Sábado, 03.06.17

Sintra - VILA SASSETTI REGISTA MAIS DE 20.000 PASSAGENS PEDESTRES POR MÊS

vila sasseti.jpg

 

 

VILA SASSETTI REGISTA MAIS DE 20.000 PASSAGENS PEDESTRES POR MÊS

 

 

- Visitantes do Parque/Palácio da Pena e Castelo dos Mouros optam pelo percurso pedestre gratuito

- De setembro de 2016 a maio de 2017: quase 200.000 passagens

- Páscoa e 1º de maio: maior número de acessos diários de sempre (quase 3.000/dia)

- Maior segurança e conforto do que pela estrada, bem como amplas vistas sobre a Serra

 

 

Sintra, 1 de junho de 2017 - O percurso pedestre gratuito da Vila Sassetti, propriedade adquirida e recuperada pela Parques de Sintra, tem registado um elevado interesse por parte dos visitantes da Serra de Sintra, contabilizando uma média de mais de 20.000 passagens por mês.

Este percurso é utilizado não só por quem passeia na Serra de Sintra, mas também pelos que pretendem aceder ao Parque e Palácio da Pena e ao Castelo dos Mouros, a partir do centro de Sintra, a pé, sem convívio com os automóveis, e com passagem por uma cafetaria e pontos com amplas vistas sobre a Serra.

Entre setembro de 2016 (quando a Parques de Sintra deu início à contagem permanente das passagens pelo local) até maio de 2017, foram registadas cerca de 200.000 passagens, com uma média mensal superior a 20.000.

Estes valores atingiram máximos diários durante o fim de semana da Páscoa e o 1º de maio deste ano, altura em que chegaram a registar-se perto de 3.000 passagens por dia.

 

Confirma-se desta forma o interesse crescente dos visitantes de Sintra em percorrer a Serra a pé e aceder aos parques e monumentos através de percursos pedestres, distantes dos automóveis. Conseguem desta forma desfrutar melhor do passeio, convivendo com a natureza que caracteriza o local e descobrindo as vistas sobre a paisagem.

O percurso pedestre da Vila Sassetti permite o acesso ao Palácio Nacional da Pena e ao Castelo dos Mouros, desde o Centro Histórico de Sintra. A sua abertura faz parte de um projeto global de recuperação, da Parques de Sintra, que incluiu a intervenção no exterior do edifício principal da Vila Sassetti (desenhado pelo arquiteto Luigi Manini), a adaptação dos edifícios anexos a instalações sanitárias, a adaptação da Casa do Caseiro a cafetaria, e a recuperação dos jardins, designadamente de caminhos, muros, infraestruturas, sistema de águas, portões e gradeamentos, bem como a valorização da vegetação existente e novas plantações, e ainda nova sinalética de orientação.

 

A Vila Sassetti está integrada na Paisagem Cultural de Sintra, classificada como Património da Humanidade pela UNESCO. Desenvolve-se na vertente norte da Serra numa faixa de terreno estreito, com uma área de aproximadamente 12.000m2, dos quais cerca de 200m2 correspondem ao conjunto edificado composto pelo edifício principal, a Casa do Caseiro e os edifícios anexos. O jardim, concebido por Luigi Manini, procura obedecer a uma estética naturalista, sendo estruturado por um caminho sinuoso que é atravessado por uma linha de água artificial. O jardim expressa a relação de harmonia entre a arquitetura e a paisagem, que assim parecem fundir-se naturalmente.

 

Victor Carlos Sassetti (1851-1915), proprietário do Hotel Braganza, em Lisboa, e do Hotel Victor, em Sintra, foi o proprietário original dos terrenos onde se localiza atualmente a Vila Sassetti. O projeto foi encomendado ao amigo, arquiteto e cenógrafo Luigi Manini (1848-1936), sendo o edifício principal casa de recreio revivalista concebida para habitação estival, construída entre 1890 e 1894. Após a morte do proprietário, a vila esteve arrendada a Calouste Gulbenkian, entre 1920 e 1955, que a ocupou esporadicamente até ao ano da sua morte. Entre 1955 e 1958, a então proprietária construiu a Casa do Caseiro, aumentou o edifício principal, acrescentando o atual corpo nascente e as instalações sanitárias. Em 1984 a nova proprietária desenvolveu algumas obras de requalificação da vila e do jardim.

 

Em 2011 a Parques de Sintra comprou a Vila Sassetti e a propriedade adjacente, com o intuito de preservar o seu valor patrimonial e disponibilizar um novo percurso pedestre desde o Centro Histórico até ao Palácio Nacional da Pena/Castelo dos Mouros, em alternativa à rampa da Pena (na qual circulam os automóveis).

 

O percurso encontra-se aberto diariamente, de forma gratuita, entre as 10h00 e as 18h00 durante a época alta, e entre as 9h00 e as 17h00 na época baixa.

publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar
Sexta-feira, 07.04.17

"Parque de Monserrate recebe imagens vencedoras do "International Garden Photographer Of The Year"

IGPOTY_2017_Cartaz.jpg

 

 

6 de abril a 9 de outubro

Parque de Monserrate recebe imagens vencedoras do “International Garden Photographer Of The Year”

 

- 10.ª Edição do maior concurso de fotografia de jardins, plantas, flores e botânica

- 39 Imagens premiadas, em exposição

- Vencedor: Lee Acaster

- Portuguesa Dina Vieira premiada na categoria “O Verde na Cidade”

- Mark Zylinski venceu na categoria “Parques de Sintra”

 

Sintra, 6 de abril de 2017 – A partir de hoje, há mais um motivo para visitar o Parque de Monserrate. Integrada na natureza envolvente, a principal competição e exposição mundial de fotografia especializada em jardins, plantas e botânicas, “International Garden Photographer Of The Year” (IGPOTY), já está patente ao público, até dia 9 de outubro.

Pelo sétimo ano consecutivo, o Parque de Monserrate volta a acolher ao ar livre 39 imagens premiadas nas categorias “Wildflower Landscapes” (Paisagens Silvestres), “Beautiful Gardens” (Jardins Belos), “The Beauty of Plants” (A Beleza das Plantas), “Bountiful Earth” (Terra Generosa), “Trees, Woods and Forests” (Árvores, Bosques e Florestas), “Breathing Spaces” (Espaços para Respirar) “Macro Art” (Arte Macro), “Wildlife in the Garden” (Vida Selvagem no Jardim), “Greening in the City” (O Verde na Cidade) e da categoria especial “Parques de Sintra”. As fotografias são apresentadas num painel com um formato de 1x1 metro, em suportes de madeira de acácia, de árvores que caíram na Serra de Sintra e que a Parques de Sintra aproveitou para este efeito.

Entre as fotografias expostas, está a do vencedor geral da competição, Lee Acaster, que se inspirou no cenário do Parque Nacional de Snowdonia, no País de Gales, para ganhar a categoria “Árvores, Bosques e Florestas”, com a imagem “Left”.

Também as fotografias da portuguesa Dina Vieira estão entre as 39 expostas em Monserrate. Um 2.º lugar e uma Menção Elogiosa na categoria “O Verde na Cidade”, com as imagens “Roof Garden” e “Under The Bridge”, respetivamente.

Este ano, a Parques de Sintra voltou a ser parceira do evento com uma categoria especial, cujas fotografias devem evidenciar ter sido captadas num dos polos tutelados pela empresa. Mark Zylinski foi o grande vencedor desta categoria, com a fotografia “Running Free”, que retrata crianças a correr no Parque de Monserrate. Além do prémio monetário de 350 €, Mark Zylinski recebe ainda um bilhete anual “Amigos dos Parques de Sintra” (válido para todos os polos geridos pela Parques de Sintra, sem limite de entradas), e a sua fotografia será reproduzida no catálogo da exposição “IGPOTY 10″.

As inscrições para a 11.ª edição já estão abertas em www.igpoty.com. O concurso é aberto a fotógrafos profissionais mas também a amadores, e anualmente a exposição dos trabalhos vencedores é inaugurada nos Kew Gardens (Reino Unido), percorrendo posteriormente diversos locais do mundo.

A competição IGPOTY foi criada em 2007 por cinco membros da “Garden Photographers’ Association” do Reino Unido, e tornou-se internacional em 2008, ano da primeira exposição nos “Royal Botanic Gardens”, em Kew.

publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 05.04.17

Primavera em cheio nos parques e monumentos de Sintra

A_Arte_da_Guerra_Medieval_creditos_Associacao_Port

 

Primavera em cheio nos parques e monumentos de Sintra

 

- Recriação histórica “Arte da Guerra Medieval” volta ao Castelo dos Mouros

- Visita ao Parque da Pena assinala o "The Fascination of Plants Day”

- “Um dia com Arqueologia” regressa no dia 14 de maio

 

Sintra, 4 de abril de 2017 – Maio promete dias de sol e temperaturas amenas. Nos parques e monumentos de Sintra, não faltam bons pretextos para largar o sofá e aproveitar a primavera para carregar baterias junto da natureza.

 

No sábado, 6 de maio, regressa a atividade “Arte da Guerra Medieval” ao Castelo dos Mouros, subordinada ao tema “Do al-Ândalus à Reconquista”. No primeiro sábado de cada mês, das 10h00 às 18h00, os visitantes poderão fazer uma viagem ao século XII, época de muitos acontecimentos históricos em Sintra. Esta recriação histórica incluirá demonstrações do uso de armas de combate corpo a corpo e de operações de cerco. No final de cada apresentação, o público poderá manusear o equipamento utilizado, sob supervisão qualificada.

 

Já no domingo, 14 de maio, às 15h00, também no Castelo dos Mouros, volta a atividade “Um dia com Arqueologia”. Nesta iniciativa, recomendada para famílias com crianças a partir dos 6 anos, os participantes são convidados a descobrir o passado escondido no monumento e a assumir o papel dos arqueólogos que vão trazer à luz do dia o que ainda falta descobrir. Esta atividade conjuga uma breve visita guiada com a componente prática da arqueologia.

 

No dia 20 de maio, a Parques de Sintra associa-se uma vez mais à iniciativa "The Fascination of Plants Day", da responsabilidade da European Plant Science Organization – e que tem como objetivo juntar o maior número de pessoas de todo o mundo em volta do fascínio por plantas – e promove, às 15h00, no Parque da Pena, a iniciativa “Trilhos da Natureza”. A visita é conduzida por biólogos e destina-se a explorar a botânica do Parque da Pena. Os participantes serão conduzidos por alguns dos trilhos mais representativos do Parque, numa descoberta surpreendente da vasta e diversa coleção de plantas autóctones e exóticas deste jardim.

PROGRAMAÇÃO

 

Apresentações de Arte Equestre

Treinos: regularmente (calendário em www.arteequestre.pt/bilheteira)

Gala: 26 de maio

O Picadeiro Henrique Calado recebe regularmente treinos, apresentações e galas da responsabilidade da Escola Portuguesa de Arte Equestre, e que estão abertos ao público.

- Destinatários: todos a partir dos 6 anos

- Tarifário: Galas - 25€ // Treinos – 8€ // Apresentações– 15€

- Mais informações: www.arteequestre.pt / info@parquesdesintra.pt / +351 21 923 73 00

 

 

Aqui Há Burro!

Todos os sábados de maio, 10h00, 12h00 e 15h00, Tapada de D. Fernando II (junto ao Convento dos Capuchos)

Pacientes, afáveis e muito calmos, os burros serão grandes cúmplices de crianças e adultos nesta aventura, na qual é contada a sua história ao longo dos séculos, explicado que são meigos, não dão coices nem mordem (quando tratados com respeito), não são nervosos (quando se assustam param, em vez de fugir), são fortes e espertos. Segue-se um passeio pela floresta: as crianças montam e os adultos conduzem os animais à mão.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças dos 3 aos 12 anos

- Duração: 1h30

- Tarifário: 10€/participante

- Aconselha-se inscrição prévia (dias úteis das 9h30 às 18h30): info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota:os passeios poderão ser cancelados, caso as condições meteorológicas sejam adversas. Atividade disponível todos os dias da semana, mediante reserva prévia.

 

 

52º Festival de Sintra

De 5 a 27 de maio, Palácios Nacionais de Queluz e Sintra, Centro Cultural Olga Cadaval e Quinta da Piedade

A Parques de Sintra acolhe em dois dos espaços sob sua gestão a 52ª edição do histórico Festival de Sintra, numa parceria com a Câmara Municipal de Sintra, organizadora do evento. Adriano Jordão, diretor artístico, explica o conceito para a edição deste ano: “Tradição e Modernidade, eis a essência do Festival de Sintra 2017 – olhar para o futuro sem perder o passado, confrontar o minimalismo de Wim Mertens com o pianismo romântico, o mais puro classicismo vienense. A Áustria tem um lugar de relevo na programação do Festival, apresentado também em formações musicais fora dos cânones, que pretende lembrar pela Música as conexões internacionais de Sintra. Isto sem esquecer os relevantes valores do município, como as Orquestras Escolares de Sintra, ou a Banda Sinfónica do Exército. O Festival abre com justa homenagem a Olga Prats, no exato dia em que se celebra a sua estreia pianística, e na sala que homenageia a sua madrinha, Olga de Cadaval”.

- Bilhetes à venda nos locais habituais e online

- Mais informações e programa: www.festivaldesintra.pt 

 

 

Arte da Guerra Medieval - “Do al-Ândalus à Reconquista”

Sábado, 6 de maio, das 10h00 às 18h00, Castelo dos Mouros

O século XII, época de muitos acontecimentos históricos em Sintra (da relatada conquista e destruição viking/normanda em 1109 à rendição dos mouros a D. Afonso Henriques em 1147), servirá de enquadramento a esta recriação histórica, denominada: “Do al-Ândalus à Reconquista”, e que incluirá uma demonstração do uso das armas de combate corpo a corpo e de operações de cerco. No final de cada apresentação, o público poderá manusear o equipamento utilizado nas demonstrações, sob supervisão qualificada.

As demonstrações do uso de armas e engenhos de época decorrerão às 11h00, 15h00 e 17h00. - Destinatários: todos

- Duração: das 10h00 às 18h00

- Tarifário: acesso incluído no bilhete de visita ao Castelo dos Mouros

 

 

Domingos ao Piano

Domingo, 7 de maio, 15h00, Palácio de Monserrate

No primeiro domingo de cada mês, o pianista Raúl Pinto está na Sala da Música do Palácio de Monserrate a tocar piano, entre as 15h00 e as 17h00. Apresentado num formato descontraído, este evento pretende aliar à fruição estética do Palácio uma componente também auditiva.

Segundo o próprio pianista, pretende apresentar-se “uma recriação do ambiente histórico e estético nas visitas a Monserrate” através da interpretação de obras do período Romântico de compositores como Chopin, Schubert, Brahms, Beethoven ou Mozart.

- Destinatários: todos

- Duração: 2h00

- Tarifário: incluído no bilhete de visita ao Parque de Monserrate.

 

 

Anilhagem na Quintinha

Sábado, 13 de maio, 09h30, Quintinha de Monserrate

Sessão de anilhagem de aves, onde os participantes vão aprender a distinguir as várias espécies de aves, e as suas principais características, observando de perto os exemplares capturados. Todo o processo, desde a colocação da anilha ao registo de todas as biometrias, passando pela determinação, sempre que possível, do sexo e idade das aves, poderá ser acompanhada por todos, sempre com explicações detalhadas sobre cada passo. Será ainda sublinhada a importância do processo de anilhagem para a conservação da avifauna.

- Destinatários: Todos

- Duração: 2h30

- Tarifário: gratuito

- Inscrição prévia obrigatória:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00 (dias úteis das 09h30 às 18h30)

Nota: Limitado a 15 participantes. Recomenda-se uso de calçado confortável e roupa adequada às condições climatéricas. A sessão pode ser cancelada na altura se as condições meteorológicas forem adversas.

 

 

Viagem à Corte do Século XVIII

Sábado, 13 de maio, 15h00, Palácio Nacional de Queluz

Pé ante pé, os participantes são convidados a conhecer todos os recantos do Palácio Nacional de Queluz, a ouvir a sua história, a ver pessoas de outra época. Vão ouvir cantar, tocar e dançar músicas de setecentos. Saber como ali se realizavam grandes festas, que vestidos e outros trajes se usavam neste espaço de enorme beleza e requinte. Vão aprender que os príncipes e infantes não iam à escola mas tinham muitas matérias para aprender. E muito mais surpresas para descobrir.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 5 anos

- Duração: 2h

- Tarifário: 9€/participante

- Requer inscrição prévia:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00 (dias úteis das 09h30 às 18h30)

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Um dia com Arqueologia

Domingo, 14 de maio, 15h00, Castelo dos Mouros

Os participantes são convidados a entrar no mundo da arqueologia para descobrirem o passado escondido no Castelo dos Mouros. Assim, serão conduzidos pela história do local para depois assumirem o papel dos arqueólogos que vão trazer à luz do dia o que ainda falta descobrir. Trata-se de uma atividade que conjuga uma breve visita guiada com a componente prática da arqueologia.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir 6 anos

- Duração: 1h30

- Tarifário: 8€/participante

- Requer inscrição prévia:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00 (dias úteis das 09h30 às 18h30)

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. A mesma poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas

 

 

Trilhos da Natureza - "The Fascination of Plants Day" 2017

Sábado, 20 de maio, 15h00, Parque da Pena

Visita conduzida por biólogos destinada a explorar a botânica do Parque da Pena e a importância da plantação de jardins românticos no século XIX como veículo para travar um processo de desertificação já bastante acentuado na Serra de Sintra. O visitante será conduzido por alguns dos trilhos mais representativos do Parque da Pena, numa descoberta surpreendente da vasta e diversa coleção de plantas autóctones e exóticas deste jardim.

- Destinatários: todos

- Duração: 2h

- Tarifário: gratuito

- Requer inscrição prévia:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: A visita poderá ser cancelada caso as condições meteorológicas sejam adversas

 

 

O Mundo das Abelhas e outros Insetos Polinizadores – O Apiário Pedagógico da Quintinha de Monserrate

Sábado, 20 de maio, 10h00, Quintinha Pedagógica de Monserrate

Deslumbre-se, a partir do exemplo das abelhas e da apicultura, com o incrível mundo dos insetos polinizadores. Descubra o papel fulcral que desempenham na reprodução das plantas, na sustentabilidade das florestas e do planeta Terra e, consequentemente, na vida humana. Surpreenda-se com a organização social das abelhas, os produtos que originam e as suas diversas aplicações. Delicie-se, no final, com uma prova de mel.

- Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 8 anos

- Duração: 3h00

- Tarifário por sessão: 10€/participante

- Requer inscrição e pagamento prévios:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00 (dias úteis das 09h30 às 18h30)

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. A mesma poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas

 

 

Mercadinho no Castelo

Sábado e domingo, 20 e 21 de maio, das 10h00 às 18h00, Castelo dos Mouros

Até setembro, no terceiro fim de semana de cada mês, decorrerá no Castelo dos Mouros o “Mercadinho no Castelo”.

Neste pequeno mercado mensal o visitante poderá adquirir e conhecer os métodos de produção artesanal de bens tão preciosos como o azeite, o mel, o pão ou os perfumes e cosméticos numa demonstração de que várias são as tradições medievais islâmicas que perduram até aos dias de hoje.

- Destinatários: todos

- Duração: das 10h00 às 18h00

- Tarifário: acesso incluído no bilhete de visita ao Castelo dos Mouros

 

 

Do Parque à Tapada: a Natureza em Sintra e em Mafra

Sábado, 20 de maio, 10h00, Tapada de Monserrate, e 15h30, Tapada de Mafra

Programa conjunto de visita a Sintra e a Mafra, que dá a conhecer a diversidade de ecossistemas do Parque Natural de Sintra – Cascais - área protegida à qual pertence a Tapada de Monserrate - e a magnífica floresta antiga e autóctone que caracteriza a Tapada Nacional de Mafra. Na Tapada de Monserrate o visitante explora a história natural da serra de Sintra, o microclima peculiar que a caracteriza e a torna tão mística, conceitos como a forest food, a sucessão ecológica, as espécies invasoras, entre outros. Ao longo do percurso os visitantes serão ainda surpreendidos pela presença de esculturas em madeira de mamíferos de médio e grande porte, atualmente inexistente na serra de Sintra mas que, num passado recente, habitaram esta paisagem. Em Mafra, por um trilho menos explorado, os visitantes descobrirão uma floresta madura e que, ao estar protegida por um muro, consegue garantir condições de excelência para espécies vulneráveis e mesmo em perigo de extinção que aqui se alimentam, reproduzem e se abrigam.

- Destinatários: todos

- Duração: 1h30 em Monserrate, 2h00 em Mafra

- Tarifário: adultos: 13€/participante | Jovens e seniores: 11€/participante | Famílias (2 adultos + 2 crianças): 45€

- Requer inscrição prévia (dias úteis das 9h30 às 18h30)info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. As visitas poderão ser canceladas, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Concerto para bebés - Um dia na Floresta

Domingo, 21 de maio, 10h30, Palácio de Monserrate

Um dia Na Floresta recria o ambiente de festa que se vive na Natureza. Trechos de música clássica, arranjados especialmente para bebés, com palavras simples, ritmos contagiantes e jogos de rimas, proporcionam um momento de envolvente magia para os mais pequenos. Através de histórias cantadas, o Concerto convida todos a viver a aventura imaginária de um Um dia Na Floresta, através das suas personagens: o dia que nasce, as flores que cantam, o cuco que assobia, a formiga corredora, o caracol que põe os pauzinhos ao sol, o lagarto pintado, a fada desaparecida e a lua que chega quando o sol se põe...

- Destinatários: Recomendado para famílias com crianças a partir dos 3 meses

- Duração: 45 min

- Tarifário: Adulto + 1 criança até aos 48 meses: €20,00 | Adultos e crianças com mais de 48 meses: €15,00

- Requer inscrição e pagamento prévios:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00 (dias úteis das 09h30 às 18h30)

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Sentir o Património - Descobrir o Parque de Monserrate através das Sensações

Sábado, 27 de maio, 10h00, Parque de Monserrate

Por entre ruínas românticas e cascatas, o visitante descobrirá os Jardins de Monserrate através do tato, audição e olfato. Será possível tocar na água da cascata, perceber variações de temperatura, e conhecer várias espécies botânicas, sentindo texturas e odores exóticos. Em redor do Palácio de Monserrate será possível conhecer todos os materiais que constituem as fachadas.

- Destinatários: direcionada para visitantes cegos ou com baixa visão mas aberta a todos os interessados

- Duração: 1h30

- Tarifária pessoa com deficiência:9€ (bilhete de entrada 4€ + suplemento de visita guiada 5€)
- Tarifário regular: 13€ (bilhete de entrada 8€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia (dias úteis das 9h30 às 18h30)info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: esta atividade conta com o apoio da ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal. Recomenda-se uso de calçado confortável e indumentária adequada às condições meteorológicas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas, ou adaptada apenas ao interior do Palácio de Monserrate.

 

 

Jardins de Monserrate sem Barreiras

Sábado,27 de maio, 10h30, Parque de Monserrate

Visita direcionada para pessoas com mobilidade condicionada que poderão percorrer os jardins com autonomia através de um equipamento que quebra a barreira da inclinação e facilita a mobilidade de cadeiras de rodas manuais. Contará com a exploração do Vale dos Fetos, Jardim do México, Roseiral, Relvado e Lagos, no Parque de Monserrate.

- Destinatários: direcionada para visitantes com mobilidade condicionada

- Duração: 1h30

- Tarifária pessoa com deficiência:9€ (bilhete de entrada 4€ + suplemento de visita guiada 5€)
- Tarifário regular: 13€ (bilhete de entrada 8€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia (dias úteis das 9h30 às 18h30)info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: o visitante poderá trazer a sua própria cadeira de rodas ou utilizar a cadeira de rodas disponibilizada pela Parques de Sintra (sem custo acrescido). Aberto a acompanhantes. O equipamento de tração adapta-se à grande maioria das cadeiras de rodas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Património em Gestos

Sábado, 27 de maio, 14h30, Parque de Monserrate

Visita aos jardins e Palácio de Monserrate, com interpretação em Língua Gestual Portuguesa. A visita aos jardins, uma das mais belas criações paisagísticas do Romantismo em Portugal, que alberga mais de 3.000 espécies de plantas de vários cantos do mundo, passa pelo Vale dos Fetos, Jardim do México, Roseiral e Relvado, terminando no Palácio de Monserrate.

- Destinatários: direcionada para visitantes surdos, mas aberta a todos os interessados

- Duração: 1h30

- Tarifário pessoa com deficiência:9€ (bilhete de entrada 4€ + suplemento de visita guiada 5€)
- Tarifário regular: 13€ (bilhete de entrada 8€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia (dias úteis das 9h30 às 18h30)info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: esta atividade conta com o apoio e a participação da APS – Associação Portuguesa de Surdos. Recomenda-se uso de calçado confortável e indumentária adequada às condições meteorológicas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas, ou adaptada apenas ao interior do Palácio de Monserrate.

 

 

É Uma Quintinha Saloia Com Certeza!

Domingo, 28 de maio, 14h30, Quintinha de Monserrate

Uma vez mais a Quintinha enche-se de cores, cheiros e sabores de festa. Desta vez, prepara-se a celebração da Páscoa e os participantes poderão aprender a fazer os deliciosos folares, típicos desta quadra festiva. Na companhia simpática dos monitores vestidos à época, como verdadeiros saloios do século XIX, realizar-se-á ainda uma caçada aos ovos da Páscoa, que se encontram muito bem escondidos nos vários recantos da Quintinha.

Se o dia for de chuva e for necessário ficar dentro de paredes, será feito um ateliê de decoração de ovos de páscoa. No final saboreia-se o folar quentinho.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças dos 4 aos 10 anos

- Duração: 2h

- Tarifário: 8€/participante

- Requer inscrição prévia (dias úteis das 9h30 às 18h30):info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Passeios a cavalo e de pónei

Todos os dias, Parque da Pena

Passeios a cavalo em que o visitante percorre, de uma forma diferente, os caminhos e trilhos do Parque da Pena. A duração dos passeios a cavalo pode variar entre os 30 e os 90 min, ou as 3h00 e as 6h00. No programa mais longo existe a possibilidade de visitar outros polos sob gestão da Parques de Sintra e mesmo agendar um almoço em local a especificar. Todos os passeios são feitos mediante acompanhamento dos tratadores dos cavalos, que guia os visitantes através do percurso.

A pensar nas crianças, a Parques de Sintra dispõe também de uma atividade que permite aos mais novos terem a sua primeira experiência a cavalo num pónei, treinado especialmente para o efeito e acompanhados também por um dos seus tratadores.

- Passeios a cavalo: 15€/30 min, 30€/90 min, 50€/3h00, 100€/6h00 (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Passeios de pónei: 7€/15 minutos (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Mais informações e reservas (dias úteis das 9h30 às 18h30):info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00  

- Nota: a realização do passeio depende das condições meteorológicas

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-a-cavalo/

 

 

Passeios de Charrete

Parque da Pena

Os passeios de charrete no Parque da Pena proporcionam uma verdadeira viagem no tempo num percurso entre o Vale dos Lagos e o Chalet da Condessa d’Edla, passando pela Quinta da Pena e o Jardim da Condessa d’Edla. Este passeio pode ser livre ou acompanhado por um guia especializado. Conduz os visitantes à descoberta da História deste Parque e dos seus criadores, das espécies botânicas e animais que surgem ao longo do percurso e dos edifícios históricos e recantos do jardim que se encontram no trajeto.

 

Passeios de charrete regulares

De quinta-feira a domingo e feriados, passeios de 20 minutos, nos seguintes horários:

  • Percurso Lagos-Chalet: 13h00, 14h00, 15h00, 16h00
  • Percurso Chalet-Lagos: 13h30, 14h30, 15h30, 16h30

 

Tarifário:

  • Adultos (> 18 anos) – 3,5€ + bilhete de entrada no Parque da Pena
  • Jovem (dos 4 aos 17 anos) – 2€ + bilhete de entrada no Parque da Pena
  • Crianças até 3 anos – gratuito

 

Informações importantes:

- Não se efetuam reservas

- Aquisição dos ingressos na bilheteira

- Recomenda-se a chegada cerca de 15 a 20 minutos antes do horário pretendido

 

Passeios de charrete em exclusividade

De segunda-feira a quarta-feira, passeios de 1 hora:

  • Percursos: Lagos => Chalet => Lagos ou Chalet => Lagos => Chalet

Tarifário:

  • 75€ + bilhete de entrada no Parque da Pena 

 

Informações importantes:

- Reserva prévia obrigatória com pagamento antecipado

 

- Saber mais:www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-de-charrete/

- Mais informações e reservas (dias úteis das 9h30 às 18h30):info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Notas: o passeio pode incluir até 6 adultos ou 4 adultos e 4 crianças. A realização da atividade depende das condições meteorológicas

 

 

International Garden Photographer Of The Year (IGPOTY)

Até 8 de outubro, Parque de Monserrate

O International Garden Photographer Of The Year (IGPOTY) é a principal competição e exposição mundial de fotografia especializada em jardins, plantas, flores e botânica, aberta a fotógrafos profissionais mas também a amadores. Anualmente, a exposição dos trabalhos vencedores é inaugurada nos Kew Gardens (Reino Unido), percorrendo posteriormente diversos locais do mundo, nomeadamente o Parque de Monserrate. Este ano a exposição será novamente ao ar livre, integrada na natureza envolvente.

- Tarifário: incluído no bilhete de visita ao Parque de Monserrate.

 

 

Exposição de arte contemporânea “Point of View”

Até 25 de maio, Parque da Pena

Exposição coletiva, site specific, com direção artística de Paulo Arraiano, reúne dez artistas de diferentes nacionalidades, reconhecidos internacionalmente: Alberto Carneiro (Portugal), Alexandre Farto/Vhils (Portugal), Antonio Bokel (Brasil), Bosco Sodi (México), Gabriela Albergaria (Portugal), João Paulo Serafim (Portugal), NeSpoon (Polónia), Nils-Udo (Alemanha), Paulo Arraiano (Portugal) e Stuart Ian Frost (Reino Unido).

- Tarifário: Bilhete de entrada para o Parque da Pena

- Mais informações: www.penapointofview.com

 

 

Exposição “Vitrais e Vidros: Um Gosto de D. Fernando II”

Todos os dias, Palácio Nacional da Pena

Exposição de um notável conjunto de vitrais dos séculos XIV a XIX, no qual se insere o mais antigo vitral conhecido em Portugal. Inclui também elementos da coleção de vidros do Palácio da Pena, uma das mais representativas coleções da história do vidro europeu existente no nosso país. Recentemente, passou também a englobar algumas peças que pertenceram à coleção de vidros do rei D. Fernando II e que são das reservas do Museu Nacional de Arte Antiga.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional da Pena

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/evento/exposicao-vitrais-e-vidros-um-gosto-de-d-fernando-ii/

 

 

 

 

publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 08.03.17

Celebrar a Páscoa nos parques e monumentos de Sintra

E_Uma_Quintinha Saloia_Com Certeza_creditos_PSML_S

 

Celebrar a Páscoa nos parques e monumentos de Sintra

 

- ExposiçãoInternational Garden Photographer Of The Year volta ao Parque de Monserrate

- “Aqui há Burro!” e “É uma Quintinha Saloia Com certeza!” com sessões especiais de Páscoa

- “Domingos ao Piano” regressam ao Palácio de Monserrate

 

Sintra, 6 de março de 2017 – Abril chega recheado de amêndoas, folares e iguarias diversas. Nos parques e monumentos de Sintra assinalamos o mês da Páscoa com sessões especiais das atividades “Aqui há Burro!” e “É uma Quintinha Saloia Com Certeza”, onde não faltarão divertidas caças aos ovos, e com o regresso dos “Domingos ao Piano” ao Palácio de Monserrate.

 

Logo no dia 2 de abril, voltam os “Domingos ao Piano” ao Palácio de Monserrate. No primeiro domingo de cada mês, e até outubro, o pianista Raúl Pinto estará na Sala da Música do Palácio de Monserrate a tocar piano, entre as 15h00 e as 17h00. O evento, com um formato descontraído, recria o ambiente histórico e estético nas visitas a Monserrate. Ao longo de duas horas serão interpretadas obras do período romântico, de compositores como Chopin, Schubert, Brahms, Beethoven ou Mozart.

 

Ainda em Monserrate, desta feita no Parque, é inaugurada a 6 de abril a exposição International Garden Photographer Of The Year (IGPOTY), a principal competição e exposição mundial de fotografia especializada em jardins, plantas, flores e botânica, aberta a fotógrafos profissionais e amadores. Anualmente, a exposição dos trabalhos vencedores é inaugurada nos Kew Gardens (Reino Unido), percorrendo posteriormente diversos locais do mundo, nomeadamente o Parque de Monserrate. Este ano a exposição será novamente ao ar livre, integrada na natureza envolvente.

 

Já no fim de semana de Páscoa, são duas as opções para passar divertidos momentos em família. No sábado, 15 de abril, às 10h00, 12h00 e 15h00, haverá sessões especiais da atividade “Aqui há Burro!”. Além de conhecer a história dos burros e passear com os animais, os participantes vão poder participar numa caça aos ovos, entre outras surpresas.

 

No mesmo dia, às 14h30, na Quintinha de Monserrate, a atividade “É Uma Quintinha Saloia Com Certeza!” terá também uma edição especial de Páscoa. Desta vez, os participantes aprenderão a fazer os típicos folares da época, na companhia de monitores vestidos como verdadeiros saloios do século XIX. Haverá ainda uma caça aos ovos, que estarão muito bem escondidos nos recantos da Quintinha.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Apresentações de Arte Equestre

Treinos: regularmente (calendário em www.arteequestre.pt/bilheteira)

Gala: 28 de abril

O Picadeiro Henrique Calado recebe regularmente treinos, apresentações e galas da responsabilidade da Escola Portuguesa de Arte Equestre, e que estão abertos ao público.

- Destinatários: todos a partir dos 6 anos

- Tarifário: Galas - 25€ // Treinos – 8€ // Apresentações– 15€

- Mais informações: www.arteequestre.pt / info@parquesdesintra.pt / +351 21 923 73 00

 

 

Domingos ao Piano

Domingos, 2 de abril, 15h00, Palácio de Monserrate

No primeiro domingo de cada mês, o pianista Raúl Pinto está na Sala da Música do Palácio de Monserrate a tocar piano, entre as 15h00 e as 17h00. Apresentado num formato descontraído, este evento pretende aliar à fruição estética do Palácio uma componente também auditiva.

Segundo o próprio pianista, pretende apresentar-se “uma recriação do ambiente histórico e estético nas visitas a Monserrate” através da interpretação de obras do período Romântico de compositores como Chopin, Schubert, Brahms, Beethoven ou Mozart.

- Destinatários: todos

- Duração: 2h00

- Tarifário: incluído no bilhete de visita ao Parque de Monserrate.

 

 

International Garden Photographer Of The Year (IGPOTY)

De 6 de abril a 8 de outubro, Parque de Monserrate

O International Garden Photographer Of The Year (IGPOTY) é a principal competição e exposição mundial de fotografia especializada em jardins, plantas, flores e botânica, aberta a fotógrafos profissionais mas também a amadores. Anualmente, a exposição dos trabalhos vencedores é inaugurada nos Kew Gardens (Reino Unido), percorrendo posteriormente diversos locais do mundo, nomeadamente o Parque de Monserrate. Este ano a exposição será novamente ao ar livre, integrada na natureza envolvente.

- Tarifário: incluído no bilhete de visita ao Parque de Monserrate.

 

 

Aqui Há Burro!

Todos os sábados de abril, 10h00, 12h00 e 15h00, Tapada de D. Fernando II (junto ao Convento dos Capuchos)

Pacientes, afáveis e muito calmos, os burros serão grandes cúmplices de crianças e adultos nesta aventura, na qual é contada a sua história ao longo dos séculos, explicado que são meigos, não dão coices nem mordem (quando tratados com respeito), não são nervosos (quando se assustam param, em vez de fugir), são fortes e espertos. Segue-se um passeio pela floresta: as crianças montam e os adultos conduzem os animais à mão.

No sábado, 15 de abril, haverá sessões especiais de Páscoa, com caça aos ovos na floresta e outras surpresas.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças dos 3 aos 12 anos

- Duração: 1h30

- Tarifário: 10€/participante

- Aconselha-se inscrição prévia (dias úteis): info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota:os passeios poderão ser cancelados, caso as condições meteorológicas sejam adversas. Atividade disponível todos os dias da semana, mediante reserva prévia.

 

 

É Uma Quintinha Saloia Com Certeza! – Especial Páscoa

Domingo, 15 de abril, 14h30, Quintinha de Monserrate

Uma vez mais a Quintinha enche-se de cores, cheiros e sabores de festa. Desta vez, prepara-se a celebração da Páscoa e os participantes poderão aprender a fazer os deliciosos folares, típicos desta quadra festiva. Na companhia simpática dos monitores vestidos à época, como verdadeiros saloios do século XIX, realizar-se-á ainda uma caçada aos ovos da Páscoa, que se encontram muito bem escondidos nos vários recantos da Quintinha.

Se o dia for de chuva e for necessário ficar dentro de paredes, será feito um ateliê de decoração de ovos de páscoa. No final saboreia-se o folar quentinho.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças dos 4 aos 10 anos

- Duração: 2h

- Tarifário: 8€/participante

- Requer inscrição prévia (dias úteis):info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Visita Guiada à Exposição “Fernando Coburgo fecit: a atividade artística do rei-consorte” Domingo, 23 de abril, 15h00, Palácio Nacional da Pena

No âmbito da celebração do bicentenário do nascimento de D. Fernando II, esta exposição dá a conhecer a vertente artística do consorte de D. Maria II. A partir de uma abordagem geral à história do palácio, os participantes terão a oportunidade de explorar o gosto pela experimentação do rei-artista nas suas produções de gravura e de pintura sobre cerâmica, numa visita guiada que os conduzirá através de uma exposição inédita que marca igualmente a reintegração dos aposentos de D. Manuel II no circuito de visita.

- Destinatários: todos

- Duração: 2h

- Tarifário: adultos: Bilhete de entrada (sob consulta) + suplemento de visita guiada 5€ | Jovens e Seniores: Bilhete de entrada (sob consulta) + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia (dias úteis):info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Do Parque à Tapada: a Natureza em Sintra e em Mafra

Sábado, 15 de abril, 10h00, Tapada de Monserrate, e 15h30, Tapada de Mafra

Programa conjunto de visita a Sintra e a Mafra, que dá a conhecer a diversidade de ecossistemas do Parque Natural de Sintra – Cascais - área protegida à qual pertence a Tapada de Monserrate - e a magnífica floresta antiga e autóctone que caracteriza a Tapada Nacional de Mafra. Na Tapada de Monserrate o visitante explora a história natural da serra de Sintra, o microclima peculiar que a caracteriza e a torna tão mística, conceitos como a forest food, a sucessão ecológica, as espécies invasoras, entre outros. Ao longo do percurso os visitantes serão ainda surpreendidos pela presença de esculturas em madeira de mamíferos de médio e grande porte, atualmente inexistente na serra de Sintra mas que, num passado recente, habitaram esta paisagem. Em Mafra, por um trilho menos explorado, os visitantes descobrirão uma floresta madura e que, ao estar protegida por um muro, consegue garantir condições de excelência para espécies vulneráveis e mesmo em perigo de extinção que aqui se alimentam, reproduzem e se abrigam.

- Destinatários: todos

- Duração: 1h30 em Monserrate, 2h00 em Mafra

- Tarifário: adultos: 13€/participante | Jovens e seniores: 11€/participante | Famílias (2 adultos + 2 crianças): 45€

- Requer inscrição prévia (dias úteis)info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. As visitas poderão ser canceladas, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Sentir o Património - Descobrir o Parque de Monserrate através das Sensações

Sábado, 22 de abril, 10h00, Parque de Monserrate

Por entre ruínas românticas e cascatas, o visitante descobrirá os Jardins de Monserrate através do tato, audição e olfato. Será possível tocar na água da cascata, perceber variações de temperatura, e conhecer várias espécies botânicas, sentindo texturas e odores exóticos. Em redor do Palácio de Monserrate será possível conhecer todos os materiais que constituem as fachadas.

- Destinatários: direcionada para visitantes cegos ou com baixa visão mas aberta a todos os interessados

- Duração: 1h30

- Tarifário pessoa com deficiência:Bilhete de entrada (sob consulta)+ suplemento de visita guiada 5€
- Tarifário regular: Bilhete de entrada (sob consulta)+ suplemento de visita guiada 5€

- Requer inscrição prévia (dias úteis)info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: esta atividade conta com o apoio da ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal. Recomenda-se uso de calçado confortável e indumentária adequada às condições meteorológicas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas, ou adaptada apenas ao interior do Palácio de Monserrate.

 

 

Jardins de Monserrate sem Barreiras

Sábado,22 de abril, 10h30, Parque de Monserrate

Visita direcionada para pessoas com mobilidade condicionada que poderão percorrer os jardins com autonomia através de um equipamento que quebra a barreira da inclinação e facilita a mobilidade de cadeiras de rodas manuais. Contará com a exploração do Vale dos Fetos, Jardim do México, Roseiral, Relvado e Lagos, no Parque de Monserrate.

- Destinatários: direcionada para visitantes com mobilidade condicionada

- Duração: 1h30

- Tarifária pessoa com deficiência:Bilhete de entrada (sob consulta) + suplemento de visita guiada 5€
- Tarifário regular: Bilhete de entrada (sob consulta) + suplemento de visita guiada 5€

- Requer inscrição prévia (dias úteis)info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: o visitante poderá trazer a sua própria cadeira de rodas ou utilizar a cadeira de rodas disponibilizada pela Parques de Sintra (sem custo acrescido). Aberto a acompanhantes. O equipamento de tração adapta-se à grande maioria das cadeiras de rodas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Património em Gestos

Sábado, 22 de abril, 14h30, Parque de Monserrate

Visita aos jardins e Palácio de Monserrate, com interpretação em Língua Gestual Portuguesa. A visita aos jardins, uma das mais belas criações paisagísticas do Romantismo em Portugal, que alberga mais de 3.000 espécies de plantas de vários cantos do mundo, passa pelo Vale dos Fetos, Jardim do México, Roseiral e Relvado, terminando no Palácio de Monserrate.

- Destinatários: direcionada para visitantes surdos, mas aberta a todos os interessados

- Duração: 1h30

- Tarifário pessoa com deficiência:Bilhete de entrada (sob consulta)+ suplemento de visita guiada 5€
- Tarifário regular: Bilhete de entrada (sob consulta) + suplemento de visita guiada 5€

- Requer inscrição prévia (dias úteis)info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: esta atividade conta com o apoio e a participação da APS – Associação Portuguesa de Surdos. Recomenda-se uso de calçado confortável e indumentária adequada às condições meteorológicas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas, ou adaptada apenas ao interior do Palácio de Monserrate.

 

 

Passeios a cavalo e de pónei

Todos os dias, Parque da Pena

Passeios a cavalo em que o visitante percorre, de uma forma diferente, os caminhos e trilhos do Parque da Pena. A duração dos passeios a cavalo pode variar entre os 30 e os 90 min, ou as 3h00 e as 6h00. No programa mais longo existe a possibilidade de visitar outros polos sob gestão da Parques de Sintra e mesmo agendar um almoço em local a especificar. Todos os passeios são feitos mediante acompanhamento dos tratadores dos cavalos, que guia os visitantes através do percurso.

A pensar nas crianças, a Parques de Sintra dispõe também de uma atividade que permite aos mais novos terem a sua primeira experiência a cavalo num pónei, treinado especialmente para o efeito e acompanhados também por um dos seus tratadores.

- Passeios a cavalo: 15€/30 min, 30€/90 min, 50€/3h00, 100€/6h00 (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Passeios de pónei: 7€/15 minutos (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Mais informações e reservas (dias úteis):info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00         

- Nota: a realização do passeio depende das condições meteorológicas

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-a-cavalo/

 

 

Passeios de Charrete

Parque da Pena

Os passeios de charrete no Parque da Pena proporcionam uma verdadeira viagem no tempo num percurso entre o Vale dos Lagos e o Chalet da Condessa d’Edla, passando pela Quinta da Pena e o Jardim da Condessa d’Edla. Este passeio pode ser livre ou acompanhado por um guia especializado. Conduz os visitantes à descoberta da História deste Parque e dos seus criadores, das espécies botânicas e animais que surgem ao longo do percurso e dos edifícios históricos e recantos do jardim que se encontram no trajeto.

- O passeio pode incluir até 6 adultos ou 4 adultos e 4 crianças

Durante a época baixa disponível apenas mediante reserva prévia

- Tarifário: 75€/1hora (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena, onde os programas decorrem)

- Nota: A realização da atividade depende das condições meteorológicas

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-de-charrete/

- Mais informações e reservas (dias úteis):info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

 

 

Exposição “Fernando Coburgo fecit: a atividade artística do rei-consorte”

Todos os dias, Palácio Nacional da Pena

A exposição que revela um numeroso conjunto, nunca exposto, de desenhos, gravuras e documentos manuscritos adquiridos em 2012 pela Parques de Sintra, e outros objetos entretanto incorporados. A mostra conta ainda com algumas doações efetuadas por descendentes da Condessa d’Edla, segunda mulher do monarca, e com peças cedidas por particulares e instituições, como o Museu Nacional de Arte Antiga, Palácio Nacional da Ajuda, Museu-Biblioteca da Casa de Bragança e, dentro do universo da PSML, o Palácio Nacional de Queluz.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional da Pena

- Saber mais: http://www.parquesdesintra.pt/event/fernando-coburgo-fecit-a-atividade-artistica-do-rei-consorte

 

 

Exposição de arte contemporânea “Point of View”

Todos os dias, Parque da Pena

Exposição coletiva, site specific, com direção artística de Paulo Arraiano, reúne dez artistas de diferentes nacionalidades, reconhecidos internacionalmente: Alberto Carneiro (Portugal), Alexandre Farto/Vhils (Portugal), Antonio Bokel (Brasil), Bosco Sodi (México), Gabriela Albergaria (Portugal), João Paulo Serafim (Portugal), NeSpoon (Polónia), Nils-Udo (Alemanha), Paulo Arraiano (Portugal) e Stuart Ian Frost (Reino Unido).

- Tarifário: Bilhete de entrada para o Parque da Pena

- Mais informações: www.penapointofview.com

 

 

Exposição “Vitrais e Vidros: Um Gosto de D. Fernando II”

Todos os dias, Palácio Nacional da Pena

Exposição de um notável conjunto de vitrais dos séculos XIV a XIX, no qual se insere o mais antigo vitral conhecido em Portugal. Inclui também elementos da coleção de vidros do Palácio da Pena, uma das mais representativas coleções da história do vidro europeu existente no nosso país. Recentemente, passou também a englobar algumas peças que pertenceram à coleção de vidros do rei D. Fernando II e que são das reservas do Museu Nacional de Arte Antiga.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional da Pena

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/evento/exposicao-vitrais-e-vidros-um-gosto-de-d-fernando-ii/

 

publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar
Sexta-feira, 03.03.17

Palácio Nacional de Sintra volta a receber “Exposição de Camélias e Orquídeas”

Cartaz_Expo_Camelias_e_Orquideas.jpg

 

18 e 19 de março

Palácio Nacional de Sintra volta a receber “Exposição de Camélias e Orquídeas”

 

- Mostra decorre no terreiro em frente ao Palácio Nacional de Sintra

- O chá e as camélias de chá são o mote desta edição, a propósito do restauro do Alto do Chá no Parque da Pena

- Evento conta com workshops de camélias e de orquídeas

- Entrada gratuita

 

 

Sintra, 2 de março de 2017 – O terreiro em frente ao Palácio Nacional de Sintra vai receber, no fim de semana de 18 e 19 de março, a “Exposição de Camélias e Orquídeas”, organizada pela Parques de Sintra, em colaboração com a Associação Portuguesa de Camélias e o Clube dos Orquidófilos de Portugal. A mostra, com entrada gratuita, decorre anualmente e visa promover o valor botânico associado às camélias e orquídeas em Sintra.

 

Este é o sétimo ano em que decorre a exposição de camélias em Sintra e o terceiro ano de exposição de orquídeas. Nesta edição, o mote é o chá e a camélia de chá, a propósito do projeto de restauro que a Parques de Sintra está a levar a cabo no Alto do Chá, no Parque da Pena, e cuja primeira fase de recuperação terminou no final de 2016.

 

Na mostra, será possível observar os melhores exemplares de camélias e orquídeas de cada um dos participantes. No sábado, dia 18, serão eleitas a melhor espécie de camélia e de orquídea em exposição; o melhor cultivar de camélia e de orquídea em exposição; a melhor mesa em exposição e também o melhor expositor de venda de camélias e orquídeas.

 

Além da exposição, também estarão à venda no local exemplares de camélias e orquídeas, assim como outros produtos derivados destas flores. Ao longo do evento, decorrerão ainda demonstrações de técnicas de propagação e poda de camélias e de técnicas de propagação, envasamento e manutenção de orquídeas, bem como sessões de degustação de chá.

 

Restauro do Alto do Chá

 

Localizado no Parque da Pena, o Alto do Chá corresponde a uma área de 5 hectares, que acolheu a primeira plantação de camélias de chá (Camellia sinensis) em Portugal continental, no século XIX.

 

Esta plantação contribuiu para criar no Parque um cenário oriental, onde as plantas crescem nas fissuras de penhascos graníticos, como um revivalismo das representações cantonesas de plantações de chá. D. Fernando II terá plantado 100 plantas de chá, 28 das quais sobreviveram até aos dias de hoje.

 

Em 1941, um ciclone atingiu o Parque da Pena e causou a queda de dezenas de árvores notáveis em tamanho e idade e alterou significativamente a composição e densidade do arboreto no Alto do Chá, permitindo o desenvolvimento de espécies invasoras lenhosas como a acácia. Já em 2013, a serra de Sintra voltou a ser alvo de um violento temporal, que provocou a alteração drástica desta zona e das condições de desenvolvimento das camélias de chá.

 

Desde então, a Parques de Sintra, procedeu à remoção de árvores caídas e ao desenvolvimento do projeto de restauro daquela área. Em 2016, executou-se a recuperação do sistema de águas e da rede de caminhos que estrutura o jardim, num percurso ascendente até ao topo do Alto do Chá, de onde é possível fruir de vistas magníficas sobre o Palácio da Pena, a Cruz Alta, o Castelo dos Mouros e as linhas de costa de Cascais e Sintra.

 

Já em 2017, iniciou-se a recuperação das camélias de chá sobreviventes, através de podas de limpeza, revitalização e condução, e a plantação de 500 exemplares de Camellia sinensis. Em 2018 e 2019, serão plantados mais mil exemplares, perfazendo um total de 1500, recuperando-se integralmente esta zona do Parque da Pena.

 

O projeto de restauro do Alto do Chá representa um investimento de cerca de 150 mil euros.

 

 

EXPOSIÇÃO DE CAMÉLIAS E ORQUÍDEAS

 

PROGRAMA:

Sábado, 18 de março

10h – 18h: Exposição de Orquídeas

12h – 18h: Exposição de Camélias

10h – 18h: Venda de Orquídeas e Camélias

12h e 16h: Demonstrações de técnicas de propagação e poda de Camélias 

11h, 15h30: Demonstrações de propagação, envasamento e manutenção de Orquídeas

10h30; 11h30; 15h; 16h: Degustação de Chá por Nina Guntkowski da CháCamélia

 

14h30 - Abertura oficial da Exposição:

          - Entrega de distinções:

  • Melhor espécie de Camélia em exposição
  • Melhor cultivar portuguesa de Camélia em exposição
  • Melhor mesa em exposição
  • Melhor espécie de Orquídea em exposição
  • Melhor cultivar de Orquídea em exposição
  • Melhor expositor de venda de camélias e orquídeas

15h – Lançamento do Livro “Como cuidar das minhas Camélias”, de Jorge Garrido e António Assunção

 

Domingo, 19 de março

10h - 18h: Exposição e Venda de Orquídeas e Camélias

12h e 16h: Demonstrações de técnicas de propagação e poda de Camélias 

11h, 15h30: Demonstrações de propagação, envasamento e manutenção de Orquídeas

10h30; 11h30; 15h; 16h: Degustação de Chá por Nina Guntkowski da CháCamélia

publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 11.01.17

Celebrar o Carnaval nos parques e monumentos de Sintra

Carnaval_no_Palacio_de_Queluz_creditos_PSML_Susana

 

 

Celebrar o Carnaval nos parques e monumentos de Sintra

 

- Palácio Nacional de Queluz recebe festa de Carnaval do séc. XVIII

- Especial Carnaval “É Uma Quintinha Saloia Com Certeza”

- “Tesouro do Rei” no Palácio Nacional de Sintra

 

Sintra, 9 de janeiro de 2016 – “Quer no começo, quer no fundo, em fevereiro vem o Entrudo”. Em 2017, o Carnaval chega mesmo a tempo de fechar o mês mais curto do ano, e nos parques e monumentos de Sintra não faltam propostas para quem gosta de festejar à grande e “à antiga”.

 

No domingo, 26 de fevereiro, a partir das 14h30, a Quintinha de Monserrate recebe uma edição especial de Carnaval da atividade “É Uma Quintinha Saloia Com Certeza!”. Os participantes são convidados a mascararem-se a rigor e a festejarem o Carnaval em família nesta pequena quinta, enquanto descobrem como se vivia antigamente no espaço rural da região saloia. Na companhia de monitores vestidos à época, os foliões vão aprender a fazer pão de modo tradicional, bem como a executar tarefas do dia-a-dia numa quinta. Caso São Pedro não colabore, o divertimento passará para dentro de portas com a realização de um ateliê de máscaras/pinturas faciais.  A tarde termina com a degustação de pão quentinho.

 

Já na terça-feira gorda, 28 de fevereiro, às 15h00, celebra-se o “Carnaval no Palácio Nacional de Queluz”. Num ambiente festivo e de grande criatividade, os participantes, acompanhados por personagens de época, são convidados a viajar até ao século XVIII. A iniciativa conta com um ateliê de máscaras e momentos de música e dança setecentista num dos antigos salões de festas do Palácio Nacional de Queluz. Uma oportunidade única para brincar ao Carnaval “à antiga”.

 

E porque nem só de Entrudo vive fevereiro,  o Palácio Nacional de Sintra recebe no dia 19 de fevereiro, às 15h00, a atividade “O Tesouro do Rei”. Neste jogo de pistas, recomendado para famílias com crianças a partir dos oito anos, os participantes são convidados a desvendar enigmas e a completar tarefas para descobrirem o que é e onde está guardado o tesouro do rei.

 

PROGRAMAÇÃO

 

Apresentações de Arte Equestre

Treinos: regularmente (calendário em www.arteequestre.pt/bilheteira)

Gala: 24 de fevereiro

O Picadeiro Henrique Calado recebe regularmente treinos, apresentações e galas da responsabilidade da Escola Portuguesa de Arte Equestre, e que estão abertos ao público.

- Destinatários: todos a partir dos 6 anos

- Tarifário: Galas - 25€ // Treinos – 8€ // Apresentações– 15€

- Mais informações: www.arteequestre.pt / info@parquesdesintra.pt / +351 21 923 73 00

 

 

Aqui Há Burro!

Todos os sábados de fevereiro, 10h00, 12h00 e 15h00, Tapada de D. Fernando II (junto ao Convento dos Capuchos)

Pacientes, afáveis e muito calmos, os burros serão grandes cúmplices de crianças e adultos nesta aventura, na qual é contada a sua história ao longo dos séculos, explicado que são meigos, não dão coices nem mordem (quando tratados com respeito), não são nervosos (quando se assustam param, em vez de fugir), são fortes e espertos. Segue-se um passeio pela floresta: as crianças montam e os adultos conduzem os animais à mão.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças dos 3 aos 12 anos

-Duração: 1h30

- Tarifário: 10€/participante

- Aconselha-se inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota:os passeios poderão ser cancelados, caso as condições meteorológicas sejam adversas. Atividade disponível todos os dias da semana, mediante reserva prévia.

 

 

O Tesouro do Rei

Domingo, 19 de fevereiro, 15h00, Palácio Nacional de Sintra

Num palácio com mais de 700 anos de história, cheio de segredos por descobrir, os participantes são convidados a seguir pistas, resolver enigmas e completar tarefas para saberem finalmente o que é e onde está guardado o tesouro do rei. Trata-se de um jogo de pistas, através do qual é possível descobrir a história do Palácio Nacional de Sintra de uma maneira diferente e emocionante.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 8 anos

- Duração: 1h30

- Tarifário: 9€/participante

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

É Uma Quintinha Saloia Com Certeza – Especial Carnaval

Domingo, 26 de fevereiro, 14h30, Quintinha de Monserrate

Os participantes são convidados a mascararem-se a rigor e a festejar o Carnaval em família nesta pequena quinta situada em plena serra de Sintra e descobre como se vivia antigamente no espaço rural da região saloia.

Na companhia dos monitores, vestidos à época como verdadeiros saloios do século XIX, aprende-se a fazer o pão de modo tradicional e, enquanto este coze no forno a lenha, auxilia-se os anfitriões nas tarefas do dia-a-dia. Recolher os ovos no galinheiro e dar cenouras aos animais do cercado, passar pelo pomar e pela horta para conhecer os frutos e vegetais da época e, na zona das aromáticas, reconhecer as plantas dos chás e dos temperos com a ajuda do nariz, serão algumas das tarefas a realizar.

Se o dia for de chuva abrevia-se o passeio e dentro de paredes será feito um ateliê de máscaras/pinturas faciais e será ainda contada uma história em que os participantes serão convidados a intervir, usando alguns acessórios associados às tradições da região. No final saboreia-se o pão quentinho.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças dos 4 aos 10 anos

- Duração: 2h

- Tarifário: 8€/participante

- Requer inscrição prévia:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: A realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Carnaval no Palácio de Queluz – Especial Carnaval

Sábado, 28 de fevereiro, 15h00, Palácio Nacional de Queluz

Num ambiente festivo e de grande criatividade que nos transporta para o século XVIII, a celebração do Carnaval no Palácio de Queluz contará com um ateliê de máscaras após o qual os participantes, acompanhados por personagens de época, serão envolvidos ativamente num momento de música e dança setecentista num dos antigos salões de festas do Palácio de Queluz.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 6 anos

- Duração: 2h00

- Tarifário: 9€/participante

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Do Parque à Tapada: a Natureza em Sintra e em Mafra

Sábado, 18 de fevereiro, 10h00, Tapada de Monserrate, e 14h30, Tapada de Mafra

Programa conjunto de visita a Sintra e a Mafra, que dá a conhecer a diversidade de ecossistemas do Parque Natural de Sintra – Cascais - área protegida à qual pertence a Tapada de Monserrate - e a magnífica floresta antiga e autóctone que caracteriza a Tapada Nacional de Mafra. Na Tapada de Monserrate o visitante explora a história natural da serra de Sintra, o microclima peculiar que a caracteriza e a torna tão mística, conceitos como a forest food, a sucessão ecológica, as espécies invasoras, entre outros. Ao longo do percurso os visitantes serão ainda surpreendidos pela presença de esculturas em madeira de mamíferos de médio e grande porte, atualmente inexistente na serra de Sintra mas que, num passado recente, habitaram esta paisagem. Em Mafra, por um trilho menos explorado, os visitantes descobrirão uma floresta madura e que, ao estar protegida por um muro, consegue garantir condições de excelência para espécies vulneráveis e mesmo em perigo de extinção que aqui se alimentam, reproduzem e se abrigam.

- Destinatários: todos

- Duração: 1h30 em Monserrate, 2h00 em Mafra

- Tarifário: adultos: 13€/participante | Jovens e seniores: 11€/participante | Famílias (2 adultos + 2 crianças): 45€

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. As visitas poderão ser canceladas, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Sentir o Património - Descobrir o Parque de Monserrate através das Sensações

Sábado, 25 de fevereiro, 10h00, Parque de Monserrate

Por entre ruínas românticas e cascatas, o visitante descobrirá os Jardins de Monserrate através do tato, audição e olfato. Será possível tocar na água da cascata, perceber variações de temperatura, e conhecer várias espécies botânicas, sentindo texturas e odores exóticos. Em redor do Palácio de Monserrate será possível conhecer todos os materiais que constituem as fachadas.

- Destinatários: direcionada para visitantes cegos ou com baixa visão mas aberta a todos os interessados

- Duração: 1h30

- Tarifário pessoa com deficiência:8,25€ (bilhete de entrada 3,25€ + suplemento de visita guiada 5€)
- Tarifário regular: 11,5€ (bilhete de entrada 6,5€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: esta atividade conta com o apoio da ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal. Recomenda-se uso de calçado confortável e indumentária adequada às condições meteorológicas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas, ou adaptada apenas ao interior do Palácio de Monserrate.

 

 

Jardins de Monserrate sem Barreiras

Sábado,25 de fevereiro, 10h30, Parque de Monserrate

Visita direcionada para pessoas com mobilidade condicionada que poderão percorrer os jardins com autonomia através de um equipamento que quebra a barreira da inclinação e facilita a mobilidade de cadeiras de rodas manuais. Contará com a exploração do Vale dos Fetos, Jardim do México, Roseiral, Relvado e Lagos, no Parque de Monserrate.

- Destinatários: direcionada para visitantes com mobilidade condicionada

- Duração: 1h30

- Tarifária pessoa com deficiência: 8,25€ (bilhete de entrada 3,5€ + suplemento de visita guiada 5€)
- Tarifário regular: 11,5€ (bilhete de entrada 6,5€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: o visitante poderá trazer a sua própria cadeira de rodas ou utilizar a cadeira de rodas disponibilizada pela Parques de Sintra (sem custo acrescido). Aberto a acompanhantes. O equipamento de tração adapta-se à grande maioria das cadeiras de rodas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Património em Gestos

Sábado, 25 de fevereiro, 14h30, Parque de Monserrate

Visita aos jardins e Palácio de Monserrate, com interpretação em Língua Gestual Portuguesa. A visita aos jardins, uma das mais belas criações paisagísticas do Romantismo em Portugal, que alberga mais de 3.000 espécies de plantas de vários cantos do mundo, passa pelo Vale dos Fetos, Jardim do México, Roseiral e Relvado, terminando no Palácio de Monserrate.

- Destinatários: direcionada para visitantes surdos, mas aberta a todos os interessados

- Duração: 1h30

- Tarifário pessoa com deficiência: 8,25€ (bilhete de entrada 3,25€ + suplemento de visita guiada 5€)
- Tarifário regular: 11,5€ (bilhete de entrada 6,5€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: esta atividade conta com o apoio e a participação da APS – Associação Portuguesa de Surdos. Recomenda-se uso de calçado confortável e indumentária adequada às condições meteorológicas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas, ou adaptada apenas ao interior do Palácio de Monserrate.

 

 

Documentário “A Sinfonia”

Sábados e domingos, 15h30 – 16h30, Info Parques de Sintra

Documentário "A Sinfonia", produzido no âmbito do projeto BIO+Sintra, em exibição no espaço Info Parques de Sintra, todos os sábados e domingos, com entrada livre. O documentário apresenta dez importantes valores naturais, pela voz de biólogos especialistas, conduzidos por João Rodil, conhecido escritor e historiador local. Pretende-se tornar pessoal e emocional o envolvimento do espetador na salvaguarda do equilíbrio dos ecossistemas da Serra de Sintra.

- Tarifário: gratuito

- Nota: legendado em inglês

- Saber mais:www.youtube.com/user/lifebiomaissintra

 

 

Passeios a cavalo e de pónei

Todos os dias, Parque da Pena

Passeios a cavalo em que o visitante percorre, de uma forma diferente, os caminhos e trilhos do Parque da Pena. A duração dos passeios a cavalo pode variar entre os 30 e os 90 min, ou as 3h00 e as 6h00. No programa mais longo existe a possibilidade de visitar outros polos sob gestão da Parques de Sintra e mesmo agendar um almoço em local a especificar. Todos os passeios são feitos mediante acompanhamento dos tratadores dos cavalos, que guia os visitantes através do percurso.

A pensar nas crianças, a Parques de Sintra dispõe também de uma atividade que permite aos mais novos terem a sua primeira experiência a cavalo num pónei, treinado especialmente para o efeito e acompanhados também por um dos seus tratadores.

- Passeios a cavalo: 15€/30 min, 30€/90 min, 50€/3h00, 100€/6h00 (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Passeios de pónei: 7€/15 minutos (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Mais informações e reservas:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00                           

- Nota: a realização do passeio depende das condições meteorológicas

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-a-cavalo/

 

 

Passeios de Charrete

Parque da Pena

Os passeios de charrete no Parque da Pena proporcionam uma verdadeira viagem no tempo num percurso entre o Vale dos Lagos e o Chalet da Condessa d’Edla, passando pela Quinta da Pena e o Jardim da Condessa d’Edla. Este passeio pode ser livre ou acompanhado por um guia especializado. Conduz os visitantes à descoberta da História deste Parque e dos seus criadores, das espécies botânicas e animais que surgem ao longo do percurso e dos edifícios históricos e recantos do jardim que se encontram no trajeto.

- O passeio pode incluir até 6 adultos ou 4 adultos e 4 crianças

Durante a época baixa disponível apenas mediante reserva prévia

- Tarifário: 75€/1hora (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena, onde os programas decorrem)

- Nota: A realização da atividade depende das condições meteorológicas

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-de-charrete/

- Mais informações e reservas:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

 

 

Exposição “Fernando Coburgo fecit: a atividade artística do rei-consorte”

Todos os dias, Palácio Nacional da Pena

A exposição que revela um numeroso conjunto, nunca exposto, de desenhos, gravuras e documentos manuscritos adquiridos em 2012 pela Parques de Sintra, e outros objetos entretanto incorporados. A mostra conta ainda com algumas doações efetuadas por descendentes da Condessa d’Edla, segunda mulher do monarca, e com peças cedidas por particulares e instituições, como o Museu Nacional de Arte Antiga, Palácio Nacional da Ajuda, Museu-Biblioteca da Casa de Bragança e, dentro do universo da PSML, o Palácio Nacional de Queluz.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional da Pena

- Saber mais: http://www.parquesdesintra.pt/event/fernando-coburgo-fecit-a-atividade-artistica-do-rei-consorte

 

 

Exposição de arte contemporânea “Point of View”

Todos os dias, Parque da Pena

Exposição coletiva, site specific, com direção artística de Paulo Arraiano, reúne dez artistas de diferentes nacionalidades, reconhecidos internacionalmente: Alberto Carneiro (Portugal), Alexandre Farto/Vhils (Portugal), Antonio Bokel (Brasil), Bosco Sodi (México), Gabriela Albergaria (Portugal), João Paulo Serafim (Portugal), NeSpoon (Polónia), Nils-Udo (Alemanha), Paulo Arraiano (Portugal) e Stuart Ian Frost (Reino Unido).

- Tarifário: Bilhete de entrada para o Parque da Pena

- Mais informações: www.penapointofview.com

 

 

Exposição “Vitrais e Vidros: Um Gosto de D. Fernando II”

Todos os dias, Palácio Nacional da Pena

Exposição de um notável conjunto de vitrais dos séculos XIV a XIX, no qual se insere o mais antigo vitral conhecido em Portugal. Inclui também elementos da coleção de vidros do Palácio da Pena, uma das mais representativas coleções da história do vidro europeu existente no nosso país. Recentemente, passou também a englobar algumas peças que pertenceram à coleção de vidros do rei D. Fernando II e que são das reservas do Museu Nacional de Arte Antiga.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional da Pena

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/evento/exposicao-vitrais-e-vidros-um-gosto-de-d-fernando-ii/

 

 

publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar
Segunda-feira, 27.06.16

Estreia dia 8 de julho no Palácio Nacional de Queluz - “Palavra de Rainha”

palavraderainha.jpg

 

 

Estreia dia 8 de julho no Palácio Nacional de Queluz

 

“Palavra de Rainha” retrata vida de D. Maria I

- A atriz brasileira Lu Grimaldi regressa a Portugal com “Palavra de Rainha”

- O monólogo combina factos históricos e ficção para narrar a trajetória da rainha D. Maria I, figura indissociável do Palácio Nacional de Queluz

- A peça vai estar em cena nos dias 8,9,10,15, 16 e 17 de julho, na Sala do Trono

 

 

Sintra, 24 de junho de 2016 – O Palácio Nacional de Queluz recebe, nos dias 8, 9, 10, 15, 16 e 17 de julho, na Sala do Trono, a peça de teatro “Palavra de Rainha”, uma adaptação livre da história de vida de D. Maria I, rainha de Portugal. O monólogo, da autoria de Sérgio Roveri, será interpretado pela aclamada atriz brasileira Lu Grimaldi.

 

Encenada por Mika Lins e promovida em parceria pela Turma do Bem e pela Parques de Sintra, “Palavra de Rainha” combina factos históricos e ficção para narrar a trajetória da primeira mulher a assumir o trono português. Conhecida em Portugal como “A Piedosa”, ou no Brasil como “A Louca”, a figura de D. Maria I permanece indissociável do Palácio Nacional de Queluz, espaço que habitou em permanência de 1794 até 1807, ano da partida da Família Real Portuguesa para o Brasil.

 

“Culta e muito religiosa, a rainha governou Portugal durante 15 anos com dedicação e prudência, tentando reverter alguns dos atos mais polémicos do reinado do pai (D. José) e do seu primeiro-ministro, Marquês de Pombal”, relata a diretora do Palácio Nacional de Queluz, Inês Ferro.

 

A vida privada da rainha, cujo bicentenário da morte se assinala este ano, foi no entanto marcada por uma sequência de eventos trágicos. À morte do marido, D. Pedro III, em

 

1786, seguem-se, dois anos depois, as mortes do príncipe herdeiro D. José, da filha Mariana Victória e do Arcebispo de Tessalónica, seu diretor espiritual. “São duros golpes para a mente frágil da rainha que é dada como incapaz em 1792”, refere Inês Ferro. Até à partida da família real para o Brasil, D. Maria viverá recolhida no Palácio de Queluz.

 

Sérgio Roveri, dramaturgo e autor da peça, destaca a riqueza desta personagem, “trágica” e “complexa”, que poderia ter sido criada “pela mente de um Shakespeare, de um Eurípides”. “D. Maria foi talhada pela vida, o que dá uma dimensão assustadoramente real às suas dores, aos seus dilemas e aos seus poucos e pequenos prazeres”, sublinha.

 

A rainha morreu no Rio de Janeiro aos 81 anos, a 20 de março de 1816. O seu corpo regressou a Portugal cinco anos depois, para ser sepultado na Basílica da Estrela. “Que «Palavra de Rainha» possa servir, ao menos, de um convidativo cartão-de-visita desta mulher com quem a história foi tão pouco generosa”, conclui Sérgio Roveri.

 

 

O regresso aos palcos de Lu Grimaldi

 

“Palavra de Rainha” marca o regresso aos palcos de Lu Grimaldi, uma das mais aclamadas atrizes do teatro brasileiro. A atriz ficou conhecida pelas suas participações marcantes em telenovelas e séries de televisão, com destaque para “Terra Nostra”, “Um Só Coração”, “Padroeira” e “Sinhá Moça”.

 

Lu Grimaldi já foi premiada pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e pela Associação de Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo, (APETESP). Além disso, recebeu o Troféu Melhores do Ano e o prémio Qualidade Brasil.

 

Aos 60 anos, a atriz regressa ao teatro, primeiro no Brasil e agora também em Portugal, depois de se dedicar à televisão durante mais de 10 anos.

 

“Palavra de Rainha” vai estar em cena nos dias 8, 9, 15 e 16 de julho, às 21h30, e nos dias 10 e 17 de julho, às 19h00.

 

Os bilhetes custam 10 euros e estão à venda nos locais habituais, ou online.

 

 

“Palavra de Rainha”

 

Datas: 8, 9, 15 e 16 de julho, às 21h30, e 10 e 17 de julho, às 19h00

 

Local: Sala do Trono, Palácio Nacional de Queluz

 

Preço: 10,00€

 

Bilhetes: à venda nos locais habituais ou online

 

Classificação: maiores de 12 anos

 

Ficha Técnica

Elenco: Lu Grimaldi

Texto: Sérgio Roveri

Direção: Mika Lins

Produção: Camila Carnicelli

Promotor: Turma do Bem e Parques de Sintra

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

INFORMAÇÕES (PÚBLICO):

Email: info@parquesdesintra.pt

Website:  www.parquesdesintra.pt   

Facebook: www.facebook.com/parquesdesintra 

Telefone: +351 21 923 73 00

 

publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar
Terça-feira, 07.06.16

Dar as boas vindas ao verão nos parques e monumentos de Sintra

Exposicao_Point_of_View_lowres_creditos_PSML_Wilso

 

 

Dar as boas vindas ao verão nos parques e monumentos de Sintra

 

- Nova atividade no Castelo dos Mouros: “Um Dia com Arqueologia”

- “Arte da Guerra”: continuam as recriações históricas no Castelo dos Mouros

- Visitas guiadas à exposição de arte contemporânea “Point of View” no Parque da Pena

 

Sintra, 6 de junho de 2016 – O mês de julho nos parques e monumentos de Sintra é marcado pela estreia da atividade “Um Dia com Arqueologia” que terá lugar no dia 24 de julho, no Castelo dos Mouros, na qual os participantes são convidados a entrar no mundo da arqueologia para descobrirem o passado escondido neste monumento. Esta atividade é recomendada para famílias com crianças a partir dos 6 anos.

 

Ainda no Castelo dos Mouros, tem lugar a recriação histórica intitulada “Arte da Guerra Medieval”, no dia 2 de julho. Os visitantes podem assistir a uma demonstração do uso das armas de combate corpo a corpo e de operações de cerco e, no final, manusear o equipamento utilizado na demonstração.

 

Todos os sábados de julho, às 14h30, no Parque da Pena, as dez peças da exposição de arte contemporânea “Point of View” podem ser vistas pelos olhos de um especialista através de uma visita guiada. Durante cerca de 3h o visitante ficará a conhecer as obras criadas especificamente para aquele local, criadas por dez artistas reconhecidos internacionalmente.

PROGRAMAÇÃO

 

 

 

Arte da Guerra Medieval - Recriação Histórica no Castelo dos Mouros

Sábado, 2 de julho, Castelo dos Mouros

O século XII, época de muitos acontecimentos históricos em Sintra (da relatada conquista e destruição viking/normanda em 1109 à rendição dos mouros a D. Afonso Henriques em 1147), servirá de enquadramento a esta recriação histórica, denominada: “Do al-Ândalus à Reconquista”, e que incluirá uma demonstração do uso das armas de combate corpo a corpo e de operações de cerco. No final de cada apresentação, o público poderá manusear o equipamento utilizado nas demonstrações, sob supervisão qualificada.

- Destinatários: todos

- Duração: 10h00 – 18h00

- Demonstrações do uso de armas e engenhos de época: 11h00, 14h00 e 17h00

- Tarifário: entrada livre mediante aquisição de bilhete para o Castelo dos Mouros

- Nota: não requer inscrição prévia

 

 

Apresentações de Arte Equestre

Treinos: regularmente (calendário em www.arteequestre.pt/bilheteira)

Apresentações: 6, 13 e 20 de julho

Gala: 29 de julho

O Picadeiro Henrique Calado recebe regularmente treinos, apresentações e galas da responsabilidade da Escola Portuguesa de Arte Equestre, e que estão abertos ao público.

- Destinatários: todos a partir dos 6 anos

- Tarifário: Galas - 25€ // Treinos – 8€ // Apresentações– 15€

- Mais informações: www.arteequestre.pt / info@parquesdesintra.pt / +351 21 923 73 00

 

 

“Palavra de Rainha”

Sextas e sábados, 8, 9, 15 e 16 julho, às 21h30, e domingos, 10 e 17 de julho, às 19h00, Palácio Nacional de Queluz

A atriz brasileira Lu Grimaldi é a protagonista do monólogo “Palavra de Rainha”, adaptação livre da história de vida de D. Maria I, rainha de Portugal, num texto que combina factos históricos e ficção para narrar a trajetória da primeira mulher a assumir o trono português.

- Destinatários: todos, a partir dos 12 anos

- Tarifário: 10€/participante

- Duração: 1h00

- Mais informações: brevemente em www.parquesdesintra.pt

 

 

Com o Burro e a Galinha Descobrimos a Quintinha

Domingo, 10 de julho, 15h00, Quintinha de Monserrate

Jogos tradicionais, enigmas e tarefas muito divertidas conduzirão os participantes à descoberta de todos os recantos e encantos da Quintinha de Monserrate. Distinguir a alface da couve, quem bale ou cacareja e o ancinho da enxada são desafios que levarão a desvendar os segredos da vida no campo. À chegada, todos põem as mãos na massa e aprendem a fazer pão. No final é tempo de saborear o pão quente depois de cozer no forno a lenha.

- Destinatários: famílias com crianças dos 5 aos 10 anos

- Duração: 2h00

- Tarifário: 8€/participante

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da sessão depende de um número mínimo de participantes. A mesma poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Domingos ao Piano

Domingos, 10 e 24 de julho, 15h00, Palácio de Monserrate

Ao segundo e quarto domingos de cada mês, o pianista Raúl Pinto está na Sala da Música do Palácio de Monserrate a tocar piano, entre as 15h00 e as 17h00 (a 10 de julho o horário será das 14h00 às 16h00). Apresentado num formato descontraído, este evento pretende aliar à fruição estética do Palácio uma componente também auditiva.

Segundo o próprio pianista, pretende apresentar-se “uma recriação do ambiente histórico e estético nas visitas a Monserrate” através da interpretação de obras do período Romântico, com autores como Chopin, Schubert, Brahms, ou Beethoven; Impressionista, com autores como Satie e Debussy; e Clássico com autores como Mozart ou Beckford (tendo este último vivido em Monserrate, entre 1793 e 1794).

- Destinatários: todos

- Duração: 2h00

- Tarifário: entrada livre mediante aquisição de bilhete para o Parque de Monserrate

 

 

Do Parque à Tapada: a Natureza em Sintra e em Mafra

Sábado, 16 de julho, 10h00, Tapada de Monserrate, e 15h30, Tapada de Mafra

Programa conjunto de visita a Sintra e a Mafra, que dá a conhecer a diversidade de ecossistemas do Parque Natural de Sintra – Cascais - área protegida à qual pertence a Tapada de Monserrate - e a magnífica floresta antiga e autóctone que caracteriza a Tapada Nacional de Mafra. Na Tapada de Monserrate o visitante explora a história natural da serra de Sintra, o microclima peculiar que a caracteriza e a torna tão mística, conceitos como a forest food, a sucessão ecológica, as espécies invasoras, entre outros. Ao longo do percurso os visitantes serão ainda surpreendidos pela presença de esculturas em madeira de mamíferos de médio e grande porte, atualmente inexistente na serra de Sintra mas que, num passado recente, habitaram esta paisagem. Em Mafra, por um trilho menos explorado, os visitantes descobrirão uma floresta madura e que, ao estar protegida por um muro, consegue garantir condições de excelência para espécies vulneráveis e mesmo em perigo de extinção que aqui se alimentam, reproduzem e se abrigam.

- Destinatários: todos

- Duração: 1h30 em Monserrate, 2h00 em Mafra

- Tarifário: adultos: 13€/participante | Jovens e seniores: 11€/participante | Famílias (2 adultos + 2 crianças): 45€

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. As visitas poderão ser canceladas, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Como se faz um Palácio

Sábado, 16 de julho, 10h30, Palácio Nacional da Pena

Era uma vez um rei chamado Fernando que queria construir um lindo Palácio. O rei procurou o melhor arquiteto do reino, mas este respondeu: “Um palácio aqui, no cimo desta montanha de pedras? Impossível!”. Este é o ponto de partida para conhecer a história do Palácio Nacional da Pena, através de uma abordagem contemporânea, que alia artes plásticas, pedagogia e música e que em simultâneo faz a ponte com a tradição dos contadores de histórias e marionetistas.

Com músicas criadas propositadamente para a peça e marionetas únicas construídas e pintadas à mão, a atividade promete trazer um momento único a crianças e famílias. Além do espetáculo, está incluída a visita livre ao Parque e Palácio Nacional da Pena.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 3 anos

-Duração: 45 minutos

- Tarifário: adulto + 1 criança até aos 48 meses: 25€; adultos e crianças com mais de 48 meses: 15€

- Nota:a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. A mesma poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas

 

 

Sentir o Património - Descobrir o Parque de Monserrate através das Sensações

Sábado, 16 de julho, 10h30, Parque de Monserrate

Por entre ruínas românticas e cascatas, o visitante descobrirá os Jardins de Monserrate através do tato, audição e olfato. Será possível tocar na água da cascata, perceber variações de temperatura, e conhecer várias espécies botânicas, sentindo texturas e odores exóticos. Em redor do Palácio de Monserrate será possível conhecer todos os materiais que constituem as fachadas.

- Destinatários: direcionada para visitantes cegos ou com baixa visão mas aberta a todos os interessados

- Duração: 1h30

- Tarifário pessoa com deficiência:9€ (bilhete de entrada 4€ + suplemento de visita guiada 5€)- Tarifário regular: 13€ (bilhete de entrada 8€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: esta atividade conta com o apoio da ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal. Recomenda-se uso de calçado confortável e indumentária adequada às condições meteorológicas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas, ou adaptada apenas ao interior do Palácio de Monserrate.

 

 

Jardins de Monserrate sem Barreiras

Sábado,16 de julho, 11h00, Parque de Monserrate

Visita direcionada para pessoas com mobilidade condicionada que poderão percorrer os jardins com autonomia através de um equipamento que quebra a barreira da inclinação e facilita a mobilidade de cadeiras de rodas manuais. Contará com a exploração do Vale dos Fetos, Jardim do México, Roseiral, Relvado e Lagos, no Parque de Monserrate.

- Destinatários: direcionada para visitantes com mobilidade condicionada

- Duração: 1h30

- Tarifário pessoa com deficiência: 9€ (bilhete de entrada 4€ + suplemento de visita guiada 5€)- Tarifário regular: 13€ (bilhete de entrada 8€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: o visitante poderá trazer a sua própria cadeira de rodas ou utilizar a cadeira de rodas disponibilizada pela Parques de Sintra (sem custo acrescido). Aberto a acompanhantes. O equipamento de tração adapta-se à grande maioria das cadeiras de rodas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Património em Gestos

Sábado, 16 de julho, 14h30, Parque de Monserrate

Visita aos jardins e Palácio de Monserrate, com interpretação em Língua Gestual Portuguesa. A visita aos jardins, uma das mais belas criações paisagísticas do Romantismo em Portugal, que alberga mais de 3.000 espécies de plantas de vários cantos do mundo, passa pelo Vale dos Fetos, Jardim do México, Roseiral e Relvado, terminando no Palácio de Monserrate.

- Destinatários: direcionada para visitantes surdos, mas aberta a todos os interessados

- Duração: 1h30

- Tarifário pessoa com deficiência: 9€ (bilhete de entrada 4€ + suplemento de visita guiada 5€)- Tarifário regular: 13€ (bilhete de entrada 8€ + suplemento de visita guiada 5€)

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: esta atividade conta com o apoio e a participação da APS – Associação Portuguesa de Surdos. Recomenda-se uso de calçado confortável e indumentária adequada às condições meteorológicas. A visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas, ou adaptada apenas ao interior do Palácio de Monserrate.

 

 

Concerto para Bebés – Um Dia na Floresta

Domingo, 17 de julho, 10h30, Palácio de Monserrate

“Um Dia na Floresta” recria o ambiente de festa que se vive na natureza. Trechos de música clássica, arranjados especialmente para bebés, com palavras simples, ritmos contagiantes e jogos de rimas, proporcionam um momento de envolvente magia para os mais pequenos. Através de histórias cantadas, o concerto convida todos a viver a aventura imaginária de um “Um Dia na Floresta”, através das suas personagens: o dia que nasce, as flores que cantam, o cuco que assobia, a formiga corredora, o caracol que põe os pauzinhos ao sol, o lagarto pintado, a fada desaparecida e a lua que chega quando o sol se põe.

 

Programa:

  • O Dueto das Flores” (Ópera Lackmé, de Delibes, séc. XIX);
  • “Amanhecer” (Grieg, séc. XIX);
  • “Canção do Cuco” (adaptado de Benjamim Britten, séc. XX);
  • “Canção da Formiga” e a “Canção da Fada”, (adaptações de modinhas luso-brasileira do séc. XVIII);
  • “Paçoca” (um chorinho do séc. XX);
  • “Canção do Caracol”;
  • “Canção do Adeus”: o Adágio do Inverno, das Quatro Estações de Vivaldi.

 

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 3 meses

- Duração: 45 minutos

- Tarifário: adulto + 1 criança até aos 48 meses: 20€/ Adultos e crianças com mais de 48 meses: 15€

- Requer inscrição e pagamento prévios:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

O Mundo das Abelhas e Outros Insetos Polinizadores – O Apiário Pedagógico da Quintinha de Monserrate

Sábado, 23 de julho de 2016, 10h00, Quintinha de Monserrate

Com o apicultor: Francisco Garcia

No Apiário Pedagógico da Quintinha de Monserrate, os participantes podem conhecer, com as abelhas e a apicultura, o incrível mundo dos insetos polinizadores. Descobrem o papel fulcral que estes desempenham na reprodução das plantas, na sustentabilidade do planeta e, consequentemente, na vida humana. É abordada a organização social das abelhas, os produtos que originam, e as suas diversas aplicações. No final, tem lugar uma prova de mel.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 8 anos

- Duração: 3h00

- Tarifário por sessão: 10€/participante

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. A mesma poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas.

 

 

Um Dia com Arqueologia

Domingo, 24 de julho, 15h00, Castelo dos Mouros

Os participantes são convidados a entrar no mundo da arqueologia para descobrirem o passado escondido no Castelo dos Mouros. Assim, serão conduzidos pela história do local para depois assumirem o papel dos arqueólogos que vão trazer à luz do dia o que ainda falta descobrir. Trata-se de uma atividade que conjuga uma breve visita guiada com a componente prática da arqueologia.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 6 anos

- Duração: 1h30

- Tarifário: 8€/participante

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes. A mesma poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas

 

 

Viagem à Corte do Século XVIII

Domingo, 31 de julho, 15h00, Palácio Nacional de Queluz

Os participantes são convidados a conhecer todos os recantos do Palácio Nacional de Queluz, a ouvir a sua história, a ver pessoas de outra época. Vão ouvir cantar, tocar e dançar músicas de setecentos. Aprenderão como se realizavam grandes festas e que vestidos e outros trajes se usavam neste espaço de enorme beleza e requinte. Descobrirão também que os príncipes e infantes não iam à escola mas tinham muitas matérias para aprender.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças a partir dos 5 anos

- Duração: 2h00

- Tarifário: 9€/participante

- Requer inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt ou +351 21 923 73 00

- Nota: a realização da atividade depende de um número mínimo de participantes

 

 

Visitas guiadas à exposição de arte contemporânea “Point of View”

Todos os sábados, 14h30, Parque da Pena

Exposição coletiva de arte contemporânea, site specific, com direção artística de Paulo Arraiano, reúne dez artistas de diferentes nacionalidades, reconhecidos internacionalmente: Alberto Carneiro (Portugal), Alexandre Farto/Vhils (Portugal), Antonio Bokel (Brasil), Bosco Sodi (México), Gabriela Albergaria (Portugal), João Paulo Serafim (Portugal), NeSpoon (Polónia), Nils-Udo (Alemanha), Paulo Arraiano (Portugal) e Stuart Ian Frost (Reino Unido).

-Destinatários: todos

- Duração: 3h

- Tarifário: adultos: 15€/pessoa (inclui entrada no Parque); jovens e seniores: 10€/pessoa (inclui entrada no Parque); crianças <6 anos: gratuito

Notas: a visita poderá ser cancelada, caso as condições meteorológicas sejam adversas. Disponível em outras datas, e horários, mediante marcação prévia (info@parquesdesintra.pt;+351 21 923 73 00) com um mínimo de 8 participantes ou pagamento equivalente.

- Tarifário visita livre: entrada livre mediante aquisição de bilhete para o Parque da Pena

- Mais informações: www.penapointofview.com 

 

 

Aqui Há Burro!

Todos os sábados de julho, 10h00, 12h00 e 15h00, Tapada de D. Fernando II (junto ao Convento dos Capuchos)

Pacientes, afáveis e muito calmos, os burros serão grandes cúmplices de crianças e adultos nesta aventura, na qual é contada a sua história ao longo dos séculos, explicado que são meigos, não dão coices nem mordem (quando tratados com respeito), não são nervosos (quando se assustam param, em vez de fugir), são fortes e espertos. Segue-se um passeio pela floresta: as crianças montam e os adultos conduzem os animais à mão.

- Destinatários: recomendado para famílias com crianças dos 3 aos 12 anos

-Duração: 1h30

- Tarifário: 10€/participante

-Aconselha-se inscrição prévia: info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Nota:os passeios poderão ser cancelados, caso as condições meteorológicas sejam adversas. Atividade disponível todos os fins de semana, mediante reserva prévia.

 

 

International Garden Photographer Of The Year (IGPOTY)

Até quarta-feira, 31 de agosto, Parque de Monserrate

O International Garden Photographer Of The Year (IGPOTY) é a principal competição e exposição mundial de fotografia especializada em jardins, plantas, flores e botânica, aberta a fotógrafos profissionais mas também a amadores. Anualmente, a exposição dos trabalhos vencedores é inaugurada nos Kew Gardens (Reino Unido), percorrendo posteriormente diversos locais do mundo, nomeadamente o Parque de Monserrate. Este ano a exposição será novamente ao ar livre, integrada na natureza envolvente.

- Tarifário: entrada livre mediante aquisição de bilhete para o Parque de Monserrate

- Mais informações e reservas:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

 

 

Exposição 180 anos da morte de D. Pedro IV

Todos os dias, 09h00 – 17h00, Palácio Nacional de Queluz

Projeto museológico do Quarto D. Quixote, no âmbito dos 180 anos da morte de D. Pedro d’Alcântara de Bragança. O objetivo deste projeto museológico prendeu-se com o estudo e valorização do Quarto D. Quixote e os espaços adjacentes, bem como a figura de D. Pedro IV, através de uma nova museografia e de vários suportes interpretativos, com destaque para os digitais. Foram reunidas peças do Palácio Nacional de Queluz e protocolados empréstimos com outras instituições: Museu Nacional de Arte Antiga, Palácio Nacional da Ajuda, Museu Nacional dos Coches, Museu Militar de Lisboa e Museu Nacional Soares dos Reis. Estão expostas 48 peças, incluindo 15 pinturas e miniaturas, 15 objetos pessoais de D. Pedro IV e 9 peças de mobiliário.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional de Queluz

- Saber mais: www.dpedroiv.parquesdesintra.pt

 

 

Exposição - Melhores Imagens do BIO+Sintra

Todos os dias, 10h00 – 17h00, Info Parques de Sintra

Exposição das imagens premiadas pelo júri na sessão de verão dos Concursos de Fotografia “Captar Sintra – A Biodiversidade das estações”, promovidos no âmbito do projeto BIO+Sintra. No espaço Info Parques de Sintra é possível ver os três vencedores da última sessão dos concursos e as quatro menções honrosas atribuídas pelo júri.

- Tarifário: gratuito

 

 

Documentário “A Sinfonia”

Sábados e domingos, 15h30 – 16h30, Info Parques de Sintra

Documentário "A Sinfonia", produzido no âmbito do projeto BIO+Sintra, em exibição no espaço Info Parques de Sintra, todos os sábados e domingos, com entrada livre. O documentário apresenta dez importantes valores naturais, pela voz de biólogos especialistas, conduzidos por João Rodil, conhecido escritor e historiador local. Pretende-se tornar pessoal e emocional o envolvimento do espetador na salvaguarda do equilíbrio dos ecossistemas da Serra de Sintra.

- Tarifário: gratuito

- Nota: legendado em inglês

- Saber mais:www.youtube.com/user/lifebiomaissintra

 

 

Passeios a cavalo e de pónei

Todos os dias, Parque da Pena

Passeios a cavalo em que o visitante percorre, de uma forma diferente, os caminhos e trilhos do Parque da Pena. A duração dos passeios a cavalo pode variar entre os 30 e os 90 min, ou as 3h00 e as 6h00. No programa mais longo existe a possibilidade de visitar outros polos sob gestão da Parques de Sintra e mesmo agendar um almoço em local a especificar. Todos os passeios são feitos mediante acompanhamento dos tratadores dos cavalos, que guia os visitantes através do percurso.

A pensar nas crianças, a Parques de Sintra dispõe também de uma atividade que permite aos mais novos terem a sua primeira experiência a cavalo num pónei, treinado especialmente para o efeito e acompanhados também por um dos seus tratadores.

- Passeios a cavalo: 15€/30 min, 30€/90 min, 50€/3h00, 100€/6h00 (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Passeios de pónei: 7€/15 minutos (acresce o bilhete de entrada no Parque da Pena)

- Mais informações e reservas:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00                           

- Nota: a realização do passeio depende das condições meteorológicas

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-a-cavalo/

 

 

Passeios de Charrete

Parque da Pena

Os passeios de charrete no Parque da Pena proporcionam uma verdadeira viagem no tempo num percurso entre o Vale dos Lagos e o Chalet da Condessa d’Edla, passando pela Quinta da Pena e o Jardim da Condessa d’Edla. Este passeio pode ser livre ou acompanhado por um guia especializado. Conduz os visitantes à descoberta da História deste Parque e dos seus criadores, das espécies botânicas e animais que surgem ao longo do percurso e dos edifícios históricos e recantos do jardim que se encontram no trajeto.

Os passeios de charrete no Parque da Pena proporcionam uma verdadeira viagem no tempo num percurso entre o Vale dos Lagos e o Chalet da Condessa d’Edla, passando pela Quinta da Pena e o Jardim da Condessa d’Edla. Este passeio pode ser livre ou acompanhado por um guia especializado. Conduz os visitantes à descoberta da História deste Parque e dos seus criadores, das espécies botânicas e animais que surgem ao longo do percurso e dos edifícios históricos e recantos do jardim que se encontram no trajeto.

 

PASSEIOS DE CHARRETE REGULARES

De quinta-feira a domingo (incluindo feriados), passeios de 20 minutos, nos seguintes horários:

  • Percurso Lagos-Chalet: 10h00, 11h00, 14h00, 15h00 e 16h00
  • Percurso Chalet-Lagos: 10h30, 11h30, 14h30, 15h30 e 16h30

Tarifário:

  • Adultos (> 18 anos) – 3,5€ + bilhete de entrada no Parque da Pena
  • Jovem (dos 4 aos 17 anos) – 2€ + bilhete de entrada no Parque da Pena
  • Crianças até 3 anos – gratuito

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

- Não se efetuam reservas

- Aquisição dos ingressos na bilheteira

- Recomenda-se a chegada cerca de 15 a 20 minutos antes do horário pretendido

 

 

PASSEIOS DE CHARRETE EM EXCLUSIVIDADE

De segunda-feira a quarta-feira, passeios de 1 hora:

  • Percursos: Lagos => Chalet => Lagos ou Chalet => Lagos => Chalet

Tarifário:

  • 75€ + bilhete de entrada no Parque da Pena 

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

- Reserva prévia obrigatória com pagamento antecipado

 

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/experiencias-e-lazer/passeios-de-charrete/

- Mais informações e reservas:info@parquesdesintra.pt; +351 21 923 73 00

- Notas: o passeio pode incluir até 6 adultos ou 4 adultos e 4 crianças. A realização da atividade depende das condições meteorológicas

 

 

Exposição “Vitrais e Vidros: Um Gosto de D. Fernando II”

Todos os dias, Palácio Nacional da Pena

Exposição de um notável conjunto de vitrais dos séculos XIV a XIX, no qual se insere o mais antigo vitral conhecido em Portugal. Inclui também elementos da coleção de vidros do Palácio da Pena, uma das mais representativas coleções da história do vidro europeu existente no nosso país. Recentemente, passou também a englobar algumas peças que pertenceram à coleção de vidros do rei D. Fernando II e que são das reservas do Museu Nacional de Arte Antiga.

- Tarifário: bilhete para o Palácio Nacional da Pena

- Saber mais: www.parquesdesintra.pt/evento/exposicao-vitrais-e-vidros-um-gosto-de-d-fernando-ii/

publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar
Segunda-feira, 06.06.16

teatromosca - Audiowalk MODOS DE VER: Sintra

modesdever.jpg

 

 
 
MODOS DE VER : SINTRA
Audiowalk concebido para os caminhos secretos da Capital do Romantismo
Criação coletiva e produção teatromosca
DE 8 JULHO a 27 AGOSTO
sexta-feira e sábado, às 19h
 
O projeto consiste de visitas realizadas em grupo a alguns dos mais emblemáticos lugares (e não-lugares) de Sintra, guiadas por uma banda sonora original, a decorrer durante os meses de julho e agosto de 2016. Uma forma inovadora e invulgar de explorar os caminhos secretos da Capital do Romantismo, em que cada espetador assume o papel de um flâneur contemporâneo. Será o espe(c)tador-caminhante a transportar a performance pelos trilhos da Serra de Sintra ou pelas ruas da Vila Património da Humanidade, guiado pela voz de um narrador e por uma paisagem sonora original que escutará nos headphones que levará consigo.

No nosso tempo, a flânerie, tal como ela foi definida na modernidade, parece não ter futuro. Na verdade, temos como referência, para esta nossa proposta, o trabalho do antropólogo francês Marc Augé, que define o “lugar”, enquanto espaço antropológico, como um espaço identitário, relacional e histórico; e o “não-lugar” como um lugar que não é relacional, não é identitário e é não-histórico. Este autor distingue mesmo a “estrada” (não-lugar) em oposição ao “caminho” (lugar), descrevendo a primeira (estrada) como “uma simples linha ligando um ponto ao outro” e afirmando que “o caminho é uma homenagem ao espaço [e c]ada trecho do caminho é em si próprio dotado de um sentido e convida-nos a uma pausa”. Nesse sentido, a grande maioria dos turistas parece transportar para a visita a sítios históricos a experiência dasobremodernidade tal como é defendida por Augé. No fundo, o turista sobremoderno é um colecionador de fotos, que acaba por fazer a visita em casa, ao ver as fotos que tirou.
 
Propomo-nos assim recuperar essa emblemática figura do deambulador, que caminha sem compromisso, que percorre as ruas sem objetivo aparente, secretamente atento à história dos lugares por onde passa e à possibilidade de novas aventuras estéticas, potenciadas pela dinâmica da performance e dos meios disponibilizados.
 

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA
Criação coletiva|Pedro Alves, Bruno Béu, Maria Carneiro, Catarina Lobo, Inês Oliveira, Tiago Patrício, Ricardo Reis e Pedro Silva Música e design de som|Bruno Béu Design gráfico|Alex Gozblau Vídeo|Ricardo Reis Adereços|Pedro Silva Fotografia e produção executiva|Catarina Lobo Direcção técnica|Carlos Arroja Produção|teatromosca 


BILHETES
10 € (preço único)
É OBRIGATÓRIA A RESERVA ATRAVÉS DO EMAIL teatromosca@gmail.com

publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar
Sexta-feira, 03.06.16

MODOS DE VER : Sintra pelo Teatromosca

modesdevre.png

 

 

O teatromosca é uma companhia de teatro sediada em Sintra e que se encontra prestes a estrear um novo projeto.


Numa altura em que passam 20 anos sobre a elevação de Sintra a Património Mundial, o teatromosca apresenta o audiowalk/percurso sonoro encenado “MODOS DE VER: Sintra” entre 8 de julho e 27 de agosto, sextas e sábados, com início às 19h00. Durante três horas um grupo de espetadores-deambuladores percorre os mais emblemáticos lugares (e não-lugares) de Sintra, guiado por uma paisagem sonora original e única que poderá escutar ao longo do percurso usando o leitor de MP3 e os headphones fornecidos pelo teatromosca.

 

MODOS DE VER : Sintra
Audiowalk concebido para os caminhos secretos da Capital do RomantismoCriação coletiva e produção teatromosca

 

O projeto consiste de visitas realizadas em grupo a alguns dos mais emblemáticos lugares (enão-lugares) de Sintra, guiadas por uma banda sonora original, a decorrer durante os meses dejulho e agosto de 2016. Uma forma inovadora e invulgar de explorar os caminhos secretos daCapital do Romantismo, em que cada espetador assume o papel de um flâneur contemporâneo.Será o espe(c)tador-caminhante a transportar a performance pelos trilhos da Serra de Sintra oupelas ruas da Vila Património da Humanidade, guiado pela voz de um narrador e por umapaisagem sonora original que escutará nos headphones que levará consigo.

 

MAPA PARA A ENCENAÇÃO DE UMA PERFORMANCE

 

Cada deambulador manter-se-á entre aquilo que é próprio de si - que o distingue dos demais – eo que é comum na vida política (da polis). Entre o espaço público e o espaço privado, cada umcriará a sua própria narrativa, apesar da voz que os guia ser a mesma. Cada um poderá escutardiferentes sonoridades e percorrer diferentes trilhos, embora, no início do espetáculo-percurso,todos sigam pelos mesmos caminhos. O grupo acabará por dividir-se em 2 subgrupos, seguindotrilhos distintos, entrecruzando-se pontualmente, observando-se mutuamente.

 

audiowalk terá sempre o seu início junto ao edifício do Turismo no centro da Vila de Sintra.Será sempre aí o ponto de encontro e também o local onde funcionará a bilheteira. Daí, os grupospoderão seguir os trilhos que os levarão do centro histórico da vila ao Parque da Liberdade, aoPalácio Valenças, aos jardins da Biblioteca de Sintra – Casa Mantero ou a uma viagem decomboio na linha de Sintra.

 

Para cada espetador uma banda sonora diferente, composta de sons, músicas e vozes, criadospela equipa multidisciplinar do teatromosca, a partir de um processo de pesquisa realizado noslocais por onde passará a performance. Será esta a banda sonora que guiará os deambuladoresneste audiowalk. A cada espetador será entregue um kit, que inclui um leitor MP3 comauscultadores – as faixas áudio serão acionadas pelo próprio espetador -, um caderno contendoinformações sobre a própria performance e um mapa referente aos locais que serão visitados,um lápis e uma lanterna. O espetáculo-percurso terá a duração aproximada de 3 horas e estarádisponível em português e em inglês.

 

No meio da multidão que visita a vila histórica de Sintra, destaca-se um grupo de pessoas que aliestá reunido para perambular, vaguear, aparentemente, sem destino. Munidos de auscultadores,30 pessoas (por sessão) visitam sítios familiares e caminham por onde nunca pensaram andar,guiados pela vozes e pelos sons que escutam intimamente, levando-os a descobrir novospercursos e passando também por alguns dos sítios históricos mais emblemáticos de Sintra. Asruas, os castelos, os cafés, os palácios, os jardins, os museus, serão o palco e, cada visitante,assumirá o papel de ator neste espetáculo realizado ao ar-livre. A pé e sem pressa, em grupo e/ou individualmente, estes atores arriscam quebrar as grilhetas da familiaridade e observar omundo à sua volta com um novo olhar. Para além de visitarem sítios históricos, percorrerão asruas mais movimentadas e os trilhos mais secretos da Serra da Lua, eles próprios museus deobjetos invisíveis.

 

Um edifício que nos desperta a atenção, uma pintura que teima em permanecer na nossamemória, uma pessoa que nos intriga, uma paisagem que nos surpreende, uma estranhainscrição numa árvore… Durante todo o caminho, uma Sintra secreta  surgirá através das vozes edos sons que vamos escutando nos auscultadores. Assim, através do som altera-se a nossapercepção da paisagem visual, o mundo exterior é apreendido de outro modo e novos territóriossão explorados. E, cada um de nós - sozinho na multidão - faz a sua própria viagem pelo interiorda(s) história(s) e da paisagem de Sintra. À sua volta há outros atores. E, se somos todos atores,quem serão os espetadores?

 

 

ESTREIA 
de 8 de julho a 27 de agosto de 2016, às 19h
no Centro Histórico de Sintra
Sessões à sexta-feira e sábado

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA
Criação coletiva|Pedro Alves, Bruno Béu, Maria Carneiro, Catarina Lobo, Inês Oliveira, Tiago Patrício, Ricardo Reis e Pedro Silva Música e design de som|Bruno Béu Adereços|Pedro Silva ​Design gráfico|Alex Gozblau Vídeo|Ricardo Reis Fotografia e produção executiva|Catarina Lobo Direcção técnica|Carlos Arroja Produção|teatromosca Apoios|Câmara Municipal de Sintra, Junta de Freguesia de Agualva e Mira Sintra, União de Freguesias de Cacém e S. Marcos, 5àSEC – Rio de Mouro, RDP Antena 2, Jornal de Sintra, Saloia TV e Jornal da Região

BILHETES
10 € (preço único)
É ACONSELHADA A RESERVA, COM PELO MENOS 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA, ATRAVÉS DO EMAIL teatromosca@gmail.com 

publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

First Class Radio 

posts recentes

últ. comentários

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds



blogs SAPO