Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

03
Abr17

“Coleções Em Foco” – projeto editorial inédito nos Palácios Nacionais de Sintra

olhar para o mundo

coleções.jpg

 

“Coleções Em Foco” –

projeto editorial inédito nos Palácios Nacionais de Sintra

  

- Projeto de continuidade da Parques de Sintra centrado na investigação e divulgação do acervo dos Palácios Nacionais de Sintra, Queluz e Pena

- Monografias publicadas e distribuídas em formato e contexto digital

- De acesso livre e em três línguas: português, inglês e espanhol

- Primeiro número com foco em novas descobertas relativas a “Retrato de Jovem Nobre, Cavaleiro da Ordem de Calatrava”

- Sessão de lançamento amanhã, às 18h00, no Palácio Nacional de Sintra

 

Sintra, 3 de abril – No próximo dia 4 de abril (terça-feira), no Palácio Nacional de Sintra, pelas 18h00, é apresentado o primeiro número da iniciativa Coleções Em Foco, edição da Parques de Sintra - Monte da Lua. Um projeto digital inédito em Portugal na esfera dos Palácios Nacionais.

 

Coleções Em Foco é o primeiro projeto editorial de continuidade da Parques de Sintra. Centra-se na publicação e divulgação, em acesso aberto, de investigações e estudos recentes sobre o acervo dos Palácios Nacionais de Sintra, Queluz e Pena, ou sobre outros acervos intimamente ligados à família real portuguesa e às suas vivências nestes espaços. Trata-se de uma iniciativa editorial, no domínio da investigação em História da Arte, que pretende dar mais visibilidade às coleções dos Palácios Nacionais sob gestão da Parques de Sintra, tornando-as mais conhecidas e visitadas, e mais procuradas por investigadores nacionais e estrangeiros. O objetivo primordial é fornecer informação atualizada não só ao círculo alargado de investigadores, estudantes e profissionais do património, como a todos aqueles que se interessam pelos Palácios Nacionais e que são visitantes ou potenciais utilizadores.

De acordo com a Diretora dos Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, “é essa investigação que dá suporte a funções tão diversas como o restauro e a reabilitação de espaços, o arranjo museográfico das salas, a inventariação e estudo das coleções ou a sua divulgação e interpretação junto dos nossos visitantes e investigadores, sejam eles presenciais ou virtuais”.

 

Coleção de monografias publicadas e distribuídas em formato e contexto digital, com uma periodicidade regular, de acesso livre e disponibilizadas em três línguas (português, inglês e espanhol), nestas publicações temáticas prevalecem a qualidade gráfica, o rigor científico e a linguagem didática, de forma a facilitar a fruição e compreensão do texto. Esta é uma linha editorial aberta à colaboração de investigadores e especialistas externos expressamente convidados para este efeito.

A peça em foco na edição inaugural é um retrato de corte, proveniente das coleções da Casa Real, pintura emblemática do Palácio Nacional de Sintra. Resultado de um projeto de investigação da responsabilidade do historiador da arte Fernando Montesinos, esta primeira monografia, intitulada Retrato de Jovem Nobre, Cavaleiro da Ordem de Calatrava, organiza-se em oito capítulos, que correspondem a diferentes aproximações ao retrato, em que o autor colige e confronta informação dispersa, apresenta dados inéditos, novas interpretações, hipóteses e argumentos consistentes, que abrem novas vias de investigação.

 

A pintura, que integrou as coleções da Casa Real assumida como Retrato do Rei D. Sebastião e sobre a qual persistiam ainda muitas interrogações, está vinculada ao Palácio Nacional de Sintra desde os anos finais da monarquia, durante o período de D. Maria Pia, a última rainha de Portugal a habitar o Real Paço e promotora da aquisição do retrato. A mudança oficial para Retrato de Jovem Nobre, Cavaleiro da Ordem de Calatrava remonta a 2006, bem como a atribuição da autoria a Juan Pantoja de la Cruz (c.1553-1608), principal retratista da corte espanhola entre final do século XVI e início do século XVII.

 

Neste primeiro número, Fernando Montesinos fez assim um exaustivo levantamento documental e bibliográfico sobre um retrato do qual muito havia ainda a dizer em matéria de autoria, datação, contexto de produção, circulação externa e processo de aquisição. “Promover a investigação, tornar os seus resultados acessíveis para toda a comunidade científica e permitir que outros investigadores desenvolvam novas pesquisas e estudos a partir deles, bem como recuperar memórias esbatidas ou esquecidas do tempo da monarquia ligadas aos nossos Palácios Reais, são objetivos principais desta Coleções Em Foco”, de acordo com o historiador da arte e conservador do Palácio Nacional de Sintra, Fernando Montesinos.

 

Esta edição inaugural integra uma ampla e cuidada seleção de documentos e de imagens comparativas de outras coleções, públicas e privadas, o que permite um conhecimento mais abrangente sobre a peça e facilita ao leitor a visualização imediata das obras mencionadas. Inclui 75 imagens, sendo que mais de metade foram cedidas gentilmente por algumas entidades, com destaque para o The Norton Simon Museum, em Pasadena, e o Museo Nacional del Prado, em Madrid.

 

A edição portuguesa está disponível para consulta e download a partir de 4 de abril, as versões espanhola e inglesa serão publicadas posteriormente, em www.parquesdesintra.pt.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub