Segunda-feira, 26.06.17

Fall Out Boy revelam novo single: “Champion”

fall out.jpg

 

Fall Out Boy revelam novo single: “Champion”

Canção fará parte do próximo álbum de estúdio da banda, “M A N I A”, já disponível em pré-venda 

“I am a champion of the people that don’t believe in champions." Foi com este lema que os Fall Out Boy revelaram ao mundo o seu mais recente single: “Champion”. O tema sucede-se a
Young and Menace (que soma 8,5 milhões de visualizações no YouTube/VEVO) e fará parte do próximo álbum de estúdio do grupo norte-americano “M A N I A”, que será editado a 15 de setembro, sendo que já está disponível em regime de pré-venda.

O lançamento do single é acompanhado de um trabalho de artwork repleto de caras conhecidas: Leonardo DiCaprio com um Óscar da mão, os condutores de Fórmula 1 Niki Lauda  e James Hunt, a personagem Barb da série “Stranger Things”, McLovin do filme “Superbad”, Buster Douglas e Mike Tyson no combate de boxe em 1990, entre outros.

Hoje foi revelado o novo vídeo criado para este “Champion”, que tem entre as suas frases de ordem: “If I could live through this I could do anything”.

 “M A N I A” é o sucessor do platinado sexto álbum de estúdio da banda, “American Beauty/American Psycho”, que entrou diretamente para o n.º 1 do Billboard Top 200, em janeiro de 2015. Já nomeados para prémios Grammy, os Fall Out Boy, constituídos por Patrick Stump, Pete Weitz, Joe Trohman e Andy Hurley já foram capa da Rolling Stone e de outras publicações de prestígio. Atuaram também em programas televisivos como Saturday Night LiveThe Today ShowAmerica’s Got TalentThe VoiceLate Night with Jimmy FallonThe Tonight Show with Jay LenoConanThe Late Show with David LettermanJimmy Kimmel Live!, entre outros. Para mais informações consulte www.falloutboy.com.

 

 

publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar
Sexta-feira, 23.06.17

RAPublicar, de Soraia Simões

rappublicar.jfif

 

 
RAPublicar, de Soraia Simões
 
A micro-história que fez história numa Lisboa adiada
(1986- 1996)
audiolivro inclui 25 entrevistas
 
 
 
à venda a 25 de Junho
 

RAPublicar. A micro-história que fez história numa Lisboa adiada: 1986 - 1996 de Soraia Simões estará a partir desta semana, dia 25, nas livrarias.

Trata-se de um audiolivro com cerca de 18 horas de recolhas de entrevistas dirigidas pela autora e investigadora entre 2012 e 2016 que procura cruzar as principais linhas de discussão neste campo e em torno de disciplinas como a história contemporânea e os estudos de música e cultura populares nestes anos (1986 - 1996) com o discurso e partilha de memórias e testemunhos de alguns dos seus principais sujeitos da história.

Soraia Simões refere acerca deste trabalho "ao usar a oralidade de um modo claro: os dados da minha análise com as experiências vividas pelos protagonistas procurei duas coisas. Em primeiro lugar uma leitura renovada sobre a história da cultura e sociedade portuguesas nestes anos tendo a expressão do RAP como vector principal, por outro lado demonstrar como algumas das principais alíneas temáticas no campo das ciências sociais foram levantadas, no campo da música e cultura populares, nestes anos por, não todos mas, alguns destes actores e actrizes e estão hoje a ser escrutinadas e à procura de respostas.

Achei que eles e elas podiam/deviam fazer parte dessa discussão, especialmente porque as levantaram num período em que as mesmas, por várias razões, que as conversas (a oralidade) explanam foram sendo adiadas. Editar o que foi grande parte do meu trabalho de campo num audiolivro que é também um caderno de notas mesmo sob o ponto de vista do grafismo, homenageando assim o poeta/dizedor/rapper e MC destes anos e as dezenas de cadernos sebenta que me cederam durante estes anos de pesquisa (o qual transcrito serve a minha tese no âmbito académico) foi o modo como achei ser possível devolver essa memória, e a importância do que está inscrito nela, à sociedade e à cultura popular da segunda metade do século XX.

Permitindo que os mesmos contem, através das questões que lhes são colocadas, essa perspectiva histórica e a sua relevância num quadro social em profunda transformação".

Editora Caleidoscópio

 

 

Sobre a autora

Soraia Simões nasceu em Coimbra, em 1976. Radicou-se em Lisboa em 2008. É Pós-Graduada em Estudos de Música Popular e Mestranda em História Contemporânea pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. A sua tese de mestrado reflecte sobre o impacto social e cultural estabelecido pela prática do «rap» e pela «cultura hip-hop» entre os anos de 1986 e 1996 no país.
Investigadora integrada do Instituto de História Contemporânea (IHC-FCSH/UNL), é autora do Projecto de Arquivo e Documentação «Mural Sonoro». Escreveu, em vários órgãos e edições, textos diversos na área musical, sendo autora dos livros Passado–Presente. Uma Viagem ao Universo de Paulo de Carvalho (Lisboa: Chiado Editora, 2012) e RAPublicar – a micro-história que fez história numa Lisboa adiada: 1986 – 1996 (Lisboa: Caleidoscópio, 2017). Foi distinguida com o prémio Megafone da Sociedade Portuguesa de Autores, em 2014 na Categoria Missão, coordenado, actualmente, o projecto «RAPortugal 1986 – 1999».
O seu estudo e trabalhos incidem na cultura popular e movimentos transnacionais, nas práticas musicais em contextos migratórios e de revolução política ou ideológica e nos arquivos digitais sonoros. É a consultora musical do projecto que faz parte dos conteúdos especiais da RTP Extrema-Esquerda: Porque não Fizemos a Revolução? e Coordenadora geral e de investigação no projecto RAPortugal: 1986 – 1999 (projecto financiado em 2015 pela Direcção Geral das Artes).
É autora do programa Conversa ao Correr das Músicas, programa de História da Música, que conta também com a sua apresentação e estreia em Maio de 2017 numa primeira série de 13 episódios na web.
 
Mais informação sobre Soraia Simões em Mural Sonoro

publicado por olhar para o mundo às 09:13 | link do post | comentar

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE! NO TEATRO VILLARET

respeitosoutuamãe.jpg

 

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE!CONTINUA NO TEATRO VILLARET A PARTIR DE 30 DE JUNHO

Quem acha que no Verão só há praia e festas, desengane-se! Joaquim Monchique e o elenco de MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE! estão aqui para ficar e prometem tornar o seu Verão ainda mais divertido.

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE! termina a temporada no Auditório dos Oceanos, Casino Lisboa, a 25 de Junho e passa directamente para o TEATRO VILLARET, a partir de dia 30 de Junho. O espectáculo que marca os 30 anos de carreira de Joaquim Monchique vai estar em cena de Quinta a Domingo.

Com lotações esgotadas desde a estreia, a 29 de Março deste ano, MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE! já foi visto por mais de 60 mil espectadores e preparara-se agora para continuar a conquistar plateias ao longo do Verão, desta feita numa das salas mais queridas de Lisboa.

MAIS RESPEITO QUE SOU TUA MÃE! acompanha as peripécias de Esmeralda Bartolomeu (Joaquim Monchique), a dona de casa mais famosa da Baixa da Banheira e da sua - bastante peculiar - família.


TEATRO VILLARET
A partir de 30 Junho

Quinta a Sábado às 21h30 e Domingos às 18h
Preço: 16€

publicado por olhar para o mundo às 00:13 | link do post | comentar
Quinta-feira, 22.06.17

COMMEDIA A LA CARTE - CIRCUS no CTE

comedia.jpg

 

 
SÁB 24 JUN 21H30

COMÉDIA

COMMEDIA A LA CARTE - CIRCUS

 
 

AUDITÓRIO |1ª Plateia 20€ | 2ª Plateia 18€ | 1º/2º Balcão 16€


COMÉDIA | 90 MIN | M/12


Senhoras e senhores, meninas e meninos bem-vindos ao maior espectáculo do mundo!
Talvez não seja o maior!
Nem possivelmente seja um espectáculo!
E para vos dizer a verdade nem sequer são bem-vindos.
Circus!
Cuspidores de fogo, homem bala, a mulher barbuda, trapezistas, malabaristas, ilusionistas, domadores de leões... Nada disto poderão ver!
Já palhaços, somos três!
Pam pararapam pam pam

Com um espectáculo daquilo que designam de "Improve Comedy", género em que se auto-intitulam de pioneiros em Portugal, os Commedia a la Carte criam as suas rábulas a partir do que lhes é proposto pelo público sendo mais que provável que este se acabe por juntar aos três actores em palco.



Carlos M. Cunha, César Mourão, Ricardo Peres Atores, Autores

publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

CTE - VISITAS GUIADAS + CURTAS DE TEATRO FORA DE PORTAS

visitas guiadas.jpg

 

 

MULTIDISCIPLINAR

VISITAS GUIADAS + CURTAS DE TEATRO FORA DE PORTAS

 

CTE - VÁRIOS ESPAÇOS 3€ / ENTRADA GRATUITA (CARTÃO AMIGO, CARTÃO SÉNIOR E JOVEM MUNICIPAL)


MULTIDISCIPLINAR | 75 MIN | M/12


12º Aniversário CTE


Aos doze anos de idade, o Cine-Teatro de Estarreja dá a conhecer os seus bastidores. O invisível visível, aos olhos de todos aqueles que têm sentido na plateia a magia do palco, com o orgulho de serem muitos. O que estará por trás do som, das luzes, do espaço cénico? O que é uma régie e uma teia? Será que o camarim tem adrenalina? São estas e outras respostas que poderá descobrir nesta visita guiada conduzida pela experiente equipa do CTE, onde haverá Curtas de Teatro Fora de Portas, a acontecer em espaços não convencionais. Esta viagem lúdica cultural é a prenda do aniversariante pelo calor que nos trazem todos aqueles que se sentem em casa, na vossa casa.


Curtas de Teatro Fora do Palco


Nú Palco de Miguel Ponte


Uma Mulher à Janela ou a Carta da Corcunda ao Serralheiro de Ilda Teixeira


Guarda-Chuvas de Chocolate de Paulo Morgado e Ruy Malheiro


[promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]

publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Inauguração da Exposição “Contos por um Fio – Petrushka”, de Olga Neves

lga neves.jpg

 

25 junho, 18h00, AMAC

 

Inauguração da Exposição “Contos por um Fio – Petrushka”, de Olga Neves

 

O Auditório Municipal Augusto Cabrita recebe, a 25 de junho, pelas 18h00, a inauguração da Exposição “Contos por um Fio – Petrushka”, de Olga Neves. A mostra está patente até 1 de outubro.

 

As histórias, como reflexo de uma identidade, de um lugar e de uma cultura, chegaram-me através da minha mãe que, com grande entusiasmo e teatralidade, as contava todos os dias e, enquanto as ouvia, imaginava todos aqueles seres fantásticos a movimentarem-se de um lado para o outro. Conseguia imaginar-lhes os rostos, os movimentos, as roupas, tudo.

Mais tarde, formei-me em escultura e, tendo como base do meu projeto a Identidade, iniciei um projeto paralelo onde incluí essas mesmas histórias e memórias. Inicialmente, dediquei este projeto ao público infantil, mas cedo percebi que entusiasmava o público em geral. Estimular as memórias é sempre gratificante.

Contos Por Um Fio são, além de marionetas presas por fios, um lugar onde chegamos e contamos uma história como queremos, como a sabemos, como nos foi contada ou como nos lembramos. Como se entrássemos num livro e, em vez de folhearmos as páginas, caminhamos ao longo da sala e contamos a nossa versão da história.

CMB 2017-06-21

publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

LEGO® marca presença no Festival Ludopolis

ludopolis.png

 

LEGO® marca presença no Festival Ludopolis

 

A convite de sua Majestade, o Rei Ludo, a LEGO® vai estar presente na sexta edição do Festival Ludopolis, a decorrer nos Jardins do Campo Grande, de 23 a 25 de Junho.

 

Após o generoso convite do Rei Ludo, a LEGO não quis deixar de estar presente neste Festival que conta com diversão para toda a família, filhos, pais e avós, com brincadeiras e brinquedos de todas as gerações... tal como a LEGO.

 

O Reino da Brincadeira divide-se em seis diferentes aldeias, cada uma com seus costumes, e a LEGO estará presente na Aldeia das Construções, onde trará a todos os seus visitantes diversão e a já habitual experiência de construção.

 

Para os mais intrépidos aventureiros do Reino, haverá uma competição de lançamento de carros construídos com peças LEGO de uma rampa. Quem conseguir alcançar a maior distância vencerá o prémio. O desafio decorrerá quatro vezes por dia (às 11h30, 13h30, 15h30 e 17h30), dos miúdos aos graúdos todos podem participar.

 

Enquanto marca que une gerações em brincadeiras lúdicas e divertidas, a LEGO não podia ficar de fora do Reino da Brincadeira. Este fim-de-semana, todos os caminhos vão dar ao Ludopolis, não perca!

publicado por olhar para o mundo às 09:13 | link do post | comentar

CTE VAI NA CONVERSA… JÚLIO ISIDRO

julio isidro.jpg

 

 

CONVERSA

CTE VAI NA CONVERSA…

JÚLIO ISIDRO
 
 

CAFÉ-CONCERTO ENTRADA GRATUITA*


JÚLIO ISIDRO | 12º Aniversário CTE


CONVERSA | 60 MIN | M/6


Desde 1960 é reconhecido como um dos mais bem sucedidos profissionais da televisão portuguesa, uma referência da RTP, bem como do Rádio Clube Português, Rádio Comercial e Antena 1. Júlio Isidro faz parte do nosso imaginário: das manhãs febris ao sábado, das tardes domingueiras com alegres passeios, dos serões a preto e branco ou a cores. Habituamo-nos à sua presença assídua em nossa casa, onde podia perfeitamente partilhar a mesa ou o cantinho do sofá, em família. Será uma conversa de passado, presente e futuro, da arte de bem comunicar.


*Entrada sujeita à lotação da sala


 Júlio Isidro orador

[promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]

publicado por olhar para o mundo às 00:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 21.06.17

TRIGO LIMPO teatro ACERT estreia mais um espetáculo de teatro de rua "JOÃO BRANDÃO TEATRAL CIRCUS"

trigo limpo.jpg

 

João Brandão teatral circus

Coprodução: Trigo Limpo teatro ACERT + Eptoliva
+ Academia Artística do Município de Tábua + Teatro Perro

 
Sábado 24 de julho de 2017 às 23:00
Domingo 25 de julho de 2017 às 22:00
Apresentações junto à Câmara Municipal de Tábua
 
João Brandão, personalidade icónica e habitante ilustre de Midões (Tábua), celebrado num espetáculo comunitário de teatro de rua. Este espetáculo parte de um desafio da Câmara Municipal de Tábua ao Trigo Limpo teatro ACERT para a criação de um espetáculo de teatro de rua com os alunos da EPTOLIVA do “Curso de Artes do Espetáculo – Interpretação” da Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil,  em contexto de trabalho.

Este acontecimento resulta de uma forte conjugação de vontades para projetar o trabalho cultural realizado em Tábua pelas organizações artísticas que dinamizam o tecido associativo local e sustentam o dinamismo de uma programação que faz do Centro Cultural um espaço de eleição para um melhor serviço público para os habitantes e espectadores.

Tão natural como a vida, logo se impôs João Brandão — personalidade icónica e habitante famoso de Midões (Tábua) — como personagem misterioso para desenvolver uma narrativa teatral ficcional capaz de capitanear um argumento que se prolongasse para além da realidade que, no fim de contas, tem versões ainda tão contraditórias. Cada vivente acrescenta mais um ponto a uma história que, a priori, é tão epopeica e tão fantástica no imaginário popular. Enganem-se aqueles que procurarão neste espetáculo a verdade histórica, pois a dramaturgia explorará a vida misteriosa de um personagem à deriva por esse mundo fora.

O envolvimento da comunidade como protagonista coletivo da narrativa fantasista e dos músicos da Academia Artística do Município de Tábua como acompanhantes da viagem ficcional asseguram uma odisseia onde uma aventura sem limites geográficos será guiada por aquilo que poderia ser um sonho de cárcere do João Brandão.

Durante meses, um intenso trabalho de escrita narrativa que conduziu à versão teatral que irá ser apresentada. Os ensaios apaixonantes com o elenco de atrizes e atores, a criação poética e musical e o juntar de novelo protagonizado pela um coletivo de entusiásticos participantes amadores (que amam o que fazem), representam um cativante investimento artístico que perdurará certamente na memória das grandes realizações culturais de Tábua.
 
A encosta do jardim em frente do Município será o palco gigante e natural que será transformado por uma cenografia onde viajarão as aventuras dum João Brandão que nos transportará por episódios imaginários da história portuguesa e de muitas outras paragens.

Ficha artística e técnica

 

Direção artística, guião dramatúrgico, versão teatral de José Rui Martins, sobre texto original de R.M. Ribeiro
Assistência de encenação: Gi da Conceição, Pedro Sousa, Raquel Costa e Sandra Santos

Intérpretes do curso da EPTOLIVA: Carina Mendes, Carlos Ribeiro, Diogo Gonçalves, Inês Loureiro, Inês Nunes, Marco Faria, Marta Mesquita e os alunos de outros cursos da EPTOLIVA: Ana Sofia Costa, Cátia Correia, Leandro Araújo e Tiago Santos

Intérpretes locais: Alexandre Brito, André Neves, Beatriz Fernandes, Beatriz Nunes, Elisabete Almeida, Fátima Rosa, Filipa do Vale, Filipe Caetano, Gonçalo Fernandes, Guiomar Pedroso, Jikke Otte, Joana Gomes, Mariana Santos, Noé Silva, Odete Claro, Paula do Vale, Pedro Nunes e Sílvia Nunes

Poemas e canções: Ricardo Fonseca Mota
Cenografia: José Rui Martins
Figurinos e adereços: Cláudia Ribeiro
Interpretação e direção musicais: Academia Artística do Município de Tábua, sob a direção do Maestro Pedro Carvalho
Compositor e instrumentista de cavaquinhos: Luís Pedro Madeira
Direção de montagem: Natália Rodrigues
Desenho e operação de luz: Paulo Neto
Desenho e operação de som: Luís Viegas
Assistente de montagem: Rui Sérgio Henriques
Coordenação de implantação de palcos: António Eliseu
Apoio à produção: Daniel Marques, Maria José Costa e Sónia Garcia (Centro Cultural de Tábua)
Assistentes de cena, interpretação e apoio à montagem: António Gonçalves, António Rebelo, Ilda Teixeira, Natália Rodrigues, Pompeu José, Raquel Silva e Sandra Santos
Assistentes de produção: Luís Branquinho, Marta Costa e Rui Coimbra
Design gráfico: Carlos Mesquita

publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

A Volta ao Mundo em 80 Minutos

voltaaomundo.jpg

 

 

A Volta ao Mundo em 80 Minutos

Dois meses de sucesso no Salão Preto e Prata do Casino Estoril

 

Unanimemente considerado como o melhor espectáculo desde sempre apresentado no Casino Estoril, o último grande show que Filipe La Féria apresenta no Salão Preto e Prata do Casino Estoril tem arrastado multidões de espectadores e é já considerado um sucesso sem precedentes.

 

Inspirado na célebre obra de Júlio Verne e tendo como protagonista João Baião no auge da sua carreira como comediante e incomparável comunicador “A Volta ao Mundo em 80 Minutos” é uma maravilhosa viagem através dos principais países do mundo em 80 minutos de ritmo, graça, loucura e surpresa.

 

O público ri às gargalhadas e fica deslumbrado com a encenação de La Féria, com as vozes e presenças arrebatadoras de Dora, também ela num regresso fabuloso sempre acarinhada pelo público ao lado de Filipe de Albuquerque em Passepartout que acompanha Baião nesta grande aventura, Paula Sá está magnifica e leva o público ao rubro ao lado de Ricardo Soler, com a sua voz inigualável que o faz ser nesta geração um dos melhores cantores de sempre da música portuguesa.

 

Mas o público também é surpreendido pelas revelações Catarina Pereira, Carina Leitão e Samuel de Albuquerque que são aplaudidos em cada número que apresentam.

 

Um dos grandes trunfos do espectáculo são os 18 magníficos bailarinos dirigidos por Marco Mercier além do duo de acrobatas que diariamente arriscam a vida neste grande espectáculo.

 

A música dirigida pelo Maestro Miguel Camilo e as vozes por Tiago Isidro e Dale Chappell contribuem para este grande sucesso de La Féria e da sua equipa nesta fabulosa “Volta ao Mundo em 80 Minutos” que de Quinta a Sábado às 21h30 e Sábado e Domingo às 17h00 se apresenta no Salão Preto e Prata do Casino Estoril.

 

Todos os espectadores que quiserem jantar têm preços especiais num pacote de Jantar + Espectáculo nos restaurantes do Casino Estoril.

publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO