Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

28
Set12

Relatório e contas do Benfica chumbado em Assembleia Geral

olhar para o mundo

Relatório e contas do Benfica chumbado em Assembleia Geral

O relatório e contas do Benfica foi nesta quinta-feira chumbado, com 56% de votos contra, na Assembleia-Geral do clube, realizada no pavilhão do Estádio da Luz.

 

Dos sócios presentes na Luz, 56% votaram contra o documento, 42 a favor e houve 2% de abstenções. 

O relatório e contas apresentava um passivo de 113,4 milhões de euros e um activo de 15,811, tendo o documento recebido parecer positivo do Conselho Fiscal, enquanto a empresa de auditoria KPMG tinha certificado as contas com um grau de segurança “aceitável”. 

A reunião magna iniciou-se por volta das 21h10 e terminou perto das 23h30, tendo na parte final da Assembleia-Geral rebentado um petardo no interior do pavilhão.

Segundo a SIC, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, saiu do pavilhão apupado e com sob protecção de seguranças.

 

Noticia do Público

28
Set12

PASSOS COELHO VAIADO POR JOVENS NO ESTORIL

olhar para o mundo
Passos Vaiado por jovens

 

Pedro Passos Coelho foi vaiado esta tarde à saída de um encontro que manteve com empresários no Estoril. O protesto foi dirigido ao primeiro-ministro por vários jovens que lhe perguntaram pelos dias que aí vêm. «E o nosso futuro?», questionava uma jovem à entrada do Centro de Congressos do Estoril.

Nas últimas semanas, as vaias ao primeiro-ministro e membros do Governo têm sido uma constante e a segurança sido estado reforçada. Quarta-feira, um segurança de Passos impediu a TVI de o filmar quando foi assobiado e insultado por um aluno à chegada para uma homenagem a Adriano Moreira no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, em Lisboa. 

Passos Coelho admitiu esta quinta-feira ter ficado surpreendido com o nível da discussão em torno da proposta do Governo para aumentar as contribuições dos trabalhadores para a Segurança Social, a par com um corte da Taxa Social Única (TSU) a pagar pelas empresas, sobretudo com a argumentação dos empresários.

Jovens interrogavam o primeiro-ministro: «E o nosso futuro?»«Foi com alguma surpresa que vi algum nível de argumentação em torno da discussão desta matéria», disse.

No encontro, o chefe do Governo sublinhou a importância da disponibilidade dos portugueses para prosseguirem o «esforço de ajustamento» da economia portuguesa, afirmando que «se isto vai tudo correr bem ou tudo correr mal» depende muito da vontade coletiva.

Revelando não ter dúvidas de que o país está no rumo certo, questionou no entanto «a vontade suficiente e a consciência necessária para continuar este processo daqui para a frente ou não».

«Quanto ao nível de vontade coletiva e de consciência coletiva do que temos de fazer daqui para a frente, a mim cabe-me fazer alguma pedagogia, dar algumas pistas de reflexão, mas sois vós, no conjunto, é a sociedade que tem de se manifestar quanto a isso. Saber se daqui para a frente isto vai tudo correr bem ou tudo correr mal depende muito da nossa vontade coletiva e da consciência que temos dos problemas», afirmou Passos Coelho.

 

Noticia do Push

27
Set12

Ke$ha confessa ter feito sexo com um fantasma

olhar para o mundo

Ke$ha confessa ter feito sexo com um fantasma -

 

antora norte-americana diz ser muito aberta a experiências sobrenaturais e que é essa a inspiração da nova canção "Supernatural".

 

A cantora norte-americana Ke$ha confessou ter tido sexo com um fantasma e que essa experiência influenciou o tema "Supernatural", incluído no novo álbum, Warrior . Em declarações à rádio KIIS, disse: "A canção fala sobre experiências sobrenaturais, mas de uma forma sexy. Tive um par de experiências com o sobrenatural. Não sei o nome dele! Ele era um fantasma! Sou muito aberta a essas coisas".

 

Recorde-se que Warrior sai para as lojas a 3 de dezembro e conta com participações de Wayne Coyne, dos Flaming Lips, Iggy Pop e Patrick Carney, baterista dos Black Keys. O primeiro single, "Die Young", já pode ser ouvido abaixo.

 

 

Sobre o novo disco, Ke$ha disse ainda que o tema principal do álbum é a "magia". "Fui numa viagem espiritual sozinha. Sem seguranças. Sem agentes. Dei uma volta ao mundo e vivi num barco. Estive em África a ajudar leões bebés. Fui mergulhar com tubarões brancos e entrei numa viagem espiritual. Fui hipnotizada e só queria que este disco fosse muito otimista, muito cru, muito vulnerável e sobre a magia da vida".



Noticia do blitz

27
Set12

Vítor Pereira: “Não serei o anjinho da romaria”

olhar para o mundo

Vítor Pereira: “Não serei o anjinho da romaria”

Treinador do FC Porto diz que se tiver razões de queixa da arbitragem não vai hesitar a apontar o dedo.


Vítor Pereira diz que irá apontar os erros de arbitragem sempre que vir que se justifica, não querendo ser passado por anjinho, disse o técnico do FC Porto na antevisão ao encontro com o Rio Ave no próximo sábado.

“Entendo perfeitamente que é preciso um clima de tranquilidade para trabalhar, mas quando me sentir prejudicado vou fazer o reparo que tiver de fazer. Não vou fazer o papel de anjinho, que vai andar na romaria e dizer que está tudo bem”, referiu o treinador, respondendo às críticas do Benfica sobre a arbitragem de Carlos Xistra, no último jogo dos “encarnados” em Coimbra, frente a Académica (2-2).

“Eu sou criticado todas as semanas, mesmo quando ganho. Tem de se saber viver com isso. Problema que é dos outros, não é meu, mas quando me sentir prejudicado, vou falar. De forma justa e correcta, podem crer que o vou fazer”, atirou o treinador do FC Porto.

Questionado sobre as diferenças entre o FC Porto actual e da última época, Vítor Pereira considera este grupo “diferente”, “mais jovem” e “irreverente” e pretende que seja “adulto na forma como aborda os jogos”.

“A mensagem que queremos passar aos nossos adversários é que o FC Porto é competente, sério, adulto”, referiu o treinador, que pretende que a equipa seja consistente e não tenha oscilações.

O treinador não quer ver a equipa com as oscilações da última época e considera que o jogo com o Rio Ave é de crucial importância, porque irá determinar os outros dois, com o Paris Saint-Germain, para a Liga dos Campeões, e com o Sporting, para a 6.ª jornada da Liga.

“Os jogadores sabem que quem tirar o pé do acelerador corre o risco de perder o comboio”, adianto Vítor Pereira, que pretende que a sua equipa, mesmo com atletas jovens, demonstre ser adulta.

O treinador espera que os jogadores “percebam claramente que para ganhar o jogo ao Rio Ave é preciso entrar com a mentalidade certa, nível de concentração alta e muito trabalho”.

Vítor Pereira falou ainda sobre as duas faces apresentadas esta época pelo Rio Ave, nomeadamente com o Sporting (1-0) e Sporting de Braga (1-4), considerando que é uma situação fruto ainda do processo de assimilação das ideias do novo treinador.

“A oscilação do Rio Ave está relacionada com o facto de se encontrar a formar uma nova equipa e com o transmitir de ideias do seu treinador”, adiantou Vítor Pereira.

O treinador dos “dragões” disse, por isso, que o Rio Ave de sábado, em Vila do Conde, pode ser igual ao que defrontou o Sporting e criar sérias dificuldades ao FC Porto.

“Frente ao Sporting, demonstrou ser uma equipa bem organizada do ponto de vista defensivo e rápida nas transições ofensivas, com jogadores bons tecnicamente e rápidos”, adiantou.

O treinador não abriu o jogo quanto à continuidade de James Rodriguez nas recentes funções que lhe confiou e afastou a ideia de que o FC Porto está a procurar esquecer Hulk.

“Não temos como propósito fazer esquecer Hulk, mas crescer como equipa, apresentar qualidade nos jogos e ganhá-los”, defendeu Vítor Pereira.

Quanto a James, Vítor Pereira considera-o um jogador de qualidade, quer a jogar mais por fora quer mais por dentro, que tem as suas qualidades técnicas potenciadas pela liberdade quase total que lhe dá. 


Noticia do Público

27
Set12

Hubble mostra a região 
do Universo mais longínqua, antiga e nítida de sempre

olhar para o mundo

Hubble mostra a região 
do Universo mais longínqua, antiga e nítida de sempreAs galáxias da imagem estão situadas numa pequena região da constelação da Fornalha (NASA)

´

O telescópio espacial Hubble fotografou o Universo na região mais distante de sempre e voltou a revelar uma imagem sem precedentes.

 

O Hubble já tinha apontado há 17 anos as suas potentes lentes para uma pequeníssima área do cosmos, que fica na constelação da Fornalha, que se vê do Hemisfério Sul. 

Essas imagens, então as mais distantes no Universo, resultaram de uma teimosia do director do Instituto Científico do Telescópio Espacial Hubble, que decidiu apontar o telescópio para um local longínquo, com poucas estrelas. Toda a gente lhe dizia que era um disparate gastar tempo de observação do telescópio, mais de dez dias ininterruptamente, a olhar para um sítio onde não havia nada. Puro engano: tanto a primeira dessas imagens, de 1995, como as seguintes, mostraram o Universo repleto de galáxias quando tinha apenas 800 milhões de anos. 

Mas agora, depois de gastar ao todo 23 dias a recolher luz de uma parcela desta mesma região, conseguiu não só uma maior nitidez desse pedaço do Universo, como ver mais longe. Só nessa região, agora a 13.200 milhões de anos-luz de distância, a imagem mostra 5500 galáxias. 

As 2000 imagens tiradas foram agora todas reunidas numa só. Este resultado é um salto em relação à imagem anterior. Os diferentes formatos das galáxias estão mais nítidos e mostram distinções entre elas. É possível observar galáxias cujo brilho é dez mil milhões de vezes mais ténue do que o olho humano vê.



A fotografia permite aos cientistas explorar o passado mais distante. O Universo existe há cerca de 13.700 milhões de anos, a Terra, por comparação, tem apenas 4500 milhões de anos. A idade do Universo é um dado importante quando olhamos para galáxias. Quando se observam objectos celestes que estão a 13.200 milhões de anos-luz, como as galáxias da fotografia, significa que a luz proveniente deles demorou todo este tempo a chegar até à Terra. 

“A maioria destas galáxias que agora vemos eram novas, quando ainda estavam a crescer. Muitas vezes este crescimento era violento à medida que colidiram e se fundiram com outras”, explica a Sociedade de Astronomia Americana. A galáxia mais jovem identificada formou-se “apenas” 450 milhões de anos depois do início do Universo, que começou com o Big Bang. Na fotografia, vêem-se também várias galáxias em espiral, que têm a mesma forma da Via Láctea, onde habita o nosso Sol e milhões de estrelas. 

Antes do Hubble ser lançado para o espaço, em 1990, as imagens mais distantes do Universo eram de galáxias a 7000 milhões de anos-luz, pouco mais de metade da distância que hoje a humanidade consegue ver cosmos adentro. Com o Hubble, o Universo continua a entrar-nos em casa.

 

Noticia do Público

27
Set12

Serralves abre 'Festa do Outono' no domingo

olhar para o mundo
Serralves abre 'Festa do Outono' no domingo

A Fundação de Serralves, no Porto, volta a abrir os portões, no domingo, para celebrar a chegada do Outono, num evento de multidões que pretende «reavivar antigas tradições e costumes».

 

Entre as 10h00 e as 19h00, ‘A Festa do Outono’ convida «todas as famílias» a descobrirem a biodiversidade no Parque, explorando as suas capacidades nas diversas oficinas programadas.

 

«Distinguir o canto das aves, compreender o ciclo de vida de anfíbios e répteis, analisar regurgitações de corujas, procurar a presença de micro-roedores no Parque e construir hotéis de insectos são algumas das propostas que o Serviço Educativo preparou», refere, em comunicado, Serralves.

 

Com entrada gratuita, a Festa do Outono, que em 2011 recebeu mais de 23 mil pessoas, vai também apresentar o espectáculo teatral ‘Quase Nada’, em língua portuguesa e língua gestual, um evento que vai marcar o Dia Internacional do Surdo, que se comemora no domingo.

 

A Fanfarra Recreativa e Improvisada Colher de Sopa também marca presença no Prado de Serralves, sendo que o grupo junta músicos provenientes de diversas áreas, como o free-jazz, o rock psicadélico, a música clássica indiana, a salsa, o death metal e a música sinfónica.

 

Será também no Prado que decorrerá o espectáculo ‘O Baile’, de Aldara Bizarro, em memória dos bailes de bairro, de aldeias e vilas portuguesas.

Nesta quarta edição, em destaque estará a ‘Burroteca’, uma biblioteca ambulante que «tem o burro como parceiro, uma vez que é ele que transporta os livros que servirão de base ao contador de histórias Jorge Ribeiro».

 

Haverá ainda uma ‘Aula do Burro’ - uma oficina para ficar a saber tudo sobre estes animais -, bem como a apresentação do documentário ‘Onze Burros Caem no Estômago Vazio’, de Tiago Pereira, que reúne histórias e canções relacionadas com o burro de Miranda, contadas pelos seus proprietários.

 

Noticia do Sol

27
Set12

Autobiografia de Almeyda com revelações sobre doping e resultados combinados

olhar para o mundo

Autobiografia de Almeyda com revelações sobre doping e resultados combinados

Doping, resultados combinados e problemas de alcoolismo são alguns dos temas polémicos da autobiografia do antigo jogador argentino de futebol Matías Almeyda, actual treinador do River Plate.


"Almeyda, Vida e Alma" é o título da obra, de que o diário italiano “La Gazzetta dello Sport” publica alguns excertos na sua edição de hoje.

Entre os episódios mais polémicos recordados na obra está a última jornada da Serie A italiana de 2000-2001, em que o Parma, de Almeyda, jogou contra a AS Roma, que lutava pelo título e pediu uma "ajuda".

"Alguns dos meus colegas no Parma disseram-me que os jogadores da Roma pediram para que perdêssemos o jogo. Nós estávamos no meio da tabela e cumpríamos calendário. Eu disse não, assim como Sensini e a maioria dos jogadores. Entretanto, no campo percebi que alguns jogadores não estavam a correr muito e pedi para ser substituído", refere o antigo jogador.

A AS Roma, que estava em luta directa com a Juventus, ganhou ao Parma por 3-1.

Almeyda também fala de medicamentos que tomou nos anos que esteve em Parma. "Eles davam-nos pequenas doses e antes do jogo sentia-me como se pudesse saltar até ao tecto. Diziam-nos que era uma combinação de vitaminas", revela.

O antigo médio do Parma, Lazio, Brescia e Inter recorda ainda os problemas com alcoolismo, quando estava em Milão, e cita um episódio em que ficou em coma: "Uma vez bebi cinco litros de vinho como se fosse coca-cola. Corri cinco quilómetros para tentar tirá-lo do organismo, até que comecei a ver o sol a girar. Quando acordei e vi a minha família em volta de uma cama no hospital, pensei que estava no meu funeral".


Noticia do Público

26
Set12

Sexo, drogas e política são os temas do novo romance de JK Rowling

olhar para o mundo
JK Rowling escreveu um romance totalmente diferente, que aborda assuntos como sexo, drogas e política. Foto: EFE

JK Rowling escreveu um romance totalmente diferente, que aborda assuntos como sexo, drogas e política

Ambientado em um vilarejo imaginário e cheio de intrigas políticas, muito longe do mundo mágico de Harry Potter, o primeiro romance adulto de JK Rowling, The Casul Vacancy, começa a ser vendido na próxima quinta-feira (27), no Reino Unido, com um sucesso comercial garantido pela demanda popular.

 

A escritora britânica, que já vendeu mais de 450 milhões de cópias da saga do menino bruxo, cujo último volume foi lançado em 2007, pode contar com a lealdade de seus fãs quando o livro chegar às livrarias.

 

Os pedidos antecipados ultrapassam um milhão de cópias e os livreiros britânicos esperam que a ficção se torne a mais vendida do ano. "É um dos maiores lançamentos do século XXI", disse o diretor das listas de best-sellers da revista The Bookseller, Philip Stone, à AFP. "Eu acredito que 99,9% de nós (do setor) prevemos que irá diretamente para o número um dos mais vendidos", acrescentou.

 

A bilionária JK Rowling, de 47 anos, não terá, portanto, nenhum motivo para se preocupar caso os críticos não gostem de sua primeira incursão no romance adulto. "Eu sou a escritora mais livre do mundo. Posso fazer o que eu quiser", declarou recentemente ao The Guardian. "Se todo mundo disser, ¿bem, é terrivelmente ruim, volte para seus magos¿, obviamente não darei uma festa, mas vou sobreviver", declarou.

 

O romance, que transcorre em Pagford, uma cidade aparentemente idílica no sudoeste da Inglaterra, começa com a morte de um vereador local. Esta morte faz com que uma parte dos moradores comece a planejar um esquema para encontrar um substituto que simpatize com a sua causa: libertar a classe média da convivência com um sórdido conjunto habitacional. "Nossa sociedade é extremamente esnobe e este é um bom filão. A classe média é muito engraçada", disse JK Rowling ao The Guardian.

 

O livro, que aborda questões como a dependência de heroína, prostituição, família monoparental e o desejo adolescente, é uma mudança radical em relação aos seus sete romances de fantasia sobre os bruxos adolescente que enfrentam o malvado Voldemort. "Há algumas coisas que não estão na literatura de fantasia", explicou à revista New Yorker. "Não há sexo entre unicórnios. É uma regra estrita. É de mau gosto."

 

Mãe de três filhos, hoje JK Rowling é uma loira glamourosa com mansões em Edimburgo e Londres. Sua fortuna é estimada em 560 milhões de libras (US$ 907 milhões), de acordo com o Sunday Times, tudo isso é graças aos oito filmes, parques temáticos, brinquedos e videogames inspirados pela saga.

 

Mas no início dos anos 1990, quando escreveu seu primeiro romance de Harry Potter, em cafés de Edimburgo, era uma mãe solteira, que lutava com a depressão e sobrevivia graças a subvenções públicas com sua filha, fruto de um casamento desastroso com um jornalista português. Essa experiência foi uma das inspirações paraThe Casual Vacancy, assim como ter passado a sua juventude em uma cidade como Pagford.

 

"Lembrei-me claramente do que é ser uma adolescente, e não foi um momento particularmente feliz da minha vida", contou ao The Guardian. Além de sua mãe ser diagnosticada com esclerose múltipla quando a escritora tinha apenas 15 anos, ela sempre teve uma relação difícil com seu pai. A escritora trabalha agora em dois outros livros para crianças.

 

O que fará em seguida dependerá do seu modo de transporte, já que o livro do famoso bruxo, o Harry Potternasceu em um trem e The Casual Vacancy em um avião. "Obviamente, eu tenho que estar em algum tipo de veículo para ter uma ideia decente", concluiu.

retirado de Terra
26
Set12

Lima: "O nosso trabalho foi prejudicado em Coimbra"

olhar para o mundo

Lima:

Após o Académica-Benfica do último domingo, Carlos Xistra foi bastante criticado pela formação benfiquista e Lima, que marcou em Coimbra o seu primeiro golo ao serviço dos "encarnados", alinha pelo mesmo discurso.

 

"Todos viram o que aconteceu. É triste, o nosso trabalho foi prejudicado. Espero que não volte a acontecer, até para bem do futebol. Mas não há volta a dar", referiu o avançado brasileiro que trocou o Sp. Braga pelo Benfica no último defeso.

Lima, que foi um dos melhores marcadores da liga na última época (a par de Cardozo), marcou o golo que deu o empate aos "encarnados" frente à Académica e diz que esta a ganhar confiança para o futuro próximo. "Quero ajudar o Benfica, o golo faz parte do meu trabalho e este dá-me mais confiança para os próximos jogos. Mas gostava que a equipa tivesse vencido", observou o brasileiro durante uma sessão de autógrafos realizada nesta quarta-feira no Estádio da Luz.

 

Noticia do Público

26
Set12

ALBERTO, O EMPREGADO DE MESA QUE ENFRENTOU A POLÍCIA

olhar para o mundo

ALBERTO, O EMPREGADO DE MESA QUE ENFRENTOU A POLÍCIA

Em Portugal as mais recentes manifestações ficaram marcadas por imagens de paz, com uma senhora a dar flores a um polícia ou mesmo uma jovem a abraçar um elemento da força de intervenção. Do cerco realizado esta terça-feira ao parlamento espanhol, em Madrid, emergem imagens de violência, de confrontos entre a polícia e os manifestantes, mas também uma figura de resistência: um empregado de mesa que defendeu os seus clientes (cerca de 200 pessoas) e não deixou a polícia entrar no estabelecimento onde trabalha para deter ou dispersar as muitas pessoas que ali se refugiaram.

Alberto Casillas, 49 anos, surge agora nas redes sociais e nas muitas notícias que já começaram a surgir como o grande defensor do povo ante a opressão, o grande herói do movimento de cidadãos 25S. Um símbolo de resistência e coragem. Casado, pai de dois filhos, é uma pessoa comum que trabalha no Restaurante Prado, no centro de Madrid, muito perto da praça Neptuno, o epicentro da manifestação.

«Não sou herói, foi um acto humano e qualquer cidadão tinha feito o mesmo», disse à imprensa espanhola, explicando que o incidente ocorreu cerca das 22:00 locais (menos uma em Portugal continental): «Ouvi um dos agentes dizer que ia entrar para proceder à identificação das pessoas. Disse-lhe que ali não entravam, porque só lá estava gente inocente. Agora, mais a frio, não sei se voltaria a fazer o mesmo, mas a verdade é que estava com muito medo porque se eles entrassem podia surgir um rio de sangue».

Uma figura emerge dos últimos protestos em Espanha. Quem defende o povo do governo e da polícia?Durante o período de resistência, que terá durado cerca de meia hora, pessoas que estavam no outro lado da rua começaram a atirar pedras à polícia e uma delas acabou por acertar no braço de Alberto. Ele gritava, pedia para não atirarem pedras e para não entrarem no seu estabelecimento. «A carga policial foi desmedida, havia mulheres feridas. Reconheço que votei no PP, mas não concordo com isto, com um Governo que se esconde atrás das pistolas».

O momento pode ser visto na galeria de fotos, com algumas imagens da agência Reuters, mas também através de uma foto de Javier Pulido, que está a circular nas redes sociais. O fotógrafo freelance escreve no seu blog que o empregado de mesa gritava: «Não podem passar, aqui está gente inocente»

Um vídeo sobre a manifestação capta os momentos de aflição de Alberto. Pode ver a partir do minuto 4,10.

 

 

Imagem do Push

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub