Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

30
Jun16

Plebe Rude toca repertório do clássico "O Concreto já Rachou" no SESC Santo André

olhar para o mundo

plebe.jpg

 

 

Plebe Rude toca repertório do clássico "O Concreto já Rachou" no SESC Santo André

 

Show celebra os 30 anos do álbum e 35 anos de atividades do grupo de rock brasiliense

 

A Plebe Rude esteve presente no epicentro das mudanças que formaram a história moderna brasileira. Formada em Brasilia no ano de 1981, a banda contribuiu muito para o surgimento da cena do rock brasileiro nos anos 80 e há 30 anos lançava seu álbum mais importante: O Concreto já Rachou.

 

O conteúdo de suas letras politizadas e a sonoridade pós-punk deu voz à juventude brasileira durante as Diretas Já, a Anistia e a redemocratização do país. Nesse show, os componentes originais Philippe Seabra e Andre X, mais Clemente Nascimento e Marcelo Capucci tocam todas as músicas do clássico álbum, além de outros sucessos da banda.

 

SERVIÇO

Plebe Rude – O Concreto Já Rachou

Data: 01/07/2016

Local: SESC Santo André

  1. Tamarutaca, 302

Santo André-SP

 

Locais de venda:

Bilheterias do SESC

Site do SESC:

- http://www.sescsp.org.br/programacao/97943_PLEBE+RUDE+O+CONCRETO+JA+RACHOU#/content=saiba-mais

 

Valores dos ingressos: 

Comerciários - R$ 6,00

Estudantes e aposentados - R$ 10,00

Inteira - R$ 20,00

 

 

Sobre a Plebe Rude

 

A banda de rock formada em 1981, em Brasília, começou se destacando no meio punk-rock por volta de 1982, numa época em que a efervescência roqueira da capital federal era grande. Intitulado “O Concreto Já Rachou”, o primeiro disco do grupo foi lançado em 1985, às vésperas da abertura política do país, em um período de redemocratização. O segundo álbum, “Nunca Fomos Tão Brasileiros”, surgiu no contexto da criação da nova Constituição, em 1988.

 

No terceiro disco, homônimo, a banda buscou explorar as raízes brasileiras, criando o embrião do forró-rock, que teve seu ápice anos depois com os Raimundos. Antes de darem uma pausa na carreira em meados da década de 90, o grupo ainda lançou o quarto disco, “Mais raiva do que Medo, de 1993”.

 

A Plebe Rude retornou às atividades em 2000, com o álbum ao vivo “Enquanto a Trégua Não Vem”. Quatro anos depois, o guitarrista Clemente Nascimento, da banda Inocentes, passou a integrar o grupo, trazendo um estilo mais punk agressivo ao quinto álbum de estúdio, “R ao Contrário” (2006). Cinco anos depois, a banda lançou um novo disco ao vivo, “Rachando Concreto”, ao vivo em Brasília. Há dois anos, a banda lançou o álbum “Nação Daltônica” e segue tocando pelo pais em comemoração aos 30 anos de seu álbum de estreia. 

 

30
Jun16

BIBLIOTECA DE JARDIM NO PARQUE CATARINA EUFÉMIA

olhar para o mundo

BIBLIOTECA PARQUE.jpg

 

 

ATÉ 2 DE SETEMBRO

 

BIBLIOTECA DO PARQUE CATARINA EUFÉMIA

 

Como já é habitual durante o verão, a Biblioteca Municipal do Barreiro disponibiliza, até 2 de setembro, no Parque Catarina Eufémia uma Biblioteca de Jardim.

 

Serão disponibilizados, diariamente, jornais e revistas, livros infantis, materiais de desenho e pintura para as crianças.

 

A Biblioteca de Jardim funciona, das 10h00 às 12h00 e das 15h00 às 17h00.

 

Para mais informações contacte: 21 206 86 56 – Biblioteca Municipal, ou através de email: biblioteca.municipal@cm-barreiro.pt .

 

A reprodução textual da informação implica a referência da sua autoria: CMB

CMB 2016-06-23

29
Jun16

Biblioteca Municipal do Barreiro - Empréstimo de verão até 15 de setembro

olhar para o mundo

Logo Biblioteca.jpg

 

 

Empréstimo de verão até 15 de setembro

 

A Biblioteca Municipal do Barreiro disponibiliza, até ao dia 15 de setembro, o Empréstimo de Verão de diversos livros.

 

As obras podem ser requisitadas num período de 30 dias seguidos, permitindo a todos os seus utilizadores “levar os livros de férias”.

 

A Biblioteca Municipal do Barreiro está situada na Rua da Bandeira, Urbanização do Palácio do Coimbra, 2830-330 Barreiro, Telefone: 21 206 86 56 (Receção), e-mail:biblioteca.municipal@cm-barreiro.pt .

 

A reprodução textual da informação implica a referência da sua autoria: CMB

27
Jun16

Estreia dia 8 de julho no Palácio Nacional de Queluz - “Palavra de Rainha”

olhar para o mundo

palavraderainha.jpg

 

 

Estreia dia 8 de julho no Palácio Nacional de Queluz

 

“Palavra de Rainha” retrata vida de D. Maria I

- A atriz brasileira Lu Grimaldi regressa a Portugal com “Palavra de Rainha”

- O monólogo combina factos históricos e ficção para narrar a trajetória da rainha D. Maria I, figura indissociável do Palácio Nacional de Queluz

- A peça vai estar em cena nos dias 8,9,10,15, 16 e 17 de julho, na Sala do Trono

 

 

Sintra, 24 de junho de 2016 – O Palácio Nacional de Queluz recebe, nos dias 8, 9, 10, 15, 16 e 17 de julho, na Sala do Trono, a peça de teatro “Palavra de Rainha”, uma adaptação livre da história de vida de D. Maria I, rainha de Portugal. O monólogo, da autoria de Sérgio Roveri, será interpretado pela aclamada atriz brasileira Lu Grimaldi.

 

Encenada por Mika Lins e promovida em parceria pela Turma do Bem e pela Parques de Sintra, “Palavra de Rainha” combina factos históricos e ficção para narrar a trajetória da primeira mulher a assumir o trono português. Conhecida em Portugal como “A Piedosa”, ou no Brasil como “A Louca”, a figura de D. Maria I permanece indissociável do Palácio Nacional de Queluz, espaço que habitou em permanência de 1794 até 1807, ano da partida da Família Real Portuguesa para o Brasil.

 

“Culta e muito religiosa, a rainha governou Portugal durante 15 anos com dedicação e prudência, tentando reverter alguns dos atos mais polémicos do reinado do pai (D. José) e do seu primeiro-ministro, Marquês de Pombal”, relata a diretora do Palácio Nacional de Queluz, Inês Ferro.

 

A vida privada da rainha, cujo bicentenário da morte se assinala este ano, foi no entanto marcada por uma sequência de eventos trágicos. À morte do marido, D. Pedro III, em

 

1786, seguem-se, dois anos depois, as mortes do príncipe herdeiro D. José, da filha Mariana Victória e do Arcebispo de Tessalónica, seu diretor espiritual. “São duros golpes para a mente frágil da rainha que é dada como incapaz em 1792”, refere Inês Ferro. Até à partida da família real para o Brasil, D. Maria viverá recolhida no Palácio de Queluz.

 

Sérgio Roveri, dramaturgo e autor da peça, destaca a riqueza desta personagem, “trágica” e “complexa”, que poderia ter sido criada “pela mente de um Shakespeare, de um Eurípides”. “D. Maria foi talhada pela vida, o que dá uma dimensão assustadoramente real às suas dores, aos seus dilemas e aos seus poucos e pequenos prazeres”, sublinha.

 

A rainha morreu no Rio de Janeiro aos 81 anos, a 20 de março de 1816. O seu corpo regressou a Portugal cinco anos depois, para ser sepultado na Basílica da Estrela. “Que «Palavra de Rainha» possa servir, ao menos, de um convidativo cartão-de-visita desta mulher com quem a história foi tão pouco generosa”, conclui Sérgio Roveri.

 

 

O regresso aos palcos de Lu Grimaldi

 

“Palavra de Rainha” marca o regresso aos palcos de Lu Grimaldi, uma das mais aclamadas atrizes do teatro brasileiro. A atriz ficou conhecida pelas suas participações marcantes em telenovelas e séries de televisão, com destaque para “Terra Nostra”, “Um Só Coração”, “Padroeira” e “Sinhá Moça”.

 

Lu Grimaldi já foi premiada pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e pela Associação de Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo, (APETESP). Além disso, recebeu o Troféu Melhores do Ano e o prémio Qualidade Brasil.

 

Aos 60 anos, a atriz regressa ao teatro, primeiro no Brasil e agora também em Portugal, depois de se dedicar à televisão durante mais de 10 anos.

 

“Palavra de Rainha” vai estar em cena nos dias 8, 9, 15 e 16 de julho, às 21h30, e nos dias 10 e 17 de julho, às 19h00.

 

Os bilhetes custam 10 euros e estão à venda nos locais habituais, ou online.

 

 

“Palavra de Rainha”

 

Datas: 8, 9, 15 e 16 de julho, às 21h30, e 10 e 17 de julho, às 19h00

 

Local: Sala do Trono, Palácio Nacional de Queluz

 

Preço: 10,00€

 

Bilhetes: à venda nos locais habituais ou online

 

Classificação: maiores de 12 anos

 

Ficha Técnica

Elenco: Lu Grimaldi

Texto: Sérgio Roveri

Direção: Mika Lins

Produção: Camila Carnicelli

Promotor: Turma do Bem e Parques de Sintra

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

INFORMAÇÕES (PÚBLICO):

Email: info@parquesdesintra.pt

Website:  www.parquesdesintra.pt   

Facebook: www.facebook.com/parquesdesintra 

Telefone: +351 21 923 73 00

 

27
Jun16

Rihanna lança single do novo “Star Trek: Além do Universo”

olhar para o mundo

 

rhiana.jpg

 

Rihanna lança single do novo “Star Trek: Além do Universo”

 

A canção, “Sledgehammer”, já está disponível nas várias plataformas digitais.

Nos últimos dias  Rihanna  tem “provocado” os seus fãs com uma grande novidade: o single “Sledgehammer”, que integrará a banda sonora oficial do próximo filme da saga “Star Trek”. Depois de ter avançado com novas imagens relacionadas com o filme no Instagram e no Twitter, agora a espera chegou ao fim e já é possível ouvir este single épico.

Sledgehammer” é também um cartão de visita para o filme “Star Trek: Além do Universo”, realizado por Justin Lin e protagonizado por Chris Pine, Zoe Saldana, Idris Elba e o recentemente falecido Anton Yelchin. O filme estreia em Portugal a 25 de agosto.

Esta é a primeira grande novidade de Rihanna desde que lançou de surpresa o seu último álbum, “Anti”, com o qual tem dominado os tops de vendas de todo o mundo, graças aos singles “Work” (com Drake ), “Kiss It Better” e “Needed Me”.

A cantora encontra-se atualmente em digressão pela Europa a promover este disco, na companhia do rapper Big Sean e de DJ Mustard.

 

 

 

24
Jun16

BASTILLE LANÇAM VÍDEO SURREALISTA PARA “GOOD GRIEF”

olhar para o mundo

bastilhe.png

 

 

BASTILLE LANÇAM VÍDEO SURREALISTA PARA “GOOD GRIEF”

Single retirado de “Wild World”, próximo álbum da banda

O vídeo do single de avanço do segundo álbum da banda inglesa, “Wild World", já está disponível. Inspirado em temáticas dos filme “Inland Empire” e nos sonhos psicóticos da personagem Sara Goldfarb de “Requiem For a Dream”, o novo vídeo de Bastille é uma verdadeira viagem pelo bizarro, mas sem nunca perder o humor.

 

“Estávamos muito entusiasmados por trabalhar com NYSU (Wild Beasts, New Order, Philip Selway) no vídeo, que foi filmado durante cerca de 6 dias em Madrid. É um misto de cenários e narrativas surrealistas que se cruzam e colidem. Queríamos fazer algo divertido, caótico, mas que resultasse como um complemento estranhamente perfeito ao tema.”, explica Dan Smith.

O single tem dado cartas no Reino Unido. Na passada quinta-feira, “Good Grief” foi Hottest Record no programa de Annie Mac na Radio 1, tendo sido ainda a faixa do dia na mesma rádio, no dia seguinte. Desde aí que a canção tem subido nos tops do iTunes ao alcançar a 10ª posição e está agora nos lugares cimeiros do Shazam.

O tão aguardado “Wild World”, sucessor do aclamado disco de estreia “Bad Blood”, mantem a riqueza das letras, mas é um passo em frente na maturidade e som da banda. O álbum é sobre “tentar entender o mundo, tanto como é visto através dos nossos olhos, como através do que nos é apresentado pelos media. É também sobre ter a capacidade de questionar o que se passa à nossa volta., acrescenta o vocalista.

Como forma de anunciar o lançamento deste registo, os Bastille publicaram um trailer cinematográfico na sua página no Facebook. O vídeo chegou às 500.000 visualizações em apenas 48 horas e de momento, já se registam 1.2 milhões.

 

 

23
Jun16

CTE - GOD Com Joaquim Monchique

olhar para o mundo

god.jpg

 

 
SÁB 25 JUN 21H30

AUDITÓRIO 12,5€ / 10€ (CARTÃO AMIGO, SÉNIOR E JOVEM MUNICIPAL)
COMÉDIA | 90MIN. | M/12

GOD

COM JOAQUIM MONCHIQUE, DIOGO MESQUITA E RUI ANDRADE
 

 

 

Na peça, God anuncia como vão as coisas pela terra. Ao constatar que não estão assim tão bem, vê-se obrigado a intervir no rumo da humanidade, de forma a tornar a vida mais aprazível. Para isso, conta com a ajuda dos seus arcanjos, Miguel e Gabriel, personagens interpretadas pelos atores Diogo Mesquita e Rui Andrade. Escrita por David Javerbaum, vencedor de 13 Emmys e 2 Grammys, God é uma peça carregada de humor que tem feito furor na Broadway durante o último ano. A versão portuguesa com Joaquim Monchique no papel de God (Deus) promete fazer soltar umas boas gargalhadas.


David Javerbaum texto, António Pires encenação, Ana Sampaio tradução, João Quadros, António Pires, Joaquim Monchique e Rui Filipe Lopes adaptação, Rui Filipe Lopes cenário e assistência de encenação, Luís Duarte desenho de luz, Hugo Franco sonoplastia


22
Jun16

Barreiro - Espaços Vivos 2016 e programação cultural em Julho

olhar para o mundo

Cartaz_Espaços-Vivos_2016.jpg

 

 

Julho

 

Programação Cultural e Espaços Vivos

 

A programação cultural do Auditório Municipal Augusto Cabrita, em julho, é a seguinte:

 

ARTES PERFORMATIVAS

 

1 julho | sexta-feira | 21h30 | LIVE ART – Espetáculo de HIP HOP pela escola Dance Coolture

Faixa Etária – M/6

Duração – aprox. 60 min.

Ingressos: 5 €

 

9 julho | sábado | 21h30 | E AGORA NÓS! - Projeto Odisseia | TEATRO/PERFORMANCE

ARTEMREDE

Faixa Etária – M/12

Duração – aprox. 60 min.

Entrada Livre

 

ARTES VISUAIS

 

 

 

CMB 2016-06-22

22
Jun16

GOD com JOAQUIM MONCHIQUE - DESPEDIDA DE LISBOA E CHEGADA AO PORTO

olhar para o mundo

god.jpg

 

 

DESPEDIDA DO PÚBLICO EM LISBOA
E CHEGADA AO PORTO EM NOVEMBRO!

Mais de 25.000 espectadores já viram esta hilariante comédia com o extraordinário Joaquim Monchique.

A peça que foi eleita pelo público da Broadway como a Melhor do Ano de 2015.

O sucesso continua com espectáculos extra em Julho em Lisboa e com a chegada ao Porto em Novembro.



Auditório dos Oceanos, Casino de Lisboa
1 a 24 Julho
Sextas e Sábados às 21h30 I Domingos às 17h

Preços: entre 12€ e 16€
Bilhetes à venda na Ticketline e FNAC 

Teatro Sá da Bandeira
4 a 27 Novembro
Sextas e Sábados às 21h30 I Domingos às 16h30

Pág. 1/5

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D