Terça-feira, 19.11.13

Cristiano Ronaldo coloca Portugal Mundial

Cristiano Ronaldo

 

Pela sexta vez no seu historial, a selecção portuguesa qualificou-se para a fase final do Mundial de futebol, após ter nesta terça-feira derrotado a Suécia por 3-2 em Estocolmo, no jogo da segunda mão do playoff de apuramento, depois do triunfo por 1-0 em Lisboa.

 

Tal como acontecera no jogo na Luz, foi Cristiano Ronaldo a decidir para a selecção portuguesa. Foi o avançado do Real Madrid os três golos portugueses e a confirmar a presença da selecção no Mundial que se realiza no próximo ano no Brasil.

 

Tudo parecia estar encaminhado para um resto de jogo sem sobressaltos quando Ronaldo fez o 1-0 aos 50’, numa jogada de contra-ataque. A Suécia precisava de marcar três golos para anular a desvantagem e Zlatan Ibrahimovic, a sua principal arma ofensiva, parecia desinspirado.

 

O avançado do PSG complicou as contas portuguesas ao marcar dois golos em três minutos. Primeiro, aos 68’, cabeceou sozinho na área portuguesa e fez o empate. Depois, aos 71’, colocou os suecos na frente com um livre directo.

 

Mas a resposta de Ronaldo foi a melhor possível. Aos 77’, Ronaldo fez o empate em mais uma jogada de contra-ataque e, aos 79’, acaba, em definitivo com a eliminatória, ao fazer o 3-2 numa jogada semelhante.

 

Foi o segundo hat-trick de Ronaldo ao serviço da selecção, ele que já tinha marcado três golos frente à Irlanda do Norte e, com esta proeza, o madeirense igualou Pauleta na lista dos melhores marcadores da história da selecção, passando a somar 47 golos em 109 internacionalizações.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 21:55 | link do post | comentar
Quarta-feira, 04.09.13

Ronaldo "lança" banda de garagem de Monção para a ribalta

Ronaldo

Os 'Mau Amigo' viram o seu tema "Tóquio" ser escolhido para o vídeo do craque português no Facebook a agradecer o apoio dos seus 60 milhões de fãs.

 

Uma banda de garagem de Monção tornou-se numa referência das redes sociais por ser autora da música do vídeo que assinala os 60 milhões de seguidores da página do futebolista Cristiano Ronaldo no Facebook.

 

«Posso dizer que quando me ligaram, a pedir para cedermos os direitos da música para o vídeo, ainda pensei que fosse brincadeira. Estava a acordar e só ouvi falar em Cristiano Ronaldo e 60 milhões», começou por recordar à Lusa João Ballester, baterista e porta-voz do grupo.

 

Este 'designer' e outros três colegas de Monção - um jurista, um técnico de manutenção e um engenheiro -, formaram em 2009 a banda "Mau Amigo", que entretanto editou dois trabalhos, na área do rock sinfónico.

 

Foram surpreendidos entretanto com a escolha do tema "Tóquio", de 2011, para a banda sonora do vídeo com que o futebolista Cristiano Ronaldo assinalou, a 31 de agosto, os 60 milhões de seguidores na sua página no Facebook.

 

«Explicaram-nos que ouviram aquela música e achavam que se encaixa perfeitamente no vídeo. Evidentemente que a cedemos», recordou João Ballester.

 

Este tema serve de banda sonora ao vídeo com o comentário «For each one of you [Para cada um de vocês]», em que o capitão da seleção nacional agradece o apoio dos fãs naquela rede social. O vídeo, com pouco mais de um minuto duração, é ilustrado com fotografias dos seus principais momentos dos últimos anos.

 

Na página de Facebook do futebolista, o vídeo com a música desta banda de Monção já conta com mais de 45.500 "gostos", 1.100 partilhas e 3.700 partilhas.

 

«Tem sido uma promoção enorme e foi uma surpresa total, quando nos ligaram a pedir para usar o tema. Mas não contamos viver disto, é apenas por gosto à música», admite João Ballester.

 

Formada por um baterista, dois guitarristas e um baixista - não têm vocalista -, e com idades entre os 26 e os 30 anos, a banda vive o momento de maior destaque, inclusive internacionalmente, apesar de, confessam, até nem ligarem muito à "bola".

 

 

Retirado do Sapo Desporto

publicado por olhar para o mundo às 23:03 | link do post | comentar
Sexta-feira, 17.05.13

Atlético de Madrid ganhou a Taça em casa do Real de Mourinho

Atlético ganhou a Taça em casa do Real de Mourinho

Atlético não ganhava um derby há quase 14 anos. Mourinho e Ronaldo expulsos.

O Atlético de Madrid conquistou a Taça do Rei, ao vencer na final o Real Madrid, por 2-1, após prolongamento. A jogar em casa, a equipa de Mourinho perdeu a possibilidade de conquistar mais um troféu e vai acabar a época com apenas um título, a Supertaça espanhola, ganha em Agosto.

 

Naquele que pode ter sido um dos últimos jogos de Mourinho pelo Real Madrid, o técnico português foi expulso, em mais um episódio de uma época que não está a correr nada bem.

 

O Real Madrid, que afastara o Barcelona nas meias-finais (com um agregado de 4-2), entrou dominador no encontro, assumindo a posse de bola, mas sem impor grande rapidez. Já o Atlético jogava na expectativa de uma recuperação de bola para lançar rápidos contra-ataques. Nem uma nem outra estratégia criava grande perigo junto das balizas, mas mesmo assim o golo inaugural do encontro surgiu cedo, ainda que inesperadamente. Tudo começou com a cobrança de um canto por Modric, aos 14’, que colocou a bola na cabeça de Cristiano Ronaldo e este endossou-a para as redes adversárias.

 

Sem fazer muito por isso, a equipa de Mourinho adiantava-se no marcador. Para este encontro, o técnico português remeteu o ostracizado Pepe para o banco, optando por Albiol para render o lesionado Varane no eixo defensivo. Fábio Coentrão e Ronaldo foram, assim, os representantes nacionais em campo neste duelo madrileno.

 

Procurando a primeira vitória sobre o Real do século XXI (o último triunfo do Atlético remontava a Outubro de 1999), o conjunto orientado pelo argentino Diego Simeone procurou responder à desvantagem, mas sem grande convicção no ataque. Até que, aos 35, um grande trabalho do ex-portista Falcao no meio-campo acabou por libertar a bola para Diego Costa, que rematou cruzado com o guarda-redes Diego López ainda a tocar, mas sem evitar o empate. Este foi o oitavo golo nesta prova do brasileiro, de 24 anos, que já alinhou em Portugal no Sp. Braga e Penafiel.

 

A resposta do Real surgiu dois minutos antes do intervalo, com um remate forte de Ozil a ser devolvido pelo poste da baliza de Courtois. E o guarda-redes dos “colchoneros” haveria de agradecer por mais duas vezes ao ferro na segunda metade. Aos 61’, numa jogada incrível do Real, iniciada por Cristiano Ronaldo, Benzema acertou mais uma vez no poste, antes de Juanfran evitar sobre a linha de golo a recarga de Ozil. Sete minutos depois, o próprio Ronaldo viu também a base do ferro devolver um livre rasteiro. Tanta pontaria da sua equipa acabou por irritar Mourinho que, aos 76’, foi expulso por protestos com o árbitro.

 

Com as melhores oportunidades no segundo tempo (o Atlético só ameaçou aos 60’, num remate de primeira do defesa esquerdo Filipe Luís, na melhor jogada atacante da equipa na segunda metade), o Real acabou por não conseguir impedir que a final seguisse para prolongamento. A resistência no tempo regulamentar motivou a equipa de Simeone para o tempo extra, onde acabou por confirmar a reviravolta no marcador, com um golo de Miranda, aos 98’.

 

O cenário ficou ainda pior para o Real Madrid, quando Cristiano Ronaldo foi expulso aos 114', por agressão a um adversário.

 

O Atlético cumpriu assim a tradição de vencer a Taça no Bernabéu: foi a quarta vez em outras tantas finais que o fez.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 23:30 | link do post | comentar
Sexta-feira, 22.03.13

Uma “guerra virtual” no Facebook de Cristiano Ronaldo

Uma “guerra virtual” no Facebook de Cristiano Ronaldo

Portugal e Israel empataram 3-3. Um resultado que poderá ajudar os fãs israelitas e palestinianos a superar o “conflito” gerado por uma foto de CR7

 

Uma foto que Cristiano Ronaldo colocou na sua página de Facebook, ao lado de outros jogadores da selecção de Portugal – Silvio, Pepe e Miguel Veloso – na véspera do jogo com Israel, desencadeou o que o jornal hebraico Ha’aretzdescreveu como “uma guerra virtual no Médio Oriente”.

 

Até à hora em que esta notícia foi escrita, mais de 300 mil pessoas “gostaram” da imagem na página de Facebook de Cristiano Ronaldo, mais de 55 mil comentaram e mais de dez mil partilharam-na nos seus murais, mas a legenda, em inglês, “Great morning in Israel with my colleagues” (Grande manhã em Israel com os meus colegas) motivou uma reacção virulenta por parte dos fãs palestinianos.

 

Alguns deram-se ao trabalho de escrever centenas de vezes: “Palestina”, seguida do símbolo de um coração. “Sou da Palestina. Amo-te Ronaldo. Diz que estás na Palestina ocupada, no lugar dos meus antepassados”, pediu outro, gerando o aplauso de 600 seguidores do jogador. Outro, mais indignado, incitou: “Vai para casa Ronaldo, és um bêbado. Isto é PALESTINA!” Mais afável, alguém identificado como Ahmed Alraei deixou esta mensagem: “Liberdade para a Palestina. Bem-vindo à Palestina CR7."

 

Em Novembro de 2012, o jogador que se transferiu do Manchester United para o Real Madrid por 93,9 milhões de euros deixara exultantes os palestinianos quando decidiu doar 1,5 milhões a crianças e escolas na Faixa de Gaza, depois de ter ganho uma Bota de Ouro, leiloada pela fundação do clube espanhol. Já em 2010, o madeirense que iniciou a carreira no Sporting vendera uma grande parte do seu calçado desportivo para financiar escolas no território fronteiriço com o Egipto e governado pelo movimento islâmico Hamas, onde nada ou ninguém entra sem autorização de Israel.

 

Quanto aos fãs israelitas, reagiram igualmente, talvez mais aos comentários dos palestinianos do que à foto da polémica. “Isto é ISRAEL e não Palestina”, sublinhou um. Outro desafiou: “O que é a Palestina? Isto é Israel!" Sem tomar partido, Mark Pik interveio para sossegar os ânimos, com esta observação: “Não creio que ele tenha querido iniciar um debate político.”

 

Não desistir da paz
É significativo que todo este fervor tenha coincidido com a visita do Presidente dos Estados Unidos – quase tão (ou menos) popular do que Ronaldo e ambos guardados por dezenas de guarda-costas. Num centro de congressos repleto de jovens, Barack Obama fez um discurso, unanimamente considerado brilhante, apelando a israelitas e palestinianos que não desistam da paz, não obstante os sacrifícios que ambos têm de fazer para viabilizar a solução de dois Estados.

 

O jogo da selecção decorreu no Estádio Nacional de Ramat Gan – os mais de 40.000 lugares estavam ocupados –, uma cidade nos arredores de Telavive criada por judeus sionistas em 1921 – antes da declaração de independência do Estado de Israel em 1948. Começou por ser uma moshava, comuna agrícola e, hoje, é um dos maiores centros mundiais de comércio de diamantes e de indústrias de alta tecnologia. 

 

Com a foto que gerou controvérsia no Facebook, o avançado que em 60 partidas, nesta temporada ao serviço da equipa dirigida por José Mourinho, marcou 50 golos, obteve mais publicidade do que imaginava. Como notou oHa’aretz, o novo videojogo em que CR7 é protagonista, e que começou a ser promovido no mesmo dia, não chegou aos 40 mil “gostos”.  

 

Lançado a nível mundial pela Digital Artists Entertainment e desenvolvido pela Biodroid em Portugal, recorrendo a tecnologia de captura de movimentos (em que os movimentos do jogador foram registados e posteriormente usados para animar a personagem digital), Cristiano Ronaldo Freestyle está disponível para telemóvel, do iPhone a smartphones Android. A aplicação, com cinco modos de jogo e 26 desafios, custa 2,39 euros. Os truques e habilidades atléticas e acrobáticas com a bola decorrem em seis locais distintos, desde Inglaterra ao Japão, até ao espaço do LX-Factory em Lisboa.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 21:57 | link do post | comentar
Terça-feira, 05.03.13

Real Madrid segue em frente na Champions

Expulsão de Nani abriu as portas dos quartos-de-final ao Real Madrid

A equipa espanhola venceu em Old Trafford, por 2-1, e garantiu a continuidade na Liga dos Campeões. Ronaldo voltou a marcar.

 

O Real Madrid já está nos quartos-de-final da Liga dos Campeões 2012-13. O triunfo obtido em Old Trafford, sobre o Manchester United (2-1), foi mais do que suficiente para garantir o apuramento, que ficou facilitado depois da expulsão de Nani.

 

O jogo até estava a correr de feição à equipa da casa, que, mesmo com Wayne Rooney no banco, se mostrava esclarecida nas saídas para o ataque, com Welbeck e Van Persie em particular destaque nas acções ofensivas. E depois de uma primeira parte sem golos, o arranque da segunda sorriu ao Manchester United.

 

Aos 48', depois de um lance de insistência na área espanhola, Nani cruzou, Welbeck desviou e Sergio Ramos, desafortunado, empurrou para a baliza. O autogolo do central espanhol reforçava a superioridade dos ingleses na eliminatória, depois do 1-1 obtido no Santiago Bernabéu, na primeira mão.

 

Mas o jogo mudaria de figurino aos 56', numa altura em que os "red devils" procuravam controlar as operações a meio-campo. Nani levantou a perna num lance dividido, atingiu Arbeloa e o árbitro mostrou-lhe o vermelho directo. Alex Ferguson desceu as escadas e foi pedir explicações ao quarto árbitro, mas a decisão estava tomada.

 

De um momento para o outro, o Manchester passava de uma posição confortável para momentos de aflição. E o cenário piorou quando José Mourinho decidiu trocar Arbeloa por Luka Modric. O médio croata pegou na bola, aos 66', e arriscou um remate de fora da área que lhe saiu na perfeição. A bola embateu no poste e só acabou no fundo da baliza.

 

Com a eliminatória empatada, Mourinho preparava-se para lançar Benzema em campo, tirando partido da superioridade numérica dos "merengues". Mas nem foi preciso. Três minutos depois do empate, Higuaín combinou com Özil, rematou cruzado e Cristiano Ronaldo surgiu ao segundo poste a emendar.

 

O número 7 do Real Madrid, que já tinha marcado no jogo da primeira mão, não festejou por respeito aos adeptos que o apoiaram durante seis temporadas, mas já lhes tinha estragado a festa.

 

A ter de correr atrás do prejuízo, Alex Ferguson lançou Wayne Rooney e o avançado inglês ainda assustou por duas vezes o guarda-redes Diego López. Mas nem ele, nem Van Persie, nem Vidic foram capazes de, pelo menos, empatar o encontro. E o United deixou a presente edição da Champions com uma derrota perante os seus apoiantes.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 23:38 | link do post | comentar
Terça-feira, 05.02.13

Cristiano Ronaldo Joga contra o Equador

Cristiano Ronaldo

O internacional português admitiu que não está a 100% fisicamente, mas o técnico não tem dúvidas.

O seleccionador português de futebol, Paulo Bento, confirmou que Cristiano Ronaldo jogará contra o Equador, no particular de quarta-feira, em Guimarães. “O seu estado é bom e está fisicamente bem, apesar de ser um jogador que compete sempre muito durante o ano”, disse o seleccionador nacional, questionado quanto à sobrecarga de jogos do capitão português.

 

Frisando que a questão emocional “é muito importante, e, também aí, está sempre bem”, Paulo Bento justificou: “Já somámos 28 jogos desde 2010, e ele esteve em 25, sempre com vontade de representar a selecção nacional”. “Sabemos bem como isto funciona. Mas o cargo de seleccionador é de consenso entre a selecção e os clubes e não uma guerra entre a selecção e os clubes”, disse.

 

De acordo com Paulo Bento, “Ronaldo vai jogar”, depois se verá “o tempo que jogará”. “Temos seis substituições e tentaremos gerir da melhor maneira, durante os 90 minutos, sem pôr em causa a nossa competitividade e o objectivo”, afirmou, colocando um ponto final no assunto relativo ao jogador do Real Madrid.

 

Quanto ao confronto com o Equador, Paulo Bento sublinhou que, “independentemente de serem jogos particulares ou oficiais”, Portugal tem de “competir da melhor maneira, enquadrando o momento dos jogadores que estão na selecção, não pondo em causa os 90 minutos de um jogo que pretender preparar os próximos jogos oficiais”.

 

Sublinhando que “os resultados são sempre importantes”, o seleccionador pretende “agregar a um bom resultado uma boa exibição”. “Não devemos abdicar dos nossos processos, de fazer as coisas bem só por causa de um resultado. Tentaremos fazer coincidir um bom resultado com uma boa exibição”, disse o treinador.

 

Quanto ao Equador, o seleccionador nacional explicou que se trata de um conjunto “com algo similar ao sistema de jogo de Israel”, próximo adversário de Portugal na qualificação para o Mundial 2014. “Os equatorianos têm grande qualidade do meio-campo para a frente, são evoluídos tecnicamente e rápidos, com agressividade e intensidade no processo defensivo, o que vai obrigar a jogar com qualidade e concentração”, explicou.

 

Paulo Bento referiu-se ainda à chamada de André Gomes, médio do Benfica, que substituiu na convocatória Ruben Micael (indisponível por lesão): “Estava sob observação há algum tempo”. “À parte os minutos no Benfica B, já tinha jogado em todas as competições [pela equipa principal]. E, num jogo de grau de dificuldade elevado, no Sporting-Benfica, revelou uma maturidade acima da média para a idade que tem”, justificou, admitindo que esta chamada “não impede que André Gomes prossiga o seu caminho nos sub-20 ou sub-21”.

 

Numa última nota, o técnico referiu-se ao muito público na sessão matinal desta terça-feira (quase cinco mil na ponta final do treino): “O que se pretende sempre é que haja apoio. Depois, temos que fazer a nossa parte: jogar bem e competir para contar com esse apoio”.

 

A selecção portuguesa defronta o Equador na quarta-feira (20h45, RTP1), no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, em jogo de preparação com vista ao apuramento para o Mundial 2014.

 

Após quatro jogos, Portugal é terceiro classificado no Grupo F de qualificação para o Mundial 2014, em igualdade com o segundo, Israel, ambos com sete pontos, e a cinco da Rússia, que lidera só com vitórias. No seu próximo compromisso desta campanha, a selecção portuguesa visita a congénere israelita, a 22 de Março.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 19:21 | link do post | comentar
Segunda-feira, 07.01.13

Messi volta a ganhar a Bola de Ouro

Messi volta a ganhar a Bola de Ouro

O futebolista argentino foi eleito o melhor jogador do mundo de 2012. Como melhor treinador do ano que agora acabou foi escolhido Del Bosque.


Cristiano Ronaldo era um dos três finalistas candidatos a ganhar o prémio de melhor jogador do mundo de 2012, mas a Bola de Ouro foi parar às mãos do argentino Lionel Messi.

 

O futebolista do Barcelona vence o troféu pela quarta vez consecutiva, tornando-se o primeiro atleta a consegui-lo desde 1956.

 

Messi venceu com 41,6% dos votos, seguido de Cristiano Ronaldo (23,68%) e de Iniesta (10,91%).

 

Para o prémio de melhor treinador do mundo, foi escolhido Vicente del Bosque. O seleccionador espanhol bateu José Mourinho numa corrida em que também estava o catalão Pep Guardiola.

 

Del Bosque recolheu 34,51% dos votos, batendo Mourinho (20,49%) e Guardiola (12,91%).

 

O júri é formado por um painel de jornalistas especializados, bem como pelos seleccionadores e capitães de equipa das selecções que integram a FIFA.

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 19:32 | link do post | comentar
Domingo, 16.12.12

Real Madrid volta a marcar passo

Cristiano Ronaldo Marcou, mas Real Madrid volta a marcar passo

Cristiano Ronaldo e Fábio Coentrão marcaram ao Espanyol, mas o triunfo fugiu aos merengues.

 

O Real Madrid foi surpreendido em casa pelo Espanyol, cedendo um empate (2-2) nos últimos minutos do encontro. Os merengues estiveram a perder, deram a volta ao resultado, mas sofreram o golo do empate aos 88’. Um cenário nada animador para José Mourinho, que vai ver o confronto entre Barcelona e Atlético de Madrid – os dois emblemas que seguem à frente dosmerengues na classificação da Liga espanhola – sabendo que um deles se pode afastar ainda mais.

 

A equipa orientada por José Mourinho sofreu um pequeno susto na primeira parte: o Espanyol, que luta para fugir aos lugares de despromoção, adiantou-se no marcador aos 31’, com um golo de Sergio García.

 

O Real Madrid respondeu já no tempo de compensação, por intermédio de Cristiano Ronaldo. O internacional português repôs a igualdade no marcador, resultado com que se chegou ao intervalo.

 

Outro português, Fábio Coentrão, colocou o Real Madrid na frente do marcador logo a abrir a segunda parte. O domínio dos merengues foi crescendo, mas isso não se traduziu em golos.

 

A vantagem mínima revelou-se traiçoeira para a equipa de José Mourinho. Porque, já em desespero de causa, o Espanyol chegou ao empate: Albín, aos 88’, beneficiou da passividade da defesa merengue e fez o 2-2.

 

O empate não chega para o Espanyol sair da zona de despromoção. O emblema de Barcelona segue na 19.º posição da tabela. Já o Real Madrid marcou passo e pode ver a concorrência – Barcelona e/ou Atlético de Madrid – afastar-se ainda mais, à 16.ª jornada.

 

Com três empates e três derrotas na Liga espanhola, o Real Madrid já perdeu mais pontos neste campeonato (15) que em toda a temporada passada (14).

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 20:41 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 07.12.12

Apresentador de televisão espanhola denuncia xenofobia para com Mourinho e Ronaldo

Apresentador de televisão espanhola denuncia xenofobia para com Mourinho e Ronaldo

Em causa está o tratamento negativo que ambos os portugueses têm em muita da comunicação social espanhola.

 

As palavras saíram da boca de Josep Pedrerol, apresentador do programa televisivo Punto Pelota transmitido num canal televisivo em Espanha. Pedrerol denunciou em directo que o tratamento quase sempre negativo que Cristiano Ronaldo e José Mourinho sofrem em Espanha ocorre porque são portugueses.

 

Numa altura em que se discutia a pouca presença de Cristiano Ronaldo nas primeiras páginas dos jornais comparativamente a Lionel Messi, Pedrerol afirmou: “Em 30 primeiras páginas, foi manchete uma vez. Hoje [domingo], Cristiano Ronaldo foi manchete? Era o que faltava que não fosse! Fez um dos melhores jogos da sua história! É que, apesar de marcar muitos golos, Cristiano nunca é manchete, nunca! Sabes o que é que se passa? Estamos a discutir se tratamos Cristiano como ele merece, e a realidade é que Cristiano é português, é português! E Mourinho também é e, como a Mourinho há que massacrá-lo, Cristiano apanha por tabela! Já nos conhecemos todos. Ao Cristiano, deram-lhe a manchete por obrigação, senão não lha davam!”

 

A emissão foi transmitida no passado domingo, dia 2 de Dezembro, após o triunfo do Real Madrid sobre o Atlético de Madrid por 2-0. Um jogo em que Ronaldo fez uma grande exibição, marcou o primeiro golo dos merengues e fez a assistência para o segundo, e que foi ainda marcado pelo gesto de José Mourinho, antes do início do encontro, quando subiu sozinho ao relvado do Santiago Bernabéu para que aqueles que o criticam o fizessem abertamente (acabaram por ser mais os aplausos do que os assobios).

 

 

Noticia do Público

publicado por olhar para o mundo às 17:05 | link do post | comentar
Domingo, 02.12.12

Cristiano Ronaldo quase tão rápido quanto Usain Bolt

Cristiano Ronaldo quase tão rápido quanto Usain Bolt

No derby contra o Atlético de Madrid, o internacional português teve um momento digno do velocista jamaicano.

 

Que se saiba, Usain Bolt não jogou pelo Real Madrid na vitória (2-0) frente ao rival Atlético. Mas, a determinada altura, pareceu que era o campeão olímpico que estava em campo.

 

No entanto, não era o velocista jamaicano que vestia a camisola do Real Madrid, mas o internacional português Cristiano Ronaldo. Que correu o campo de uma ponta à outra em aproximadamente dez segundos. Um feito digno de Usain Bolt, bicampeão olímpico e recordista mundial dos 100m e 200m.

 

Após um lance na área merengue, Cristiano Ronaldo demorou cerca de dez segundos a chegar à baliza contrária. O sprint do internacional português quase foi premiado com um golo, que valeria o 3-0 para o Real Madrid (e o segundo da noite para Cristiano Ronaldo). Mas a bola acabou por ir ao ferro da baliza de Courtois.

 

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 19:21 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...
  • Great article!

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO