Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

22
Nov16

"PORTÁTIL" de Porta ds Fundos regressa aos palcos nacionais com a participação especial de César Mourão

olhar para o mundo

porta dos fundos.jpg

 

"PORTÁTIL" de Porta ds Fundos
regressa aos palcos nacionais em Dezembro

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE CÉSAR MOURÃO

 

Após o sucesso da estreia em Portugal em 2015, "PORTÁTIL", do coletivo brasileiro Porta dos Fundos, está de regresso para nova digressão, desta vez com a participação especial de César Mourão, referência na improvisação em Portugal.
 
A tour terá início em Lisboa, dias 14, 15 e 16 de Dezembro, no Teatro Tivoli BBVA. Dia 18 sobem ao palco do TAGV, em Coimbra e, dias 19 e 20  apresentam-se no Porto, no Teatro Sá Da Bandeira. O último espetáculo está agendado para dia 21, em Guimarães, no São Mamede CAE. 
 
"Portátil" é uma peça de teatro de improviso, onde tudo começa com uma entrevista a um membro da plateia. Com base nas suas memórias, o elenco de atores, composto por Gregorio Duvivier, Luís Lobianco, Gustavo Mirange e Cesar Mourão compõe uma história de vida com princípio, meio e fim, com a música de Andres Giraldo a surgir no momento. 
 
 Assim, cada cidade assiste a uma narrativa sem precedentes, mas sempre com o mesmo resultado: uma barrigada de riso!
 
Um show com o cunho genial da Porta dos Fundos, tão Portátil que o vamos querer transportar connosco por muito tempo.

   
Datas Dezembro:

LISBOA | 14, 15 e 16 Dez - Teatro Tivoli BBVA 
COIMBRA | 18 Dez - TAGV
PORTO | 19 e 20 Dez - Teatro Sá Da Bandeira
GUIMARÃES | 21 Dez - São Mamede CAE 

Preço dos Bilhetes: €12 a €25
Duração: 70 minutos (sem intervalo)

22
Nov16

Justin Bieber atua nos American Music Awards a partir da Suíça

olhar para o mundo

justin bear.png

 

Justin Bieber atua nos American Music Awards a partir da Suíça

Cantor regressa a Portugal no próximo dia 25 para um concerto esgotado na MEO Arena, em Lisboa

Justin Bieber encontra-se atualmente em digressão pela Europa e na próxima semana, no dia 25, sexta-feira, vai voltar a Portugal para um concerto muito aguardado na MEO Arena, em Lisboa, onde apresentará aos milhares de fãs portuguesas as canções que fizeram do álbum “Purpose” um sucesso estrondoso a nível global, incluindo em Portugal.

Estar neste momento na Europa não o impede de marcar presença nos American Music Awards deste ano, que serão entregues no domingo, em Los Angeles. A atuação do cantor canadiano será transmitida em direto a partir de Zurique, na Suíça. Justin Bieber junta-se assim a uma série de outros artistas já confirmados na cerimónia deste ano dos American Music Awards, entre eles James Bay, Lady Gaga, Niall Horan, Shawn Mendes, The Weeknd, Ariana Grande com Nicki Minaj, Maroon 5 com Kendrick Lamar, entre outros. Sting, que receberá o Prémio de Mérito, também atuará na gala.

Esta será a sexta vez que Justin Bieber atua nos American Music Awards. O músico já foi nomeado 15 vezes para estes prémios, tendo conquistado oito galardões. Este ano está nomeado nas categorias de Vídeo do Ano, Melhor Artista Masculino (Pop/Rock), Melhor Álbum (Pop/Rock), Melhor Canção (Pop/Rock) e Artista do Ano, a categoria mais importante destes prémios. 

Além de Justin Bieber, entre os nomeados na categoria de Artista do Ano estão nomes como Drake, Selena Gomez, Rihanna ou The Weeknd. Os vencedores das várias categorias são escolhidos através do voto do público, sendo que o período de votação encerra esta quinta-feira.

22
Nov16

PENSA, LOGO SANGRA - Teatro da Rainha no O´culto da Ajuda

olhar para o mundo

Pensa_logo_Sangra_Cartaz.png

 

 
O'culto da Ajuda  • art music centre • because sound matters • 25 e 26 de Novembro • 21h30
 

PENSA, LOGO SANGRA

Teatro da Rainha no O´culto da Ajuda

O homem que queria (não) ser sábio de Joseph Danan
Um monólogo de Gregory Motton
s/t e Remaiing calm de Alvaro García de Zúñiga

 

Zúñiga brinca ao pensamento e sangra — na catástrofe sobrevive o aviso — lúdico — da sua ocorrência: a palavra sangra. Em Danan, o pensador, perseguindo o objecto do pensamento, a obra que foge, perde-se na ficção de uma beleza adolescente, vai até ao rio… Em Motton, o pensador elege a memória como virtude de acção e ataca o “presentismo” na figura dos papalvos instalados na sua pequenez sem história: a ditadura mediocrata de um agora que apaga a memória, o legado dos séculos e dos autores.

Tradução de s/t | Fernando Mora Ramos
Traduçãode Remaning calm | Carlos Alberto Augusto 
Tradução de O homem que queria (não) ser sábio | Luís Varela 
Tradução de Um Monólogo | José Carlos Faria 
Direcção | Fernando Mora Ramos 
Dramaturgia e direcção de Fernando Mora Ramos em O Homem que queria não ser sábio | Isabel Lopes 
Design de Luz | Jonathan Azevedo
Design de som | Carlos Alberto Augusto
Interpretação | António Afonso Parra, Fernando Mora Ramos e José Carlos Faria

 

Produção | Teatro da Rainha

Maiores de 14 anos

22
Nov16

R.E.M.: 25 anos de “Out of Time” com reedição especial já nas lojas

olhar para o mundo

rem.jpg

 

R.E.M.: 25 anos de “Out of Time” com reedição especial já nas lojas

Novas edições incluem temas raros e gravações inéditas. Um lançamento com o apoio da M80

Chega hoje às lojas a reedição desse álbum seminal que foi “Out of Time”, disco que celebra agora o seu 25.º aniversário e que tornou os R.E.M. num fenómeno à escala mundial.

“Out of Time” está disponível em três formatos diferentes. O duplo CD inclui a versão remasterizada do álbum original, além de versões demo de cada tema do álbum, bem como demos de dois lados b e uma canção inédita. A edição em triplo LP inclui versões em vinil remasterizadas do álbum original e as referidas demos. A edição deluxe de “Out of Time” inclui quatro discos, incluindo o álbum remasterizado, demos, gravações do concerto da banda no Mountain Stage, em 1991 (uma raridade para a época, uma vez que a banda não fez digressão para promover “Out of Time”), e um disco Blu-ray com versões áudio de alta resolução e 5.1 Surround Sound de “Out of Time”, todos os telediscos retirados deste álbum, imagens de arquivo em estúdio, atuações exclusivas, e muito mais. Todas estas edições incluem textos escritos por Annie Zaleski com entrevistas aos quatro membros da banda e aos produtores Scott Litt e John Keane.

 

As demos, gravadas no John Keane Studio no início dos anos 1990 e que estão disponíveis em todas as versões desta reedição de “Out of Time”, trazem um novo olhar sobre o processo criativo do grupo: desde as primeiras passagens instrumentais a versões de “Losing My Religion” e “Texarkana” com letras diferentes, ou uma versão de “Radio Song” com um momento raro cantado pelo baterista Bill Berry. Enquanto gravava com o grupo era claro para Keane que os R.E.M. estavam “no pico da sua criatividade”.

Em 1991, os R.E.M. já tinham uma base de seguidores forte nos EUA, mas foi “Out of Time” que garantiu à banda um reconhecimento global sem precedentes. Foi o primeiro álbum da banda a liderar os tops de vendas nos EUA e no Reino Unido, vendendo 12 milhões de cópias em todo o mundo e garantido sete nomeações para os prémios Grammy. 

Canções clássicas como “Losing My Religion,” “Shiny Happy People,” “Near Wild Heaven” e “Radio Song” quebraram novas barreiras, tanto a nível artístico como comercial. Na altura a revista “Rolling Stone” escreveu: “Esta bem que pode ser a melhor banda de rock’n’roll da América.” Já no início deste ano o site Pitchfork referiu que “este é claramente o disco mais importante [do grupo]”, enquanto a revista “Time” nomeou “Out of Time” um dos melhores 100 álbuns de sempre.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub