Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

03
Fev17

Jarvis Cocker e Chilly Gonzales unem-se em novo álbum: “Room 29”

olhar para o mundo

jarvis.jpg

 

Jarvis Cocker e Chilly Gonzales unem-se em novo álbum: “Room 29”

Disco será editado a 17 de março com o selo da Deutsche Grammophon.

Situado no extremo oeste da Sunset Boulevard de Hollywood, o hotel Chateau Marmont tem visto muitos famosos a passar pelas suas portas desde que abriu ao público em 1929. Quando em 2012 o cantor e letrista britânico Jarvis Cocker ficou num dos quartos do hotel, inspirou-se a olhar para a história do hotel, um projeto colaborativo que o uniu ao multifacetado pianista e compositor canadiano Chilly Gonzales. “Room 29”, um ciclo de canções do século 21, que será lançado a 17 de março com o selo da Deutsche Grammophon. A música de Gonzales e as letras de Cocker evocam as vidas de alguns dos antigos hóspedes do quarto 29 (‘Room 29’), além de abordar a fantasia cintilante, mas também a dura realidade, de Hollywood.

“Se tens de te meter em problemas, fá-lo no Chateau Marmont, afirmou Harry Chon, fundador da Columbia Pictures, em 1939. Jarvis Cocker ficou intrigado com as ligações do hotel à história da indústria do cinema. E se fosse possível cantar as histórias de vida e os acontecimentos de que o hotel foi testemunha? A ideia também motivou a imaginação de Chilly Gonzales, e ambos os artistas embarcaram numa viagem de descoberta artística ao longo de três anos, escavando detalhes sobre antigos hóspedes como Jean Harlow, Clara (filha de Mark Twain), e o gangster de Los Angeles Meyer Choen, também conhecido como Mickey the Haberdasher. Além de dramatisarem estas histórias, as canções captam a essência da solidão do quarto de hotel  e as formas como as imagens em movimento têm influenciado as pessoas de formas que elas próprias não compreendem inteiramente. Gonzales e Cocker inspiraram-se no modelo do século XIX do ciclo de canções para uma estrutura capaz de conter uma vasta gama de emoções e estados de espírito suscitados por dramas reais e imaginários de um quarto de hotel pouco comum. O quarto 29 (‘Room 29’) emerge como uma metáfora de um lugar dentro de cada um de nós, onde vivem os nossos desejos e fantasias mais profundos.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub