Quinta-feira, 26.12.13

Miguel Poveda regressa a Portugal em Janeiro

Miguel poveda

 

Miguel Poveda regressa a Portugal em Janeiro

Aquele que muitos apelidam como o melhor cantor de flamenco da actualidade actua no dia 25 de janeiro, na Casa da Música, no Porto, e no 26 de Janeiro em Lisboa, no grande auditório do Centro Cultural de Belém.

 

Do concerto destaca-se a apresentação do disco "ArteSano", um álbum de flamenco tradicional que atingiu ouro em Espanha e que é lançado em Portugal no dia 20 de Janeiro.

 

Na primeira parte dos concertos, Miguel Poveda irá interpretar alguns dos temas mais representativos do flamenco, como “siguirilla”, “soleá”, “bulerías” ou “tangos de Triana". Na segunda parte, irá revisitar várias coplas, acompanhado pela interpretação em piano de Joan Albert Amargós. 

 

Miguel Poveda recebeu o Prémio Nacional de Música de Espanha, em 2007, o Prémio Nacional de Cultura da Catalunha, em 2011, o Prémio de la Cátedra de Flamencologia, de Jerez de la Frontera, e a Medalha de Andaluzia, no ano passado. Participou ainda no filme “Fados”, de Carlos Saura, e colaborou com a cantora Mariza.

publicado por olhar para o mundo às 19:00 | link do post | comentar
Terça-feira, 17.12.13

ÉVORA Música Viva FRINGE 2013 - 18 de Dezembro

ÉVORA Música Viva FRINGE 2013 - 18 de Dezembro

 

WORKSHOP DE ESPACIALIZAÇÃO SONORA
Auditório do Colégio Mateus d'Aranda, Évora, 18 de Dezembro - 15:00 às 18:00 

Orquestra de Altifalantes
por Miguel Azguime

entrada livre

 

INSTALAÇÂO MULTIMÈDIA
Colégio Mateus d'Aranda, Évora, 18 de Dezembro - 15:00 às 19:00

Máquinas Gráficas 2013

Uma exposição de trabalhos em linha desenvolvidos por alunos do 2º e 3º ano da licenciatura Artes Visuais Multimédia da Universidade de Évora no âmbito de disciplinas orientadas pelo professor André Sier, realizados no ambiente de programação open-source Processing.

Máquinas Gráficas UE 2013 é uma exposição onde os alunos exibem trabalho gráfico decorrente de explorações artísticas em código ao longo do ano lectivo 2012/2013. Os trabalhos focam a geração abstracta/concreta da imagem, quase todos interactivos ao rato, exemplificando aspectos lúdicos, visuais, interactivos, através de conjugações abstractas de formas ou recorrendo a imagens concretas aumentadas através do computador. A execução dos trabalhos é realizada em Processing.js.


Projetos de Alunos da Escola de Artes da Universidade de Évora

Yara Neves, Beyond The Eyes
Vanessa Moreira, Vinil Animado
Vanessa Marques, O Acto De Criar
Sergey Teplov, 3d Movimento De Linhas
Sergey Teplov, Explosao
Ronna Mugar, Misty Mood
Melanie Guerreiro, Agility
Liliana Moreira, Untitled
Liliana Moreira, Caleidoscopio
Joao Fructuosa, Paint with bubbles
Fabio Ascenso, Frequencia
Élio Silva, Kandinsky Black Circles
Élio Silva, Color Rain
Diogo Fragoso, Espiral
Diogo Fragoso, Elipses Polimorficas
David Sousa, Autumn Burn
Daniela Ribeiro, Colored like a rainbow
Daniela Jesus, The Four Corners
Daniela Jesus, SpringTime
André Batista, ColorLines

 

publicado por olhar para o mundo às 22:12 | link do post | comentar
Quarta-feira, 11.12.13

Concerto 11 de Dezembro Festival Música Viva 2013

Festival música viva 2013


Espaço-tempo da música portuguesa contemporânea e afirmação da sua vitalidade; plataforma de circulação e confronto de ideias e de estéticas.


Os dois primeiros concertos do Festival Música Viva 2013, Gerações em Diálogo, terão lugar já amanhã, a 11 de Dezembro com início às 19h00 no Teatro Municipal São Luiz em Lisboa.


Gerações em Diálogo põe em perspectiva música de novíssimos compositores portugueses e intérpretes, ao lado de um pioneiro de referência.

 

É um convite à descoberta de novas peças de uma nova geração, com estreias de alunos da Escola de Artes da Universidade de Évora e do Curso de Música Electrónica e Produção Musical da ESART do Instituto Politécnico de Castelo Branco; lado a lado com a descoberta de novas peças em estreia portuguesa de Trevor Wishart, compositor, teórico e inovador radical do Reino Unido, cuja investigação e trabalho no domínio da arte sonora, assim como no contexto do desenvolvimento de novos softwares de tratamento e síntese electrónica, se tornaram fundamentais para circunscrever o modus operandi neste terreno artístico. Um percurso notável que Trevor Wishart interpretará à frente da Orquestra de Altifalantes!

publicado por olhar para o mundo às 10:37 | link do post | comentar

Bienal Artista na Cidade traz cinco obras de Tim Etchells, uma em estreia mundial

Bienal Artista na Cidade traz cinco obras de Tim Etchells, uma em estreia mundial

 

A segunda edição da Bienal Artista na Cidade vai trazer a Lisboa, entre Janeiro e Novembro de 2014, cinco obras do artista Tim Etchells, uma delas em estreia mundial, um festival e outras colaborações com espaços culturais da capital.

 

Apresentou-se hoje, dia 09 de Dezembro o novo programa de Artista na Cidade. Teve lugar no Teatro Municipal Maria Matos e o grande artista da edição esteve presente.

 

Será Tim Etchells a suceder a artista da primeira edição, a belga Anne Teresa De Keersmaeker. Tim revelou sentir-se privilegiado por tal facto e que se encontra muito feliz por poder estar de novo em Lisboa, com este projecto.


Forced Entertainment é o colectivo do qual Tim é o director artístico. É um colectivo que tem feito grandes trabalhos no que diz respeito às artes de palco. Rompem com a normalidade e superam expectativas.

 

Na lista de eventos para este próximo ano pode-se encontrar: "Tomorrow's parties" de 09 a 11 de Janeiro; "The coming storm" de 19 a 21 de Março; a 22 de Março o "And on the thousandth night..."; de 22 de Maio a 08 de Junho o "Electric words"; de 24 a 27 de Outubro a estreia mundial de Companhia Maior de Tim Etchells e Jorge Andrade; 08 a 16 de Outubro será uma semana com vários espectáculos, eventos, palestras, vídeos de Tim e Forced Entertainment.


Estes eventos vão-se passar em vários locais, em Lisboa, pois o Artista na Cidade resulta de uma experiência colaborativa em que várias entidades partilham recursos. Entre essas entidades podemos encontrar: Alkantara Festival, British Council, Carpe Diem Arte e Pesquisa, CCB, Culturgest, EGEAC, Teatro Maria Matos, Teatro São Luiz e Temps d'Images.

 

Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 10:34 | link do post | comentar
Terça-feira, 10.12.13

London Grammar: CD de estreia já está nas lojas

London Granmar


London Grammar:
CD de estreia já está nas lojas


 

O primeiro trabalho de originais dos London Grammar acaba de ser lançado em Portugal. O disco chama-se "If You Wait" e já é descrito pela crítica internacional como uma das maiores surpresas de 2013.

 

Os London Grammar começaram em 2012, com uma simples página de Facebook com a descrição: “trio de Londres”. Pouco depois os britânicos lançaram o EP “Metal & Dust”, que apresentou finalmente Hannah Reid, Dot Major e Dan Rothman ao mundo.

 

Agora, os London Grammar editam o seu primeiro álbum de originais, que pode ser descrito como uma junção entre os estilos de bandas como os Florence + The Machine e The XX. No Reino Unido já antigiu o galardão de ouro.

 

O disco está disponível em todas as lojas e plataformas digitais.

 

Hey Now

Strong

publicado por olhar para o mundo às 21:32 | link do post | comentar

Festival do Baião em Lisboa de 13 a 15 de Dezembro

Baião em Lisboa

 

O Festival do Baião que se realiza entre 13 e 15 de Dezembro na Fábrica do Braço de Prata já se encontra com os bilhetes esgotados.

 

O Baião in Lisboa Festival dará este ano maior ênfase à parte musical, tentando assim trazer um conceito novo para os Festivais de Forró na Europa e proporcionar uma experiência diferente aos participantes.


Os Bailes decorrem das 17:00 às 20:00 finalizando-se com música ao vivo e alguns DJS.

O bilhete “Full Parties” dará ao participante direito à permanência no local dos workshops durante os concertos da tarde e também nas três noites, nas salas indicadas no programa.

Os bilhetes para os wokshops já estão esgotados mas a organização conjugou esforços para que mais e mais entusiastas do forró não ficassem de fora do maior evento de dança e música do género, procurando encontrar forma de acolher o maior número de interessados em viver este espírito de alegria e partilha do forró.

Informamos assim da última oportunidade para quem só agora teve conhecimento deste festival: bilhetes “Full Party + Concertos Noite” que permite acesso a seis bailes e oito concertos.

A todos os que pretendam participar devem apressar-se nesta última oportunidade de usufruir do Forró.

 

Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 21:29 | link do post | comentar

Os Gato Fedorento voltam à televisão

Gato Fedorento

 

Os 'Gato Fedorento' estiveram afastados da televisão vários anos, mas, pelos vistos, o retiro de Ricardo Araújo Pereira, José Diogo Quintela, Miguel Góis e Tiago Dores não foi em vão.

 

O Expresso apurou que o quarteto esteve a fazer uma "longa ponderação da situação político-económica", levou a cabo uma "profunda análise da sociedade portuguesa" e dentro de poucos dias apresentará as suas conclusões, nomeadamente uma "proposta concreta que acreditam ser extremamente transformadora" para o futuro de Portugal.

 

A emissão especial será emitida na SIC na próxima semana e marcará o regresso dos humoristas ao ecrã depois do programa 'Gato Fedorento Esmiúça os Sufrágios', emitido no final de 2009 a propósito das eleições legislativas.



Retirado do Expresso

publicado por olhar para o mundo às 10:09 | link do post | comentar
Segunda-feira, 09.12.13

A dificuldade de ter um pipi

Não é preciso ir buscar a velha e gasta conversa do papel preponderante que o homem sempre teve na história. Se o teve foi porque o deixaram e se deixaram se calhar é porque elas estavam cansadas de serem elas a fazer tudo e passaram a bola a outro. As que restaram, foram todas queimadas na fogueira.

 

Passado este episódio da história, e o dos sistemas matriarcais também, isto de ser-se mulher e de explicar esta "energia" feminina não é fácil. Não é mesmo.

 

Essa coisa de que elas são complicadas e que nunca se sabe como é que se há-de lidar com elas é mesmo verdade. Ser mulher é uma experiência maravilhosa, é tudo e bom. A roupa é muito mais gira do que a dos homens, há mais acessórios e pode-se ter filhos dentro da barriga e tudo. Assim num nível mesmo de gaja, ser mulher é isto. É bom. Eu falava mesmo era de ser mulher, mas de ser mulher assim lá mais dentro. Essa coisa de se sentir mulher de dentro para fora. De ter uma série de coisas que nem a própria sabe explicar, (sem ser o "período" que está para chegar, sim?!) e sem se saber explicar, "tem" que se agir, falar e ter uma vida que não se sente sem se poder explicar porque ninguém vai perceber... São poucos os que sabem, porque são poucos, também, os que conseguem ver o mesmo que se sente sem ter que se explicar. E às vezes explicar tudo o que não se saber explicar... Gaita!

 

É difícil porquê?

 

Para algumas mulheres, ter que apaziguar a efervescência de uma energia que nem sempre controlam é de facto muito complicado. É o mesmo que levar um tigre selvagem para uma tenda de circo e estar à espera que ao estalar do chicote ele saiba que tem que rebolar para o lado, e para que lado. É estar em pleno Chiado à hora de ponta e sentir o vento na cara, os cabelos soltos, as passadas largas e lobos a correm-lhe ao lado. É ter toda a sabedoria ancestral de todos os antepassados a correrem também dentro delas. As avós, as tetravós, as bisavós e essas avós todas do mundo ali presentes, a nascer, a parir, a morrer e voltar a nascer a parir e a morrer em minutos enquanto de leva uma vida.

 

E então?

 

E então estas são mulheres que revelam uma confiança que não é construída, nem instruída. É uma confiança e uma força de origem. Da origem da terra, da mãe, da avó, da tia, das mulheres todas que viveram antes dela, condensadas nelas só. E enquanto correm, com o vento e com os lobos, não sabem se o coração que ouvem é o seu, se dos lobos, dos seus antepassados ou da Terra. Sim, o coração da Terra que trazem mesmo debaixo dos pés. Dessa Terra que lhes grita para serem sempre bravas e fortes, doces e meigas, guerreiras e pacificadoras, amantes, mães, rameiras, amigas, fortes, frágeis, singelas e arrebatadoras. Dessa que todos os dias lhes pede que nasçam, procriem, gerem, morram e o façam de novo mais uma vez e outra. Todos os dias. E às vezes só a Terra as faz parar, quando as chama ao chão de tanto dançarem.

 

Aquela que se esquecer que transporta consigo todos estes corações, arrisca-se a deixar secar o seu. Enquanto isso, eu...

 

Eu desbravei uma tijela de marmelada caseira.

 

Marta Ramalho



Retirado de A Vida de Saltos Altos

tags: , , ,
publicado por olhar para o mundo às 23:06 | link do post | comentar

Do Papa a Miley Cyrus, 2013 pelas conversas do Facebook

Papa Francisco

A rede social compilou os assuntos mais populares entre os utilizadores ao longo do ano.

 

Não é novidade que no Facebook se fala de gatos, dos grandes e pequenos acontecimentos mundiais, e de assuntos que há alguns anos eram considerados da esfera privada. Os temas mais populares entre os utilizadores ilustram a miscelânea de conversas que nos ocuparam ao longo de 2013. Do Papa Francisco a Mandela, passando por Miley Cyrus e pelos inevitáveis fenómenos de absurdo viral.

 

O Papa argentino, eleito em Março após a renúncia ao cargo por parte de Bento XVI, encabeça a lista dos dez assuntos mais populares no Facebook, uma compilação feita tendo em conta o número de vezes que cada termo e palavras-chave relacionadas foram mencionados nos muito milhões de publicações.

 

Para além da atenção com que é sempre seguida a escolha de um novo Papa, Francisco protagonizou vários episódios que deram que falar: lavou os pés a duas raparigas, uma das quais muçulmana; abraçou um homem com o rosto deformado, numa fotografia que circulou pela Internet; deslocou-se ao Brasil,ignorando algumas das regras de segurança e aproximando-se dos muitos fiéis que o esperavam na rua.

 

O segundo tema mais referido pelos utilizadores foi “eleições”. Aqui, porém, não há uma leitura global. Eleições nacionais em vários países (entre os quais Índia, Quénia, Irão e Itália) foram responsáveis pela proeminência do termo, explica o Facebook.

 

Seguem-se na lista “bebé real” (em Julho nasceu o filho do príncipe William, herdeiro do trono britânico, e de Kate Middleton, num evento que foi amplamente mediatizado em todo o mundo) e “tufão” (no mês passado, oHayan devastou várias cidades das Filipinas e matou quase seis mil pessoas).

 

A meio da tabela, os responsáveis do Facebook parecem confundir-se. A lista apresentada num comunicado à imprensa difere da que é mostrada numgráfico na página que agrega os dados sobre 2013. O PÚBLICO contactou a empresa, mas não obteve esclarecimentos em tempo útil.

 

Numa das listas, o quinto lugar é de Margaret Tatcher. A antiga primeira-ministra britânica foi responsável por uma revolução ideológica no Reino Unido, transformando-o numa economia liberal, numa mudança cujas consequências ultrapassaram as fronteiras do país. Morreu em Março, aos 87 anos, na sequência de um acidente vascular cerebral.

 

Um tema viral na Internet e replicado em inúmeros vídeos surge em quinto ou em sexto lugar, consoante a lista consultada. Chama-se Harlem Shake e os incontáveis vídeos publicados online são todos variantes do mesmo conceito: alguém começa a dançar ao som da música Harlem Shake, do DJ e produtor americano Baauer, enquanto todos os que o rodeiam parecem completamente desinteressados. Num dado ponto da música, há um corte e toda a gente aparece a dançar freneticamente.

 

O outro sexto lugar é da palavra “inundação”. Houve várias ao longo do ano, em vários pontos do mundo. Algumas causaram dezenas de mortos.

Na sétima posição está a agora polémica Miley Cyrus. Ser uma celebridade entre adolescentes, por si, não seria suficiente para o lugar de destaque na conversação global (Cyrus é a única artista na lista dos temas mais populares). Em Agosto, a cantora, outrora artista infanto-juvenil, fez uma actuação sexualmente sugestiva nos prémios MTV, que incluiu uma dança conhecida como twerk. Em transição para a idade adulta, Cyrus protagonizou outros episódios polémicos, como o vídeo em que aparece quase nua em cima de uma bola de metal e uma acesa troca de mensagens com Sinead O’connor.

 

A maratona de Boston foi o oitavo assunto mais falado no Facebook. O evento anual daquela cidade foi marcado por um atentado bombista, em que morreram três pessoas e ficaram feridas cerca de 260. Entre os feridos, vários tiveram de ser amputados.

 

Em nono está a Volta a França, que teve este ano a 100.ª edição. Mas o assunto foi provavelmente mais discutido depois de o antigo ícone do ciclismo Lance Armstrong ter admitido, em Janeiro, que tinha recorrido a doping nas sete voltas que vencera. As suspeitas recaíam há muito sobre o americano e a confissão foi feita numa entrevista à popular apresentadora Oprah Winfrey.

 

No final da lista surge Nelson Mandela. O ícone da luta contra o apartheid, e primeiro Presidente negro sul-africano, morreu no dia 5 de Dezembro, aos 95 anos, em Joanesburgo. Mandela, que esteve preso durante 27 anos, foi recordado no mundo inteiro. “Não enterraremos nas nossas vidas um homem mais incrível e marcante do que Nelson Mandela. O verbo é intencionalmente no plural. Mandela não é da África do Sul, é do mundo. No século XX, ninguém como ele simbolizou o ‘homem bom’”, escreveu o PÚBLICO, em editorial.

 

JOÃO PEDRO PEREIRA 

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 21:02 | link do post | comentar

Teatro “O Bando” com visitas especiais

O Bando

 

“Gambozinos Peobardos” e “Artes e Engenhos”, companhias nacionais, estarão de visita ao teatro em Palmela.

 

No âmbito do ciclo de programação do teatro, nos próximos fins-de-semana, o Teatro “O Bando” vai receber a visita de duas companhias nacionais. 

No fim-de-semana de 07 e 08 de Dezembro é a companhia “Gambozinos Peobardos”, da Guarda, que apresentará a peça “Siameses”. 

A encenação é de Antónia Terrinha. Na semana seguinte, 14 e 15 de Dezembro é a vez da companhia “Artes e Engenhos”, de Almada, que apresentam “Tetraedro”. É uma peça baseada em “Quarteto” de Heiner Müller. 

Por conseguinte, até Maio (nos primeiro e segundo fins-de-semana de cada mês) o teatro terá produções próprias, entre elas estreias disponíveis ao público.

 

Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 10:49 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO