Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

30
Dez12

Porto termina o ano com pouca Festa no estoril

olhar para o mundo
O FC Porto despediu-se de 2012 com um empate. A equipa de Vítor Pereira cedeu uma igualdade (2-2) no Estoril, em partida da segunda jornada do Grupo A da Taça da Liga.

 

Num campo onde já tinham ganho (2-1) para a I Liga, os “dragões” estiveram em desvantagem por duas vezes, mas conseguiram recuperar e evitar a terceira derrota da temporada. Com o triunfo do V. Setúbal sobre o Nacional (3-1), o apuramento para as meias-finais da Taça da Liga decide-se entre “dragões” e sadinos, dentro de semana e meia.

 

Vítor Pereira não fez qualquer poupança no Estoril. O lugar de James Rodríguez — que não foi opção, por motivos físicos — foi ocupado por Kelvin, que tem feito alguns jogos pela equipa B. De resto, os “dragões” apresentaram-se com a equipa habitualmente titular. Mas isso não fez com que o FC Porto entrasse bem no encontro. Pelo contrário, o domínio inicial pertenceu ao Estoril, que mostrou solidez e procurava sair rapidamente para o ataque.

 

Num lance de bola parada, o emblema do Estoril inaugurou o marcador. Na transformação de um livre directo, Steven Vitória colocou os “canarinhos” em vantagem (15’). O golo foi um abanão para um FC Porto que jogava, até aí, de forma previsível e sem intensidade.

 

Os “dragões” começaram a aproximar-se com perigo da baliza do Estoril, e o 1-1 surgiu aos 31’, num lance em que o guarda-redes dos anfitriões não fica isento de culpa. Numa bola alta à entrada da área, Mário Matos saiu da baliza mas falhou a intercepção. Jackson Martínez cabeceou para a baliza deserta e fez o 15.º golo da temporada.

 

A equipa orientada por Vítor Pereira podia ter chegado ao intervalo na frente do marcador, mas desperdiçou as oportunidades de que dispôs. Na marcação de um livre, Danilo rematou fortíssimo e a bola não passou longe da baliza (40’). E João Moutinho recebeu a bola de Lucho mas tocou fraco, para as mãos do guarda-redes do Estoril (42’).

 

No segundo tempo voltou a ser a equipa da casa a entrar melhor. E, aos 53’, Luís Leal teve o golo nos pés em duas ocasiões. Valeu ao FC Porto um Helton gigante na baliza, ao defender o remate e a recarga do avançado são-tomense.

 

Mas o aviso estava dado. E o 2-1 chegou aos 61’. O árbitro Jorge Ferreira assinalou grande penalidade por mão de Otamendi, e Steven Vitória não desperdiçou a oportunidade, “bisando” na partida e fazendo o seu sexto golo da temporada.

 

A reacção do FC Porto foi premiada nos derradeiros instantes do encontro: aos 89’, João Moutinho, com um grande remate, fez o 2-2 e evitou a derrota.     

 

Retirado do Público

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub