Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

08
Nov17

Álbuns clássicos de Billie Holiday, Dinah Washington e Stan Getz reunidos em caixas especiais

olhar para o mundo

classicos.png

 

Álbuns clássicos de Billie Holiday, Dinah Washington e Stan Getz reunidos em caixas especiais

Cada caixa reúne cinco álbuns em vinil de 180 gramas e chegam às lojas a 8 de dezembro

 Muitos são aqueles que concordam que o jazz clássico dos anos 1950 e 60 soa melhor quando ouvido no meio para o qual foi originalmente concebido – nomeadamente o vinil. Tendo isso em mente, a Universal Music orgulha-se de anunciar o lançamento de três caixas com discos de vinil que reúnem os álbuns-chave de três dos maiores e mais influentes nomes do jazz da sua era dourada: as cantoras Billie Holiday e Dinah Washington e o saxofonista Stan Getz. Cada caixa contém cinco dos álbuns mais populares de cada artista masterizados em vinil de 180 gramas, em edições que reproduzem o artwork original. 

 “Classic Lady Day” é o título da caixa dedicada a Billie Holiday. O primeiro álbum desta edição, “Solitude: Songs by Billie Holiday”, inclui as participações do pianista Oscar Peterson e do guitarrista Barney Kessell, bem como a versão emotiva do imortal “Solitude”, de Duke Elington, com Charlie Shavers no trompete.Billie Holiday interpreta ainda standards como “You Go To My Head” e “These Foolish Things”.

 

“A Recital By Billie Holiday” é uma compilação de 1956 que inclui interpretações de “What A Little Moonlight Can Do” e “Stormy Weather”, enquanto o disco “Velvet Moods – Songs by Billie Holiday” contém temas como “Nice Work If You Can Get It” e “I've Got A Right To Sing The Blues”. Também editado em 1956 foi o álbum mais célebre de Holiday, “Lady Sings the Blues”, que inclui outro tema icónico, “God Bless the Child”, e claro, a versão avassaladora do histórico “Strange Fruit”. A caixa de Billie Holiday inclui ainda o LP “All Or Nothing At All”, lançado um ano antes da morte da cantora.

Já a caixa “The Divine Miss Dinah”, de Dinah Washington, começa com “After Hours With Miss D”, uma gravação de 1954 com os músicos Clark Terry e Eddie ‘Lockjaw’ Dasvis. O álbum “For Those In Love” contém um dos temas mais populares de Washington, “Blue Gardenia”, tendo sido gravado com um pequeno ensemble que inclui o pianista Wynton Kelly e o baterista Jimmy Cobb, que viriam a gravar “Kind of Blue” de Miles Davis.

O álbum “The Swingin’ Miss D” também faz parte desta edição e neste disco Washington colabora com o então maestro/arranjador Quincy Jones e a sua orquestra. O disco “What A Diff’rence A Day Makes!”, que inclui uma versão do tema homónimo dos Dorsey Brothers que valeu à cantora um Grammy em 1959, conta com a participação de Joe Zawinful, futuro cofundador dos Weather Report, e será agora reeditado nesta caixa especial.

 

A caixa dedicada à discografia do saxofonista tenor Stan Getz, intitulada “Bossa Nova Years”, centra-se no seu repertório que cruza o cool jazz com a bossa nova. “Jazz Samba”, de 1962, foi gravado com o guitarrista Charlie Byrd, e inclui uma versão do premiado “Desafinado”.

Getz explorou a música brasileira num ensemble mais alargado no seu álbum seguinte, “Big Band Bossa Nova”, também lançado em 1962 e que faz parte desta caixa. Já no disco “Jazz Samba Encore!”, de 1963, Getz colabora com o guitarrista Luiz Bonfá, do Rio de Janeiro, e com o aclamado compositor de bossa nova Antonio Carlos Jobim. O álbum “Getz/Gilberto” aprofunda esta relação com o Brasil, tendo sido gravado inteiramente em parceria com o cantor e guitarrista João Gilberto.

O último LP da caixa de Getz intitula-se “Stand Getz with Guest Artist Laurindo Almeida”, gravado em 1963 mas lançado pela Verve apenas três anos mais tarde, tendo sido gravado com o reconhecido guitarrista de São Paulo Laurino Almeida, incluindo temas como “Menina Moça” e “Once Again”.

 Qualquer colecionador de jazz não deixará escapar estas três caixas incríveis em vinil, que serão disponibilizadas também em CD a partir de 15 de dezembro.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub