Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

14
Jan13

Sexo, Falta de vontade? A culpa é do trabalho

olhar para o mundo
Sexo: Falta de vontade? A culpa é do trabalho
O cansaço e o stresse profissional são apontados pelos homens portugueses, inquiridos no âmbito de um estudo, como a principal razão para a sua falta de interesse sexual, segundo uma investigação hoje apresentada.

O “Estudo transcultural sobre os factores associados ao interesse sexual masculino”, da autoria da presidente da Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica, Ana Alexandra Carvalheira, envolveu 5.255 homens portugueses, da Croácia e da Noruega, que responderam a um inquérito através da internet. 

 

O estudo, que foi hoje apresentado no Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA), apurou que 10,5 por cento dos homens portugueses têm falta de interesse sexual, sendo o grupo etário que mais se destaca o dos 30 aos 39 anos (mais de 24 por cento). 

 

A percentagem de portugueses com falta de interesse sexual é, contudo, inferior à média dos três países avaliados: 14,4 por cento. 

O cansaço e o stresse profissional foram apontados como a principal razão autoavaliada para a falta de interesse sexual e revelou vários factores que indiciam ausência de interesse sexual.  

 

“Homens com elevados índices de ansiedade e depressão, baixa autoconfiança na função eréctil e elevado nível de aborrecimento sexual têm mais probabilidade de referir ausência de interesse sexual”, lê-se no resumo do estudo.  

 

Os homens em relações de longa duração têm maior probabilidade de referir ausência de interesse, apurou o estudo.

 

A investigação - conduzida em colaboração com os investigadores Aleksandar Stulhofer, da Universidade de Zagreb, na Croácia, e Bente Traeen, da Universidade de Tromso, na Noruega – apontou ainda várias outras razões para a falta de interesse sexual, como um parceiro sexualmente passivo, a masturbação excessiva, os conflitos relacionais, problemas de comunicação, utilização prolongada da pornografia e as relações de longa duração.

 

retirado do Sol

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub