Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

11
Fev14

Morreu actriz norte-americana Shirley Temple

olhar para o mundo
Morreu actriz norte-americana Shirley Temple

A actriz norte-americana Shirley Temple morreu na segunda-feira aos 85 anos, em Woodside, Califórnia, revelou hoje a família. Em comunicado, citado pela BBC, a família explica que a actriz morreu de causas naturais.

 

Nascida a 23 de Abril de 1928, em Santa Mónica (Califórnia), Shirley Jane Temple começou muito cedo na representação, aos três anos, e rapidamente se tornou numa estrela do cinema norte-americano nos anos da Grande Depressão nos Estados Unidos, com um ar doce e caracóis dourados em filmes como "Bright Eyes" (1934) e "A princesinha" (1939).

 

Trabalhou com John Ford, John Wayne, Henry Fonda, Cary Grant e Ginger Rogers, entre outros, e o sucesso em Hollywood extravasou o grande ecrã, com a sua imagem a ser reproduzida em dezenas de produtos comerciais, como acessórios, canecas e bonecas.

 

Em 1935, quando Shirley Temple tinha sete anos, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas atribuiu-lhe um Óscar em reconhecimento pelo contributo para o mundo do entretenimento.

 

Nos anos 1950 e 1960 - já depois de ter feito mais de 40 longas-metragens e de ter abdicado do cinema - protagonizou alguns programas televisivos, nomeadamente "Shirley Temple's Storybook" e "Shirley Temple Show", ao mesmo tempo que tentava uma carreira política, candidatando-se ao Congresso norte-americano pelo Partido Republicano.

 

Apesar de não ter conseguido ser eleita, Shirley Temple manteve-se ligada à política e à diplomacia nas décadas seguintes.

 

A convite do presidente Richard Nixon, trabalhou na Organização das Nações Unidas e foi embaixadora no Gana, com o presidente Gerald Ford foi chefe de protocolo e, entre 1989 e 1992, foi embaixadora na antiga Checoslováquia, a convite de George Bush.

 

Depois de um primeiro casamento, aos 17 anos, que durou cinco anos, Shirley Temple voltou a casar em 1950 e teve dois filhos.

 

Em 1972, a actriz teve cancro da mama e tornou-se numa das primeiras figuras públicas a falar abertamente da doença.

 

Em 1988 publicou uma autobiografia, "Child Star", e, segundo a página oficial da actriz na Internet, estaria actualmente a preparar um novo volume biográfico.

 

Retirado do Sol

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub