Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

13
Jan13

Jesualdo com dedinho na segunda vitória do Sporting

olhar para o mundo

Jesualdo com dedinho na segunda vitória do Sporting

Quase nove meses depois, os “leões” voltaram a conseguir vencer um jogo fora de Alvalade. Labyad e Adrien marcaram os golos dos “verdes e brancos”.

 

O que é que uma equipa, em crise profunda, mais podia desejar num estádio onde não conseguia vencer há 38 anos? Marcar no primeiro remate à baliza. Após a inócua, mas moralizadora, vitória frente ao Paços de Ferreira para a Taça da Liga, o Sporting conseguiu um importante triunfo em Olhão, por 2-0, e afastou-se um pouco dos lugares de despromoção. O marroquino Labyad marcou e foi o homem do jogo. Jesualdo Ferreira continua 100% vitorioso.

 

Tal como tinha acontecido frente ao Paços de Ferreira, Jesualdo montou uma equipa de tracção ofensiva, com um jogador a actuar bem perto de Wolswinkel. No entanto, desta vez, não foi Jeffren que actuou nas costas do holandês. Jesualdo preferiu colocar o hispano-venezuelano num flanco e dar a titularidade a Labyad. O marroquino, que tem sido nas últimas semanas apontado como possível reforço do FC Porto, jogou a “10”, a posição que mais gosta, e mostrou que pode fazer a diferença nesta formação “leonina”. Destaque também para a titularidade de Miguel Lopes. O internacional português, que chegou há um par de dias a Alvalade envolvido no negócio da transferência de Izmailov para o FC Porto, realizou uma exibição segura.

Ao contrário do que já era habitual neste Sporting 2012-13, os jogadores “leoninos” entraram em campo com uma postura de equipa “grande”. Sem medo, os “leões” rapidamente empurraram o Olhanense para o seu meio-campo e, aos 3’, saiu o jackpot aos “verdes e brancos”: Labyad, com muita classe, rematou em arco, de fora da área, não dando hipóteses de defesa a Rafael Bracali. No primeiro remate à baliza do Olhanense, o Sporting colocava-se na frente o marcador e, depois da vitória frente ao Paços de Ferreira alcançada nos últimos segundos, os jogadores “leoninos” recebiam mais uma preciosa injecção de moral.

 

Do lado dos algarvios, à semelhança do que acontecia com Jesualdo, Manuel Cajuda realizava o segundo jogo como treinador do Olhanense, após estrear-se a meio da semana com um empate sem golos frente ao Moreirense, para a Taça da Liga. Para além do revés de sofrer um golo logo nos instantes iniciais, Cajuda tinha uma mão-cheia de indisponíveis (Luís Filipe, Maurício, Ivanildo, David Silva, Djaniny e Babanco) e teve que abdicar do internacional sub-21 Nuno Reis, emprestado ao Olhanense pelo Sporting.

 

O técnico olhanense, no seu estilo habitual, tinha afirmado na antevisão do jogo que a sua equipa era favorita e lembrou que é dos treinadores no activo com mais vitórias frente ao Sporting, mas os algarvios nunca mostraram argumentos para derrotar esta transfigurada equipa lisboeta.

Em vantagem muito cedo, o Sporting, com Labyad e Adrien a assumirem papel de destaque, realizou uma primeira parte agradável, mas após o golo apenas voltou a assustar Bracali aos 44’, num remate de Insúa. Já Rui Patrício, apenas aos 41’, num remate de Evandro, teve oportunidade para se mostrar.

 

A segunda parte não foi muito diferente. Os “leões” voltaram a entrar com um ritmo forte e, aos 55’, fizeram o xeque-mate aos algarvios: Labyad, sempre ele, iniciou a jogada e entregou a bola para Adrien que rematou. A bola desviou em André Micael e acabou no fundo da baliza de Bracali.

Depois, com os níveis de confiança em cima, o Sporting controlou a meia hora final de forma tranquila perante um Olhanense demasiado fragilizado. No final, para além dos importantíssimos três pontos, os “leões” deixaram o Algarve com uma vitória que pode ser o tónico que a equipa “leonina” tanto precisava para acabar a época de forma digna e chegar aos lugares “europeus”.

 

Noticia do Público

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub