Segunda-feira, 30.09.13

Arcade Fire estreiam 3 músicas novas em especial de tv já disponível online

Arcade Fire


Arcade Fire

Banda disponibiliza na internet um especial de 22 minutos com 3 músicas novas e a participação de super estrelas das áreas do cinema e da música

‘Here Comes the Night Time’ ficou disponível ontem, no Youtube, após a participação especial da banda no Saturday Night Life, no canal norte-americano NBC. O especial de TV, com 22 minutos de duração, estreia 3 novas canções dos Arcade Fire: 'Here Comes The Night Time', 'We Exist' e 'Normal Person'. Estas canções serão incluídas no próximo e tão esperado novo disco da banda, ‘Reflektor’, previsto ser editado a 31 de Outubro.

‘Here Comes the Night Time’ tem imagens gravadas durante as recentes apresentações da banda na sua terra Natal, em Montreal, no Canadá, na discoteca Salsatheque.

Para além da série de momentos hilariantes e absurdos, este especial conta com um rol de super-estrelas que provam o momento de destaque que os Arcade Fire estão a viver. Nomes como Ben StillerMichael CeraBono VoxZach GalifianakisBill Hader,Aziz Ansari e James Franco fazem deste um momento irrepetível.Para ver aqui.

Recorde-se que a banda havia lançado no dia 9 de Setembro o primeiro single deste álbum. ‘Reflektor’, o tema que dá nome ao disco, teve direito a dois vídeo-clips que nesse dia foram o ‘trend topic’ de todas as plataformas digitais.

publicado por olhar para o mundo às 22:08 | link do post | comentar

«LOLLY» REÚNE MAEJOR ALI, JUSTIN BIEBER E JUICY J

«LOLLY» REÚNE MAEJOR ALI, JUSTIN BIEBER E JUICY J

NOVO SINGLE JÁ ESTÁ DISPONÍVEL

 

É a canção – e o teledisco – de que toda a gente fala. Apenas algumas horas após a sua estreia, o vídeo de «Lolly»,  o novo single de Maejor Ali, onde o produtor de Detroit divide as atenções com Justin Bieber e Juicy J, acumulava mais de 1.3 milhões de visualizações – mas, menos de uma semana depois, o mundo contagiante, doce e colorido de «Lolly» já foi visualizado mais de 7 milhões vezes!

Assim que ficou disponível no iTunes, o novo single de Maejor Alitornou-se, igualmente, um sucesso mundial: atingiu o nº1 na Suécia e ocupou o Top 5 de outros sete países, incluindo Dinamarca, Finlândia, Noruega e Brasil. Nos Estados Unidos, por exemplo, é, actualmente, nº4 na tabela Rap/Hip hop.

«Lolly» é o novo single de Maejor Ali – que se encontra, actualmente, a preparar o seu álbum de estreia, ainda sem título. A canção assinala, ainda, o reencontro com Justin Bieber, depois doMaejor Ali ter assinado a produção de «One Love» e «Love Me Like You Do», dois momentos do multiplatinado registo de Justin Bieber, «Believe».  

 

O teledisco de «Lolly» pode ser visto aqui:

 

publicado por olhar para o mundo às 21:06 | link do post | comentar
Domingo, 29.09.13

Rui Costa campeão do mundo de ciclismo

Rui Costa

Primeiro português a vencer a prova de fundo dos Mundiais.

Rui Costa sagrou-se campeão do mundo de ciclismo, ao vencer a prova de fundo dos Mundiais de Itália, em Florença.

 

É a primeira vez que um ciclista português ganha o Mundial.

 

O ciclista da Póvoa de Varzim está a viver um ano fenomenal. Depois do triunfo na Volta a Suíça e das duas vitórias em etapas na Volta a França, o atleta da Póvoa de Varzim sagrou-se agora campeão do mundo.

 

Rui Costa ganhou assim o direito a usar a camisola arco-íris durante toda a época de 2014.

 

O português superiorizou-se nos metros finais ao espanhol Joaquim Rodríguez. Tal como há um ano, o espanhol Alejandro Valverde ficou em terceiro, cortando a meta 16 segundos depois de Rui Costa.

 

CLASSIFICAÇÃO
1. Rui Costa (Portugal), 7h25m44s
2. Joaquim Rodríguez (Espanha), m.t.
3. Alejandro Valverde (Espanha), a 16s
4. Vincenzo Nibali (Itália), a 16s
5. Andriy Grivko (Ucrânia), a 31s
6. Peter Sagan (Eslováquia), a 34s
7. Simon Clarke (Austrália), m.t.
8. Maxim Iglinskiy (Cazaquistão), m.t.
9. Philippe Gilbert (Bélgica), m.t.
10. Fabian Cancellara (Suíça), m.t.

 

retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 18:48 | link do post | comentar

Benfica joga muito pouco mas a culpa é do árbitro

Presidente do Benfica fala em “faixas encomendadas”

Presidente do Benfica fala em “faixas encomendadas”

 

Luís Filipe Vieira indignado com arbitragem depois do empate a um golo entre o Benfica e o Belenenses.

 

O presidente do Benfica manifestou-se indignado com a arbitragem de Jorge Tavares no jogo Belenenses-Benfica (1-1) e afirmou mesmo não saber se “se já há faixas encomendadas”.

 

"Nas primeiras seis jornadas, temos quatro penáltis por assinalar a nossa favor e dois golos marcados em fora-de-jogo. Não sei se já há faixas encomendadas por alguém, mas quero relembrar que continuamos a depender de nós", afirmou Luís Filipe Vieira

 

O líder “encarnado apontou baterias ao árbitro e ao FC Porto: "Para não ver um fora-de-jogo daquele tamanho, o árbitro ou é cego ou não tem competência. Há outras equipas que por vezes também não são competentes mas têm sempre quem os ajude. E ontem [sexta-feira] isso ficou claro. Isto compete a quem dirige a arbitragem, olhar para o que se está a passar. Os erros são flagrantes e têm sempre o mesmo destinatário."

"A impunidade mantém-se. É notório o que se está a passar no futebol português. Quando as pessoas deviam ter sido castigadas não foram e é normal que isto se continue a passar", acrescentou.

 

Vieira admitiu, porém, que o Benfica esteve longe de fazer uma boa exibição.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 10:30 | link do post | comentar

Mercado de Vinho, Queijos e Enchidos na Vila de Cascais

Mercado de Vinho, Queijos e Enchidos na Vila de Cascais


Mercado de Vinho, Queijos e Enchidos na Vila de Cascais 

Durante três dias os produtores de vinho, queijo e enchidos apresentam uma variedade de produtos de diversas marcas , havendo ainda lugar para o artesanato e animação musical. 
Promovido pela Câmara Municipal de Cascais, este é mais um evento que tem como objectivo dinamizar o Mercado da Vila de Cascais, cativando novos públicos.

Integrado no projecto de reorganização, requalificação e desenvolvimento económico do Mercado da Vila de Cascais, o Mercado do Vinho, Queijos e Enchidos é mais um dos vários mercados temáticos que ao longo do ano têm vindo a decorrer no Mercado da Vila de Cascais.

Durante três dias, entre as 09:00 e as 20:00, o Mercado do Vinho, Queijos e Enchidos vai funcionar em dois recintos, um coberto e outro ao ar livre, onde estará exposta uma grande variedade de produtos.

O público terá a oportunidade contactar com produtores de diversas regiões do país representados por marcas como a Adega Mãe, Joaquim Arnaud Vinhos, Quinta do Ferro, Sabores de Serpa, Damar Queijos, Tasca do Sabogueiro, Quinta do Sol, ou por lojas gourmet  como  é o caso Sabores com Tradição, Mercearia Aldeana, If Gourmet, Tradições do Campo e outros.

Num evento marcado pela presença de pequenas tasquinhas de comida regional, os visitantes poderão provar vinho, queijo e enchidos das várias regiões, e ainda doçaria conventual da Santa Coina Confeitaria.

Como tem sido tradição nos mercados temáticos, haverá um espaço para artesanato com trabalhos realizados por artesão locais e enriquecido pela exposição de artesanato de Armando Caracol. 

Além disso será possível apreciar ao vivo o trabalho do artesão de vime Carlos Emílio Figueiredo e o trabalho em pedra pela empresa Irmãos Miranda.

O programa fica completo com as actuações do Grupo etnográfico dos Sete Castelos, Rafael Miranda, música popular, Estrelas do Guadiana enchendo o mercado de música que acompanhará a degustação dos queijos, enchidos e vinhos à disposição dos visitantes.

 

Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 10:26 | link do post | comentar

Festa do Teatro Amador no Malaposta

Festa do Teatro Amador no Malaposta


Festa do Teatro Amador no Malaposta

A Festa do Teatro Amador que terá lugar no Centro Cultural da Malaposta de 24 de Setembro a 13 de Outubro apresentará 16 espectáculos com a participação de 13 grupos vindos de vários locais do país, destacando-se ainda uma homenagem ao dramaturgo Norberto Ávila.

Grupos de Odivelas, Lisboa, Loures, Entroncamento e Aveiro, entre outras localidades, participam este ano na Festa do Teatro Amador do Centro Cultural Malaposta, uma iniciativa que desde há oito anos mostra o que de melhor é realizado no país em termos de produção teatral dirigida às comunidades locais. 


São no total 13 grupos e 16 espectáculos para ver de terça a sábado, pelas 21:30, e aos domingos, pelas 16:00.


Tal como acontece em todas as edições, o evento homenageia uma figura da dramaturgia nacional, tendo este ano a escolha recaido em Norberto Ávila, cujas obra há muito ultrapassou as fronteiras do país. 

Dramaturgo, romancista, contista e poeta nascido nos Açores, frequentou a Universidade do Teatro das Nações, em Paris. 


Na década de 70 foi autor e director da revista “Teatro em Movimento” e responsável pela Divisão de Teatro da Secretaria de Estado da Cultura.
No início dos anos 80 dirigiu na RTP o programa Fila 1 dedicado à actividade teatral portuguesa. 

Com uma extensa actividade e produção, recebeu em 2008 a Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) e, em 2010, aos 50 anos de carreira, a Assembleia Legislativa dos Açores atribuiu-lhe a Insígnia Autonómica de Reconhecimento.

Nesta homenagem inclui-se a apresentação, a 03 e 04 de Outubro, da peça da sua autoria “As Cadeiras Celestes”, uma das mais recentes produções do jovem Grupo de Teatro Lusófono da Malaposta que será representada primeira vez e com a presença do autor. 

Inspirada numa parábola bíblica que nos conduz por uma odisseia fantástica em torno de um duelo entre Deus e o Diabo, esta comédia relata-nos a vertiginosa ascendência financeira e empresarial de Job e Zelfa. 


O casal, vindo da miséria, consegue, com a ajuda de Abel Zebu, chegar aos patamares do sucesso material e que, por fim, se vê na necessidade de encontrar alguma paz como contraponto às estratégias maquiavélicas que envereda em prol do bem mais precioso – o dinheiro.


Para além desta estreia total de “As Cadeiras Celestes”, destaque para “Isto não é nada!” pelo Grupo de Teatro Sénior de Odivelas, numa adaptação de “Festa de Beneficência” de Lauro António e  “Violino de duas cordas” de João Sevivas. 


Segundo Jan Gomes, encenador e responsável do Projecto Teatro e Comunidade da Malaposta, “a partir destes dois textos, e recorrendo a várias linguagens teatrais, criámos um espectáculo através do qual partilhamos uma viagem pelo Universo de duas interrogativas fundamentais: Para que serve o Teatro? Para que se serve quando se é velho?”

 

A Festa do Teatro Amador integra-se no âmbito das atividades do Projecto Teatro e Comunidade que a Malaposta desenvolve com sucesso paralelamente à sua programação profissional. 


Segundo Manuel Coelho, director artístico deste centro cultural, “um dos nossos principais objectivos passa por dar visibilidade e espaço para concretização do trabalho de núcleos fazedores de teatro que não se inserem no mercado profissional. Permite-se assim que o público conheça a pluralidade cénica oferecida hoje no país, auxiliando ainda na sensibilização e criação de novos públicos para o teatro”.

 

Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 10:24 | link do post | comentar
Sábado, 28.09.13

Critica de cinema: Diana

Diana


Se há filme que se possa considerar “imune” ao que os críticos possam dizer, é este: a história daquela que terá sido a grande relação romântica de Diana, princesa de Gales, com o cirurgião paquistanês Hasnat Khan, iniciada pouco antes da célebre entrevista televisionada de 1995 e terminada poucos meses antes do acidente que lhe custou a vida em 1997.


O filme do alemão Oliver Hirschbiegel (A Queda, 2004) é apenas mais uma das incontáveis “adendas” à lenda em que a “princesa do povo” se tornou, e como tal embarca de consciência tranquila na imagem mitificada de Diana como uma mulher simultaneamente senhora e prisioneira do seu estatuto de figura pública. Aqui e ali, dá sinais de querer levantar um debate sobre o direito à privacidade, mas prefere sempre o lado do melodrama romântico de água de rosas sobre a princesa e o cirurgião, filmado com a competência anónima e descartável a que a “qualidade britânica” nos habituou. Duas estrelas, então, porquê? Uma para Naomi Watts - que, mesmo lutando contra a ausência de parecença física, consegue transcender o lugar comum do argumento e criar uma personagem de mulher, mais do que apenas colorir o retrato (sobretudo face a um Naveen Andrews perfeitamente canastrão e muito pouco à vontade). A outra porque este é um filme que arvora honestamente a perfeita consciência que tem do que lhe é pedido e do público a quem se dirige: uma daquelas edições especiais comemorativas das revistas de famosos cheia de fotografias e convenções.


Retirado Público

publicado por olhar para o mundo às 10:38 | link do post | comentar

Porto volta a vencer ... sem convencer

FC Porto derrotou o Vitória de Guimarães com penálti controverso

O líder regressou às vitórias no campeonato. Minhotos contestaram a grande penalidade que deu origem ao único golo da partida.

 

Paulo Fonseca juntou pela primeira vez de início Lucho González e Quintero, mas acrescentou outra novidade pois também Josué alinhou de início. Varela e Defour começaram no banco de suplentes. O central Abdoulaye, habitual titular nos minhotos desde que foi cedido pelo FC Porto, não jogou nem esteve no banco, ao contrário de Tiago Rodrigues, o outro jogador que pertence aos quadros portistas.

 

Para o FC Porto, que comemora hoje o 120.º aniversário e inaugura o seu museu, a aposta nos três médios criativos — com o capitão a ser o mais recuado — não começou mal. Só inaugurou o marcador na segunda metade, mas foi nos primeiros 30 minutos que mais fez para marcar. Foi também no primeiro terço do encontro que o V. Guimarães pareceu mais liberto e conseguiu estender mais o seu jogo até à área de Helton. Nesse período destacou-se Quintero, capaz de descobrir rotas que os outros não vêem. Aos 8’, enganou quase todos e meteu em Danilo, com o lance a ser cortado por um defesa; e mais tarde, deixou Jackson em boa posição, mas o seu compatriota rematou fraco. Mas o primeiro a destacar-se no passe foi Mangala, que serviu Jackson para o primeiro lance de perigo do jogo, mas este atirou ao poste.

 

Douglas também teve tempo para brilhar, pois negou o golo a Otamendi e Lucho na mesma jogada (16’). A melhor oportunidade do Vitória aconteceu num remate de longe de Leonel Olímpio que Helton defendeu (10’).

 

Mas o jogo acalmou depois disso, e a segunda parte não foi melhor. O golo de Josué aconteceu aos 51 minutos. E, até aos últimos minutos, mais nada de relevante se passou. Maazou rematou ao lado aos 88’, num lance que Helton parecia ter controlado, e dois minutos depois foi Josué a obrigar Douglas a aplicar-se.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 10:34 | link do post | comentar
Sexta-feira, 27.09.13

Gil Vicente na Cornucópia pela Companhia de Ana Zamora

Gil Vicente na Cornucópia pela Companhia de Ana Zamora


Gil Vicente na Cornucópia pela Companhia de Ana Zamora

O Auto de Sibila Cassandra é uma das mais interessantes e comentadas peças de Gil Vicente, que encenada por Ana Zamora, vai subir ao palco da Cornucópia marcando os 40 anos de actividade da Companhia.

Ana Zamora, resolveu refazer a sua encenação da Sibila, aquando do décimo aniversário da sua companhia. 


E será esta a mesma Sibila que trará à Cornucópia para festejar o 40º aniversário da Companhia para duas únicas representações nos dias 27 e 28 de Setembro pelas 21:30.

É uma raríssima oportunidade de ver este Gil Vicente representado e com o rigor e a originalidade das concepções cénicas dos espectáculos de Ana Zamora, reconhecida hoje como grande especialista do teatro pré-barroco, que tem encenado com a colaboração musical de Alicia Lázaro, uma artista que utiliza  uma pequena orquestra de música antiga como parte essencial dos espectáculos. 


O resultado não é uma reconstituição histórica, é a reinvenção da pureza inicial dos valores civilizacionais. E é essa uma das razões porque um pouco por todo o mundo onde a companhia tem apresentado o seu espectáculo mais emblemático Misterio del Cristo de los Gascones, exerce um fascínio tão grande sobre os mais variados públicos. 

Versão e direcção: Ana Zamora; Figurinos: Deborah Macias; Iluminação: Miguel Ángel Camacho; Música original, arranjos e direcção musical: Alicia Lázaro; Assessor para o Verso: Vicente Fuentes; Títeres: David Faraco


Interpretação: Alejandro Sigüenza, Carlos Segui, Elena Rayos, Juan Pedro Schwartz e Sergio Adillo


Interpretação musical: Eva Jornet (Flautas), Isabel Zamora (Cravo) e Sofía Alegre (Viola de gamba)


Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 23:14 | link do post | comentar
Quinta-feira, 26.09.13

Algarve recebe mais cinco prémios de Turismo

Algarve recebe mais cinco prémios de Turismo


Algarve recebe mais cinco prémios de Turismo

Conhecidos que são os vencedores dos prémios “Publituris Portugal Travel Awards 2013”, o Algarve conta com mais cinco galardões atribuídos pelo Publituris. 

Para o presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA), Desidério Silva, “é uma grande honra para o setor esta distinção pelo mais antigo jornal nacional dedicado aos profissionais da hotelaria e turismo”.

Os hotéis premiados foram o Vila Galé Lagos, na Meia Praia, em Lagoa (melhor hotel de quatro estrelas), o Dom José Beach Hotel, em Quarteira (melhor hotel de três estrelas), o Martinhal Beach Resort & Hotel, na praia do Martinhal, em Sagres (melhor resort hotel) e o Vila Joya, na praia da Galé, em Albufeira (melhor boutique hotel).

O campo de golfe Onyria Palmares, também na Meia Praia, foi ainda eleito o melhor campo de golfe pelo segundo ano consecutivo.


Este prémio comprova que o Algarve é o grande responsável pela recente reeleição de Portugal como melhor destino europeu de golfe”, salienta Desidério Silva, recordando a cerimónia europeia dos World Travel Awards, uma espécie de óscares do turismo, que também declarou o Algarve como melhor destino de praia da Europa.


Estão todos de parabéns, empresários, municípios e os próprios algarvios, que têm uma oferta turística reconhecida no País e no estrangeiro”, concluiu o presidente da RTA.


A 10.ª edição da gala “Publituris Portugal Travel Awards” decorreu no espaço Montes Claros, em Monsanto (Lisboa.

 

Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 10:42 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO