quinta-feira, 31.01.13

“Monstro das bolachas” rouba emblema de empresa em troca de biscoitos para crianças

“Monstro das bolachas” rouba emblema de empresa em troca de biscoitos para crianças

Bolacha em ouro foi roubada da empresa Bahlsen. Uma carta assinada por alguém que assumiu a personagem da Rua Sésamo exige entrega de bolachas a hospital pediátrico.
Robin dos bosques? Não. Monstro das Bolachas. É assim que o autor do roubo do emblema em ouro da Bahlsen, uma das maiores empresas da indústria alimentar alemã, se auto-intitula na carta que enviou com um pedido de resgate à companhia para esta poder recuperar o seu símbolo. Na carta, acompanhada por uma fotografia de alguém vestido como a conhecida personagem da série infantil norte-americana Rua Sésamo, é exigido que sejam distribuídas bolachas a crianças internadas num hospital de Hanôver.Da estrutura com o emblema da Bahlsen, composta pelas estátuas de dois homens que seguram um arco com uma bolacha em ouro no centro, foi roubada a peça chave, com cerca de cem anos e 20 quilos de peso colocada a cinco metros de altura na sede da companhia em Hanôver, norte da Alemanha. O roubo ocorreu na semana passada mas só esta quinta-feira o autor se terá manifestado depois das autoridades alemãs terem iniciado uma investigação.

Numa carta escrita com palavras recortadas e enviada ao jornalHannoversche Allgemeine e também à Bahlsen, alguém que se apelida como Monstro das Bolachas reclama a autoria da iniciativa: “Tenho a bolacha! E vocês querem-na”. Fica depois a ameaça: se as exigências não forem respondidas o emblema vai ser deitado no caixote do lixo do Óscar, outra personagem da Rua Sésamo. A acompanhar esta frase está uma fotografia onde a bolacha dourada aparece a ser trincada pela personagem azul.À Bahlsen é pedido que entregue "bolachas de chocolate de leite" a crianças hospitalizadas e que a recompensa oferecida pela empresa em troca de informações sobre o roubo, mil euros, reverta para um abrigo para animais, avança a edição online do Spiegel.A autenticidade da carta está ainda a ser analisada pela polícia mas o verdadeiro Monstro das Bolachas já ofereceu a sua ajuda através do Twitterpara identificar o impostor que usa o seu nome.O presidente do grupo Bahlsen, Werner Bahlsen, está a acompanhar o caso e afirma que tudo fará para recuperar o símbolo da empresa que exporta bolachas e produtos associados para 80 países, Portugal inclusive. Entretanto, a Bahlsen já fez saber que pretende oferecer os seus produtos a 52 instituições de apoio social.Björn-Oliver Bönsc, porta-voz do hospital pediátrico de Hanôver, a instituição que o autor do roubo pretende beneficiar, disse ao Hannoversche Allgemeineque a unidade considera que este se trata de um "caso de extorsão” sem sentido, já que a Bahlsen “já fez muito pelo hospital e não precisa de ser chantageada desta forma”.
Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 23:30 | link do post | comentar

Uptec ganha “óscar” europeu para projectos de desenvolvimento regional

Uptec ganha “óscar” europeu para projectos de desenvolvimento regional

Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto venceu prémio RegioStars da Comissão Europeia que distingue projectos inovadores e boas práticas nas políticas públicas de desenvolvimento.

 

A satisfação foi proporcional à surpresa: quando, a 9 de Outubro passado, Clara Gonçalves, assessora-executiva do Parque de Ciência e Tecnológia da Universidade do Porto (Uptec), apresentou este projecto ao júri dos RegioStars em Bruxelas, estava longe de imaginar que estaria nesta quinta-feira de volta a Bruxelas, já como representante da candidatura vencedora na categoria Crescimento Inteligente dos prémios que são uma espécie de “óscares” dos projectos na área do desenvolvimento regional financiados pela União Europeia.

 

Em Outubro, Clara Gonçalves já estava muito feliz por ter chegado ali, ao grupo dos seis finalistas - um lote heterogéneo, que reuniu projectos nas áreas da transferência de conhecimento entre universidades e empresas, da gestão de colheitas agrícolas, das políticas locais de acolhimento de clustersempresariais, vindos de Portugal, Espanha, Áustria, Alemanha, Reino Unido e Suécia,  “Há concorrentes tão bons”, comentava sem esperança na vitória, apesar de o júri ter então comentado que a escolha seria “difícil”.

 

Os prémios RegioStars foram lançados em 2008 pela Comissão Europeia para destacar boas práticas nas políticas públicas de desenvolvimento regional e projectos inovadores. A candidatura do Uptec a este galardão, na categoria dedicada à ligação das universidades ao tecido empresarial, foi apresentada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte.

 

Criado em 2007, aberto aos alunos, docentes, investigadores, empresários com uma ideia de negócio ou projecto de elevado potencial tecnológico, o Uptec acolhe hoje 113 empresas, entre elas 97 start-ups e spin-offs, de áreas tão diversas como a Agricultura, Arquitectura, Design, Publicidade, Farmacêutica, Electrónica, Produção de Eventos, Gaming ou Robótica.

 

Funcionalmente, reparte-as por dois tipos de estrutura  — incubadoras e centros de inovação empresarial – e distribui-as por quatro pólos: o Tecnológico (Campus da Asprela), o das Indústrias Criativas (Baixa do Porto), o de Biotecnologia (Asprela e Campus do Campo Alegre) e do Mar (que ficará junto do novo Terminal de Cruzeiros em construção no Porto de Leixões). Nos centros de inovação, as empresas estabelecem sinergias com as unidades de investigação ou de interface com os mercados da Universidade do Porto.

 

No total, as empresas do Uptec, desde as mais pequenas às mais consolidadas, geraram mais de 900 empregos e atingiram, em 2011, um volume de facturação de 177 milhões (dos quais 168 milhões tiveram naturalmente origem nos centros de inovação).

 

A aposta é esta, diz Governo


A distinção atribuída ao Uptec já mereceu uma declaração de congratulação por parte do Governo, através do secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional, António Almeida Henriques: “Este prémio distingue a forte marca de inovação e empreendedorismo da Universidade do Porto, que é um porta-aviões da ciência na economia do Norte.

 

Os seus resultados falam por si: no número de empresas, empregos e negócios criados.” Almeida Henriques refere ainda que “este reconhecimento da Comissão Europeia demonstra também o potencial dos Programas Operacionais Regionais em Portugal no desenvolvimento da nova economia. Isto é, a sua vocação em investir bem em inovação empresarial e em empreendedorismo tecnológico, numa abordagem territorial”.

 

Responsável pela coordenação do QREN (e, por essa via, também dos Programas Operacionais Regionais, aproveita para prometer que esta aposta será regorçada e generalizada na gestão do Novo QREN, que vigorará a partir de 2014. “A experiência vencedora [do Uptec] é um caso de sucesso promissor. Precisamos de faróis como estes: que iluminem projectos regionais de desenvolvimento ecnonómico e de emprego, invertendo a lógica da infra-estutura como um fim em si mesmo.”

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 20:34 | link do post | comentar

Niculae de volta ao Sporting oito anos depois

Niculae de volta ao Sporting oito anos depois

Os “leões” contrataram o romeno Marius Niculae, antigo jogador do clube, por uma época e meia.

 

A chegada a Lisboa do avançado está prevista para quinta-feira, revelou à agência Lusa uma fonte do clube. “O jogador será sujeito a testes médicos esta quinta-feira e, se estiver tudo bem, assinará, em princípio, um contrato de ano e meio com o Sporting”, explicou a mesma fonte, que confirmou, ao mesmo tempo, a continuidade do holandês Ricky van Wolfswinkel, apesar do assédio de vários clubes europeus neste período de transferências, que encerra na quinta-feira.

 

O avançado romeno representou Sporting entre 2001-02 e 2004-05, mas uma grave lesão nos ligamentos internos do joelho acabou por comprometer uma carreira que se augurava de grande futuro, em função do potencial que se lhe reconhecia quando foi contratado ainda muito jovem pelos “leões”. A recuperação da intervenção cirúrgica foi difícil e prolongada, e quando regressou à competição não conseguiu alcançar um rendimento semelhante ao anterior à lesão.

 

No entanto, aos 31 anos, Niculae ganhou um novo fôlego no futebol romeno, com destaque para a sua carreira na época passada ao serviço do Dínamo de Bucareste, que despertou o interesse do Vaslui, que o contratou e que tem tirado proveito da sua veia goleadora. Na presente época, leva 11 golos marcados, sendo o segundo melhor marcador do campeonato romeno.

 

A contratação de Niculae pelo Sporting surge depois de se ter falhado a aquisição do avançado brasileiro Paulo Henrique, do Trabzonspor, da Turquia, que era pretendido pelos “leões”.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 08:40 | link do post | comentar
Quarta-feira, 30.01.13

Sexo - Os homens também tem dores de cabeça

Homens também dão desculpas para evitar sexo; saiba mais

Cerca de 60% dos entrevistadis disseram a suas parceiras que estavam cansados demais e, quase metade, que não estava no clima Foto:  / Getty Images

 

 

Cerca de 60% dos entrevistadis disseram a suas parceiras que estavam cansados demais e, quase metade, que não estava no clima

Ao contrário do que muitos pensam, homens parecem ser tão propensos quanto mulheres a dar desculpas para não fazer sexo, segundo uma pesquisa do serviço médico online Lloyds Pharmacy, do Reino Unido. E os especialistas temem que alguns evitem os momentos íntimos para esconder problemas de disfunção erétil. Os dados são do jornalDaily Mail.  

 
O levantamento contou com dados de 2 mil homens. Constatou que 60% deles disseram a suas parceiras que estavam cansados demais e, quase metade, que não estava no clima. Entre as desculpas também estão ter de levar o cachorro para passear e fazer suas necessidades, estar ocupado jogando videogame ou vendo um seriado, ter comido muito no jantar. 
 
Quase um em quatro afirmou que já não faz sexo, um número que aumenta para 42% para aqueles com idade superior a 55. Do total, 7% admitiram não ter mais ereções. Embora 47% tenham comentado que recorreriam a um médico caso enfrentassem problemas e 24% contariam para a parceira, 21% não se sentiriam à vontade para comentar sobre disfunção erétil.
 
“A disfunção erétil pode afetar qualquer homem, em qualquer estágio da vida, mas não tem que significar o fim da intimidade”, disse o médico Tom Brett, do serviço online Lloyds Pharmacy. “É importante que se sintam à vontade para falar com um profissional de saúde sobre a sua capacidade de obter e manter uma ereção. Não só há uma variedade de tratamentos eficazes, mas a disfunção erétil pode ser sintoma de um problema de saúde mais grave, como diabetes ou
Retirado de Terra

publicado por olhar para o mundo às 22:57 | link do post | comentar

Pouco Ronaldo e Messi no primeiro “clássico” espanhol de 2013

Pouco Ronaldo e Messi no primeiro “clássico” espanhol de 2013

Real Madrid e Barcelona empataram (1-1) na primeira mão das meias-finais da Taça do Rei.

 

Os olhos estavam todos postos em Cristiano Ronaldo e Lionel Messi. Mas não foram eles os principais protagonistas do primeiro duelo de 2013 entre Real Madrid e Barcelona – a primeira mão das meias-finais da Taça do Rei.

 

Apesar das várias oportunidades nas duas balizas, o encontro terminou empatado (1-1). Os blaugrana estiveram em vantagem, mas na recta final da partida a equipa de José Mourinho repôs a igualdade no marcador. Um jogo em que foram os defesas (Varane, no Real Madrid, e Dani Alves, no Barcelona) quem mais se destacou.

 

Sem Casillas, Sergio Ramos, Pepe, Coentrão e Di María, o treinador português do Real Madrid foi obrigado a usar alguma imaginação. Mourinho proporcionou a estreia a titular, na baliza do Real Madrid, a Diego López, guarda-redes contratado ao Sevilha. Do outro lado, o Barcelona apresentou-se sem o guarda-redes normalmente titular (Pinto esteve na baliza) e sem o treinador Tito Vilanova, em Nova Iorque a fazer tratamentos médicos.

 

O jogo começou num ritmo diabólico e com o Real Madrid a superiorizar-se ao rival da Catalunha. Logo aos dois minutos, Cristiano Ronaldo – que fez o jogo 600 da carreira – colocou o guarda-redes do Barça à prova. Na cobrança de um livre a castigar falta que ele próprio tinha sofrido, o internacional português obrigou Pinto a uma excelente defesa. O guardião voltou a estar em evidência pouco depois, no desvio a um remate de Essien. Aos 19’, Cristiano Ronaldo ficou a centímetros do golo, quando não conseguiu desviar um cruzamento de Benzema.

 

O primeiro lance de perigo do Barcelona só surgiu aos 21’: na marcação de um livre directo, Xavi acertou na trave da baliza merengue. Um mau atraso de Ricardo Carvalho quase deu golo do Barcelona aos 24’. Com Diego López fora da baliza, Xavi rematou mas Varane tirou a bola em cima da linha de golo.

 

O marcador funcionou no primeiro lance de perigo da segunda parte: um mau alívio da defesa do Real Madrid deixou a bola nos pés de Messi. O argentino isolou Fàbregas, que rematou cruzado para o 1-0. Cristiano Ronaldo dispôs de duas excelentes oportunidades para marcar (aos 60’ cabeceou rente ao poste, e aos 66’ viu Piqué tirar-lhe a bola no último instante), mas seria um defesa a repor a igualdade para o Real Madrid. Um cruzamento de Özil encontrou a cabeça de Varane na área do Barça. Estava feito o 1-1, a coroar uma bela exibição do jovem defesa francês, que não tem tido muitos minutos ao serviço de José Mourinho.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 22:37 | link do post | comentar

Vienenses podem ir nus ao museu para ver nus masculinos

Vienenses podem ir nus ao museu para ver nus masculinos

O sucesso da exposição Homens Nus levou o Museu Leopold, em Viena, a prolongá-la até Março e a reservar um dia para quem queira visitá-la em pelota.

A exposição Nackte Männer [Homens Nus], inaugurada em Outubro de 2012 no Museu Leopold, em Viena, deveria ter encerrado no dia 28 de Janeiro, mas continua a atrair tantos visitantes – já foi vista por cerca de 400 mil pessoas – que a direcção do museu austríaco decidiu prolongá-la até 4 de Março.

 

Acedendo a alegadas solicitações de associações nudistas, o Museu Leopold vai ainda reservar um dia para aceitar visitantes despidos. No dia 18 de Fevereiro, a partir das 18h00, quem quiser ir nu ver os nus está, por assim dizer, à vontade.

 

A decisão irá provavelmente provocar polémica, mas a controvérsia tem sido, desde o início, um dos factores de sucesso desta exposição. Ainda antes da abertura, o Leopold espalhou pelas paredes de Viena cartazes de grande dimensão mostrando três jogadores de futebol fotografados em nu frontal integral, um trabalho dos fotógrafos franceses Pierre e Gilles. Os protestos foram tantos que o museu teve de mandar colar umas faixas vermelhas em cima dos cartazes, para tapar os genitais dos jogadores. Mas é bastante provável que a mediatizada polémica em tornos destes outdoors tenha contribuído para o sucesso de Homens Nus.

 

A ideia de permitir que a exposição seja vista por visitantes nus é um golpe demarketing com precedentes próximos. O Museu Leopold, que conserva a maior colecção mundial de obras do pintor austríaco Egon Schiele (1890-1918), dedicou-lhe em 2005 a exposição A verdade nua: Klimt, Schiele, Kokoschka e outros escândalos, tendo oferecido bilhetes gratuitos aos visitantes que se apresentassem nus. E apresentaram-se algumas centenas.

 

Comissariada por Tobias G. Natter e Elisabeth Leopold, a exposição Homens Nus reúne cerca de 300 peças que sinalizam o tratamento do nu masculino na pintura, na escultura e na fotografia, de 1800 até à actualidade. Antonio Canova, Johan Heinrich Füssli, Egon Schiele, Richard Gerstl, Anton Kolig, Jean Cocteau, David Hockney, Andy Warhol, Robert Mapplethorpe ou Francis Bacon são alguns dos muitos artistas representados. E os curadores reservaram ainda um núcleo para o olhar feminino sobre o corpo masculino, preenchido com trabalhos de artistas como Maria Lassnig, Louise Bourgeois ou Nan Goldin.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 22:33 | link do post | comentar
Terça-feira, 29.01.13

France Fooball denuncia "Qatargate" envolvendo Sarkozy e Platini

France Fooball denuncia

Revista francesa acusa o ex-Presidente francês e o líder da UEFA de terem negociado o voto no Qatar para a organização do Mundial de 2022, em troca de investimentos do emirado em França, nomeadamente no PSG.

O semanário France Football lançou esta terça-feira uma série de interrogações sobre a atribuição do Mundial de futebol de 2022 ao Qatar, numa reportagem em que denuncia negociatas envolvendo Michel Platini e o ex-chefe de Estado francês Nicolas Sarkozy.

 

A publicação justifica o título da reportagem, Mundial 2022 – Qatargate, com aquilo que considera ser “um cheiro a escândalo que obriga a colocar a única questão que conta nesta altura: deve a escolha do Qatar ser anulada?”

 

France Football ressuscita um email trocado no seio da FIFA, no qual o seu secretário-geral, Jerome Valcke, escreve: “Eles compraram o Mundial de 2022”. Valcke assumiu posteriormente o “erro” e sublinhou que o tom usado no correio electrónico até foi ligeiro.

 

O caso mais “picante” avançado na edição desta terça-feira diz respeito a uma “reunião secreta” no Palácio do Eliseu, em 23 de Novembro de 2010, dez dias antes da votação da FIFA para escolher o país organizador do Mundial de 2022, entre Nicolas Sarkozy, o príncipe do Qatar, Tamim bin Hamad al-Thani, o presidente da UEFA, Michel Platini, e Sébastien Bazin, representante da Colony Capital e proprietário do clube de futebol Paris Saint-Germain (PSG), que enfrentava sérias dificuldades financeiras.

 

Durante a reunião, continua o jornal, discutiu-se a compra do Paris Saint-Germain pelo Qatar, um aumento da participação de empresas do emirado no grupo francês Lagardère e a criação de um canal televisivo de desporto para competir com o Canal +, que o ex-Presidente francês pretendia fragilizar.

 

Em troca, Platini comprometia-se a trocar a opção pelos Estados Unidos, que ele estaria a ponderar, pelo voto no Qatar.

 

Michel Platini reagiu num comunicado enviado à agência AFP, classificando a reportagem de “chorrilho de mentiras” e negando qualquer pedido de Sarkozy para que a UEFA votasse no Qatar.

 

“Repito aquilo que já disse: o Presidente Sarkozy jamais se permitiria pedir-me para votar no Qatar 2022, quando ele sabe que eu sou um homem livre”, acentuou Platini, afirmando ter feito a sua escolha “de forma independente”. Numa “lógica simples”, e “com toda a transparência”, optou por um país que nunca organizou um grande evento desportivo.

 

Numa investigação de 16 páginas, o semanário também cita Guido Tognoni, um ex-director de comunicação da FIFA excluído em 2003, que terá admitido “existir uma forte suspeita de compromisso” em torno dos membros da federação que votaram em 2 de Dezembro de 2010 no Qatar, cuja candidatura foi apresentada com um orçamento recorde de 33,7 milhões de euros.

 

O Qatar contou com apoios poderosos, como o do presidente da federação asiática, Mohammed Bin Hammam, irradiado em Dezembro passado, o do presidente da federação argentina e vice-presidente da FIFA, Julio Grondona, ou o do ex-presidente da federação brasileira, Ricardo Teixeira, que renunciou ao cargo em Março, após acusações de corrupção.

 

O jornal aponta também o caso do presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), o paraguaio Nicolas Leoz, que, há duas semanas, negou acusações de compra de votos publicadas na imprensa alemã.

 

O jornal francês recorda que o Mundial de 2022 poderá ser transferido para os Estados Unidos, se o Qatar perder a organização.

 

Interrogada pelo France Football, a organização declarou: “Ganhámos a organização do Mundial 2022 respeitando, do princípio ao fim, os mais altos padrões de ética e da moral, tal como estão definidos nos regulamentos e nos cadernos de encargos”. 

 

Noticias do Público

publicado por olhar para o mundo às 21:34 | link do post | comentar

Fecho de salas da Castello-Lopes deixa Açores, distrito de Viana e cinco cidades sem cinema

Fecho de salas da Castello-Lopes deixa Açores, distrito de Viana e cinco cidades sem cinema

O encerramento de cerca de metade das salas da distribuidora afectará cinemas em Viana, São João da Madeira, Covilhã, Leiria, Loures, Seixal, Guia e Ponta Delgada.

A exibidora Socorama Castello-Lopes vai encerrar até quinta-feira 49 das suas 106 salas de cinema, levando ao despedimento de 75 trabalhadores, disse na terça-feira à agência Lusa um dos responsáveis da empresa. Desses 49 ecrãs, todos integrados em centros comerciais da Sonae Sierra, oito representam a inexistência de exibição cinematográfica no arquipélago dos Açores (quatro salas) e no distrito de Viana do Castelo (quatro salas), ficando também Covilhã, Loures, São João da Madeira, Guia e Seixal sem cinemas (32 salas). A Sonae Sierra, em comunicado, diz estar a analisar "opções de exploração destes espaços" na expectativa de que reabram "a curto prazo".

 

A decisão afectará oito complexos de cinema localizados em centros comerciais do grupo Sonae Sierra [do mesmo grupo a que pertence o PÚBLICO] em Viana do Castelo (quatro salas, as únicas no distrito), São João da Madeira (cinco ecrãs, os únicos da localidade), Covilhã (quatro salas, as únicas no concelho, restando um cinema multiplex na sede do distrito de Castelo Branco), Leiria (sete salas), Loures (o fecho das sete salas da Castello-Lopes faz com que a cidade fique sem cinemas), Seixal (fica também sem cinemas, fechando a exploração destes sete ecrãs), Guia (nove salas que ficam sem exploração) e Ponta Delgada (quatro salas, as únicas do arquipélago dos Açores).

 

“Não conseguimos chegar a acordo [com a Sonae Sierra] para dar continuidade à exploração de cinema. Eram condições impossíveis de continuar, dada a quebra no sector”, justificou à Lusa João Paulo Abreu, da administração da exibidora. Questionado pelo PÚBLICO quanto a essas condições e às negociações com a Sonae Sierra, João Paulo Abreu indicou apenas que "os preços estipulados" eram incompatíveis com "as quebras significativas" sofridas pela Socorama-Castello Lopes Cinemas em termos de receitas provenientes das bilheteiras. A Sonae Sierra confirmou entretanto em comunicado "não ter chegado a acordo com o operador dos cinemas Castello-Lopes para a continuidade de exploração dos cinemas nos centros comerciais da empresa onde este operador está presente, pelo que o encerramento das salas deverá acontecer em breve".

Na mesma nota enviada ao PÚBLICO, a Sonae Sierra adianta que, "durante anos de contrato, a Sonae Sierra apoiou regularmente a Castello Lopes com o intuito de viabilizar a operação dos cinemas. No entanto, e apesar do apoio dado, a Castello Lopes acumulou uma dívida de valor muito elevado e não reuniu outras condições necessárias à viabilização da operação dos cinemas", sem precisar o valor da dívida. "Estão em análise diferentes opções de exploração destes espaços, que esperamos se traduza numa abertura dos mesmos a curto prazo", indica a empresa.
O despedimento colectivo abrangerá 55 trabalhadores, devendo a empresa não renovar contrato a outros 20 funcionários. João Paulo Abreu afirmou à Lusa que os trabalhadores serão informados da decisão até quinta-feira. O administrador lamentou o encerramento das salas, pelos despedimentos e pela redução de oferta cinematográfica em algumas localidades - como Viana do Castelo e Ponta Delgada - e afirmou que a empresa “tentará reunir as condições para manter as outras salas”. Ao PÚBLICO João Paulo Abreu adiantou que a Socorama-Castello Lopes vai "sofrer uma reestruturação profunda" para "continuar com os outro oito complexos em funcionamento", que incluem cerca de 40 ecrãs de cinema.

Conforme informa no seu site, a Socorama - Cinemas, SA "opera na área de exibição de cinema sob a insígnia Castello-Lopes Cinemas. Esta empresa resultou da fusão de duas das mais antigas empresas de exibição de cinema a operar em Portugal e que foram adquiridas pelo grupo JRP em 1998".

A Socorama Castello-Lopes detém 106 salas de cinema e em 2012 registou 12,6 milhões de euros de receita bruta de bilheteira. Apesar de ser a segunda maior exibidora, atrás da Zon Lusomundo Cinemas (recorde-se que a Zon está em processo de fusão com a Optimus, da Sonaecom, empresa do grupo Sonae), a Castello-Lopes registou uma quebra de 1,7 milhões de euros em relação a 2011. Quanto ao número de espectadores, de acordo com dados do Instituto do Cinema e Audiovisual de 2012, a empresa registou também quebras - por retracção do consumo dos portugueses - de cerca de 375 mil bilhetes vendidos.


São João da Madeira fica sem 750 lugares
A notícia chegou pelo PÚBLICO online, seguiu-se um telefonema para marcar uma reunião para o final da tarde e os receios adensaram-se. Susana Moreira, que faz parte da gerência do cinema do centro comercial 8.ª Avenida em São João da Madeira, ficou abalada com a possibilidade do fecho das cinco salas Castello-Lopes do shopping e o despedimento dos oito funcionários - três homens e cinco mulheres, a maioria na casa dos 20 anos. “Penso que não será uma decisão acertada, que se justifique, embora não tenha acesso às contas. São João da Madeira ficará sem salas de cinema, não haverá cinema num raio de 40 quilómetros... só no Porto ou em Aveiro”, referia ao início da tarde de terça-feira. Às cinco salas correspondem 750 lugares.

Daniela Silva, 19 anos, atendia os clientes. Foi apanhada de surpresa pela decisão que lhe parece uma coincidência. “O meu contrato termina na quinta-feira, supostamente não o actualizaram porque o cinema ia fechar”, comenta. Os colegas têm contratos mais extensos, o seu foi feito para apenas seis meses naquele que é o seu primeiro emprego, um part time de quatro horas por dia. “Não estava à espera e fico triste pelos meus colegas.” O colega que a substituiu no turno de ontem, funcionário efectivo, não quis falar do assunto.

O casal Maria Gracia e Carlos Aguiar compra bilhetes para a sessão da tarde e escuta a novidade. “Se houver um abaixo-assinado a contestar a decisão, também assino”, promete Maria Gracia. O marido concorda e comenta: “Se quisermos ver cinema, temos de ir para o Porto... cada vez é mais longe.” “E ficará mais caro”, acrescenta Maria Gracia.

 

"Enorme retrocesso" nos Açores

Deixaram de funcionar as quatro salas dos Açores, no Centro Comercial Parque Atlântico, em Ponta Delgada. Inauguradas em 2003, eram o único cinema comercial em funcionamento no arquipélago, pois tanto as duas salas do Centro Solmar, em Ponta Delgada, como as do Teatro Faialense, na Horta, e do Centro Cultural, em Angra do Heroísmo, mantêm uma actividade esporádica, com ciclos de cinema e actividade cultural dependente da política autárquica.

 

Na última reunião da Câmara Municipal de Ponta Delgada, realizada a 21 de Janeiro, os vereadores eleitos pelo PS alertaram para o “enorme retrocesso da oferta cultural” que se verificará com o encerramento das últimas quatro salas que exibem cinema em permanência em Ponta Delgada”. Os socialistas afirmaram que, “apesar da transformação tecnológica que alterou o padrão de consumo de cinema e mesmo considerando a austeridade que vivemos, não se pode aceitar passivamente o eventual fim de uma oferta cultural tão importante num concelho com 67.000 pessoas”.

 

O PS conseguiu ainda que toda a vereação aprovasse por unanimidade o “reconhecimento do retrocesso cultural” que constituirá o encerramento da exibição de cinema em permanência em Ponta Delgada. Também por proposta do PS, a câmara irá contactar a empresa que presta o serviço em causa com o intuito de “equacionar” possíveis soluções para o problema.

 

Os socialistas declararam ainda: “Embora, nas actuais circunstâncias, sejamos contra a subsidiação da actividade comercial em causa, nós não excluímos a possibilidade de apoios indirectos que possam evitar o encerramento das referidas salas de cinema.” 

 

Na Madeira, as salas da Castello-Lopes no Madeira Shopping, inaugurado em 2001, deixaram de projectar cinema logo no início do ano. Na cidade do Funchal funcionam apenas as seis salas do Fórum Madeira, abertas em 2007, cuja concorrência terá sido determinante para o encerramento daquele multiplex. Sem regularidade, no Teatro Municipal têm sido promovidos ciclos de cinema, com o apoio do departamento cultural da câmara.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 21:31 | link do post | comentar

ALEJANDRO SANZ, VENCEDOR INDISCUTÍVEL DOS PRÉMIOS “40 PRINCIPALES” 2012

Alejandro Sanz


ALEJANDRO SANZ, VENCEDOR INDISCUTÍVEL DOS PRÉMIOS “40 PRINCIPALES” 2012

 

Alejandro Sanz foi o grande vencedor da sétima edição dos “Prémios 40 Principales” em Espanha, arrecandado três prémios. Entre eles o de Melhor Videoclip por “No Me Compares” e o de Melhor Álbum com “La Música No Se Toca”.  O artista foi ainda agraciado com o prémio especial de “Melhor Artista Espanhol do Século XXI”, distinção que recebeu das mãos da jornalista Ana Pastor.

Durante a cerimónia, Alejandro Sanz subiu ao palco para interpretar “No Me Compares” e “Mi Marciana”, esta última acompanhado das artistas Leire Martínez (La Oreja de Van Gogh), Chila Lynn e Bebe. Protagonizou ainda, aquele que foi um dos momentos mais emocionantes da noite, ao interpretar “Looking for Paradise” com Alicia Keys.

Sanz está a viver um dos grandes momentos da sua carreira. “La Música No Se Toca”, o álbum de um artista de música espanhola que mais vendeu em 2012, já foi Quádrupla Platina em Espanha, Dupla Platina na Colômbia, Disco de Platina no México e Venezuela e ainda Disco de Ouro na Argentina e Estados Unidos.

Alejandro Sanz
 retomará a sua digressão internacional já em Fevereiro, passando por cidades como Lima, Montevideu, Rosario, Buenos Aires, Chile, São Paulo, entre muitas outras.


Mais informação em http://www.alejandrosanz.com/es_ES

publicado por olhar para o mundo às 21:04 | link do post | comentar
Segunda-feira, 28.01.13

Willy Moon - Álbum de estreia no início de Abril

Willy Moon

 

«Get Up (What You Need)», o novo single, lançado no início de Fevereiro

«Aqui está um tremendo novo talento»
 – Evening Standard


«Se alguma vez pensou como soaria Bo Diddly se fosse produzido por Timbaland, está com sorte» – Q

Depois dos aplausos generalizados, da Q à Vogue, Willy Moon prepara-se para editar um novo single, «Get Up (What You Need)», retirado do seu aguardado álbum de estreia, «Here’s Willy Moon». Willy Moon estreou-se ao vivo em Portugal no passado sábado, no Music Box, em Lisboa.

Willy Moon tem 23 anos e um olhar aguçado, acentuado por um entusiasmante sentido de humor. É admirador da energia física de Cab Calloway e Michael Jackson, da precisão dos Ramones e da estética de «film noir». Ao invés de misturar, ele funde diferentes sonoridades e não há, aqui, um meio termo: é como se o rock’n’roll tivesse sido congelado em 1965 – antes de os Beatles terem descoberto os ácidos –, e, agora, fosse, abruptamente, reanimado, 45 anos depois, pelo computador de um produtor de hip hop.

Para Willy Moon, 2012 foi incrível: além de ter aberto os concertos da esgotada digressão de Jack White pelos pavilhões britânicos, o single «Railroad Track» foi editado pela Third Man, a etiqueta de White, ao mesmo tempo que o seu primeiro lançamento para a Island, «Yeah Yeah», surgia na publicidade da iPod TV, da Apple, acabando por atingir a 15.ª posição na tabela de iTunes do Reino Unido. O ano terminou com uma arrepiante actuação no programa «Later With Jools Holland» e uma série de concertos nos Estados Unidos, onde visitou o «Tonight Show with Jay Leno».

Ainda a sua digressão britânica, que arranca em Março, não começou e o seu concerto na XOYO, em Londres, marcado para dia 12 de Fevereiro, já está esgotado. Como tal, é com entusiasmo queWilly Moon anuncia que, a 8 de Maio, vai subir ao palco do Electric Ballroom, naquele que será o seu maior espectáculo londrino, em nome próprio, até à data.

O tão aguardado álbum de estreia, ‘Here’s Willy Moon’ chegará ás lojas no início de Abril.

publicado por olhar para o mundo às 22:51 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...
  • Great article!

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO