Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

02
Nov16

ACERT - Baile no Cine-Tejá Smooth Orquestra

olhar para o mundo

baile.jpg

 

Baile no Cine-Tejá 
Smooth Orquestra


Quando a ACERT faz um périplo pelos locais de memória em que habitou ao longo dos seus 40 anos, que melhor poderá haver que um baile num local com lembranças tão íntimas para quem nele viveu momentos inesquecíveis?
O Cine-Tejá foi um poiso do Trigo Limpo teatro ACERT na preparação e apresentação dos seus primeiros espetáculos, e por lá passaram diversas companhias de teatro e outros espetáculos de música, saraus, ilusionismo, sessões políticas… O que muitos talvez desconheçam é que também foi sala de baile.
 
Sexta-feira, 4 de novembro às 22:00, Cine-Tejá (Oficina de Artes Criativas)
02
Nov16

Yokohama Café mostra em vídeo seu novo single: “A Beleza e sua Piromania”

olhar para o mundo

yokohamacafé.jpg

Yokohama Café mostra em vídeo seu novo single: “A Beleza e sua Piromania”
Faixa foi captada dentro do projeto Casa da Frente, em Curitiba


Como uma espécie de inversão aos últimos lançamentos, a canção de outubro do Yokohama Café prima pela simplicidade. Allan Yokohama, único membro fixo do projeto mutante de uma música inédita, formação de banda e sessão fotográfica por mês, decidiu apostar no formato clássico de banda (baixo, guitarra, bateria e voz) para lançar a faixa “A Beleza e sua Piromania”.

Captada em áudio, vídeo e take único em Curitiba, a canção explora a beleza e os perigos que a envolvem. “A beleza é uma garota piromaníaca pronta para agir com violência, sem escrúpulos e sem limites. Promete não poupar os curiosos e mostra para quem está de olho que não é possível ficar impune a ela. Afinal quem não quer ser incendiado pela beleza e ter seu corpo em chamas?” explica Rodrigo Medeiros, autor da letra da faixa.

O registro foi gravado, mixado e masterizado no Nico’s Studios, dentro do projeto Casa da Frente. A direção do vídeo é de Fernando Hideki, com direção de áudio de Vinícius Braganholo, produção de Karime Kamel e fotos por Osvaldo Vanguarda. A formação deste mês da Yokohama Café tem Rodrigo Medeiros na voz, Gustavo Schirmer na guitarra, Bê Müller no baixo e Allan Yokohama na bateria e na melodia da faixa.

Durante as semanas que antecederão o single de novembro, o Yokohama Café irá mostrar o processo de composição de “A Beleza e sua Piromania”, disponibilizando versões prévias de arranjos e melodias pensadas para canção. Para ouvir essas versões basta ficar ligado na página do Facebook do projeto:

 

 

Sobre o projeto Yokohama Café:

O Yokohama Café é formado da união entre amigos a fim de criar músicas, contar histórias e simplesmente se divertir, vivenciando cada momento da criação. Tendo como único membro fixo o fundador Allan Yokohama, a banda traz músicos importantes de diversas bandas que marcaram época no cenário independente se revezando em formações diferentes, gerando uma canção e uma sessão de fotos totalmente inédita por mês, durante todo o ano de 2016.

Em janeiro o projeto estreou com "Asfalto", que reunia alguns ex-integrantes da banda Narciso Nada pela primeira vez em anos. Para fevereiro o YokohamaCafé contou com Diogo Soares, da banda acreana Los Porongas, para criar “Inventar o Agora”. O primeiro clipe da banda veio com uma animação da faixa “Preciso”, lançada em março. Já em abril, a teatral “A Fera Espera a Jaula Caducar” trouxe Lemoskine como grande convidado. O teatro continuou presente em maio, com “O Resto É Silêncio”, composta para uma interpretação rocker de Hamlet, de William Shakespeare.

As canções continuam com “O Espaço”, com Oneide Diedrich (Pelebroi Não Sei), Rapha Moraes (Rapha Moraes e The Mentes) e Fábio Elias (Relespública), divulgada em junho; “A Marcha das Formigas” cantada por Debbie Salomão (Audac), em julho. “Reféns (O Perdedor)”, com integrantes das bandas Anacrônica e Humanish; e por fim o clipe megalomaníaco de “O Menino no Vidro (ou O Nome que Achar Melhor)”, lançado em setembro com diversos nomes da cena curitibana dividindo o palco e o vídeo.

02
Nov16

1.º Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto

olhar para o mundo

indiejunior.jpg

 

De 7 a 12 de Fevereiro 2017

 

IndieJúnior Allianz

1.º Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto

 

O IndieJúnior Allianz - 1.º Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto – realizado em parceria com a Câmara Municipal do Porto – terá lugar de 7 a 12 de Fevereiro, no Teatro Municipal Rivoli, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett e no Cinema Trindade.

 

Segundo a direcção do festival, composta por Carlos Ramos, Miguel Valverde e Nuno Sena, “é um projecto pensado de raiz para a cidade do Porto e que visa contribuir para a formação estético-cultural das crianças e dos jovens através da valorização do cinema enquanto experiência artística e lúdica.”

 

São seis dias para ver mais de 50 filmes de todo o mundo, destinados a crianças e a adolescentes, segmentados em programas para famílias, escolas e público em geral. Tendo em conta o público a que se destina: +3, +6, +10, +13 anos e no caso das escolas: pré-escolar, 1.º, 2.º e 3.º ciclos – o festival engloba na programação filmes de animação, ficção e documentários.

 

A programação é composta por uma competição internacional com curtas e longas metragens, um foco sobre o trabalho de dois realizadores vistos em perspectiva, uma secção dedicada a grande clássicos de filmes sobre a infância/adolescência e uma secção dedicada aos primeiros filmes vistos por diversas personalidades.

 

A competição internacional será avaliada por dois júris. O Júri Internacional será sub-dividido: uma parte composta por três personalidades do meio artístico (júri adulto) e a outra composta por cinco crianças/jovens (júri infanto-juvenil) que atribuirão dois prémios. O Júri do Público será composto por todos os espectadores das sessões, que poderão votar na final das mesmas.

 

O festival conta com o naming sponsor da Allianz e Jorge Godinho, director de Market Management e Comunicação refere que “é com grande satisfação que a Allianz se associa a este novo projecto. Esta é uma iniciativa que se insere perfeitamente na nossa estratégia de marketing e que esperamos que vá de encontro às expectativas das famílias e das escolas, contribuindo para levar a cultura aos mais pequenos e ao seu desenvolvimento”.

 

David Penela é o autor da imagem do IndieJúnior Allianz. O ilustrador do Porto faz uma pequena descrição do cartaz, para o qual escolheu elementos desenhados em dois planos: “um primeiro, bastante próximo, constituído por personagens mais detalhadas representando famílias e adolescentes; e um segundo, mais afastado e menos detalhado representando crianças a brincar e interagir com os outros elementos do cartaz como se estivessem num parque infantil. A representação do Porto foi feita recorrendo a marcos importantes da cidade, neste caso, o Palácio de Cristal, a Câmara Municipal e a Torre dos Clérigos. Outros elementos usados no cartaz como pequenos arbustos, árvores representam os vários jardins espalhados pelo Porto. As escalas destes elementos foram reduzidas em relação às personagens em segundo plano para acentuar a ideia de parque infantil e um mundo à escala de uma criança”.

 

Em breve serão anunciadas mais informações sobre o IndieJúnior Allianz, nomeadamente sobre a programação, actividades e convidados.

 

www.indiejunior.com

 

02
Nov16

“Post Pop Depression: Live At The Royal Albert Hall”, de Iggy Pop, em DVD

olhar para o mundo

“Post Pop Depression: Live At The Royal Albert Hall”, de Iggy Pop, em DVD hoje nas lojas

“Post Pop Depression” assinala a aplaudida parceria entre Iggy Pop e Josh Homme (Queens of the Stone Age)

É editado hoje em DVD, Blu-ray, DVD 2CD e em formato digital para download “Post Pop Depression: Live At The Royal Albert Hall”, de Iggy Pop.

O filme-concerto capta uma das mais aclamadas atuações de Iggy Pop, sendo,  por isso, este lançamento muito aguardado pelos fãs do músico norte-americano. “Post Pop Depression: Live At The Royal Albert Hall” inclui, maioritariamente, canções retiradas dos álbuns “The Idiot”, Lust For Life” e, claro, “Post PopDepression”. No alinhamento foram intepretados temas como “The Passenger”, "Lust for Life”, “Sister Midnight, “Gardenia”, “China Girl”, “Nightclubbing”, “Break Into Your Heart”, entre outros.

 

O álbum “Post Pop Depression” foi uma colaboração entre Iggy Pop e Joshua Homme (dos Queens of the Stone Age), sendo um dos discos de Iggy Pop mais aclamados pela crítica e bem-sucedidos comercialmente em muitos anos. A 13 de maio, Iggy Pop levou o concerto centrado neste álbum à mítica sala londrina Royal Albert Hall e conquistou tudo e todos.  Além de Joshua Homme, ao vivo Iggy Pop contou ainda com o apoio de Dean Fertita e Troy Van Leeuwen, dos Queens of the Stone AgeMatt Helders, dos Actic Monkeys, e o guitarrista e produtor Matt Sweeney (Skunk, Chavez, Zwan).

O músico chegou a passar por Portugal este verão, no festival Super Bock Super Rock, ainda que na altura sem Homme.

A partir de hoje fica finalmente disponível uma atuação que ficará certamente na história como um dos melhores concertos de Iggy Pop

um dos concertos mais memoráveis do ano…  Foi uma atuação de uma vida.” (New Musical Epress)

Há muitos anos que vou a concertos e este foi um dos melhores que vi desde sempre.” (The Telegraph)

“um espetáculo rock’n’roll brilhante”. (The Independent)

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub