Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

22
Jun17

LEGO® marca presença no Festival Ludopolis

olhar para o mundo

ludopolis.png

 

LEGO® marca presença no Festival Ludopolis

 

A convite de sua Majestade, o Rei Ludo, a LEGO® vai estar presente na sexta edição do Festival Ludopolis, a decorrer nos Jardins do Campo Grande, de 23 a 25 de Junho.

 

Após o generoso convite do Rei Ludo, a LEGO não quis deixar de estar presente neste Festival que conta com diversão para toda a família, filhos, pais e avós, com brincadeiras e brinquedos de todas as gerações... tal como a LEGO.

 

O Reino da Brincadeira divide-se em seis diferentes aldeias, cada uma com seus costumes, e a LEGO estará presente na Aldeia das Construções, onde trará a todos os seus visitantes diversão e a já habitual experiência de construção.

 

Para os mais intrépidos aventureiros do Reino, haverá uma competição de lançamento de carros construídos com peças LEGO de uma rampa. Quem conseguir alcançar a maior distância vencerá o prémio. O desafio decorrerá quatro vezes por dia (às 11h30, 13h30, 15h30 e 17h30), dos miúdos aos graúdos todos podem participar.

 

Enquanto marca que une gerações em brincadeiras lúdicas e divertidas, a LEGO não podia ficar de fora do Reino da Brincadeira. Este fim-de-semana, todos os caminhos vão dar ao Ludopolis, não perca!

22
Jun17

CTE VAI NA CONVERSA… JÚLIO ISIDRO

olhar para o mundo

julio isidro.jpg

 

 

CONVERSA

CTE VAI NA CONVERSA…

JÚLIO ISIDRO
 
 

CAFÉ-CONCERTO ENTRADA GRATUITA*


JÚLIO ISIDRO | 12º Aniversário CTE


CONVERSA | 60 MIN | M/6


Desde 1960 é reconhecido como um dos mais bem sucedidos profissionais da televisão portuguesa, uma referência da RTP, bem como do Rádio Clube Português, Rádio Comercial e Antena 1. Júlio Isidro faz parte do nosso imaginário: das manhãs febris ao sábado, das tardes domingueiras com alegres passeios, dos serões a preto e branco ou a cores. Habituamo-nos à sua presença assídua em nossa casa, onde podia perfeitamente partilhar a mesa ou o cantinho do sofá, em família. Será uma conversa de passado, presente e futuro, da arte de bem comunicar.


*Entrada sujeita à lotação da sala


 Júlio Isidro orador

[promovido pelo Cine-Teatro de Estarreja]

21
Jun17

TRIGO LIMPO teatro ACERT estreia mais um espetáculo de teatro de rua "JOÃO BRANDÃO TEATRAL CIRCUS"

olhar para o mundo

trigo limpo.jpg

 

João Brandão teatral circus

Coprodução: Trigo Limpo teatro ACERT + Eptoliva
+ Academia Artística do Município de Tábua + Teatro Perro

 
Sábado 24 de julho de 2017 às 23:00
Domingo 25 de julho de 2017 às 22:00
Apresentações junto à Câmara Municipal de Tábua
 
João Brandão, personalidade icónica e habitante ilustre de Midões (Tábua), celebrado num espetáculo comunitário de teatro de rua. Este espetáculo parte de um desafio da Câmara Municipal de Tábua ao Trigo Limpo teatro ACERT para a criação de um espetáculo de teatro de rua com os alunos da EPTOLIVA do “Curso de Artes do Espetáculo – Interpretação” da Escola Profissional de Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil,  em contexto de trabalho.

Este acontecimento resulta de uma forte conjugação de vontades para projetar o trabalho cultural realizado em Tábua pelas organizações artísticas que dinamizam o tecido associativo local e sustentam o dinamismo de uma programação que faz do Centro Cultural um espaço de eleição para um melhor serviço público para os habitantes e espectadores.

Tão natural como a vida, logo se impôs João Brandão — personalidade icónica e habitante famoso de Midões (Tábua) — como personagem misterioso para desenvolver uma narrativa teatral ficcional capaz de capitanear um argumento que se prolongasse para além da realidade que, no fim de contas, tem versões ainda tão contraditórias. Cada vivente acrescenta mais um ponto a uma história que, a priori, é tão epopeica e tão fantástica no imaginário popular. Enganem-se aqueles que procurarão neste espetáculo a verdade histórica, pois a dramaturgia explorará a vida misteriosa de um personagem à deriva por esse mundo fora.

O envolvimento da comunidade como protagonista coletivo da narrativa fantasista e dos músicos da Academia Artística do Município de Tábua como acompanhantes da viagem ficcional asseguram uma odisseia onde uma aventura sem limites geográficos será guiada por aquilo que poderia ser um sonho de cárcere do João Brandão.

Durante meses, um intenso trabalho de escrita narrativa que conduziu à versão teatral que irá ser apresentada. Os ensaios apaixonantes com o elenco de atrizes e atores, a criação poética e musical e o juntar de novelo protagonizado pela um coletivo de entusiásticos participantes amadores (que amam o que fazem), representam um cativante investimento artístico que perdurará certamente na memória das grandes realizações culturais de Tábua.
 
A encosta do jardim em frente do Município será o palco gigante e natural que será transformado por uma cenografia onde viajarão as aventuras dum João Brandão que nos transportará por episódios imaginários da história portuguesa e de muitas outras paragens.

Ficha artística e técnica

 

Direção artística, guião dramatúrgico, versão teatral de José Rui Martins, sobre texto original de R.M. Ribeiro
Assistência de encenação: Gi da Conceição, Pedro Sousa, Raquel Costa e Sandra Santos

Intérpretes do curso da EPTOLIVA: Carina Mendes, Carlos Ribeiro, Diogo Gonçalves, Inês Loureiro, Inês Nunes, Marco Faria, Marta Mesquita e os alunos de outros cursos da EPTOLIVA: Ana Sofia Costa, Cátia Correia, Leandro Araújo e Tiago Santos

Intérpretes locais: Alexandre Brito, André Neves, Beatriz Fernandes, Beatriz Nunes, Elisabete Almeida, Fátima Rosa, Filipa do Vale, Filipe Caetano, Gonçalo Fernandes, Guiomar Pedroso, Jikke Otte, Joana Gomes, Mariana Santos, Noé Silva, Odete Claro, Paula do Vale, Pedro Nunes e Sílvia Nunes

Poemas e canções: Ricardo Fonseca Mota
Cenografia: José Rui Martins
Figurinos e adereços: Cláudia Ribeiro
Interpretação e direção musicais: Academia Artística do Município de Tábua, sob a direção do Maestro Pedro Carvalho
Compositor e instrumentista de cavaquinhos: Luís Pedro Madeira
Direção de montagem: Natália Rodrigues
Desenho e operação de luz: Paulo Neto
Desenho e operação de som: Luís Viegas
Assistente de montagem: Rui Sérgio Henriques
Coordenação de implantação de palcos: António Eliseu
Apoio à produção: Daniel Marques, Maria José Costa e Sónia Garcia (Centro Cultural de Tábua)
Assistentes de cena, interpretação e apoio à montagem: António Gonçalves, António Rebelo, Ilda Teixeira, Natália Rodrigues, Pompeu José, Raquel Silva e Sandra Santos
Assistentes de produção: Luís Branquinho, Marta Costa e Rui Coimbra
Design gráfico: Carlos Mesquita

21
Jun17

A Volta ao Mundo em 80 Minutos

olhar para o mundo

voltaaomundo.jpg

 

 

A Volta ao Mundo em 80 Minutos

Dois meses de sucesso no Salão Preto e Prata do Casino Estoril

 

Unanimemente considerado como o melhor espectáculo desde sempre apresentado no Casino Estoril, o último grande show que Filipe La Féria apresenta no Salão Preto e Prata do Casino Estoril tem arrastado multidões de espectadores e é já considerado um sucesso sem precedentes.

 

Inspirado na célebre obra de Júlio Verne e tendo como protagonista João Baião no auge da sua carreira como comediante e incomparável comunicador “A Volta ao Mundo em 80 Minutos” é uma maravilhosa viagem através dos principais países do mundo em 80 minutos de ritmo, graça, loucura e surpresa.

 

O público ri às gargalhadas e fica deslumbrado com a encenação de La Féria, com as vozes e presenças arrebatadoras de Dora, também ela num regresso fabuloso sempre acarinhada pelo público ao lado de Filipe de Albuquerque em Passepartout que acompanha Baião nesta grande aventura, Paula Sá está magnifica e leva o público ao rubro ao lado de Ricardo Soler, com a sua voz inigualável que o faz ser nesta geração um dos melhores cantores de sempre da música portuguesa.

 

Mas o público também é surpreendido pelas revelações Catarina Pereira, Carina Leitão e Samuel de Albuquerque que são aplaudidos em cada número que apresentam.

 

Um dos grandes trunfos do espectáculo são os 18 magníficos bailarinos dirigidos por Marco Mercier além do duo de acrobatas que diariamente arriscam a vida neste grande espectáculo.

 

A música dirigida pelo Maestro Miguel Camilo e as vozes por Tiago Isidro e Dale Chappell contribuem para este grande sucesso de La Féria e da sua equipa nesta fabulosa “Volta ao Mundo em 80 Minutos” que de Quinta a Sábado às 21h30 e Sábado e Domingo às 17h00 se apresenta no Salão Preto e Prata do Casino Estoril.

 

Todos os espectadores que quiserem jantar têm preços especiais num pacote de Jantar + Espectáculo nos restaurantes do Casino Estoril.

21
Jun17

“Witness”, o terceiro álbum de Katy Perry, entra diretamente para o n.º 1 do top Billboard 200

olhar para o mundo

kat perry.jpg

 

“Witness”, o terceiro álbum de Katy Perry, entra diretamente para o n.º 1 do top Billboard 200

Disco lidera ainda a tabela de vendas do iTunes em 46 países

O novo álbum de Katy Perry, “Witness”, entrou para  n.º 1 do top Billboard 200 (EUA), sendo o seu terceiro álbum que se estreia diretamente no 1.º lugar da tabela de vendas. Com o equivalente a 180 mil cópias vendidas na primeira semana nos EUA, o disco marca também a melhor semana de vendas para um álbum de uma artista feminina em 2017. O álbum chegou ainda ao n.º 1 do top Billboard Pop Albums.

A nível global, “Witness” lidera também a tabela de vendas do iTunes em 46 países. O álbum inclui o platinado single “Chained to the Rhythm feat. Skip Marley”, “Bon Appétit feat. Migos” e "Swish Swish feat. Nicki Mnaj", o novo single de Katy Perry, que esta semana entrou para o top 40 da Pop Radio, iTunes e Spotify. O vídeo oficial de "Bon Appétit" já está disponível e acaba de quebrar um novo recorde para Katy Perry, ultrapassou os 100 milhões de visualizações em apenas 18 dias.

Na semana passada, Perry alcançou um novo feito no Twitter, tendo-se tornado a primeira pessoa a alcançar 100 milhões de seguidores. Katy Perry tem-se mantido a pessoa mais seguida no Twitter desde 2013. Recentemente, associou-se com o YouTube para o fenómeno online de 96 horas “Katy Perry – Witness World Wide”. Documentado cada minuto de cada dia, Katy revelou tudo através de um evento transmitido em direto para todo o mundo, o que chegou a mais de 49 milhões de visualizações de mais de 190 países. Desde conversas provocadoras sobre feminismo, política e questões sobre diversidade, até segmentos mais leves e performances exclusivas, o evento contou com a presença de celebridades e amigos como: James Gordon, Sia, Caitlyn Jenner, Gordon Ramsay, Anna Kendrick, Dita Von Teese, America Ferrera e Arianna Huffington, além de estrelas de YouTube como Pentatonix, Liza Koshy e Gigi Gourgeous. O evento culminou com um concerto exclusivo em Los Angeles para mil fãs que foi transmitido em direto exclusivamente no YouTube.

Katy Perry falou largamente sobre “Witness” para o jornal “The New York Times”. “Mudança… é a temática que domina ‘Witness’”, escreveu a jornalista Caryn Ganz. “Apesar de existirem várias canções sobre relações… sete temas lidam claramente com a sua nova mentalidade. A mais direta é ‘Bigger Than Me’, uma declaração de intenções à semelhança de ‘Man in the Mirror’ de Michael Jackson.”

A “Variety” afirma: “‘Witness’ é o álbum confessional que o mundo esperava que Katy Perry fizesse. E a sua afirmação é: Ela é indomável e incrível.” O site Stereogum elogiou “o brilho, as melodias desafiantes e as sombras exultantes do gospel e da house” do álbum, enquanto a “Entertainment Weekly” referiu: “‘Swish Swish’ é um dos melhores temas festivos da sua carreira.”

Katy compôs cada uma das 15 canções do álbum, tendo trabalhado com vários colaboradores. Ela e o seu colaborador de longa data Max Martin foram os produtores executivos. “PRISM”, de 2013, vendeu o equivalente a 12,5 milhões de álbuns em todo o mundo. Katy Perry é a primeira artista feminina a conquistar dois RIAA Digital Single Diamond Awards. Um Diamond Award equivale a vendas superiores a 10 milhões nos EUA. Nos 10 anos que se manteve com a Capitol Records, ultrapassou os 18 mil milhões de streams, além de vendas equivalentes a mais de 40 milhões de álbuns e 125 milhões de temas.

 

 

21
Jun17

Jay-Z anuncia novo álbum: “4:44”

olhar para o mundo

jay zz.jpg

 

Jay-Z anuncia novo álbum: “4:44”

Disco será lançado em exclusivo na plataforma Tidal a 30 de junho

O rapper Jay-Z acaba de anunciar o lançamento de um novo álbum de estúdio, intitulado “4:44”. O disco será disponibilizado em exclusivo na plataforma de streaming Tidal a partir das 5h da madrugada do dia 30 de junho.

Com o anúncio do novo álbum, acaba também de ser revelado um excerto de um dos novos temas, “Adnis”.

4:44” é o primeiro álbum de originais de Jay-Z em quatro anos, sucedendo a “Magna Carta… Holy Grail”, de 2013, do qual foram retirados os êxitos “Holy Grail”, “Tom Ford” e “Part II (On the Run)”.

Agora é marcar na agenda: a 30 de junho Jay-Z regressa em grande com “4:44”.

 

 

21
Jun17

Produtos do Alentejo protagonistas em Madrid

olhar para o mundo

alentejo.jpg

 

Produtos do Alentejo protagonistas em Madrid

Pela mão do Terras sem Sombra, o pão, o queijo e o vinho – três elementos fundamentais da alimentação tradicional do Alentejo – vão ser os protagonistas, a 22 de Junho, da Escuela de Artes, num dia consagrado ao Alentejo de um dos principais encontros de chefs, críticos e líderes da opinião gastronómica de Espanha. A iniciativa faz parte do curso Entre a Tradição e a Vanguarda: Uma Viagem pelo Mundo dos Sabores, que se realiza no Circulo de Bellas Artes em Madrid e que dá cartas para interpretar criticamente as novas correntes na culinária e as práticas criativas a elas associadas, um fenómeno muito em voga e que pode trazer um contributo decisivo para o turismo sustentável, alicerçado na cultura e na natureza.
 
A apresentação destes activos do paladar alentejano, aptos a conquistarem outros mercados, será feita por quem conhece bem os seus segredos. O antropólogo Carlos Pedro revelará a tradição artesanal do fabrico do pão em Castro Verde e os desafios de uma industrialização que procura respeitar a essência da manufactura. O empresário José Guilherme, da Queijaria Guilherme, trará a Madrid, terra com pergaminhos na degustação de queijo, o testemunho dos queijos de Serpa, cada vez mais procurados pela restauração espanhola. Os enólogos Luís Leão, da Adega Cooperativa da Vidigueira, e Luís Mota Capitão, da Herdade do Cebolal, em Santiago do Cacém, destacarão as particularidades dos vinhos do Alentejo e da região de Setúbal, mostrando as complementaridades de duas áreas vinícolas cujos terroirs convergem em solo alentejano.

“Fruto de um diálogo iniciado em 2016, a parceria com a Escuela de Artes reflecte as preocupações do Terras sem Sombra em torno da afirmação do Alentejo como um destino internacional de arte e natureza”, assinala José António Falcão, director do Terras sem Sombra. “O património gastronómico é uma marca forte da nossa identidade e ajusta-se à perfeição ao objectivo de proporcionar, com o festival, uma experiência única do território em que itineramos.”, realça o director da iniciativa de património, música e biodiversidade.

O crítico musical e professor universitário Juan Ángel Vela del Campo, responsável artístico pelo Terras sem Sombra, é um grande entusiasta desta ideia. Membro da Real Academia Espanhola de Gastronomia, tem sido um embaixador activíssimo na promoção do que de melhor se come e bebe no Alentejo: “Espanha está finalmente a ultrapassar o desconhecimento que teve de Portugal, ao longo de gerações, e isto traduz-se numa abertura à cultura lusa que merece reflexão; mas torna-se indispensável captar as novas gerações, cujo interesse pela cozinha tradicional é palpável”.

No Terras sem Sombra, o desafio prende-se sobretudo com a autenticidade dos patrimónios dados a conhecer, com a qualidade da programação e com a mobilização das comunidades locais. A visão de fundo defendida pelo festival é que se torna fundamental vinculá-lo ao desenvolvimento cultural, mas também social e económico, do Alentejo. Daí a atenção posta na valorização dos produtos de excelência da região.
21
Jun17

The Beach Boys desvendam novidades em “1967 – Sunshine Tomorrow”

olhar para o mundo

beach boys.jpg

 

The Beach Boys desvendam novidades em “1967 – Sunshine Tomorrow”, nas lojas a 30 de junho

Duplo CD já está disponível em pré-venda. Edição em vinil comemorativa dos 50 anos de “Wild Honey” também em regime de pré-venda 

Os The Beach Boys supervisionaram pessoalmente o processo criativo para um novo duplo CD, “1967 – Sunshine Tomorrow”, que será lançado mundialmente a 30 de junho, ficando também disponível em formato digital. “1967 – Sunshine Tomorrow” conta com a nova e inédita mistura em stereo do álbum “Wild Honey”, de 1967, pelos produtores Mark Linett e Alan Boyd, e abre também o arquivo dos The Beach Boys, estreando 54 raridades de 1967, precisamente 50 anos depois de terem sido gravadas. Algumas gravações inéditas desta coletânea incluem o álbum ao vivo do grupo, “Lei’d in Hawaii”, que na altura foi arquivado, gravações das sessões de estúdio de “Wild Honey” e “Smiley Smile”, e várias gravações de concertos entre 1967 e 1970. A nova mistura em stereo de “Wild Honey” será também lançada em vinil de 180 gramas, numa edição comemorativa do 50.º aniversário, a 30 de junho.

1967 – Sunshine Tomorrow” mergulha numa capítulo fascinante e frenético do arco criativo inovador dos The Beach Boys, explorando um ano dinâmico para a banda em estúdio e em digressão. A última sessão de estúdio para o então arquivado álbum “SMiLE” teve lugar a 18 de maio de 1967, com as sessões para o álbum “Smiley Smile” marcadas para o novo estúdio caseiro de Brian Wilson, entre 3 de junho e até o fim de julho. Os 12.º e 13.º álbuns de estúdio da banda foram lançados com uma pausa de três meses entre eles, de forma a abranger todo o trabalho feito em estúdio: “Smiley Smile” saiu a 18 de setembro, tendo-se seguido “Wild Honey” a 18 de dezembro.

 

 

“Queria ter um ambiente caseiro que permitisse que gravássemos na minha casa”, recorda Brian Wilson no texto que acompanha “1967 – Sunshine Tomorrow”. “Queria tentar algo diferente, algo novo. Produzi o ‘Smiley Smile’, mas o Mike inspirou-me. Ele disse-me: ‘Brian, vamos fazer um álbum bom e descontraído’. Tivemos um engenheiro de som que converteu a minha arrecadação num estúdio.” 
Em 1976, numa análise aos álbuns de 1967, o crítico do “Village Voice”, Robert Christagu, elogiou “Wild Honey”, tendo escrito: “É um prazer perfeito e completo. Corresponde ao que se espera dele sem quase ter um mau segundo.” 

Os The Beach Boys continuam a ter o recorde da Billboard / Nielsen SoundScan da banda americana com mais álbuns e singles vendidos, além de serem o grupo americano com mais êxitos no Billboard Top 40, mais precisamente 36. “Good Vibrations” foi incluída no Grammy Hall of Fame em 1994. “Sounds of Summer: The Very Best Of The Beach Boys” atingiu tripla platina e “The SMiLE Sessions”, lançado com grande aclamação crítica em 2011, foi eleita a Melhor Reedição do Ano pela Rolling Stone e conquistou um Grammy Award para Melhor Álbum Histórico. 
Tendo sido incluídos no Rock and Roll Hall of Fame em 1988, e de terem recebido o The Recording Academy’s Lifetime Achievement Award, os The Beach Boys são uma muito querida instituição americana que mantém o seu estatuto icónico em todo o mundo.

21
Jun17

Yamandu Costa abre, com dois concertos, a 9ª edição do Festim!

olhar para o mundo

yamandu.png

 

 

7 Municípios, 7 grandes nomes das músicas do mundo, 14 concertos.
Yamandu Costa abre, com dois concertos, a 9ª edição do Festim!

QUINTA 22 JUNHO, 22h00 | Cineteatro Alba, ALBERGARIA-A-VELHA
Bilhetes: https://goo.gl/O2LIN9

SEXTA 23 JUNHO, 22h00 | Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, OLIVEIRA DO BAIRRO
Bilhetes: https://goo.gl/GkpViN



O Festim 2017 começa com a corda toda. Yamandu Costa é um guitarrista tocado pelo génio. Cresceu no seio das tradições gaúchas mas cedo construiu uma linguagem musical sem fronteiras. A sua criatividade desenvolve-se sobre uma técnica absolutamente virtuosa, num arrebatamento que faz de Yamandu um fenómeno da música instrumental brasileira de todos os tempos. Nestes concertos a solo, formato em que se entrega na plenitude, revela-nos uma profunda intimidade com o seu ‘violão’. É um privilégio receber Yamandu Costa na abertura do Festim!

http://www.festim.pt
http://www.facebook.com/dorfeu.festim

Todos os nomes desta 9ª edição: Yamandu Costa (Brasil) | Bombino (Níger) | Susana Baca (Peru) | Hazmat Modine (EUA)  | Lura (Cabo Verde) | Les Violons Barbares (Mongólia, Bulgária, França) | Kočani Orkestar (Macedónia)
 
22 junho a 21 Julho 2017  |  9ª edição
ÁGUEDA * ALBERGARIA-A-VELHA * SEVER DO VOUGA
OVAR * ESTARREJA * ÍLHAVO * OLIVEIRA DO BAIRRO

20
Jun17

Hey Violet lançam álbum de estreia: “From the Outside”

olhar para o mundo

hey violet.jpg

 

Hey Violet lançam hoje álbum de estreia: “From the Outside”

“Break My Heart”, o novo single, já soma mais de oito milhões de streams no Spotify

Os Hey Violet lançam hoje o seu álbum de estreia, “From the Outside”, já disponível em todas as plataformas e lojas digitais. A banda coescreveu as canções do álbum, que foi produzido por Julian Bunetta. Rena Lovelis, a vocalista, afirma: “Temos vindo a construir a nossa sonoridade ao longo de dois anos e sentimo-nos muito bem por finalmente podermos partilhar o álbum! Existe muita variedade no disco, mas esperamos que todas estas canções vos acompanhem em grandes viagens.”

Ao longo do último ano, o quinteto de Los Angeles provou o poder da sua pop alternativa e da sua escrita imaculada.

O último single da banda, “Break My Heart”, foi incluída na playlist do Spotify New Music Friday e já soma mais de oito milhões de streams combinados. O site Idolator escreveu que “Break My Heart” é um “hino electro monstruoso” e declarou que a banda está “destinada a um ano em grande.” A Alternative Press descreve o tema como “irresistível”, enquanto a Nylon refere: “os Hey Violet sabem como escrever uma boa canção pop e ‘Break My Heart’ é a prova disso mesmo.” A canção sucede-se ao grande êxito “Guys My Age”, que conta com mais de 41 milhões de streams combinados, enquanto o vídeo já ultrapassou os 14 milhões de visualizações. “Guys My Age” foi eleita uma das Melhores Canções de 2016 pelo New York Times, que a definiu como “rebeldia teen pop: uma canção negra urgente sobre rebelião sexual”, e uma das 20 Melhores Canções de 2016 pela V Magazine. Os Hey Violet estiveram nomeados ara os 2017 iHeart Radio Awards, na categoria de Melhor Banda Alternativa Underground, tendo ainda sido eleitos Artista Revelação pela Billboard, The Guardian, PopCrush, entre outros meios.

Recentemente estreou no site Rookie o vídeo animado para o tema “O.D.D.”. 

 

 

 

Recentemente, a banda terminou uma digressão pelos EUA e Canadá, foram capa da edição de março da Alternative Press e interpretaram o tema “Guys My Age” nos programas The Late Late Show With James Corden e Late Night With Seth Meyers. O EP “Brand New Moves” entrou diretamente para o 1.º lugar do iTunes nos EUA. 

Os Hey Violet são constituídos por Rena Lovelis, a sua irmã Nia Lovelis (bateria), Miranda Miller (teclados, voz), Casey Moreta (guitarra) e Iain Shipp (baixo).

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub