World Press Photo inaugura a 02 de Maio no Museu da Electricidade

World Press Photo inaugura a 02 de Maio no Museu da Electricidade
As fotografias premiadas no concurso World Press Photo de 2012, entre elas uma captada por um português, vão estar em exposição a partir de 02 de Maio no Museu da Electricidade, em Lisboa, revelou hoje fonte da entidade.

Contactado pela agência Lusa, o gabinete de comunicação da Fundação EDP, que gere o museu, indicou que a exposição inaugura às 19:00 de 02 de Maio, e estará patente ao público entre 03 e 26 de Maio.

 

Para esta edição os membros do júri do World Press Photo avaliaram 103.481 fotografias, submetidas por 5.666 fotógrafos de 124 nacionalidades.

 

O júri deste concurso internacional de fotojornalismo - conhecido pelas imagens de grande impacto - anunciou em Fevereiro deste ano os vencedores de 2013, relativos a fotografias do ano anterior.

 

O primeiro prémio desta edição do concurso foi atribuído a uma fotografia de um grupo de homens a transportar os cadáveres de duas crianças mortas num ataque aéreo israelita em Gaza, captada pelo sueco Paul Hansen.

 

Colaborador do jornal sueco Dagens Nyheter, o fotógrafo estava na altura no cortejo fúnebre da menina de dois anos Suhaib Hijazi e do seu irmão de três, Muhammad, numa rua da cidade de Gaza. O pai das crianças também foi morto no ataque, enquanto a mãe ficou nos cuidados intensivos.

 

Os fotógrafos da AFP Fabio Bucciarelli, Itália, e Javier Manzano, dos EUA, ficaram em segundo e terceiro lugar da mesma categoria, respectivamente, com uma série de fotografias tiradas na cidade síria de Alepo.

 

O fotógrafo português Daniel Rodrigues, 25 anos, foi distinguido com o primeiro prémio na categoria Vida Quotidiana do World Press Photo com uma imagem de jovens a jogar futebol num campo de terra na Guiné-Bissau.

 

Quando os prémios foram anunciados, contactado pela Lusa, Daniel Rodrigues indicou que a fotografia que lhe valeu um prémio no valor de 1.500 euros, foi tirada em Março do ano passado, mas nunca foi publicada em nenhum jornal ou revista, porque "ninguém quis" comprar o trabalho.

 

Daniel Rodrigues, enquanto acompanhava uma missão humanitária na Guiné-Bissau, aproveitou para tirar um conjunto de fotografias de futebol. Foi com uma selecção dessas imagens que concorreu ao World Press Photo de 2013.

 

Em 2012, a exposição da World Press Photo no Museu da Electricidade foi vista 33.076 pessoas, segundo os números da entidade.

 

Retirado do Sol

publicado por olhar para o mundo às 10:47 | link do post | comentar