Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

03
Abr16

Dia Nacional dos Moinhos

olhar para o mundo

Flyer Moinhos.jpg

 

 

7 de abril

Dia Nacional dos Moinhos

 

A Câmara Municipal do Barreiro associa-se à Rede Portuguesa de Moinhos, no dia 7 de abril, na iniciativa “Moinhos Abertos 2016”, abrindo à população os de Alburrica e do Jim e promovendo diversas iniciativas de dinamização deste património do Concelho do Barreiro.

 

No Moinho Nascente de Alburrica, na Praia Fluvial de Alburrica, irá decorrer, a 7 de abril, a partir das 14h30, a Conferência “Moinho Gigante de Alburrica, um exemplar único na história da indústria portuguesa”, que visa debater a importância histórica e tecnológica do moinho no contexto da industrialização portuguesa em meados do século XIX. Segue-se uma conversa informal sobre o funcionamento do moinho e o seu lugar na memória popular e operária da Cidade do Barreiro e da sua vocação industrial, única no panorama português. Iniciativa dinamizada pelo Município e pela Etnoideia.

No Moinho do Jim, na Avenida Bento Gonçalves, também no dia 7, a partir das 14h30, decorre a atividade, dirigida aos alunos do 1º ciclo da Freguesia do Barreiro, “Brincar com Moinhos”, que inclui interação com figurantes e o manuseamento de um moinho manual, em que os mais novos podem moer o seu próprio milho. No final, cada criança leva para casa uma saqueta de farinha de milho e uma receita de cup cakes.

 

No dia 10 de abril, a partir das 11h00, no Moinho do Jim, decorre o “Jogo da Energia”, que ‘testa’ conhecimentos na área da eficiência energética e energias renováveis com o apoio da Agência de Energia.

Inscrições para todas as iniciativas: 21 206 80 56 – gmdee@cm-barreiro.pt

 

CMB 2016-04-01

03
Abr16

Apresentação do livro “Canto Solto da Alma”, de Maria de Jesus Meira

olhar para o mundo

Lançamento de Livro.jpg

 

 

Apresentação do livro “Canto Solto da Alma”, de Maria de Jesus Meira

 

A Apresentação do Livro “Canto Solto da Alma”, de Maria de Jesus Meira, realiza-se no Auditório  da Biblioteca Municipal, a 9 de abril, pelas 15h30, e contará com declamação de Amélia Militão.

 

Prefácio

 

Voar até onde o infinito chega

 

“Canto solto da alma” que da alma se soltou percorre-se, nas paisagens dos afetos. Sensorialidade e céu, tangidos de cor e sonoridades, a transmutarem a natureza. A memória de um edem desejado e por concretizar. Voz constante de um grito de liberdade, que se não contém em qualquer limite e que anuncia, em cada estrofe, a festa da vida. Poemas e imagens conduzem, em cada momento, a um universo messiânico, plasmado de sentir e sentidos, sejam os da alma, sejam os das terras quentes que a embalam. A derrama, às vezes nostálgica, de tudo o que ficou, na planura de um Alentejo, “Campo Maior”, na expressão plena, de procura e de paz. O paraíso dos verdes anos e dos sonhos almejados a tornarem-se realidade. Parar…partir/voar, no desejo da contemplação e do encontro. Maria de Jesus Meira, a autora, percorre, imparável, com a sua poesia, espaços em que a vida se refaz e acontece e, tudo fica mais belo.  

 

Por Mª da Conceição Serrenho Couvaneiro

 

CMB 2016-03-31

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub