Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

05
Out12

Suécia constrói museu para homenagear os ABBA

olhar para o mundo

Bjoern Ulvaeu anunciou que o museu inaugura na Primavera de 2013Bjoern Ulvaeu anunciou que o museu inaugura na Primavera de 2013 (Dylan MartinezREUTERS/)

A cidade de Estocolmo, na Suécia, está a construir um museu dedicado ao grupo musical ABBA. A novidade foi anunciada por Bjoern Ulvaeu, um dos fundadores da banda, em conferência de imprensa na quarta-feira. A data de inauguração está prevista para a Primavera de 2013.

No museu vão estar expostas as roupas fantasiosas da banda dos anos 1970 e 1980, assim como alguns dos instrumentos que já antes foram vistos pelo público na exposição ABBAWORLD, que correu a Europa e a Austrália entre 2009 e 2011.

“É gratificante para os ABBA que as pessoas se possam lembrar de nós jovens, ambiciosos e com energia, durante os anos 1970, do que alguns velhos que sentem vontade de se levantar e tocar para sempre” disse Bjoern Ulvaeu, ex-membro da banda, na conferência de imprensa.

Segundo o músico, os ABBA decidiram há 30 anos fazer uma pausa para poderem iniciar outros projectos, com a ideia de se juntarem novamente mais tarde. “Nós somos o único grupo com aquele tipo de estatuto que nunca voltou se voltou a reunir”, disse Ulvaeu à Associated Press. 

A banda que desistiu no topo da carreira, como disse o músico, aprovou a criação do museu em sua homenagem e Bjoern Ulvaeu espera a presença do grupo na inauguração. No entanto, exclui um regresso aos palcos.

Durante a década de 1970 e 1980, os suecos ABBA escalaram os tops mundiais da música e fizeram furor nas pistas de dança, principalmente depois da vitória no Festival da Eurovisão em 1974 com Waterloo. 

Mesmo depois do fim, os ABBA continuam a vender milhões de discos todos os anos. Durante o tempo que estiveram no activo venderam mais de 370 milhões de cópias. 

Em 2008, o filme Mamma Mia, de Phyllida Lloyd, um tributo aos ABBA, protagonizado por Meryl Streep e Pierce Brosnan, regenerou a energia da onda disco da banda e tornou-se no musical mais rentável até aos dias de hoje.

 

Noticia do Público

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub