Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

07
Nov17

Casa da Cultura de Setúbal - PARIS / MADRID / LISBOA | EXPOSIÇÃO DE PINTURA DE MIGUEL GALANO

olhar para o mundo

GALERIA DE EXPOSIÇÕES | 3 DE NOVEMBRO A 3 DE DEZEMBRO

 

galano.jpg

 

 

“PARIS/MADRID/LISBOA”

 

Pintura de Miguel Galano

 

 

Para Juan Manuel Bonet, é a de Galano “uma pintura setentrional, em cinzentos e brancos, que fala do mundo em volta, e que aprofunda a sua essência; uma pintura intemporal, contemplativa, emocionante e verdadeira como poucas.

Na grande tradição melancólica do Norte, tão bem estudada por Robert Rosenblum num livro que é um clássico, Miguel Galano representa hoje, no nosso panorama, uma sensibilidade muito especial para a paisagem, para a ilustração urbana, para a natureza morta.

O que lhe interessa? Coisas pequenas: a prosa da vida quotidiana na província, uns prados e umas colinas sempre com algo de “finis terrae”, o perfil de umas árvores contra um céu muito branco, o próprio rosto interrogado uma e outra vez, na alvorada uma fortaleza fabril e sombria do Oeste asturiano, um livro aberto sobre uma mesa, uma rosa solitária, uma túlipa, a chuva, a neve, uma mansão na distância e há muito tempo atrás no campo lucense, uma estrada secundária da mesma província, um parque de Zurique e outro na alta de Lisboa, o Reno tão amplo em Basileia, um quebra-mar cantábrico por entre a bruma…”

 

Miguel Galano (Tapia de Casariego, Astúrias, 1956) é um dos pintores espanhóis que alcançou nos últimos tempos, maior dimensão e maturidade. A sua obra, centrada em motivos figurativos que percorrem cidades e monumentos, evoca a tradição simbolista com especiais inovações contemporâneas. A exposição Paris – Madrid – Lisboa é um acontecimento privilegiado para confirmar a alta temperatura poética e o intimismo crepuscular deste pintor que se encontra entre os artistas espanhóis mais singulares. Alheio às modas e à publicidade do mundo da arte, Galano é um exemplo de pureza artística e concentração solitária numa trajectória pessoal.

 

Organização: CMS | Gobierno de España/Ministerio de Educación, Cultura y Deporte/ Secretaria de Estado de Cultura

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub