Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

15
Abr15

ACERT - O TESOURO de Manuel António Pina - Pé de Vento

olhar para o mundo

2015-04-08_1428523003.jpg

 

O TESOURO
de Manuel António Pina - Pé de Vento
A Escola vem ao Teatro


Duração: 45 minutos
Classificação: M/10

 

Auditório 1
Qui, 23 abr'15 às 10:30 e às 14:30


Homenagem ao 25 de abril a partir das palavras de Manuel António Pina

E como pode alguém viver sem liberdade? Como é possível? perguntavam às pessoas que viviam no País das Pessoas Tristes.


E então explicavam-lhes: naquele país as pessoas não podiam fazer o que queriam, nem podiam dizer o que pensavam ou o que sentiam. Nem sequer podiam contar esse segredo a ninguém… Até que um dia chegou em que, no País das Pessoas Tristes, as pessoas decidiram reconquistar o seu tesouro.


A partir do conto de Manuel António Pina O Tesouro, o espetáculo desenrola-se com recurso a memórias esparsas e fragmentadas, sobretudo sonoras, dos tempos anteriores a abril de 1974. Com este espetáculo, Pé de Vento assinala os 40 anos do 25 de abril com um texto de um dos seus fundadores que nos fala desse bem precioso chamado liberdade


A encenação de O Tesouro que agora apresentamos vem celebrar o longo trajeto de um texto oferecido por Manuel António Pina à Associação 25 de abril, a qual o editou ao longo dos anos, em centenas de milhares de exemplares, fazendo-os chegar, sobretudo com o apoio das autarquias, às escolas de todo o país. Em 1999, para assinalar os 25 anos do 25 de abril, o cineasta João Botelho produziu e realizou, para a Comissão das Comemorações dos 25 anos, o filme Se a memória existe, baseado neste mesmo texto.


Em abril de 2013, saiu a mais recente edição, com desenhos de Pedro Proença, da Assírio & Alvim.
Este espetáculo é, pois, uma dupla Homenagem – ao Autor do texto, Manuel António Pina, e à Revolução dos Cravos, que nos deixou como herança a fraternidade que nos guia no trabalho e na vida.

João Luiz



Ficha Técnica


texto: Manuel António Pina
encenação: João Luiz
espaço cénico: João Luiz e Rui Azevedo
figurino: Susanne Rösler
interpretação: Rui Spranger

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub