Sábado, 03.06.17

Festival Beja na Rua inaugura com obra de Vhils

vilhs.png

 

 

Festival Beja na Rua inaugura com obra de Vhils

 
 

Alexandre Farto, mais conhecido por Vhils, trabalha em arte urbana um pouco por todo o mundo. Nesta segunda edição do Festival Beja na Rua, o grafitter deixará obra sua em Beja - até ao momento a única no Baixo Alentejo.

Alexandre Farto aka Vhils (n. 1987), começou a interagir com o espaço urbano através da prática do graffiti no início da década de 2000 e, desde aí, tem sido aclamado como um dos mais inovadores artistas da sua geração. Os seus retratos poéticos e comoventes esculpidos em paredes podem ser vistos a adornar paisagens urbanas em mais de 30 países pelo mundo fora.

Conhecido pela sua técnica de escultura inovadora, considerada uma das abordagens mais originais da arte urbana dos últimos tempos, Vhils é um ávido experimentalista e tem vindo a desenvolver o seu conceito artístico numa pluralidade de meios, do stencil às explosões pirotécnicas, passando pela modelagem 3D, instalações ou mesmo os videoclipes.

A Vhils juntar-se-ão, entre outros, os já anunciados Bordalo II e Add Fuel, igualmente reconhecidos nacional e internacionalmente pela excelência dos seus trabalhos na área da arte urbana.

Sobre o Beja na Rua

De 16 de junho a 15 de julho, Beja volta a mostrar Alma Criativa. Está de regresso o Beja na Rua, Festival de arte pública que celebra as artes na rua. Promovido pela Zarcos – Associação de Músicos de Beja, em parceria com associações e entidades do concelho, a iniciativa é uma aposta de Beja na afirmação das indústrias criativas, que fazem desta cidade uma montra para criadores locais e convidados, onde a cultura local se funde com o que de melhor se faz ao nível nacional e internacional.

publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar
Quinta-feira, 01.06.17

Beja traja-se a rigor para mais uma edição do Festival Beja Romana

beja.png

 

 

Beja traja-se a rigor para mais uma edição do Festival Beja Romana

De 2 a 4 de junho, Beja revive a grandeza e imponência de Pax Julia no centro histórico da cidade com um programa repleto de atividades, música, cortejos com cavalos, mercado, falcoaria, acepipes e espetáculos de fogo.
 
 
 

Este ano sob o tema da CONVIVÊNCIA MULTICULTURAL NO CONVENTUS PACENSIS, Beja volta a trajar-se para receber nos dias 2 a 4 de junho de 2017 mais uma edição do Festival Beja Romana.

A grandeza e imponência de Pax Julia revive-se, durante 3 dias, no Centro Histórico da cidade. Mas, é na Praça da República, local onde se situava o forum romano e onde estão identificados dois templos romanos, um dos quais, o maior e mais monumental descoberto até hoje em território português, que acontece o grande bulício desta recriação.

Os mercados faziam parte da vida quotidiana das cidades na época, por isso, poderá encontrar neste mercado romano, mercadores a vender produtos baseados ou inspirados naqueles que existiam na época e experimentar alguns pratos recriados, com base nos alimentos disponíveis naquele período.
Outro dos momentos altos do programa são os cortejos que percorrem o Centro Histórico numa verdadeira manifestação do esplendor da época romana. Este é um momento aberto à participação de todos os que se pretendam juntar a esta festa.
 

publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 31.05.17

Festival Internacional de Banda Desenhada traz a Beja grandes referências da 9ª arte

banda desenhada.png

 

 

Festival Internacional de Banda Desenhada traz a Beja grandes referências da 9ª arte

 
 

A 14ª edição do Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja arranca já na sexta-feira, 26 de maio, abraçando o centro histórico da cidade e em particular o Largo do Museu Regional, espaço ao ar livre que será o epicentro desta festa de BD.

Esta edição do Festival de BD contará com a presença de personalidades internacionais com cartas dadas no mundo da banda desenhada, onde se destaca, o italiano Paolo Mottura, desenhador da Disney e autor de bandas desenhadas do rato Mickey, que estará em Beja nos dias 26, 27 e 28 de maio. Paolo Mottura tem os seus trabalhos patentes na Galeria do Largo de São João e estará disponível para conversar com os leitores e dar autógrafos no dia 27, na cafetaria do Pax Julia – Teatro Municipal de Beja.

Nos três primeiros dias do festival, Beja receb também a visita do português Jorge Coelho, que está a fazer as bandas desenhadas do personagem Rocket Raccon, para a Marvel Americana. Rocket Raccon é um dos personagens do filme "Os Guardiões da Galáxia", um dos maiores êxitos de bilheteira dos últimos anos.

Outro nome grande da DB que irá marcar presença neste Festival é Davide Catenacci. Editor da Disney italiana que irá estar em Beja nos dias 26, 27 e 28. No sábado, dia 27, para além de participar numa conferência, na cafetaria do Pax Julia, também vai ver desenhos de autores portugueses.

Na noite de sábado, dia 27 de maio, a cafetaria do Pax Julia recebe a entrega do prémio Geraldes Lino a Sofia Neto, uma jovem dona de um enorme talento. O Prémio será entregue pelo próprio Geraldes Lino, o editor, crítico, divulgador e fanzinista mais famoso de toda a História da BD Portuguesa.

Ao todo, temos 18 exposições, a que se junta o mercado, o lançamento de livros, debates e apresentação de projetos, que estarão à disposição do público Bejense e não só durante o Festival de BD de Beja que se prolongará até 11 de junho.

Saiba mais em: www.festivalbdbeja.com 

publicado por olhar para o mundo às 09:13 | link do post | comentar
Sexta-feira, 12.05.17

XIII Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja arranca a 26 de maio

 banda desenhada.png

 

XIII Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja arranca a 26 de maio

 

De 26 de maio a 11 de junho, o centro histórico de Beja recebe a 13ª edição do Festival Internacional de Banda Desenhada, que reúne, em Beja, vários autores da 9ª arte.

 

O Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja realiza-se este ano entre os dias 26 de Maio e 11 de Junho, abraçando, pelo segundo ano consecutivo, exclusivamente o Centro Histórico da cidade e em especial o Largo do Museu Regional, epicentro desta Festa da BD.

 

Ao todo, são 18 as exposições patentes ao público, e 10, os países representados, da Argentina à Dinamarca, passando por Angola e pela Roménia. Para além das exposições, o Festival oferece aos visitantes uma Programação Paralela bastante diversificada onde pontuam as apresentações de projetos, as conversas à volta da BD, o lançamento de livros, as sessões de autógrafos, workshops ou os concertos desenhados.

 

Como não podia deixar de ser, o Festival tem também à disposição dos visitantes o Mercado do Livro - a maior livraria do país durante este período, com mais de 60 editores presentes - e uma zona comercial com várias tendas instaladas (venda de action figures, arte original, posters, prints, etc.)

 

O Festival inaugura sexta-feira, 26 de Maio, às 21h00, no Pax Julia – Teatro Municipal.

 

Na sexta-feira 26 e no sábado 27 as noites são de concertos desenhados (a programação só termina às 4h00 da manhã.)

 

O primeiro fim-de-semana (26, 27 e 28 de Maio) reunirá os autores representados nas exposições.

O Festival pode ser acompanhado no site www.festivalbdbeja.com ou em www.facebook.com/bedetecabeja.

publicado por olhar para o mundo às 00:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 07.12.16

Viva o Natal com Alma anima comércio local em Beja

viva o natal.png

 

 
 Viva o Natal com Alma anima comércio local em Beja
 

A Câmara Municipal de Beja, em articulação com a Associação do Comércio, Serviços e Turismo do Distrito de Beja, lançou uma campanha de promoção e dinamização do comércio local.


A iniciativa ‘Viva o Natal com Alma’ abrange um conjunto de atividades de animação e incentiva a que as compras de Natal sejam feitas no comércio tradicional de Beja. Enquadrada na estratégia de desenvolvimento do Centro Histórico de Beja e do seu património, reconhecido como um importante ativo com potencialidades para o desenvolvimento e a competitividade urbana de Beja, a campanha aposta em muita animação nas ruas da cidade.


De entre as diversas atividades previstas, de 9 a 11 de dezembro, terá lugar junto ao Jardim do Bacalhau, um Mercado de Natal que visa contribuir para a valorização dos produtos agroalimentares, e terá artesanato, livros, flores etc.

 

Na noite de 16 de dezembro, serão muitas as surpresas preparadas para quem participar em mais uma edição das "Compras ao Luar". Incentivar a visita ao Centro Histórico e às compras no comércio local é também o objetivo do concurso de Montras de Natal (inscrições até ao dia 9 de dezembro) e Concurso de Fotografia Digital promovidos no âmbito desta campanha.

Consultar programa aqui

publicado por olhar para o mundo às 09:13 | link do post | comentar
Sexta-feira, 02.12.16

Beja vai ter Museu da Banda Desenhada

beja.png

 

 

É difícil falar de Beja sem referir a relação que a cidade tem com Banda Desenhada.


A existência da Bedeteca e do Festival Internacional de BD, reconhecido um pouco por toda a Europa, fazem de Beja um dos principais centros de difusores desta arte no nosso país.


Ciente desse rico património, o Município de Beja decidiu apostar na criação de um equipamento que confirme a vocação da cidade neste domínio. Um equipamento que permita fazer um percurso pela História da Banda Desenhada Portuguesa, de 1850 até à atualidade, tendo ao dispor dos visitantes várias obras originais e uma forte componente multimédia, promovendo desta forma a banda desenhada entre todos os públicos.


O Museu de Banda Desenhada terá também ao dispor dos utentes vários ateliês, espaços de trabalho e galerias de exposições temporárias, entre outras valências.


A criação deste equipamento, que acolherá a Bedeteca de Beja, integra a estratégia de promoção, dinamização e valorização económica do Centro Histórico de Beja, pelo que o mesmo será instalado num edifício do município, situado em pleno Centro Histórico. 

 

publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar
Segunda-feira, 06.06.16

Protocolo de Cooperação para a Criação do Centro UNESCO para a Salvaguarda do Património Imaterial em Beja

beja.png

 

 

Protocolo de Cooperação para a Criação do Centro UNESCO para a Salvaguarda do Património Imaterial em Beja

 

Beja | segunda-feira | 6 de Junho | 10h30 | Salão Nobre dos Paços do Concelho
 
 
 

A cidade de Beja tem um papel relevante na área cultural, e as opções estratégicas assumidas pelo Município conferem a Beja uma responsabilidade nas boas práticas de salvaguarda, conservação, gestão, difusão e educação no que diz respeito ao Património Imaterial. Esta responsabilidade terá repercussões diretas nas diferentes áreas do Património Imaterial, nomeadamente na música tradicional, em especial no que diz respeito ao Cante, na literatura e histórias orais, bem como, em outras áreas que se venham a individualizar.

 

Considerando que a lógica de trabalho conjunto e de network entre as diferentes comunidades, instituições, investigadores, artistas, músicos e sociedade civil, é fundamental para potenciar o papel dos aspetos culturais intangíveis no desenvolvimento sustentável, harmoniosos e coeso das comunidades e no enraizar o sentimento de pertença dos indivíduos, é estabelecido o Protocolo de Cooperação  para a Criação do Centro Unesco para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, em Beja.

 

Está agendada para segunda-feira, dia 6 de Junho, pelas 10h30, a cerimónia de assinatura do Protocolo de Cooperação para a Criação do Centro UNESCO para a Salvaguarda do Património Imaterial em Beja que terá lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho. O Grupo Coral Cantadores do Desassossego fará a abertura desta sessão que contará com a presença da Embaixadora Ana Martinho da Comissão Nacional da Unesco, do Representante da Rede Aga Khan para o Desenvolvimento Nazim Ahmad, da Dra. Ana Paula Amendoeira, Diretora Regional da Cultura, da Prof. Maria Calado, Presidente da Direção do Centro Nacional da Cultura, do Sr. Francisco Lourenço Teixeira da MODA - Associação do Cante Alentejano, do Prof. Luis Manuel Pacheco Marques Cruz Cunha do CENA - Sindicato dos Músicos e Profissionais do Espetáculo e do Audiovisual e do Sr. Manuel Fialho Presidente da Confraria Gastronómica do Alentejo que serão recebidos pelo Eng. João Rocha, Presidente da Câmara Municipal de Beja.

 

No final, Fernando Villafuerte Medina, Diretor do CRESPIAL (Centro de Categoria 2 da UNESCO para o Estudo e Salvaguarda do Património Imaterial da América Latina) dará uma palestra sobre Património Imaterial.

publicado por olhar para o mundo às 09:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 02.03.16

Agenda cultural de Beja, Março de 2016

beja.png

 

 

Em março, mês que os Romanos dedicaram a Marte, Deus da Guerra, chega a primavera, enaltece-se o papel da Mulher, homenageia-se a juventude, a criatividade e a cultura; reconhece-se a importância dos Centros Históricos.


No contínuo propósito de promover a parceria e a qualidade do trabalho dos agentes culturais locais, do gosto pela nossa história e cultura, do convívio familiar e geracional, do contacto com a beleza natural do nosso concelho, o Município propõe uma programação variada.


Destaca-se a 3.ª edição do FITA – Festival Internacional de Teatro do Alentejo, organizado pela Associação Lendias d´Encantar, de Beja, que trará à cena, no Pax Julia, diferenciadas performances de várias companhias de teatro internacionais.
A Poesia será festejada, na Biblioteca Municipal José Saramago: musicalmente, recordando Martinho Marques, e com oficinas e performances, por Gisela Cañamero. 

 

No Pax Julia - Teatro Municipal atuarão, entre outros, os Deolinda e os bejenses Tango Paris. As exposições “Amor com Humor” e o ”Prémio Fotojornalismo 2014” são imperdíveis. “Correr e Caminhar na Ponte” 25 de Abril, “Na Rota dos Cheiros”, Trindade, e a Idade do Bronze, em Santa Clara do Louredo, são as propostas para aliar conhecimento, história, atividade física e natureza.
Bons motivos para não ficar em casa!

 

Para informações adicionais consultar
https://issuu.com/camaramunicipaldebeja/docs/agenda_de_beja_mar__o_2016_issuu_

 

publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar
Domingo, 07.02.16

Agenda cultural de Beja

beja.png

 

 

O Município apresenta um novo formato de agenda cultural, porém a mesma programação, eclética, que promove a excelência do trabalho dos agentes culturais locais, possibilita o encontro de gerações e a participação familiar em iniciativas pensadas para todos.

Destaca-se a exposição itinerante “Mostra Espanha em Beja”, que reúne trabalhos de ceramistas espanhóis e portugueses; “Zapping”, um espetáculo, em que o trio, Carlos Cunha, César Mourão e Ricardo Peres, de um enorme talento e cumplicidade de palco, proporciona uma interação explosiva com o público; o desfile de Carnaval das Escolas que irá colorir as ruas da cidade.

A programação do Pax Julia brinda-nos com variados tipos de oferta: - música: Orquestra do Alentejo, Tributo aos ABBA, NAU, Fados e Entrecanções; - dança: “The Elements”, pelo Quórum Ballet; - teatro “As Lágrimas Amargas”, por um Coletivo de Atores; - a programação regular de cinema, de estilos e para público variados, em português e em 3D.

Na Biblioteca Municipal José Saramago conversa-se com escritores, as sextas são com livros, promove se a leitura; andarilha-se, com contos e poesia; potencia-se o convívio familiar com “Poesia de recreio e as primas”.

As exposições patentes na Casa da Cultura e Museu Jorge Vieira, com linguagens artísticas diversificadas, são de visita obrigatória.

Finalmente, “Por terras de barro há 3000 anos: do Outeiro do Circo a Beringel” e  “Por esses campos fora” podemos passear e conhecer melhor a nossa história e cultura, desfrutando da beleza natural do concelho.

Bons motivos para não ficar em casa!

 

Para informações adicionais consultar
http://issuu.com/camar.../docs/agenda_de_beja_fev_2016_issuu

publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 03.02.16

Biblioteca Municipal de Beja- "Histórias mal contadas" por Rodolfo de Castro

"Histórias mal contadas" por Rodolfo de Castro – o pior contador do mundo na Biblioteca Municipal de Beja
MIL E UMA NOITES MIL E UMA HISTÓRIAS | 4 FEV | QUINTA | 21H30 | BIBLIOTECA MUNICIPAL DE BEJA - JOSÉ SARAMAGO
Partilhar: Facebook Twitter
 

Um relojoeiro apaixonado, uma deusa tartaruga, um mestre da tatuagem, um molho de piolhos e duas mulheres fortes...são algumas das histórias mal contadas que podem ouvir do pior contador de histórias do mundo.

Sobre o narrador:


Rodolfo Castro, também conhecido como «O pior contador de histórias do mundo», começou a contar histórias profissionalmente em 1993.
“Esforcei-me sempre por ser o melhor. Para isso treinei, estudei, trabalhei...e não consegui. Quando comprovei que não podia ser o melhor decidi ser o pior... e consegui. Antes disso trabalhei de pedreiro e de carteiro, de sapateiro e de vendedor ambulante. Tentei o futebol e a actuação, fui professor de ensino básico e tive a minha banda de música. Vendi postais de natal nas ruas de Buenos Aires e artesanato no México. Sou escritor e formador creditado na área da literatura e dos contos.
Nasci e cresci em Buenos Aires, formei-me profissionalmente no México, hoje vivo em Lisboa, Portugal.

publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO