Quinta-feira, 02.07.15

Grandes nomes do futebol nacional em jogo solidário em Esposende

estrelassolidarias.jpg

 

Grandes nomes do futebol nacional em jogo solidário em Esposende

 
Jogadores de excelência do futebol português participam no evento solidário Jogo de Futebol das Estrelas, que se realiza no estádio de Esposende, no sábado, dia 04 de Julho, pelas 18h00.
 
O objectivo do Jogo de Futebol das Estrelas é a angariação de fundos, material didático, informático, escolar, brinquedos e bens alimentares a favor das crianças de S. Domingos, Cabo Verde.

Vítor Baía, Costinha, Fernando Gomes, Jaime Pacheco, Dito, Fernando Meira, Pedro Mendes, Neno, Petit, Barroso, Jorge Ribeiro,  Quim, Rafael Lopes, Rui Águas, Laureta, Diamantino, Fernando Meira, Artur Jorge, Mozer, Serrinha, Fernando Gomes, Pedro Mendes,  Paulo Alves, entre outros, são alguns dos jogadores confirmados.

A organização desta iniciativa é da Câmara Municipal de Esposende, em parceria com o Pacha Ofir e a marca de desporto Lacatoni, no âmbito da geminação existente entre o município de Esposende e S. Domingos em Cabo Verde.

O Jogo de Futebol das Estrelas terá um valor de entrada simbólico, com a receita a reverter, na totalidade, para a causa.

Este evento será o pontapé de saída para a Abertura de verão do Pacha Ofir, com um jantar e festa, onde estarão presentes os jogadores e participantes nesta iniciativa. A música está a cargo da dupla angolana B4.

Durante os meses de Julho, Agosto e Setembro, o Pacha Ofir, discoteca de referência internacional, apresenta uma programação de  luxo e conta com grandes nomes do panorama musical. O destaque especial vai para a atuação de Daniela Mercury, dia 14 de Agosto, no seguimento das comemorações dos 150 anos da Cruz Vermelha Portuguesa. As receitas reverterão a favor desta instituição humanitária.

publicado por olhar para o mundo às 23:02 | link do post | comentar
Quarta-feira, 07.05.14

Fatboy Slim NOVO DISCO UNE FUTEBOL E BRASIL

Fatboy Slim  NOVO DISCO UNE FUTEBOL E BRASIL

 

Fatboy Slim

NOVO DISCO UNE FUTEBOL E BRASIL

"Fatboy Slim presents Bem Brasil"
chega às lojas a 26 de maio


"Fatboy Slim presents Bem Brasil", a editar a 26 de maio, é o disco que o músico e produtor britânico quis fazer em 2014, ano de Campeonato do Mundo de futebol no Brasil.

"Dado o meu amor pela música brasileira, festas e futebol, não é nenhuma surpresa que, com o Campeonato do Mundo a acontecer este ano no Brasil, eu queira compartilhar esse amor com uma banda sonora para o verão assente na música brasileira" , diz Fatboy Slim, que se descreve como um embaixador não oficial da maior competição futebolística.

A compilação junta canções inspiradas por samples de música brasileira, de artistas como Jorge Ben ou Sérgio Mendes, mas Fatboy Slim também convocou alguns produtores para remisturar temas já conhecidos: DJ Fresh, Gregor Salto, Psychemagik, Eats Everything, Dimitri Vegas & Like Mike, Claude Von Stroke e Joey Negro são alguns dos convidados especiais desta verdadeira banda sonora para o verão.

"Fatboy Slim presents Bem Brasil" reforça a ligação do produtor com o futebol: em 2002, por exemplo, no Campeonato do Mundo no Japão e na Coreia do Sul, Fatboy Slim deu concertos nas cidades onde a seleção inglesa jogou. Era aí que os adeptos ingleses se juntavam garantindo também a presença do artista nos estádios para seguir os jogos do seu país. A ideia resultou e foi repetida em competições seguintes.

Este ano, com o mundial a decorrer no Brasil, país onde Fatboy Slim é adorado, a ideia foi mais longe. "Fatboy Slim presents Bem Brasil" é o resultado mais evidente.

www.bembrasilmusic.com
www.facebook.com/fatboyslim
www.twitter.com/FatboySlim

 

 

publicado por olhar para o mundo às 19:37 | link do post | comentar
Terça-feira, 19.11.13

Cristiano Ronaldo coloca Portugal Mundial

Cristiano Ronaldo

 

Pela sexta vez no seu historial, a selecção portuguesa qualificou-se para a fase final do Mundial de futebol, após ter nesta terça-feira derrotado a Suécia por 3-2 em Estocolmo, no jogo da segunda mão do playoff de apuramento, depois do triunfo por 1-0 em Lisboa.

 

Tal como acontecera no jogo na Luz, foi Cristiano Ronaldo a decidir para a selecção portuguesa. Foi o avançado do Real Madrid os três golos portugueses e a confirmar a presença da selecção no Mundial que se realiza no próximo ano no Brasil.

 

Tudo parecia estar encaminhado para um resto de jogo sem sobressaltos quando Ronaldo fez o 1-0 aos 50’, numa jogada de contra-ataque. A Suécia precisava de marcar três golos para anular a desvantagem e Zlatan Ibrahimovic, a sua principal arma ofensiva, parecia desinspirado.

 

O avançado do PSG complicou as contas portuguesas ao marcar dois golos em três minutos. Primeiro, aos 68’, cabeceou sozinho na área portuguesa e fez o empate. Depois, aos 71’, colocou os suecos na frente com um livre directo.

 

Mas a resposta de Ronaldo foi a melhor possível. Aos 77’, Ronaldo fez o empate em mais uma jogada de contra-ataque e, aos 79’, acaba, em definitivo com a eliminatória, ao fazer o 3-2 numa jogada semelhante.

 

Foi o segundo hat-trick de Ronaldo ao serviço da selecção, ele que já tinha marcado três golos frente à Irlanda do Norte e, com esta proeza, o madeirense igualou Pauleta na lista dos melhores marcadores da história da selecção, passando a somar 47 golos em 109 internacionalizações.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 21:55 | link do post | comentar
Sábado, 12.10.13

Por que Portugal ainda não está matematicamente no play-off

Por que Portugal ainda não está matematicamente no play-off

A selecção portuguesa de futebol ainda não assegurou matematicamente um lugar no play-off de apuramento para o Mundial de 2014, embora seja altamente improvável que Portugal não tenha essa segunda oportunidade de chegar ao Brasil.

 

Os primeiros classificados de cada um dos nove grupos apuram-se directamente para o Mundial. E os oito melhores segundos classificados disputam um play-off.

 

Portugal soma presentemente 18 pontos, mas como joga num grupo com seis equipas terá de descartar os pontos obtidos com o último classificado do grupo – é esta a forma definida pela FIFA para o segundo classificado do Grupo I, que só tem cinco formações, não ser prejudicado.

 

Assim, Portugal tem actualmente 15 pontos nas contas dos segundos classificados (deita fora três pontos ganhos ao Luxemburgo). Mas, se perder com o Luxemburgo na terça-feira e o Azerbaijão cair para último, a formação das “quinas” passa a somar apenas 12, no somatório com primeiro, terceiro, quarto e quinto classificados do seu grupo.

 

Ficando pelos 12 pontos, a selecção lusa arrisca-se a ser o pior segundo, entre os nove grupos de apuramento, já que há a possibilidade de todos fazerem pelo menos essa pontuação.

 

A Bulgária, segunda classificada do Grupo B, não pode fazer mais do que 10 pontos nestas contas, mas a Arménia, presentemente no quinto posto, ainda pode saltar para o segundo e chegar a 12, uma vez que só descarta três pontos com Malta, garantidamente a última classificada desse grupo.

 

De qualquer forma, para a Arménia ser uma melhor segunda classificada do que Portugal é necessária uma conjugação de resultados (bastante improvável): a selecção portuguesa perder com o Luxemburgo, a Arménia derrotar a Itália, a Dinamarca perder com Malta e a República Checa empatar com a Bulgária – e mesmo que Portugal perca e esta conjugação de resultado se verificar, a equipa de Bento estaria no play-off se for a Irlanda do Norte (e não o Luxemburgo) o último classificado do grupo. Isto porque só descartaria quatro dos 18 pontos já somados.

 

No que respeita aos outros agrupamentos, a Turquia (Grupo D) pode atingir os 13 pontos, a Ucrânia (H) os 15, a Islândia (E) os 16, a Croácia (A), a Suécia (C) e a França (I) os 17 e a Grécia (G) os 19.

 

José Manuel Ribeiro

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 11:17 | link do post | comentar
Domingo, 29.09.13

Benfica joga muito pouco mas a culpa é do árbitro

Presidente do Benfica fala em “faixas encomendadas”

Presidente do Benfica fala em “faixas encomendadas”

 

Luís Filipe Vieira indignado com arbitragem depois do empate a um golo entre o Benfica e o Belenenses.

 

O presidente do Benfica manifestou-se indignado com a arbitragem de Jorge Tavares no jogo Belenenses-Benfica (1-1) e afirmou mesmo não saber se “se já há faixas encomendadas”.

 

"Nas primeiras seis jornadas, temos quatro penáltis por assinalar a nossa favor e dois golos marcados em fora-de-jogo. Não sei se já há faixas encomendadas por alguém, mas quero relembrar que continuamos a depender de nós", afirmou Luís Filipe Vieira

 

O líder “encarnado apontou baterias ao árbitro e ao FC Porto: "Para não ver um fora-de-jogo daquele tamanho, o árbitro ou é cego ou não tem competência. Há outras equipas que por vezes também não são competentes mas têm sempre quem os ajude. E ontem [sexta-feira] isso ficou claro. Isto compete a quem dirige a arbitragem, olhar para o que se está a passar. Os erros são flagrantes e têm sempre o mesmo destinatário."

"A impunidade mantém-se. É notório o que se está a passar no futebol português. Quando as pessoas deviam ter sido castigadas não foram e é normal que isto se continue a passar", acrescentou.

 

Vieira admitiu, porém, que o Benfica esteve longe de fazer uma boa exibição.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 10:30 | link do post | comentar
Sábado, 28.09.13

Porto volta a vencer ... sem convencer

FC Porto derrotou o Vitória de Guimarães com penálti controverso

O líder regressou às vitórias no campeonato. Minhotos contestaram a grande penalidade que deu origem ao único golo da partida.

 

Paulo Fonseca juntou pela primeira vez de início Lucho González e Quintero, mas acrescentou outra novidade pois também Josué alinhou de início. Varela e Defour começaram no banco de suplentes. O central Abdoulaye, habitual titular nos minhotos desde que foi cedido pelo FC Porto, não jogou nem esteve no banco, ao contrário de Tiago Rodrigues, o outro jogador que pertence aos quadros portistas.

 

Para o FC Porto, que comemora hoje o 120.º aniversário e inaugura o seu museu, a aposta nos três médios criativos — com o capitão a ser o mais recuado — não começou mal. Só inaugurou o marcador na segunda metade, mas foi nos primeiros 30 minutos que mais fez para marcar. Foi também no primeiro terço do encontro que o V. Guimarães pareceu mais liberto e conseguiu estender mais o seu jogo até à área de Helton. Nesse período destacou-se Quintero, capaz de descobrir rotas que os outros não vêem. Aos 8’, enganou quase todos e meteu em Danilo, com o lance a ser cortado por um defesa; e mais tarde, deixou Jackson em boa posição, mas o seu compatriota rematou fraco. Mas o primeiro a destacar-se no passe foi Mangala, que serviu Jackson para o primeiro lance de perigo do jogo, mas este atirou ao poste.

 

Douglas também teve tempo para brilhar, pois negou o golo a Otamendi e Lucho na mesma jogada (16’). A melhor oportunidade do Vitória aconteceu num remate de longe de Leonel Olímpio que Helton defendeu (10’).

 

Mas o jogo acalmou depois disso, e a segunda parte não foi melhor. O golo de Josué aconteceu aos 51 minutos. E, até aos últimos minutos, mais nada de relevante se passou. Maazou rematou ao lado aos 88’, num lance que Helton parecia ter controlado, e dois minutos depois foi Josué a obrigar Douglas a aplicar-se.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 10:34 | link do post | comentar
Segunda-feira, 03.06.13

João Moutinho: “Fui do Benfica, mas passou-me”

João Moutinho

Internacional português diz que só foi do Benfica até começar a pensar pela própria cabeça.

O futebolista João Moutinho admitiu ter sido adepto do Benfica, até ter começado a pensar pela sua própria cabeça. “Já fui do Benfica, mas passou-me completamente”, disse o jogador numa conversa informal com o humorista Luís Borges, durante a apresentação das botas da Adidas.

 

Moutinho, de 26 anos, admitiu que a simpatia pelo Benfica foi motivada por questões familiares: “O meu pai sempre foi do Benfica, jogou no Benfica. Eu e os meus irmãos torcíamos pelo Benfica. Mas depois cresci, comecei a pensar pela minha cabeça e decidi mudar”.

 

João Moutinho, que após dez anos em Alvalade se transferiu para o FC Porto, admitiu que vai continuar a torcer pelos “dragões”, agora que vai representar os franceses do Mónaco.

 

“Torço pelo FC Porto. Vou continuar a ser adepto do FC Porto e espero que continue a ganhar títulos como é natural, como foi feito comigo e como foi feito anteriormente”, afirmou o jogador que no final de Maio um contrato válido por cinco anos com os franceses do Mónaco.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 23:10 | link do post | comentar
Terça-feira, 28.05.13

Manuel Serrão e o melão dos benfiquistas (Vídeo)

publicado por olhar para o mundo às 23:28 | link do post | comentar

Ricardo Carvalho contratado pelo Mónaco

Ricardo Carvalho contratado pelo Mónaco

O defesa central português junta-se a João Moutinho no clube francês.

 

É com um "bem-vindo", bem em português, que o Mónaco anunciou na sua página oficial na Internet a contratação de Ricardo Carvalho.

 

O defesa central português, chega ao Mónaco a custo zero, uma vez que o seu contrato com o Real Madrid, clube onde jogou nas últimas três temporadas, terminava esta época.

 

Carvalho assinou um vínculo com o clube monegasco com a duração de um ano, com outro de opção.

 

Depois do FC Porto, Chelsea e Real Madrid, Ricardo Carvalho, actualmente com 35 anos, vai jogar pela primeira vez num clube francês. "Trata-se de uma nova aventura e de um novo desafio para mim", disse o português ao site dos monegascos

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 22:48 | link do post | comentar
Domingo, 26.05.13

V. Guimarães dá a volta ao jogo e conquista a sua primeira Taça de Portugal

V. Guimarães dá a volta ao jogo e conquista a sua primeira Taça de Portugal

À sexta tentativa, o Vitória venceu o troféu, à custa de um Benfica que falhou em todas as frentes na recta final.

 

O V. Guimarães venceu este domingo a Taça de Portugal, ao bater o Benfica por 2-1, no Estádio do Jamor. A reviravolta foi operada na segunda parte do encontro.

 

Foi até o Benfica a começar melhor. Ezequiel Garay teve na cabeça a primeira oportunidade de golo da partida, na sequência de um pontapé de canto, mas Douglas opôs-se com eficácia. Foi aos 10’de jogo.

 

O V. Guimarães responderia apenas aos 29’, num contra-ataque perigoso que Addy, já muito perto de Artur na altura em que recebeu a bola, não conseguiu concretizar.

 

Não marcou o Vitória, marcou o Benfica. No lance seguinte, Maxi Pereira desceu pelo flanco direito, cruzou atrasado para Lima, que não conseguiu dominar. Kanu tentou aliviar com um pontapé forte mas a bola tabelou em Gaitán e acabou no fundo da baliza.

 

No segundo tempo, e contra a corrente do jogo, um erro de Artur repôs a igualdade no marcador. O guarda-redes do Benfica pontapeou mal a bola, Crivellaro interceptou e lançou Soudani, que rematou com frieza

 

E no lance seguinte, deu-se a reviravolta completa no marcador. Ricardo fez uma diagonal para o centro do terreno, rematou de pé esquerdo, a bola tabelou em Luisão e traiu o guarda-redes do Benfica.

 

O Benfica ainda procurou o empate até ao final, mas, já sem discernimento, não foi capaz de contrariar um Vitória que conquistou, à sexta tentativa, a primeira Taça de Portugal do seu palmarés.

 

Retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 19:22 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...
  • Great article!

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO