Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

10
Jul12

Lisboa é a 25ª melhor cidade do mundo para se viver. Hong Kong lidera ranking.

olhar para o mundo

Lisboa é a 25ª melhor cidade do mundo para se viver. Hong Kong lidera ranking.

 

Lisboa é a 25ª melhor cidade do mundo para se viver, de acordo com o mais recente ranking doEconomist Intelligence Unit, o braço de pesquisa e inteligência do grupo Economist. O ranking, que tem uma periodicidade anual, coloca a capital portuguesa à frente de cidades como Buenos Aires, Moscovo, São Paulo, Rio de Janeiro ou Xangai.

 

O EIU avaliou 70 cidades em áreas como espaços verdes, extensão dos subúrbios, activos naturais, activos culturais, conectividade, isolamento e poluição, e chegou à conclusão que Hong Kong é a melhor cidade para se viver no globo.

 

A capital portuguesa arrecadou 3.0 pontos em espaços verdes (tendo em conta que 1 seria o melhor resultado e 5 o pior), 3.7 em extensão dos subúrbios, 3.7 em activos naturais, 3 em activos culturais, 3.3 em conectividade, 4.8 em isolamento e 2 em poluição.

 

O Economist analisou também aspectos relacionados com a estabilidade, saúde, cultura e ambiente, educação, infra-estruturas, e características espaciais. Nestas, e num ranking de 0 a 100, Lisboa arrecadou 85 em estabilidade (sendo 0 a pior nota e 100 a melhor), 91.7 em saúde, 90 em cultura e ambiente, 100 em educação, 83.9 em infra-estruturas e 43 em características espaciais.

 

O ranking é liderado por Hong Kong, à qual se seguem Amesterdão (Holanda), Osaka (Japão), Paris (França), Sydney (Austrália), Estocolmo (Suécia), Berlim (Alemanha), Toronto (Canadá), Munique (Alemanha) e Tóquio (Japão).

 

Fazem ainda parte do top 20 cidades como Roma (Itália), Londres (Inglaterra), Madrid (Espanha), Washington DC, Chicago, Nova Iorque, Los Angeles, São Francisco e Boston (Estados Unidos) e Seul (Coreia do Sul).

 

Por outro lado, São Paulo pode ser encontrada na 36ª posição, à frente de Kuala Lumpur, Joanesburgo ou Cidade do México, enquanto Rio de Janeiro está no 42º posto, à frente de Bucareste, Kiev, Nova Deli e Belgrado.

 

Este novo ranking foi desenvolvido de acordo com uma interpretação dos dados do EIU por parte do arquitecto e planeador urbano Filippo Lovato, que criou a expressão “ajustamento espacial” (e daí as características “espaciais” de que falámos em cima). O arquitecto incluiu dados que não costumam ser relevantes neste tipo de rankings, o que prejudicou cidades como Vancouver (Canadá), Melbourne (Austrália) e Viena (Áustria).

 

Por outro lado, e apesar dos seus altos níveis de poluição, Hong Kong surge agora no primeiro lugar. É um ranking sujeito a críticas, é certo, mas tem o reputado selo do EIU.

 

Retirado de GreenSavers

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub