Segunda-feira, 30.05.16

UMA NÊSPERA NO COLISEU DE LISBOA , NOITE EXTRA

Uma_Nespera_no_Coliseu_Extra_newsletter.jpg

 

 

Dizem que não há duas sem três e aqui se prova o quanto alguns ditados populares estão absolutamente certos: com o primeiro espectáculo practicamente esgotado, Bruno Nogueira, Filipe Melo e Nuno Markl irão partilhar com o público uma edição especial do programa, com uma série de dilemas morais perturbadores, num exercício de demência e de liberdade de expressão.

 

De e com: Bruno Nogueira, Filipe Melo e Nuno Markl
Vídeo: João Pombeiro
Produção: Força de Produção

Coliseu de Lisboa
Data Extra - Quinta-feira, 15 de Setembro, 21h30
Sexta-feira, 16 de Setembro, 21h30

Preços: entre 8€ e 22€
Bilhetes à venda na BOL e FNAC 

Coliseu do Porto
Quarta-feira, 21 de Setembro, 21h30
Preços: entre 8€ e 22€
Bilhetes à venda na Ticketline e FNAC

publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar
Quinta-feira, 11.02.16

César Mourão juntou-se aos Porta dos Fundos

porta dos fundos.jpg

 

 

César Mourão juntou-se aos Porta dos Fundos com quem gravou "Tradutor", um sketch hilariante, emitido no passado sábado, dia 6 de fevereiro,  no canal de Youtube do coletivo  brasileiro.
 
O actor e comediante é o primeiro português a participar num dos vídeos dos Portas dos Fundos,  que contam com mais de 10 milhões de subscritores no Youtube.
 
César Mourão interpretou o papel de um tradutor transmontano, ao lado de Gregório Duvivier, João Vicente de Castro, Gustavo Chagas e da atriz convidada Gisele Itiê, 
 
Com cerca de dois minutos, o sketch retrata uma empresa que contrata uma venezuelana para presidente e, para um melhor entendimento da língua, solicita um transmontano para proceder  à tradução simultânea. Azar dos azares! Afinal parece que o castelhano acaba por ser mais entendível  que a língua de Camões. 

 

 

publicado por olhar para o mundo às 01:13 | link do post | comentar
Sexta-feira, 29.01.16

NOME PRÓPRIO CHEGA AO PORTO

Nome_Proprio.jpg

 

NOME PRÓPRIO CHEGA AO PORTO
DE 5 A 14 DE FEVEREIRO

“(Nome Próprio) Um brinde à honestidade”.
METRO

“Um serão com muitas gargalhadas é garantido. Amizade, mesquinhez,
hipocrisia e os não ditos sobre os outros são abordados também nesta peça
que conta com uma bonita cenografia, uma brilhante interpretação de José Pedro Gomes, bem coadjuvado pelo restante elenco”.
HARDMUSIC

“Uma reflexão sobre os nossos próprios preconceitos
ao sabor de muitas gargalhadas”.
TEATRALMENTE FALANDO

Texto
Matthieu Delaporte e Alexandre de La Pateliére Tradução Ana Sampaio Encenação Fernando GomesEspaço Cénico Rui Filipe Lopes Desenho de Luz Paulo Sabino Figurinos Fernanda Ramos
Música Filipe Melo Assistentes de Encenação Anaísa Raquel e Elsa Galvão Produção Força de Produção

Interpretação
José Pedro Gomes, Aldo Lima, Ana Brito e Cunha,
Francisco Menezes e Joana Brandão


TEATRO SÁ DA BANDEIRA  I  5 a 14 Fevereiro
Sextas e Sábados às 21h30  I  Domingos às 16h30
Preços a partir dos 8€
Bilhetes à Venda na Fnac e na Ticketline

publicado por olhar para o mundo às 13:13 | link do post | comentar
Segunda-feira, 14.12.15

Porta dos Fundos regressa a Portugal com “Portátil”

portattil.jpeg

 

 

Porta dos Fundos regressa a Portugal com “Portátil”


Porta dos Fundos, o coletivo brasileiro de sucesso, está de regresso a Portugal com“Portátil”, um espetáculo único, onde a comédia e o improviso são palavras de ordem.

A digressão lusa arranca já dia 17 em Braga, no Theatro Circo, com sala esgotada e passa por Leiria, Aveiro, Coimbra, Lisboa e Porto.

A interpretação está a cargo de Gregório Duvivier, João Vicente de Castro, Luis Lobianco e Gustavo Miranda, quatro dos elementos do projeto Porta dos Fundos. A direção é de Bárbara Duvivier.   

“Portátil” é um espetáculo de improvisação sem interrupções, no formato long form, onde tudo se desenrola em torno das histórias contadas por um voluntário escolhido da plateia.

Em cada cidade, uma história diferente dará forma a uma narrativa sem precedentes. Uma narrativa própria que encena as memórias do entrevistado, com principio, meio e fim. 

O público é, necessariamente, um coautor e desse trabalho de grupo, nasce o retrato de uma vida, de uma época e de um país, com toda a sua riqueza e suas "mazelas",  sem nunca deixar de fora o humor anárquico.

No final, o resultado é um espetáculo feito pela plateia e para a plateia. Um espetáculo orgânico, diversificado, que passeia por diversos personagens, permitindo aos espetadores a oportunidade de testemunhar ao vivo, o processo criativo e a genialidade deste  grupo de humor. 

Datas Dezembro:

Dia 17: Theatro Circo | Braga | 21h30m

Dia 18: Teatro José Lúcio da Silva | Leiria | 21h30m

Dia 19: Teatro Aveirense | Aveiro | 21h30m

Dia 20: Teatro Gil Vicente | Coimbra

Dias 21 e 22: Aula Magna | Lisboa | 21h30m

Dia 23: Casa da Música | Porto | 22h00m

Preço dos Bilhetes – entre 18€ e 25€ 

Duração: 70 minutos (sem intervalo)

publicado por olhar para o mundo às 21:12 | link do post | comentar
Terça-feira, 02.06.15

Quim Roscas e Zeca Estacionâncio | Alcobaça | 19 de junho

quimroscas.jpg

 

 

“A dupla” João Paulo Rodrigues (“Quim Roscas”) e Pedro Alves (“Zeca Estacionâncio”)


Conhecem-se em 2000… João Paulo realizava um espetáculo de stand up comedy num bar do Porto; Pedro Alves estava sentado no público fazendo questão de divulgar o fim das anedotas antes do tempo. João convida para Pedro tomar o seu lugar. E ele aceitou! Desta brincadeira surge o convite para uma entrevista na Rádio Nova Era e mais tarde para fazer parte da equipa das manhãs com Pedro Alves.


Nasce a dupla “Quim Roscas e Zeca Estacionancio”. Apenas um ano mais tarde, já eram os humoristas mais requisitados na noite do Porto e arredores.


O salto para a televisão era esperado e rapidamente começaram a ser convidados para participarem em vários programas; sendo a primeira grande oportunidade de carreira, a participação no “123” a convite de Teresa Guilherme. Segue-se a “Praça da Alegria”, “Portugal no Coração”, o DVD ao vivo, Programa "TELERURAL" etc.


Em Fevereiro de 2014, aceita o convite da SIC e estreia-se como apresentador no daytime, ao lado de Júlia Pinheiro, no programa “Queridas Manhãs”, este programa conta também com sketches de humor do ator residente Pedro Alves, parceiro de João Paulo Rodrigues na dupla “Quim Roscas e Zeca Estacionâncio”

publicado por olhar para o mundo às 20:52 | link do post | comentar
Terça-feira, 28.05.13

Manuel Serrão e o melão dos benfiquistas (Vídeo)

publicado por olhar para o mundo às 23:28 | link do post | comentar
Segunda-feira, 13.05.13

Fábio Coentrão equipou-se e foi para o banco… sem ser convocado [vídeo]

13 de Maio, 2013
Fábio Coentrão foi protagonista de um momento hilariante no último jogo do Real Madrid com o Espanyol, que acabou empatado a uma bola.

O jogador português ficou fora das escolhas de Mourinho para o jogo na Catalunha, mas equipou-se e sentou-se no banco de suplentes como se nada se passasse, o que motivou uma grande gargalhada por parte dos seus colegas de equipa e respectiva equipa técnica.

 

O seu lugar era na bancada, foi preterido da equipa que ia alinhar frente ao Espanyol, mas Coentrão, provavelmente distraído, foi para o banco de suplentes à hora do jogo. Iker Casillas olha estupefacto para o português e pergunta-lhe o que está ali a fazer, Benzema desmancha-se a rir quando se apercebe da situação, contando-a aos restantes jogadores.

 

Casillas informa o defesa que não faz parte da ficha de jogo, mas Coentrão não acredita e vai pedir satisfações a Karanka, treinador adjunto dos merengues, que o manda imediatamente para a bancada. Mourinho, que havia chegado ao banco, não evita as gargalhadas, mas pede moderação ao plantel. Já Cristiano Ronaldo deu a entender que o internacional português estava 'maluco'.

 

Já instalado na tribuna, Fábio Coentrão assistiu ao empate do Real que deu o título de campeão espanhol ao Barcelona.

Veja o vídeo:


Retirado do Sol
publicado por olhar para o mundo às 13:08 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Quarta-feira, 25.07.12

Ricardo Araújo Pereira, Igreja Universal do Reino do Empreendedorismo

Se calhar, o leitor não fala empreendedorês. Não recebeu inputs, perdeu a oportunidade de desenvolver o know-how e agora não consegue dar feedback. Não tem drive nem mindset de mercado para abordar um cluster de empresas e mostrar-lhe os seus skills técnicos

 

O leitor não tem dado atenção aos gurus do empreendedorismo. Está a ler isto, em vez de estar a empreender. Prepara-se para ficar mais de dois minutos sem inovar. Borrifa-se despudoradamente na competitividade. Que se passa? Não ouviu os sacerdotes do trabalho? Não se sentiu inspirado pelas palestras de motivação? Se calhar, não fala empreendedorês. Não recebeu inputs, perdeu a oportunidade de desenvolver o know-how e agora não consegue dar feedback. Não tem drive nem mindset de mercado para abordar um cluster de empresas e mostrar-lhe os seus skills técnicos. Impressionante, a sua incúria.

 

Nutro um grande fascínio pelo mundo do trabalho, até porque nunca tive um emprego a sério. Por isso, foi com muito agrado que me dediquei a ouvir os novos guias espirituais do empreendedorismo, da inovação e da competitividade. Posso fazer-lhe um resumo. O leitor quer singrar? Seja empreendedor. Pronto, começam as objecções. O leitor, com a sua costumeira impertinência, acha que, uma vez que empreender é sinónimo de fazer, sugerir a quem não sabe o que fazer que empreenda acaba por ser igual a coisa nenhuma. Calma. Há que educar o gosto para este tipo de aconselhamento. O leitor ainda quer singrar? Então, inove. É outro truísmo? É mais fácil falar em inovação do que ter, de facto, ideias inovadoras? Mau, mau. Começo a aborrecer-me com a resistência do leitor. Deixe-me continuar a analisar o pensamento destes profissionais cujo trabalho é recomendar ao leitor que trabalhe.

 

Primeira ideia: é preciso chegar mais cedo ao emprego e sair mais tarde. Dito assim, parece pouco, mas o conselho tem de ser dado aos gritos, em pose dinâmica e empreendedora. O leitor fará o favor de imaginar que tenho o punho dramaticamente cerrado e a veia do pescoço saliente: é preciso chegar mais cedo e sair mais tarde. Vê como impressiona? E é uma ideia verdadeiramente inovadora. Há poucos dias saíram na imprensa dois testemunhos de um rapaz e uma rapariga portugueses que tinham tido uma experiência de trabalho no estrangeiro. Ela, nos Estados Unidos; ele, na Alemanha. Ambos se apresentaram ao trabalho antes dos colegas e saíram depois - para mostrar serviço. Ambos foram chamados ao director. O rapaz da Alemanha foi intimado a respeitar o horário de trabalho, porque há uma coisa chamada "lei" (eu também nunca tinha ouvido falar) e porque, no entender da administração daquela empresa, quem não conseguia fazer o seu trabalho a horas estava a fazê-lo mal. À rapariga dos Estados Unidos, foi-lhe comunicado que iria passar a estar debaixo de olho, porque quem fica no trabalho até tarde são, normalmente, as pessoas que se dedicam à espionagem industrial. Veja como o conselho dos novos gurus, estando em linha com a mentalidade chinesa, representa um corte com a prática ocidental. Parece que eles, lá na civilização, dividiram o dia em três partes: uma para trabalhar, outra para dormir e outra para o lazer. E é assim que se organizam, os estúpidos. Dizem que o lazer, de que os nossos gurus têm nojo, até faz movimentar uma indústria de milhões. Mesmo assim, na Alemanha e nos Estados Unidos ninguém diz às pessoas para chegarem mais cedo e saírem mais tarde do lazer. Eles sabem que isso seria tão idiota como pedir-lhes para chegarem mais cedo e saírem mais tarde do emprego.

 

Ricardo Araújo Pereira


Retirado da Visão

publicado por olhar para o mundo às 11:49 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

posts recentes

últ. comentários

  • Comigo acontece do mesmo jeito mas quem dorme sou ...
  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...

Posts mais comentados

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds

blogs SAPO