Sábado, 26.04.14

YO1 Festival, York

YO1 Festival, York

 

THE ONLY UK FESTIVAL DATE ON THE DE LA SOUL

“25 YEARS OF 3 FEET HIGH AND RISING” TOUR.

YORK'S YO1 FESTIVAL MAY 4TH 2014 / YORK RACECOURSE YO23 1EX / 11.45an TIL CLOSE


YO1 Festival is proud to announce that De La Soul will be playing at the third edition of the festival, taking place on Sunday May 4th in Knavesmire, York.

One of the most artistic and creative hip-hop acts ever; this trio from Long Island have had an unquestionable influence since their debut in 1987. It is 25 years since the release of their world-conquering debut album, 3 Feet High And Rising, which sees De La Soul return to the UK for a run of shows to celebrate the 25th anniversary of their iconic album

SUB FOCUS DJ Set & ID will be headlining the main arena. From hearing one of his tracks for the first time inside a club in 2003 ('Strobe', rewound twice by Andy C at The End) to headlining Glastonbury in 2010 (Saturday night on the fabled Glade stage to a rapturous reception), Nick Douwma's rise through the ranks of underground jungle to become a major player in electronic music has been nothing short of spectacular. Initially known for air-punching, dance floor dismantling drum & bass, Sub Focus has now become synonymous with music that draws from all corners of the electronic landscape, and has come to epitomise the ‘anything goes’ mantra of todays flourishing dance scene

 

Others headliners include DANNY HOWARD, host of Radio 1’s Saturday Dance Anthems show; a raucous performance from PULLED APART BY HORSES, who have been hailed by The Observer as ‘the greatest live band in Britain’ & German label Innervisions pioneers AME plus performances from MISTAJAM, DAN LE SAC V SCROOBIUS PIP who’ll be bringing their unique mesh of spoken word and hip hop, also ft heavily are: WAZE AND ODYSSEY, KRYDER, BICEP, TRAAMS, THE FUTURISTIC POLAR BEARS, THE WYTCHES, THE SQUATTERS, THE MOUSE OUTFIT FT DR SYNTAX AND SPARKZ.

Amongst some of the purveyors of alcohol on site and curating the YO1 Micro Ale Festival, is HOUSE OF TREMBLING MADNESS, World renowned  & Yorkshire Pub of the year.

 

Terms and conditions apply, further details available at http://www.yo1events.co.uk

Check out the promo video here

https://www.youtube.com/watch?v=ozO6MqiUeIc&feature=share

 

PRESS INQUIRIES:

General info pr@yo1promo.co.uk

 

8 STAGES OF MUSIC  FT MOS / FLUX MUSIC / BBC INTRODUCING / NIGHTVISION

STREET FOOD / CRAFT BEER & COCKTAILS / STREET ART / HIP HOP HOUSE PARTY

SUB FOCUS dj set & ID /   DE LA SOUL 25 years of 3 feet high and rising tour

MISTAJAM  / DANNY HOWARD / KRYDER / AME / PULLED APART BY HORSES

DAN LE SAC VS SCROOBIUS PIP / THE MOUSE OUTFIT  FT  DR SYNTAX & SPARKZ

FUTURISTIC POLAR BEARS / TRAAMS / THE WYTCHES / MENACE BEACH /

HARLEIGHBLU & RODNEY P / WAZE & ODYSSEY / THE SQUATTERS / THE WYTCHES

THEO VERNEY / THE SEPTEMBER GIRLS / AUTOBAHN / GRINNY GRANDAD

THE RENEGADE BRASS BAND / VOYEUR / AARTEKT / JUFFAGE

      

                     OFFICIAL AFTER PARTIES FT. CARL CRAIG / DUB PHIZIX & STRATEGY / DAN SHAKE    

publicado por olhar para o mundo às 12:16 | link do post | comentar

"Teatro às três pancadas" conta pequenas histórias de António Torrado

Teatro às três pancadas” conta pequenas histórias de António Torrado

 

“Teatro às três pancadas” conta pequenas histórias de António Torrado

O Teatro do Bolhão apresenta “Teatro às três pancadas” no Cine-Teatro de Estarreja. Numa adaptação do livro homónimo de António Torrado, que compila textos para representação, o Teatro do Bolhão, munido de fantoches, marionetas e máscaras, entra em cena dias 27 e 28 de abril, às 16h00 e às 10h30, respetivamente.

 

Três textos depois das três pancadas (como dizia Molière). “Vem aí o Zé das Moscas”, “Olha o Passarinho” e “Serafim e Malacueco na corte do Rei Escama”, são as pequenas histórias da autoria de António Torrado que vão ser contadas e interpretadas por Beatriz Frutuoso, Daniela Marques, Edi Gaspar, Élio Ferreira e Maria Teresa Barbosa, do Teatro do Bolhão.

No próximo domingo, dia 27 de abril, às 16h, e na segunda-feira, dia 28, às 10h30 (sessão especial para escolas) vão ser contadas histórias sem revelar tudo. O apelo à imaginação é uma constante nesta peça, transformando o espaço cénico num universo onírico para deleite de crianças e famílias. Destinado a crianças maiores de 4 anos, “Teatro às três pancadas” insere-se no Laboratório de Aprendizagem Criativa (LAC) do Município de Estarreja.

Recomendada pelo Plano Nacional de Leitura, a obra de António Torrado, que em 1995 contou com a primeira edição, reúne sete peças de encenação simples e elenco reduzido, mas que “não dispensam o prazer irresistível de inventar o Teatro”, explica o autor na introdução do livro.

DOM 27 ABR 16H00 | SEG 28 ABR 10H30 [ESCOLAS]
Teatro às três pancadas

António Torrado textos originais
António Júlio 
coordenação
Beatriz Frutuoso, Daniela Marques, Edi Gaspar, Élio Ferreira, Maria Teresa Barbosa 
interpretação
Paula Cabral 
figurinos e adereços
[LAC] Auditório 3€ | 1,5€ (Escolas) / entrada gratuita de professores | 45MIN. | M/4

 

publicado por olhar para o mundo às 11:10 | link do post | comentar
Terça-feira, 22.04.14

Vitor Norte, Paulo Pires e Pedro Lima revivem “A Noite” no Cine-Teatro de Estarreja

A noite

 

 

Por ocasião das comemorações do 40º aniversário da Revolução dos Cravos, o Cine-Teatro de Estarreja recebe “A Noite”, primeira obra dramática de José Saramago, adaptada por Paulo Sousa Costa e encenada por José Carlos Garcia. Dia 26 de abril, às 21h30, revive-se a madrugada do 25 de Abril de 1974 a partir da redação de um jornal.

 

 

"Qualquer semelhança com personagens da vida real e seus ditos e feitos é pura coincidência”, avisa José Saramago (1922-2010), único Nobel da Literatura em língua portuguesa, nas páginas iniciais da obra dramática. “A Noite” é a primeira peça de teatro escrita por Saramago, em 1979, e relata a noite da Revolução dos Cravos na perspetiva de uma redação de jornal da capital lisboeta.

Temas como a liberdade e a verdade jornalística extraem-se das entrelinhas da peça, dando-lhe atualidade e pertinência. A obra de José Saramago encontra-se, no tom irónico característico do autor, com o nervosismo e a agitação de um grupo de jornalistas, numa redação, depois de lhes ter chegado o boato de que está a acontecer uma revolução. A “profunda impressão de tédio, de rotina, de noite igual às outras” que vive aquela redação é, em segundos, abalada pelos acontecimentos que carimbaram a história do país.

Com um elenco de luxo e bem conhecido do público português, destacando-se nomes como Vitor Norte (que protagoniza o chefe de redação do jornal), Paulo Pires, Joana Santos, João Lagarto e Sofia Sá da Bandeira, “A Noite” estará em cena no Cine-Teatro de Estarreja (CTE) dia 26 de abril, no âmbito das comemorações do 40º aniversário da Revolução dos Cravos. Uma peça de forte sensibilidade e seriedade que aponta o dedo às invisíveis e persistentes teias de poder e à dicotomia entre os que resistem e os que se deixam contaminar pelo sistema.

Exposições, poesia, música e teatro celebram Abril

A Noite”, de José Saramago, entra em cena no CTE no âmbito das comemorações dos 40º Aniversário do 25 de Abril, juntamente com outras ações simbólicas, promovidas pelo Município de Estarreja, com o objetivo de perpetuar a memória deste marco na vida social, política e económica dos portugueses.
Até 30 de abril estará patente no CTE a exposição Cartazes do 25 de Abril, do Centro de Documentação 25 de Abril e da Associação 25 de Abril, e na quinta-feira, dia 24 de abril, além da Conversa Com Luís Santarino Fernandes, o Bar do CTE recebe ainda a música de Coimbra Canta Abril, com António Ralha (guitarra), César Nogueira (viola), João Vaz (voz) e Mário Simões (voz). Às 16 horas de sexta-feira, dia 25 de abril, a Biblioteca Municipal recebe Pinho Neno com a apresentação do seu mais recente livro de poesia “Brados sem Eco” e, às 21h30, o CTE tem em cena “Os Anjos Tossem Assim” de Sandro W. Junqueira, numa interpretação do Grupo de Teatro Juvenil do CTE e encenação de Teresa Arcanjo.

 

SAB 26 ABR 21H30
A Noite

José Carlos Garcia encenação
José Saramago 
texto original
Paulo Sousa Costa adaptação
Vitor Norte, Paulo Pires, Joana Santos, Sofia Sá da Bandeira, Filipe Crawford, Pedro Lima, Samuel Alves, Fábio Alves 
elenco
Paulo Brandão 
desenho de som
João Almeida desenho de luz
Ana Paula Rocha figurinista
Ana Paula Rocha 
cenografia
Nádia Santos 
assistente de encenação
Adilson Gomes direção de cena
Élcio Chiquinato direção gráfica
Marta Quelhas, David Fernandes e Yellow Star Company produção
[TEATRO] Auditório 10€ / 8€ (Cartão Amigo, Cartão Sénior e Jovem Municipal)

 

 

publicado por olhar para o mundo às 20:32 | link do post | comentar

25 de Abril: Espetáculo de 12 bandas e artistas de Beja celebra 40 anos da Revolução

25 de Abril: Espetáculo de 12 bandas e artistas de Beja celebra 40 anos da Revolução

Um espetáculo musical de um coletivo de 12 bandas e artistas de Beja, como Virgem Suta (na foto), Adiafa, Tango Paris, Cantigas do Baú e Paulo Ribeiro, marca as comemorações dos 40 anos do 25 de Abril na cidade.

 

As principais iniciativas das comemorações arrancam às 21:30 de quinta-feira, véspera do 25 de Abril, na Praça da República, com a atuação da Banda Filarmónica Capricho Bejense, seguindo-se, a partir das 22:00, o espetáculo "Coletivo Beja".

 

Segundo a Câmara de Beja, o espetáculo vai reunir em palco as bandas Adiafa, A Moda Mãe, Cantigas do Baú, Caracol Blues, Os Bubedanas, Tanho Paris e Virgem Suta e os artistas Fernando Pardal, Paulo Colaço e Paulo Ribeiro. Após o espetáculo, haverá fogo-de-artifício, às 00:00, seguindo-se o DJ set de Senhor Comendador & Sua Sobrinha.

 

Na sexta-feira, 25 de abril, o "Desfile da Liberdade" irá percorrer várias ruas da cidade, entre o Largo do Lidador, onde começará às 10:00, e o extinto Governo Civil de Beja, onde terminará às 12:00, hora a que irá decorrer, no salão nobre do edifício, uma sessão solene evocativa dos 40 anos da Revolução dos Cravos.

 

A partir das 15:30, haverá uma tarde desportiva e cultural no Jardim Público de Beja, com várias atividades, como ginástica, patinagem, ténis, futsal feminino, andebol, teatro, atuações de tunas académicas e do Grupo Coral do Lidador.

 

As comemorações dos 40 anos do 25 de Abril em Beja, que arrancaram no dia 08 deste mês e terminam no domingo, são promovidas por uma comissão organizadora composta pela câmara e pela Assembleia Municipal de Beja e pelas juntas de freguesia da cidade e contam com o apoio de associações desportivas e culturais e outras entidades do concelho.

 

Retirado do Sapo Música

publicado por olhar para o mundo às 12:11 | link do post | comentar
Segunda-feira, 21.04.14

José James estreia novo disco e passa pelo Cool Jazz

“While You Were Sleeping” é o nome do próximo trabalho de José James, nova incursão pelo jazz de mãos dadas com os ritmos da soul e do hip hop. E mesmo a tempo: a 13 de Julho, Portugal volta a contar com o americano nos nossos palcos, no apropriado cenário do Cool Jazz Fest.

O sucessor de “No Beginning No End” tem novamente o selo de garantia da Blue Note Records, chega às lojas a 2 de Junho e tem como primeiro single “EveryLittleThing”, que já pode ser escutado no Spotify ecomprado no iTunes. Os fãs que pré-encomendarem o disco receberão de imediato este primeiro single.

José James refere-se a este disco como “uma síntese de tudo o que amo na música: de artistas contemporâneos como Frank Ocean, James Blake e Junip a outros com quem eu cresci: Nirvana, Radiohead ou Madlib.”

publicado por olhar para o mundo às 21:09 | link do post | comentar
Quarta-feira, 09.04.14

OS ABBA COMEMORAM 40 ANOS COM 40 SINGLES

Abba

 

OS ABBA COMEMORAM 40 ANOS
COM 40 SINGLES

 

Em 2014, celebra-se o 40º aniversário dos ABBA no Festival Eurovisão da Canção, alcançada com o inesquecível «Waterloo». Um momento decisivo para o grupo, que os viria a tornar uma das maiores bandas pop de todos os tempos.

Ao longo de 2014, a Polar Music International vai assinalar esta data com diversos lançamentos. Além de «Deluxe Edition of Waterloo», também«ABBA Gold» vai ser reeditado numa versão especial, composta por 3CDs, incluindo uma seleção de lados B escolhidos e alinhados pessoalmente pelos ABBA. Depois, surgirá «ABBA – The Singles», uma soberba caixa de vinis, que reúne os 40 singles originalmente publicados entre 1972 e 1982.


"ABBA GOLD - 40TH ANNIVERSARY EDITION"

"ABBA - THE SINGLES"


Disponível no iTunesSpotify e Fnac.

publicado por olhar para o mundo às 20:38 | link do post | comentar

Ellie Goulding ESTREIA-SE AO VIVO EM PORTUGAL NO MEO SUDOEST

Ellie Goulding ESTREIA-SE AO VIVO EM PORTUGAL NO MEO SUDOESTE

 

Ellie Goulding
ESTREIA-SE AO VIVO EM PORTUGAL
NO MEO SUDOESTE

 

Ellie Goulding tem, finalmente, estreia marcada para Portugal, dia 7 de Agosto, no festival MEO Sudoeste. Vencedora do Brit Award de Melhor Artista Feminina a Solo em 2014, reconhecimento atribuído depois de ter editado o seu segundo disco, "Halcyon" (2012), reeditado como "Halcyon Days" em 2013.

Canções como "Burn" , "How Long Will I Love You", "Anything Could Happen" ou o mais recente "Goodness Gracious" são algumas das canções retiradas deste álbum que têm invadido as rádios nacionais. A artista britânica viu três novos temas incluídos na banda sonora do filme "Divergent", um dos quais tem sido usado como canção principal do filme:"Beating Heart". Este é o tema incluído na nova reedição de "Halcyon Days", prevista chegar às lojas a 25 de Maio.

O nome que agora se junta ao cartaz do 18º MEO Sudoeste é um dos mais reconhecidos valores do género pop e seus sucedâneos. Dona de um registo que flutua pela folk, electro e indie, a tudo deve-se juntar um hífen seguido de pop. Autora de dois álbuns, ambos reeditados com novas designações, estreou-se em 2010 com "Lights" - lançado mais tarde como "Bright Lights" - e com a edição, venceu um Critics Choice Award nos Brit Awards de 2010.

publicado por olhar para o mundo às 20:36 | link do post | comentar
Segunda-feira, 07.04.14

Grupo de Teatro Juvenil do CTE estreia “Os Anjos Tossem Assim”

Grupo de Teatro Juvenil do CTE estreia “Os Anjos Tossem Assim”

Pelo terceiro ano consecutivo, o Grupo de Teatro Juvenil do CTE participa no projeto PANOS da Culturgest. Dia 25 de abril é a grande apresentação pública da peça que este grupo de jovens trabalha desde o início do ano letivo. “Os Anjos Tossem Assim”, de Sandro William Junqueira, encenada por Teresa Arcanjo, insere-se no programa comemorativo dos 40 Anos do 25 de Abril.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Grupo de Teatro Juvenil do CTE participa no projeto PANOS da Culturgest. Dia 25 de abril é a grande apresentação pública da peça que este grupo de jovens trabalha desde o início do ano letivo. “Os Anjos Tossem Assim”, de Sandro William Junqueira, encenada por Teresa Arcanjo, insere-se no programa comemorativo dos 40 Anos do 25 de Abril.

Um cenário de sol e praia. Do palco sobressai um colorido guarda-sol, espreguiçadeiras às riscas, roupas leves e vibrantes. Sente-se frescura, alegria e descanso, no entanto, “esta é uma situação de clausura”, contraria Teresa Arcanjo. A encenadora, de 25 anos, que trabalha com o Grupo de Teatro Juvenil do CTE (GTJC) desde 2012, explica que “Os Anjos Tossem Assim”, de Sandro William Junqueira, retrata um grupo de “jovens, adolescentes, que se encontram numa situação de repressão política e que não são livres de fazerem ou andarem por onde querem.

Depois de “The Grandfathers”, de Rory Mullarkey, e de “Ester”, de Rui Catalão, o GTJC volta a entrar na competição PANOS, projeto da Culturgest que alia o teatro escolar/juvenil às novas dramaturgias. São escritos textos propositadamente para cada edição do PANOS e, este ano, o GTJC escolheu “Os Anjos Tossem Assim” de Sandro William Junqueira, escritor, encenador e ator nascido na Rodésia, mas desde cedo em Portugal.

Uma experiência enriquecedora para os atores e encenadora
O GTJC conta com 12 participantes com idades entre os 12 e os 18 anos. Dois rapazes no universo de dez raparigas. Um deles é o João Silva, o mais velho e um dos que está no GTJC desde o início. O gosto pela representação é a principal motivação do jovem ator para continuar no grupo. Em “Os Anjos Tossem Assim” João interpreta o papel de militar. Uma personagem “desafiante” e “fundamental na peça: é severo, reto e não demonstra sentimentos”, explica o jovem ator da freguesia de Salreu. “Vou buscar inspiração ao que me rodeia no dia-a-dia”, confessa.

Bianca Oliveira, 13 anos, é um dos seis nomes do elenco que entraram este ano, pela primeira vez, no GTJC. Desempenha o papel de anão e ressalva que, não tendo qualquer experiência em teatro, quis entrar neste mundo “para tentar uma coisa nova e diferente, conhecer novas pessoas.

Ver estes miúdos a crescer no palco e fora dele é uma experiência fantástica e que me tem dado imenso prazer tanto como pessoa como enquanto artista.” Orgulhosa pelo grupo de trabalho, Teresa Arcanjo desabafa: “Sou uma sortuda por estar a trabalhar com um grupo que se esforça tanto”.

O teatro como veículo de consciencialização
“Os Anjos Tossem Assim” é, na opinião da encenadora, “uma peça arrojada” e a “metateatralidade” mostra ser um dos principais desafios do texto original de Sandro W. Junqueira, pois “existe uma peça dentro da peça e, por vezes, os atores quebram com as personagens”.

A repressão política é a temática do espetáculo. Apesar de haver momentos de descontração, “o mundo onde vivem as personagens é para levar a sério, em memória de todos aqueles que já sofreram repressão política”, salienta Teresa Arcanjo. O trabalho de encenação que está a desenvolver surge “da vontade de usar o teatro para recordar as pessoas de ‘histórias que já lá vão’, mas que não se podem repetir.

O GTJC e Teresa Arcanjo levam ao palco do Cine-Teatro de Estarreja “Os Anjos Tossem Assim”, no próximo dia 25 de abril, às 21h30, em pleno dia de comemoração do 40º aniversário da Revolução dos Cravos. A estreia pública da peça será também avaliada pelo júri do PANOS. Caso seja um dos trabalhos selecionados, o GTJC volta a estar em cena em maio no Festival PANOS, em Lisboa.

SEX 25 ABR 21H30
Os Anjos Tossem Assim

Sandro W. Junqueira texto original
Teresa Arcanjo 
encenação
Ana Miguel Amaro, Bianca Oliveira, Cátia Azevedo, Henrique Rainho, João Silva, Lucília Anjos, Mariana Ribeiro, Mariana Rodrigues, Rita Bronze Vinha, Sofia de Brito Tavares, Sofia Valente Bastos, Soraia Gurgo 
interpretação
Cine-Teatro de Estarreja 
produção
PANOS 2014
[TEATRO] Auditório 3€

publicado por olhar para o mundo às 19:29 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...
  • Great article!

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO