Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

03
Out16

SALVADOR MARTINHA É: "TIPO ANTI-HERÓI"

olhar para o mundo

SALVADOR MARTINHA É:


"TIPO ANTI-HERÓI"

salvador martinha.png

 

 

NOVO ESPETÁCULO A SOLO - 20, 21 E 22 DE OUTUBRO 
TEATRO TIVOLI BBVA - LISBOA

 

Salvador Martinha é "Tipo Anti-Herói"

Depois do sucesso que foi "Na Ponta da Língua", Salvador Martinha surge com o seu quarto e mais ambicioso espectáculo de Stand up comedy, "Tipo Anti Herói". 

Com este novo espetáculo, Salvador, pretende salvar a humanidade e falhar redondamente.

O seu nome é Salvador e nunca salvou ninguém. Chegou a altura de tentar.
A Humanidade precisa de ser salva de muitas coisas: amigos chatos, bolachas para adultos, namoradas que adormecem a ver séries, falta de coragem, etc.

E este farto que lhe foi imposto por batismo tem que, no mínimo, cumprir o propósito de fazer alguém rir. E isso vai acontecer já nos dias 20, 21 e 22 de Outubro no teatro Tivoli BBVA, em Lisboa. Uma sala que, segundo o humorista, "Embora grande, tem o ambiente certo para o meu novo solo de Stand-up. Fico perto da plateia e assim podemos interagir". 

Dia 29, o espectáculo chega aos Açores e outras datas estão projetadas para outras salas do pais até ao final do ano, e no decorrer de  2017.

Salvador Martinha é talvez o mais "conectado" stand up comedian português. Com uma verdadeira legião de seguidores fieis nas redes sociais, Salvador, mobiliza o público que o acompanha falando a mesma linguagem urbana e usando as ferramentas de comunicação que hoje chegam, verdadeiramente, às pessoas. 


Com este "Tipo Anti-Herói", Salvador Martinha levanta a fasquia arriscando três datas consecutivas numa sala que se espera cheia de almas em busca da salvação. Ou não...
 

"Tipo Anti-Herói"

20, 21 e 22 de Outubro - Teatro Tivoli BBVA - 21h30

Bilhetes à venda nos locais habituais.

 
SOBRE O SALVADOR MARTINHA

Depois de ter trilhado um caminho nos canais da televisão por cabo, Sic Radical e Canal Q, onde teve total liberdade para desenvolver a sua própria linguagem, popularizou-se na série Sal, emitida pela Sic, onde fazia dele mesmo. É dos Stand up comedians mais prolíficos da atualidade. Prova disso são os especiais de Stand-up que gravou recentemente para a FOX e outro canal a revelar brevemente (supresa das boas).  Espelha a ligação forte que tem com o seu público através das redes sociais: facebook 250k, twitter 280k e instagram 54k.


"Tipo Anti-herói" é o seu quarto espectáculo de stand up comedy a solo depois da estreia “Salvador está numa relação a solo” e dos aclamados “Salvador ao vivo”“Cábula/Na Ponta da Língua - parte I e II".


Para além dos solos, Salvador participou nos mais variados espectáculos, como o "The Famous Fest" entre outros, e viajou até ao Brasil onde se apresentou várias vezes com melhor grupo de stand up do Rio de Janeiro, o “Comédia em Pé” e em São Paulo nocomedy club mais prestigiado da cidade, o “Comedians”.


Salvador Martinha é dos mais prestigiados stand up comedians da sua geração e isto, ainda antes de salvar o mundo! 

03
Out16

“The Studio Collection”: a nova caixa que reúne a discografia de Sting em vinil

olhar para o mundo

sting.jpg

 

“The Studio Collection”: a nova caixa que reúne a discografia de Sting em vinil, editada hoje

Caixa inclui oito álbuns a solo de Sting em vinil, tendo todos os discos sido remasterizados nos estúdios de Abbey Road

Chega hoje às lojas “The Studio Collection”, a caixa que reúne todos os álbuns a solo da discografia de Sting em edições em vinil de 180 gramas.

The Studio Collection” inclui os oito álbuns essenciais do percurso do músico na A&M Records – “The Dream of the Blue Turtles” (1985), “…Nothing Like The Sun” (1987, editado em duplo LP), “The Soul Cages” (1991), “Ten Summoner’s Tales” (1993), “Mercury Falling” (1996), “Brand New Day” (1999, editado em duplo LP), “Sacred Love” (2003, também duplo LP) e “The Last Ship” (2013). No caso dos álbuns “Brand New Day” e “Sacred Love”, esta é também a primeira vez que estes são editados em vinil.

Todos os LPs incluídos nesta caixa surgem com o artwork original, sendo que cada um dos álbuns foi remasterizado nos lendários estúdios de Abbey Road, de forma a garantir uma qualidade sonora excecional.

Fazem parte da caixa “The Studio Collection” alguns dos álbuns e das canções mais icónicos de sempre, incluindo vários temas premiados com prémios Grammy. Desde o revelador “The Dream of the Blue Turtles”, lançado em 1985 e no qual Sting se fez acompanhar pelos melhores músicos de jazz americanos da época num disco carregado de mensagens políticas, até ao mais recente “The Last Ship”, de 2013, onde o músico explora temáticas como o regresso às raízes e a autodescoberta no Nordeste de Inglaterra, “The Studio Collection” revela a escrita de canções meticulosa de Sting, a sua forma de contar histórias evocativa e uma inovação contínua que tem cruzado géneros musicais de forma desafiante ao longo de toda a sua carreira.

Desde grandes sucessos como Englishman In New York, If I Ever Lose My Faith In You, Fields Of Gold, Seven Days ou Shape of My Heart, aos temas politicos como We Work The Black Seam e Russians, passando pelas influências gospel em Let Your Soul Be Your Pilot e Filler Her Up, às incursões pelas bossa nova de La Belle Dame Sans Regrets e Big Lie Small World, até ao hip hop francês de Perfect Love… Gone Wrong ou à arabesca Desert Rose, "The Studio Collection” combina a amplitude e a força de Sting enquanto compositor, cantor e ativista numa série de vinis de alta qualidade.

Cada um dos álbuns que integra esta caixa que hoje chega às lojas também estará disponível individualmente.

 

A caixa “The Studio Collection” não é a única novidade que Sting tem reservada para a rentrée, já que a 11 de novembro vai também editar o seu novo álbum de estúdio, intitulado “57th & 9th”. O disco já se encontra em pré-venda. 

 

 

03
Out16

Gravações raras dos Queen para a BBC editadas a 4 de novembro

olhar para o mundo

queen.jpg

 

Gravações raras dos Queen para a BBC editadas a 4 de novembro 

A coletânea “Queen On Air” estará disponível num duplo CD, triplo LP e numa caixa limitada de 6 CD. Lançamento com o apoio da M80

A ascensão meteórica dos Queen durante os anos 1970 tem sido bastante bem documentada. Desde o gloriosamente ambicioso álbum homónimo de estreia, de 1973, até ao disco que os colocou no patamar dos maiores grupos de sempre, “A Night At the Opera”, de 1975, o grupo percorreu um caminho muito singular, que os tornou numa das bandas mais visionarias, inventivas e carismáticas da sua geração.

 

Mas existe um outro lado do percurso ascendente dos Queen que se tem mantido em segredo. Entre fevereiro de 1973 e outubro de 1977 a banda gravou seis sessões em exclusivo nos estúdios de rádio da BBC. As 24 gravações que estas sessões produziram incluem versões alternativas do single de estreia da banda, versões inéditas de alguns dos clássicos que se encontram nos álbuns do grupo e até uma versão radicalmente reimaginada de um dos mais conhecidos hinos dos Queen e que até hoje nunca foi editada, nomeadamente de “We Will Rock You”.

 

Agora pela primeira vez as seis sessões que os Queen gravaram na BBC serão editadas em conjunto a 4 de novembro, sendo que todas as gravações foram meticulosamente restauradas por Kris Fredriksson, engenheiro de som dos Queen, e masterizadas por Adam Avan, já premiado nos Grammys. “Queen On Air” é o título da coletânea que estará disponível numduplo CD, em triplo LP e numa caixa limitada de 6CD que inclui um CD com gravações ao vivo e três CD com entrevistas feitas na rádio e se tornam essenciais para conhecer profundamente esta fase tão rica do percurso da banda. Esta caixa contém ainda um livreto de 36 páginas.

 

Queen On Air” é muito mais que um conjunto de gravações raras, é um autêntico retrato do momento em que os Queen se tornaram numa lenda musical.

 

Graças aos seus álbuns de estúdio e aos seus concertos históricos, o estatuto dos Queen cimentou-se como raros artistas conseguem. Com “Queen On Air” o mundo pode finalmente ouvir e descobrir este lado fascinante do seu legado.

03
Out16

Exposição “This is not a chair”, em Lisboa, durante o mês de Outubro

olhar para o mundo

chair.jpg

Exposição “This is not a chair”, em Lisboa, durante o mês de Outubro 

 

“This is not a chair” é a mais recente linha de mobiliário da reconhecida designer de interiores, Maria do Carmo Pais. A linha, juntamente com colagens e aguarelas da mesma autora, estará em exposição gratuita e aberta ao público durante o mês de Outubro, de segunda a sábado das 10h às 19h, no espaço "A linha da vizinha" (Avenida Conselheiro Fernando de Sousa 27A)

Esta linha surgiu do conceito de “desconstruir uma cadeira”, elemento presente diariamente na vida de cada um. Maria do Carmo Pais refere que “no início, as peças surgiam na minha cabeça como únicas, como esculturas, mas depois  imaginei-as em projectos de design de interiores acessíveis economicamente para poderem ser comercializáveis”.


Talvez por isso, sejam muitas vezes vistas não enquanto simples peças de mobiliário, mas como esculturas.


http://www.thisisnotachair.com


03
Out16

Placebo celebram 20 anos com nova retrospetiva: “A Place For Us To Dream”

olhar para o mundo

placebo.jpg

 

Placebo celebram 20 anos com nova retrospetiva: “A Place For Us To Dream”

Grupo lançou novo single intitulado “Jesus’ Son”

Este ano os Placebo celebram 20 anos de existência com o lançamento de uma nova coletânea de êxitos, “A Place For Us To Dream”, que chegará às lojas a 7 de outubro.

“A Place For Us To Dream” inclui vários dos singles que marcaram o percurso de duas décadas do grupo britânico, como “Bruise Pristine”,“Come Home” ou “Teenage Angst”, ou outros que acabaram por definir a carreira da banda, nomeadamente “Nancy Boy”“Every You Every Me”,“Pure Morning”, “The Bitter End”, ou os mais recentes “Meds”“For What It’s Worth” e “Too Many Friends”. O álbum inclui ainda o novo single “Jesus’ Son”.

 

 

 

"A Place For Us To Dream" estará disponível para download no iTunes, sendo que os fãs que a adquirirem no regime de pré-venda recebem gratuitamente o tema “I Know (Version 2008)” e o single “Jesus’ Son”.

Os formatos físicos de “A Place For Us To Dream” incluem um livro especial que contém fotografias inéditas da banda, selecionadas por Brian Molko e Stefan Olsdal a partir dos seus arquivos pessoais.

Para coincidir com esta coletânea retrospetiva de 20 anos, os Placebo também vão lançar um novo EP, intitulado “Life’s What You Make It”. O EP inclui o single “Jesus’ Son”, seis gravações inéditas e uma versão do clássico dos Talk Talk “Life’s What You Make It”. Todos os temas foram produzidos por Adam Noble, que já tinha trabalhado com a banda no seu aclamado sétimo álbum de estúdio, “Loud Like Love”.

Life’s What You Make It” estará disponível em vinil verde de 12”, vinil negro de 12” e para download no iTunes.

Para assinalar estes 20 anos de vida, os Placebo vão iniciar, em outubro, uma digressão pela Europa que vai passar pela Dinamarca, Noruega, Suécia, Finlândia, Rússia, Polónia, Alemanha, República Checa, Croácia, Hungria, Áustria, Itália, Suíça, França, Bélgica, Holanda, Irlanda e Reino Unido.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub