Jonas Blue lança vídeo para o novo single: “We Could Go Back”

jonas blue.jpg

 

Jonas Blue lança vídeo para o novo single: “We Could Go Back”

Produtor já soma mais de 3 mil milhões de streams em todo o mundo

Sem dúvida que Jonas Blue é a próxima superestrela global a surgir do Reino Unido. Este produtor, DJ e compositor incrivelmente talentoso acaba agora de lançar o vídeo do seu novo single, “We Could Go Back”.

Filmado em Tóquio e realizado por Masashi Muto, o vídeo acompanha a relação entre Jonas e uma outra pessoa por quem o produtor está apaixonado, rodeados de incríveis bailarinos contemporâneos.

 

Recentemente, Jonas Blue produziu o explosivo novo single de Craig David, “Heartline”, além de ter sido eleito um dos embaixadores do Reino Unido para os MTV European Music Awards, que serão entregues em novembro. O produtor ultrapassou ainda os 3 mil milhões de streams em todo o mundo.

Atualmente, Jonas Blue conta com 3 singles no top 5 dos mais vendidos no Reino Unido.
We Could Go Back” é mais uma excelente produção da sua autoria, com uma linha de guitarra luminosa e um baixo quente que se aliam na perfeição à voz melodiosa de Moelogo. Este tema hipnótico faz-nos lembrar os dias lentos de verão.

Tendo vendido quase 20 milhões de singles até à data, Jonas Blue continua a somar sucessos. O seu single de estreia, “Fast Car”, tornou-se o single mais vendido em todo o mundo em 2016 por um artista britânico estreante, além de lhe ter garantido duas nomeações para os Brit Awards – Melhor Single Britânico e Melhor Vídeo Britânico. O segundo single de Jonas, “Perfect Strangers”, com a participação de JP Cooper, conquistou galardões de platina em todo o mundo, enquanto o terceiro single, “By Your Side”, ajudou a lançar a carreira da artista britânica Raye. Mais recentemente, alcançou um sucesso monumental com o tema “Mama”, que vendeu mais de 850 mil cópias no Reino Unido.

Jonas Blue encontra-se de momento a trabalhar no seu álbum de estreia, que irá certamente afirmá-lo como um dos maiores nomes da música britânica contemporânea.

publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar