Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

02
Mar13

Mais Hitchcock em grande écrã (mas agora só na Cinemateca)

olhar para o mundo
Mais Hitchcock em grande écrã (mas agora só na Cinemateca)
A retrospectiva O Vertiginoso Sr. Hitchcock inicia-se hoje e prolonga-se até dia 28

Cinemateca vai exibir 24 filmes do realizador

 

Com a reposição de Vertigo - A Mulher que Viveu Duas Vezes, considerado "o melhor filme de todos os tempos" num inquérito da revista Sight & Sound (Augusto M. Seabra reata o tema nesta edição) a somar perto de 14 mil espectadores e Hitchcock, com Anthony Hopkins no papel do cineasta, ainda nas salas, a Cinemateca Portuguesa vai à sua colecção buscar 24 (mais um) filmes de Alfred Hitchcock. O Vertiginoso Sr. Hitchcock não é uma retrospectiva integral, mas sim uma selecção de 25 filmes em cópias de 35mm, pertença da colecção da Cinemateca, que se inicia já hoje pelas 19h com o primeiro filme americano do cineasta britânico, Rebecca. Até 28 de Março, seguir-se-ão obras do seu período mudo (BlackmailPobre Pete!Rich and Strange), um par de filmes da fase sonora inglesa (Os 39 Degraus e Desaparecida!), muitos dos seus clássicos (DifamaçãoMentira,O Desconhecido do Norte-ExpressoIntriga InternacionalA Casa Encantada, a versão americana de O Homem que Sabia DemaisConfessoO Falso Culpado) e alguns dos seus filmes menos vistos e menos amados (Sob o Signo de CapricórnioUm Barco e Nove DestinosCorrespondente de Guerra ou a comédia O Sr. e a Sra. Smith).Vertigo e Psico, entretanto igualmente reposto em sala, não fazem parte do programa. Como bónus, o ciclo passa ainda Lord Arthur Savile's Crime, adaptação do conto de Oscar Wilde realizada por Robert Stevens em 1958 para a série televisiva Alfred Hitchcock Apresenta. A programação de Março continua ainda com o Foco no Arquivo prolongado do mês anterior e propõe nada menos de três sessões de ante-estreias de produções nacionais, com destaque para a apresentação do ensaio de Marcelo Félix A Arca do Eden (DocLisboa 2011) e das curtas de Leonor Noivo A Cidade e o Sol e Outras Cartas ou o Amor Inventado.

 

Retirado do Público

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub