Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

23
Jul12

Os meses quentes predispõem ao amor

olhar para o mundo

Os meses quentes predispõem ao amor

Recurso a agências matrimoniais regista aumento de 20%

 

Os meses de verão são tradicionalmente descritos como meses namoradeiros e casamenteiros.

 

As pessoas convivem mais e os dias de calor acabam por despertar paixões.

 

Esta é também uma altura em que aumentam os casos de depressão e de suicídio.

 

Esses dias acrescentam, muitas vezes, um adicional de nostalgia àqueles que estão sozinhos, não por opção mas por não terem ainda encontrado a pessoa certa. Numa época em que, mais do que nunca, se celebra a alegria de viver e apetecem os prazeres da natureza, quem procura um par pode sentir ainda mais a solidão. É por isso que, está demonstrado, homens e mulheres estão mais do que nunca predispostos, nesta altura, à ideia de conhecer alguém para amar.

 

E é também por isso que, segundo Liliana Duarte, diretora-geral da agência matrimonial Amore Nostrum, este tipo de serviços regista, nos meses quentes, um acréscimo de 20% de candidatos, homens e mulheres empenhados em encontrar o par ideal. Fruto da maior disponibilidade das pessoas, em tempo de férias, para repensar a vida sentimental e conhecer alguém com quem partilhar um sentimento de felicidade a dois, a procura aumenta.

 

«Isto acontece com homens e mulheres de várias idades, classes sociais e interesses, mas sempre com os denominadores comuns de quererem partir para uma relação duradoura, seja união de facto ou casamento, e de não deixar, ao acaso do destino, o encontro com o parceiro idealizado», sublinha a diretora da maior agência matrimonial nacional.

Análise de perfis aumenta taxa de sucesso da procura

O recurso a uma agência matromonial é simples. «Na Amore Nostrum, estabelece-se um perfil da maneira de ser e dos gostos dos candidatos, o que permite apresentar pessoas que, à partida já terão um elevado grau de afinidade, como base para uma união de sucesso», assegura Liliana Duarte.

 

Os primeiros contactos dos interessados são presenciais e têm lugar nas agências da empresa. Durante o processo, a confidencialidade e a segurança são garantidas, já que só são aceites «candidatos livres e que procurem um relacionamento sério e estável», sublinha a executiva, psicóloga licenciada pela Universidade do Minho, que coordena a gestão das seis delegações da agência, em Lisboa, Braga, Porto, Coimbra, Leiria e Faro.

 

Retirado de Sapo Mulher

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub