Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

28
Abr17

O pano da vida se desata no clipe da Zéfiro: “Andes”

olhar para o mundo

zéfiro 2 foto por Lucas Aguiar.jpg

 

 

O pano da vida se desata no clipe da Zéfiro: “Andes”
Banda lança primeiro clipe do EP de mesmo nome e prepara primeiro disco

 

Um ano depois se lançar com um EP, a banda brasiliense Zéfiro encerra esse ciclo com o clipe da faixa que dá nome ao trabalho. O vídeo de “Andes” é disponibilizado após a banda figurar em diversas listas de melhores do ano e de revelações, marcando assim o fim dos trabalhos do EP e o início dos preparativos para o primeiro disco completo da banda, previsto para ser lançado no início de 2018.

 

“Andes” é uma metáfora para o momento em que o indivíduo depara-se com a grandeza e a imponência do desconhecido. Ao mesmo tempo em que o novo amedronta o sujeito, também o faz andar. A letra fala da solidão, da frieza, mas de forma a naturalizar esses sentimentos. É a descrição das paisagens da caminhada e as mudanças de rumo sem nunca descrever a chegada, porque a caminhada da vida se dá em ciclos e não em linha reta.

 

“Pensamos num pano que fizesse alusão a uma esteira interminável. Pensamos no branco por conta de seu vazio. Pensamos numa paisagem onírica. O diretor propôs que pegássemos esses elementos e os expandíssemos para outros usos, que fizessem alusão a diferentes momentos de vida e não só à caminhada. Dessa forma, ele teria um significado ambíguo, ora servindo de alimento, ora funcionando como algo que sufoca”, explica Pedro Menezes, guitarrista e vocalista da Zéfiro.

 

O vídeo foi dirigido e gravado por Tiago Miollo no teatro do Espaço Usina, em Brasília, e tem a atriz Juliana Drummond como protagonista. A produção é de Tiago Miollo e Maiara Rossi, com direção de fotografia e montagem por Pedro Bedê (dos vídeos de “Amanheceu”, da Scalene, e “Ilha”, da Dona Cislene) e finalização pelo Mamelungo Studio.

 

“De certa forma, o vídeo é uma homenagem da própria banda ao trabalho que concretizamos”, comenta Pedro antes de sentenciar: “O próximo trabalho de estúdio está em fase de pré-produção e deve ser lançado no início de 2018. A proposta mantém-se a mesma, mas um pouco mais madura: fazer música intensa, delicada e que desafie os arranjos tradicionais”.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub