Agressão a árbitro dá pena mínima a Luisão

Luisão suspenso

O defesa do Benfica pagará ainda uma multa de 2550 euros no caso do empurrão ao árbitro no jogo particular com o Fortuna Dusseldorf.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou nesta sexta-feira que “considerou procedente a acusação” contra Luisão no caso do empurrão do defesa central do Benfica ao árbitro Christian Fischer, durante o encontro particular entre os “encarnados” e o Fortuna Dusseldorf, a 11 de Agosto, na Alemanha.

Luisão foi sancionado com pena de suspensão por dois meses e ainda com uma multa de 2550 euros pela infracção cometida: agressão.

A suspensão de dois meses aplicada a Luisão é, para já, apenas válida nas provas nacionais: o defesa internacional brasileiro deverá falhar seis jogos do campeonato (Académica, Paços de Ferreira, Beira-Mar, Gil Vicente, Vitória de Guimarães e Rio Ave) e um da Taça de Portugal.

“Tal como expressamente solicitado pela FIFA, esta decisão vai ser remetida para o organismo que tutela o futebol mundial”, pode ainda ler-se no comunicado do Conselho de Disciplina da FPF. Isto significa que a FIFA poderá vir a ampliar o âmbito da suspensão de Luisão às competições internacionais.

A deliberação do Conselho de Disciplina da FPF aplica a Luisão a pena mínima prevista no artigo 145.º do Regulamento Disciplinar das Competições Organizadas pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, relativo a agressões praticadas pelos jogadores.

O órgão federativo considerou que a agressão de Luisão saía fora da alçada da alínea a) do mesmo artigo - cuja pena varia entre três meses e três anos -, por considerar que dela não resultou “lesão de especial gravidade”.

O Benfica pode recorrer para o Conselho de Justiça da FPF da sanção imposta.


Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 17:43 | link do post | comentar