Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

27
Jun12

IMAGINA ONDE PODE IR PARAR O QUE ESCREVE NO FACEBOOK?

olhar para o mundo
Imagina onde vai parar o que escreve no Facebook?

 

«Sabemos o que anda a fazer.» Callum Haywood, um estudante britânico de 18 anos, quer provar que os comentários que colocamos no Facebook podem ser muito mais públicos do que imaginamos. Por isso fez um site onde revela quem quer ser despedido, quem está de ressaca, quem usa drogas e quem tem um telemóvel novo.

E lá estão longas listagens de posts com revelações. Há quem diga que odeia o chefe, quem tenha mudado de telefone e apresente o novo número ao mundo (e não apenas aos amigos), quem escreva que «Deus fumou cannabis» e quem se queixe de estar de ressaca. Este é aliás o tema com mais entradas.

Callum aplicou uma ferramenta que permite recolher posts onde aparecem precisamente esse tipo de «palavras-chave», e lá vão elas parar ao seu site. E diz que o projeto Weknowwhatyourdoing.comé «uma experiência», para provar que a privacidade nas redes sociais é uma ilusão. 

Estudante lança site para provar que a privacidade nas redes sociais é ilusão. «Sabemos o que anda a fazer»«Choca-me muito o que as pessoas revelam nos seus posts públicos do Facebook, que é uma das razões por que lancei o site», explicou Callum à CNN: «Criei-o para que as pessoas tenham noção das questões que levanta colocar esse tipo de informação no Facebook sem definições de publicidade ativadas.»

O site foi lançado na segunda-feira e Callum conta que ao fim de 24 horas já tinha 120 mil visitantes únicos. Tem milhares de likes, de utilizadores do Facebbok. 

O estudante de Nottingham deixa no site um aviso a dizer que não se responsabiliza pelos comentários colocados, mas a disponibilizar-se para retirar algum post mais comprometedor, a pedido do utilizador. Mas recorda que isso não o apagará do Facebook.

 

Noticia do Push

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub