Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

01
Fev13

Jesualdo Ferreira diz que já arrumou a casa

olhar para o mundo

Jesualdo Ferreira diz que já arrumou a casa

O técnico dos "leões" refere que há quem queira desarrumar aquilo que ele já fez.
O treinador da equipa de futebol do Sporting, Jesualdo Ferreira, afirmou nesta sexta-feira que, quanto maior for a guerra, mais difícil é construir coisas positivas, referindo que veio para o clube com o objectivo de “arrumar a casa”.“Quanto maior for a guerra e o desentendimento, mais difícil é construir alguma coisa positiva. Tudo o que vier a acontecer no futuro vai perturbar o nosso trabalho e a minha missão é impedir que isso aconteça”, disse, em conferência de imprensa.O técnico explicou que não tem receio de que o seu trabalho possa ser deitado por terra no futuro, com a actual situação do clube, afirmando que está no Sporting para “arrumar a casa”.“O meu feeling é positivo e só seria diferente se não tivesse investido tudo neste trabalho. Investi tudo neste trabalho.
Vai ter responsabilidades quem desarrumar a casa; eu vou arrumar. Foi essa a ideia e o objectivo com que vim para o Sporting”, afirmou.O técnico referiu que quando chegou ao Sporting tinha como projecto a reestruturação financeira do clube e a redefinição da estratégia do futebol do Sporting. “Os jogadores que estão aqui constituem a base do trabalho actual e do trabalho futuro. Vamos dizer que está a casa arrumada.
A equipa não é menos competitiva e vamos à procura de potencializar os jogadores e de tornar a equipa mais competitiva e de ganhar jogos”, salientou. Jesualdo Ferreira referiu que, após as saídas e entradas no mercado de Janeiro, o Sporting ficou com 16 jogadores na equipa profissional, mais três guarda-redes, e que depois tem vários jogadores da área da formação que trabalham com o grupo, como Dier, Arias, Pedro Mendes ou o Zezinho. “Neste momento, sabemos quem é o plantel, quais são os objectivos, de chegar à Europa, e tornar a equipa mais competitiva, preparando de forma segura os próximos meses e as bases da próxima época”, defendeu.
Jesualdo Ferreira disse ainda que a contratação de um ou dois avançados era um objectivo, referindo que, além dos jogadores que saíram, houve outros que ficaram e tiveram propostas.“Tínhamos vários jogadores referenciados. É fácil dizer que não se foi a tempo ou houve incompetência, mas a verdade é que temos que andar de acordo com o mercado. Não é verdade que a proposta foi tarde para o Paulo Henrique”, disse.Sobre o jogo com o Rio Ave, em Vila do Conde, Jesualdo Ferreira elogiou o técnico adversário, Nuno Espírito Santo, mas defende que o Sporting vai à procura dos três pontos.

“Está a fazer um trabalho fantástico. Nuno é uma pessoa de quem gosto muito e ganhámos coisas juntos. Agora é adversário e merece a equipa que tem pelo trabalho desenvolvido. Vai querer ganhar ao Sporting e merece a posição onde está, mas que nós queremos conquistar essa posição e é um jogo que queremos ganhar”, concluiu.  
Retirado do Público

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub