Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

29
Set13

Festa do Teatro Amador no Malaposta

olhar para o mundo

Festa do Teatro Amador no Malaposta


Festa do Teatro Amador no Malaposta

A Festa do Teatro Amador que terá lugar no Centro Cultural da Malaposta de 24 de Setembro a 13 de Outubro apresentará 16 espectáculos com a participação de 13 grupos vindos de vários locais do país, destacando-se ainda uma homenagem ao dramaturgo Norberto Ávila.

Grupos de Odivelas, Lisboa, Loures, Entroncamento e Aveiro, entre outras localidades, participam este ano na Festa do Teatro Amador do Centro Cultural Malaposta, uma iniciativa que desde há oito anos mostra o que de melhor é realizado no país em termos de produção teatral dirigida às comunidades locais. 


São no total 13 grupos e 16 espectáculos para ver de terça a sábado, pelas 21:30, e aos domingos, pelas 16:00.


Tal como acontece em todas as edições, o evento homenageia uma figura da dramaturgia nacional, tendo este ano a escolha recaido em Norberto Ávila, cujas obra há muito ultrapassou as fronteiras do país. 

Dramaturgo, romancista, contista e poeta nascido nos Açores, frequentou a Universidade do Teatro das Nações, em Paris. 


Na década de 70 foi autor e director da revista “Teatro em Movimento” e responsável pela Divisão de Teatro da Secretaria de Estado da Cultura.
No início dos anos 80 dirigiu na RTP o programa Fila 1 dedicado à actividade teatral portuguesa. 

Com uma extensa actividade e produção, recebeu em 2008 a Medalha de Honra da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) e, em 2010, aos 50 anos de carreira, a Assembleia Legislativa dos Açores atribuiu-lhe a Insígnia Autonómica de Reconhecimento.

Nesta homenagem inclui-se a apresentação, a 03 e 04 de Outubro, da peça da sua autoria “As Cadeiras Celestes”, uma das mais recentes produções do jovem Grupo de Teatro Lusófono da Malaposta que será representada primeira vez e com a presença do autor. 

Inspirada numa parábola bíblica que nos conduz por uma odisseia fantástica em torno de um duelo entre Deus e o Diabo, esta comédia relata-nos a vertiginosa ascendência financeira e empresarial de Job e Zelfa. 


O casal, vindo da miséria, consegue, com a ajuda de Abel Zebu, chegar aos patamares do sucesso material e que, por fim, se vê na necessidade de encontrar alguma paz como contraponto às estratégias maquiavélicas que envereda em prol do bem mais precioso – o dinheiro.


Para além desta estreia total de “As Cadeiras Celestes”, destaque para “Isto não é nada!” pelo Grupo de Teatro Sénior de Odivelas, numa adaptação de “Festa de Beneficência” de Lauro António e  “Violino de duas cordas” de João Sevivas. 


Segundo Jan Gomes, encenador e responsável do Projecto Teatro e Comunidade da Malaposta, “a partir destes dois textos, e recorrendo a várias linguagens teatrais, criámos um espectáculo através do qual partilhamos uma viagem pelo Universo de duas interrogativas fundamentais: Para que serve o Teatro? Para que se serve quando se é velho?”

 

A Festa do Teatro Amador integra-se no âmbito das atividades do Projecto Teatro e Comunidade que a Malaposta desenvolve com sucesso paralelamente à sua programação profissional. 


Segundo Manuel Coelho, director artístico deste centro cultural, “um dos nossos principais objectivos passa por dar visibilidade e espaço para concretização do trabalho de núcleos fazedores de teatro que não se inserem no mercado profissional. Permite-se assim que o público conheça a pluralidade cénica oferecida hoje no país, auxiliando ainda na sensibilização e criação de novos públicos para o teatro”.

 

Retirado do HardMúsica

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub