Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

26
Fev16

AMAC Barreiro. programação de Março

olhar para o mundo

imagem divulgação - madlena matoso.jpg

 

 

MARÇO

 

Programação Cultural

 

Em março, o Barreiro acolhe o Mês do Teatro dirigido a um público diversificado e oferecendo diferentes abordagens entre o drama e a comédia. Em simultâneo, o Auditório Municipal Augusto Cabrita recebe outras iniciativas culturais. Ao nível das artes visuais, destaca-se o Workshop de Fotografia com Vitor Cid, e, em termos de exposições, inaugura a mostra de ilustração de Madalena Matoso.

 

 

Programa

 

19 março | sábado | 21h00 | Encontro de ESTBarTuna - Tuna Académica da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro/IPS | Auditório Municipal Augusto Cabrita | MÚSICA

Faixa Etária – M/12

Duração  – Aprox. 180 min.

Entrada Gratuita, sujeita a lotação da sala

 

19 março a 3 abril | XIII Concurso de Fotografia Augusto Cabrita | EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIA

(integrada na 15ena da Juventude)

AMAC – Pequeno Auditório

Inauguração: 19 março, 17h30

 

Promover e divulgar novos valores na área da fotografia e valorizar a fotografia enquanto forma de expressão artística dinâmica e multifacetada são os objetivos do Concurso de Fotografia Augusto Cabrita organizado pela Câmara Municipal do Barreiro, através do Gabinete da Juventude.

 

13 março a 22 maio | Madalena Matoso | Auditório Municipal Augusto Cabrita | EXPOSIÇÃO DE ILUSTRAÇÃO

AMAC | Piso 0 – Galeria Azul

 Inauguração: 13 março, 17h00

 

 

Exposição de originais, colagens, experimentações, serigrafias, stencils, estudos, desastres, becos sem saída, escolhas e outros caminhos que deram origem a 10 livros do Planeta tangerina (e um que não foi).

Isabel Minhós Martins escreveu uma vez "O trabalho de ilustração que vemos num livro é quase sempre a ponta de um icebergue de considerável tamanho. Submersas, ficam dezenas de imagens e experiências — uma espécie de rasto que o ilustrador deixa atrás de si à medida que vai trabalhando, escolhendo, amarrotando”.

Nesta exposição procurámos olhar para trás, abrir pastas escondidas, gavetas fechadas e ver, como se fosse a primeira vez, desenhos e estudos que já não víamos há muito tempo.

Há coisas que já não sabemos: porque escolhemos determinada capa? Porque abandonámos determinado desenho?

Uma exposição que, mais do que uma exposição de ilustração, é uma exposição de arqueologia (do grego, «arkhé», O que está à frente e por isso é o começo ou o princípio de tudo).

 

20 março | sábado | 10h00 às 13h00 e das 14h30 às 16h30 | Workshop de Iniciação de Técnica Fotográfica com Vitor Cid | Auditório Municipal Augusto Cabrita | FORMAÇÃO FOTOGRAFIA

AMAC | Piso 1 - Pequeno Auditório

 

Hoje em dia é bastante vulgar possuir uma câmara fotográfica. Mas quantos destes felizes proprietários sabem realmente utilizá-la como instrumento de olhar?

O olhar da câmara e o olhar do fotógrafo não coincidem de um modo automático, tal como não coincidem a realidade e a sua fotografia. Dizia o fotógrafo norte-americano Garry Winogrand que fotografava para ver como é que a realidade ficava numa fotografia. E a questão é precisamente essa, quando fotografada a realidade altera-se, seja através dos parâmetros técnicos que colocámos na câmara, seja através da subjetividade que colocamos nos olhos.

Fazer coincidir o que se fotografa com aquilo que se quer mostrar, eis a grande dificuldade de todos aqueles que se querem iniciar na fotografia. É precisamente a superação dessa dificuldade fundadora aquilo que se pertente com este workshop de iniciação à técnica fotográfica.

Com esta atividade, propomo-nos transmitir aos participantes algumas das noções básicas de técnica fotográfica, que lhes permitam constituir uma plataforma inicial de conhecimentos, de modo a potenciar uma evolução sustentada nas suas práticas fotográficas.

Preço: 25 €

Informações/inscrições: 910 410 946

O programa do workshop segue em anexo.

 

 

Venda de ingressos:

Bilheteira AMAC – 21 206 82 30 | Horário: 3ª a domingo, das 14h00 às 20h00

Posto de Turismo – 21 206 82 87 | Horário: 3ª a sábado, das 9h30 às 13h00 e das 14h30 às 18h00

 

Aos fins-de-semana, e sempre que existam espetáculos agendados, a bilheteira abrirá uma hora antes dos mesmos. 

 

 

O programa do Mês do Teatro segue em anexo e pode ser consultado emhttp://www.cm-barreiro.pt/frontoffice/pages/792?news_id=5488

 

CMB 2016-02-23

26
Fev16

Exposição de Camélias e Orquídeas volta ao terreiro do Palácio Nacional de Sintra

olhar para o mundo

caméliaseorquideas.jpg

 

 

Exposição de Camélias e Orquídeas volta ao terreiro do Palácio Nacional de Sintra

 

- Exposição decorre nos dias 12 e 13 de março (entrada gratuita)

- Ciclo de conferências incluído no evento

- Visitas técnicas guiadas a jardins de camélias em Sintra

 

Sintra, 22 de fevereiro de 2016 – O terreiro em frente ao Palácio Nacional de Sintra vai voltar a ser palco da “Exposição de Camélias e Orquídeas”, no fim de semana de 12 e 13 de março. A exposição organizada pela Parques de Sintra, em colaboração com a Associação Portuguesa de Camélias (APC) e o Clube dos Orquidófilos de Portugal (COP), com entrada gratuita, tem como objetivo promover o valor botânico associado às camélias e orquídeas em Sintra. Este é o sexto ano em que decorre a exposição de camélias em Sintra e o segundo ano de exposição de orquídeas.

Na exposição, será possível observar os melhores exemplares de camélias e orquídeas de cada um dos participantes. No dia 12 de março serão eleitas a melhor espécie e o melhor híbrido de orquídeas, a melhor orquídea, a melhor camélia e a melhor camélia portuguesa em exposição, após avaliação de um júri especialista na matéria.

Para além da exposição, também estarão à venda no local exemplares de camélias e orquídeas, assim como outros produtos derivados destas flores como óleos, sabonetes e compotas, entre outros. Ao longo do evento, decorrerão no terreiro do Palácio Nacional de Sintra diversas demonstrações de técnicas de propagação e poda de camélias e de técnicas de propagação, envasamento e manutenção de orquídeas.

Em paralelo com a exposição, decorrerá no Palácio Nacional de Sintra um ciclo de conferências sobre camélias, também com entrada gratuita (limitadas à lotação da sala). Integrada na celebração dos 200 anos do nascimento do rei D. Fernando II estará a conferência “Rei D. Fernando II e a coleção de camélias no Parque da Pena”.

No dia 13 de março decorrerão também visitas técnicas às camélias do jardim da Vila Sassetti e ao Jardim das Camélias no Parque da Pena, guiadas por arquitetas paisagistas da Parques de Sintra. Estas visitas são pagas e requerem inscrição prévia através do e-mail info@parquesdesintra.pt ou do telefone +351 21 923 73 00.

 

PROGRAMA:

Sábado, 12 de março

10h - 18h: Exposição de Orquídeas

14h30 - 18h: Exposição de Camélias

10h – 18h: Venda de Orquídeas e Camélias

11h, 12h, 14h, 15h e 16h: Demonstrações de técnicas de propagação e poda de camélias  e de técnicas de propagação, envasamento e manutenção de orquídeas

Ciclo de Conferências sobre Camélias

10h: Sessão de abertura por Eng.º Nuno Oliveira

10h30:  Rei D. Fernando II e a coleção de camélias no Parque da Pena por Arq.º António Nunes Pereira, Diretor do Palácio Nacional da Pena, do Palácio de Monserrate e do Chalet da Condessa d’Edla

11h: A influência cultural das camélias em Sintra por Prof. João Cachado

11h30: Coleção de Camélias Portuguesas por Prof. Armando Oliveira

12h: Histórias e experiências do uso da camélia por Irmã Paula Téllez Gonzalez do Mosteiro de Armenteira

14h30: Sessão de abertura da VI Exposição de Camélias e apresentação da Melhor Camélia e a Melhor Camélia Portuguesa

15h: Sessão de entrega de prémio da Melhor Orquídea em exposição

 

Domingo, 13 de março

10h -18h: Exposição e venda de orquídeas e camélias

11h, 12h, 14h, 15h e 16h: demonstrações de técnicas de propagação e poda de camélias  e de técnicas de propagação, envasamento e manutenção de orquídeas

 

Visitas técnicas guiadas (podem ser canceladas em caso de condições climatéricas adversas)

11h - 12h: Vila Sassetti por Arq.ª Paisagista Ana Sanches

- Ponto de encontro: portão principal da Vila junto ao portão do Parque das Merendas no topo da rampa que liga ao Largo Ferreira de Castro

- Tarifário: 5€

- Inscrição prévia:info@parquesdesintra.pt / +351 21 923 73 00

- Número mínimo de participantes: 5

- Número máximo de participantes: 15

- Nota: a atividade pode ser cancelada em caso de condições meteorológicas adversas

 

14h30 - 16h30: Jardim das Camélias do Parque da Pena por Arq.ª Paisagista Elsa Isidro

- Ponto de encontro: entrada dos Lagos do Parque da Pena

- Tarifário: 10€

- Inscrição prévia:info@parquesdesintra.pt / +351 21 923 73 00

- Número mínimo de participantes: 5

- Número máximo de participantes: 15

- Nota: a atividade pode ser cancelada em caso de condições meteorológicas adversas

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub