Patrícia Mamona conquista medalha de prata em Helsínquia

Patrícia Mamona conquista medalha de prata em Helsínquia


A saltadora portuguesa Patrícia Mamona sagrou-se nesta sexta-feira vice-campeã europeia do triplo-salto na final dos Europeus de atletismo, que estão a decorrer em Helsínquia.


Logo no primeiro salto da final, a atleta do Sporting fez 14,52m, o seu melhor da final e novo recorde nacional, mais dez centímetros que a anterior marca, que já lhe pertencia desde 2011.

Com o decorrer do concurso, Mamona já não conseguiu melhorar e apanhar no primeiro lugar a atrás da ucraniana Olha Saladuha, que saltou, também no primeiro ensaio, 14,99m, a melhor marca mundial do ano.

Foi a segunda medalha portuguesa nestes Europeus que terminam neste domingo, depois de, na última quinta-feira, Sara Moreira ter sido terceira nos 5000m.

“Estou muito, muito contente e só quero agradecer ao meu treinador [José Uva], aos meus pais, à minha família, aos meus amigos”, começou por dizer a atleta portuguesa. “Sabia que se conseguisse melhorar a minha marca, bater o recorde nacional [que era de 14,42m, do ano passado], poderia conseguir uma boa classificação, mas não imaginava o pódio. Foi uma grande surpresa”, reconheceu Patrícia Mamona.

A atleta do Sporting, que em ano olímpico interrompeu os estudos nos Estados Unidos para se dedicar apenas ao atletismo, reconheceu que teve uma prestação atípica: “Eu nem costumo ser muito forte logo no primeiro ensaio, o normal é ir em crescendo. Mas já no apuramento consegui logo o salto de qualificação a abrir e hoje aconteceu o mesmo. Estou muito contente, não esperava nada...”, concluiu Patrícia Mamona, que agora quer repetir a marca nos Jogos Olímpicos de forma a “poder chegar à final”.

Classificação final: triplo salto
1. Olha Saladuha (Ucrânia), 14,99m
2. Patrícia Mamona (Portugal), 14,52m
3. Yana Borodina (Rússia), 14,36m
4. Simona La Mantia (Itália), 14,25m
5. Dana Veldáková (Eslováquia), 14,24m
6. Níki Panéta (Grécia), 14,23m
7. Athanasía Pérra (Grécia), 14,23m
8. Françoise Mbango (França), 14,19m
9. Svetlana Bolshakova (Bélgica), 14,07m
10. Marija Sestak (Eslovénia), 14,01m
11. Paraskeví Papahrístou (Grécia), 13,89m
12. Kseniya Dziatsuk (Bielorrússia), 13,87m

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 22:03 | link do post | comentar