Cinema - Lance Armstrong, a verdade de uma mentira

Lance Armstrong, a verdade de uma mentira


Lance Armstrong, a verdade de uma mentira

Verdade ou mentira? Quem quis responder a esta questão foi Alex Gibney, realizador do documentário “A Mentira de Armstrong”, através de testemunhos reais e com a participação do próprio Lance. 

A estreia está marcada para o próximo dia 14 e promete questionar o público. 

Alex Gibney decidiu fazer um documentário que retratasse o regresso do ciclista à competição, apoiando-se na sua luta contra o cancro e nas suas sete vitórias consecutivas da Volta à França. 

O documentário tem início em 2013 com a declaração de Armstrong ao admitir que tinha tomado substâncias dopantes na sequência de investigações pelas autoridades judiciais e pela própria USADA, a agência antidopagem dos Estados Unidos. 


A declaração foi feita numa entrevista com Oprah Winfrey, chocando todos os fãs e apoiantes de Armstrong. 


O documentário é caracterizado por vários flashbacks, revelando testemunhos, a reacção dos média e imagens inéditas.

Armstrong negou durante muitos anos a sua relação com o doping, falando sobre o código omertà, a protecção que tinha, a sua fundação e a publicidade e a fama a que começou a estar sujeito.

O realizador tenta mostrar a ascensão de Lance baseada na mentira e, mais tarde, a sua queda que o tirou das competições desportivas. 

Utiliza planos muito detalhados, tentando captar, principalmente, o rosto e as mãos para observar as diferentes emoções dos intervenientes. 


O documentário termina com uma das declarações do ciclista, afirmando que nunca fez batota e que o mais importante foram as sete vitórias porque isso ninguém lhe tira. 


Carolina Gouveia


Retirado do HardMúsica

publicado por olhar para o mundo às 10:04 | link do post | comentar