Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

06
Out12

Leonard Cohen termina digressão europeia domingo em Lisboa

olhar para o mundo
Leonard Cohen termina digressão europeia domingo em Lisboa
O compositor e poeta canadiano Leonard Cohen termina no domingo em Lisboa uma digressão europeia, na qual incluiu temas do mais recente álbum, Old Ideas.

Depois de um longo jejum, Leonard Cohen passou a ser visita regular dos palcos portugueses desde 2008, retornando agora ao Pavilhão Atlântico, depois de concertos naquele ano, em 2009 e em 2010.

 

Acompanhado por uma banda com cerca de dez elementos, da qual sobressaem o guitarrista espanhol Javier Mas e a cantora Sharon Robinson - que trabalha com Cohen desde 1979 -, o músico deverá recordar o longo percurso musical, desde os tempos de Songs of Leonard Cohen, o primeiro álbum, de 1967.

 

Às canções antigas, como SuzanneBird on the wire e So long, Marianne, Leonard Cohen juntará os temas que gravou para Old Ideas, o álbum que editou em janeiro, oito anos depois de Dear Heather.

 

O álbum reúne dez canções, com as quais Leonard Cohen demonstra o apreço pelos blues com a voz ainda mais grave e soturna.

 

Nele canta os temas que sempre o acompanharam: a espiritualidade, o amor e a morte. «É um manual para viver com a derrota», descreveu Leonard Cohen em Janeiro aos jornalistas em Paris, depois de uma audição conjunta do novo álbum.

 

«Eu sempre gostei de blues e da construção musical, mas sempre senti que não tinha o direito de os cantar», reconheceu o cantor.

 

Apesar da figura frágil, debaixo de um clássico fato negro e um chapéu, Leonard Cohen tem ainda pela frente, depois do concerto de Lisboa, uma longa digressão, com mais de vinte datas, até ao final de Dezembro pelos Estados Unidos e Canadá.

 

Leonard Cohen editou o primeiro álbum aos 32 anos, em 1967, já depois de ter publicado dois romances: O Jogo favorito (1963), eVencidos da Vida (1966), ambos já editados em Portugal.

 

 

Noticia do Sol

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub