'Estrada de Palha', um western à portuguesa

'Estrada de Palha', um western à portuguesa

O filme 'Estrada de Palha', um western português assinado pelo realizador Rodrigo Areias e que é influenciado pela obra 'Desobediência civil', de Henry David Thoreau, estreia-se hoje nas salas portuguesas.

 

Estrada de Palha é um western, um género cinematográfico pouco explorado no cinema português, cuja acção decorre no início do século XX, após o regicídio, mas ainda antes da implantação da República.

 

Esta é a história de um homem que regressa a Portugal, vindo da Lapónia, para vingar a morte do irmão, numa aventura em que se faz acompanhar, no bolso, do livro Desobediência Civil, de Henry David Thoreau.

 

O filme foi rodado entre a serra da Estrela e o Alto Alentejo - além de uma série de planos feitos na Lapónia - «respeitando o trajecto da transumância do gado serrano, um dos principais motores económicos da Península Ibérica durante mais de cinco séculos», explicou o realizador à Lusa quando o filme passou no festival de Vila do Conde.

 

Com Vítor Correia, Nuno Melo e Ângelo Torres nos principais papéis, Estrada de Palha tem banda sonora de Paulo Furtado (The Legendary Tigerman) e Rita Redshoes, o que motivou a exibição do filme em versão cine-concerto em várias salas do país ainda antes desta estreia comercial.

 

O cine-concerto dos dois músicos é recuperado para uma exibição especial hoje, no cinema UCI El Corte Inglés, em Lisboa.

 

Como teve apoio financeiro da Finlândia, o filme também terá estreia comercial neste país, estando igualmente assegurada em França, em Outubro, onde acontecerá uma sessão em cine-concerto com The Legendary Tigerman e Rita Redshoes.

 

A par da estreia comercial, Estrada de Palha integra a competição oficial do The Karlovy Vary International Film Festival, que começa na sexta-feira, na República Checa.

 

Noticia do Sol

publicado por olhar para o mundo às 17:57 | link do post | comentar