“HISTÓRIAS VIVAS NA BIBLIOTECA” - “Um dia, um guarda-chuva”

historias vivas.jpg

 

 

“HISTÓRIAS VIVAS NA BIBLIOTECA”

 

“Um dia, um guarda-chuva”

 

“Um dia, um guarda-chuva”, com textos de David Cali e ilustrações de Valerio Vidali,é o livro escolhido para as próximas “Histórias Vivas na Biblioteca”. No dia 7 de novembro, sábado, pelas 11h00, a Companhia de Teatro do Barreiro – ArteViva, regressa à sala multiusos da Biblioteca Municipal do Barreiro para mais uma leitura encenada.

Esta iniciativa é apoiada pelo Município do Barreiro e realiza-se nos primeiros sábados de cada mês.

A entrada livre e destina-se a crianças dos quatro aos 12 anos.

 

Sinopse

O destino de muitos guarda-chuvas é perderem o dono.

Felizmente, a sensação de abandono é sempre “sol de pouca dura”, pois os guarda-chuvas perdidos depressa encontram novos proprietários (desesperados e quase sempre encharcados...), que depressa lhes devolvem a utilidade.

Ao guarda-chuva deste livro aconteceu algo parecido: ficou esquecido num autocarro e foi passando de mão em mão, descobrindo novos donos e também novas funções.

Num só dia, serviu para afugentar ladrões, entrou num número de circo, viu-se transformado em barco e até entrou num filme... o que prova que um guarda-chuva pode servir para muito mais do que apenas proteger cabeças em dias de temporal.

No final, depois de muitas peripécias, o guarda-chuva (perdido?) acaba o dia onde menos se espera...

“Um Dia, um Guarda-chuva” é uma edição original do Planeta Tangerina com textos de Davide Cali (Suíça) e ilustrações de Valerio Vidali (Itália). Um álbum ilustrado que desafia os leitores a encontrar, em cada ilustração, os elementos que dão continuidade à história na página seguinte.

 

CMB 2015-10-26

publicado por olhar para o mundo às 20:46 | link do post