Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

16
Out17

“Colors” é o novo álbum de Beck

olhar para o mundo

beck.jpg

 

“Colors”, o novo álbum de Beck, chega hoje às lojas

Novo disco é produzido por Greg Kurstin e o próprio Beck 

Já descrito pela Rolling Stone como “uma explosão eufórica de pop experimental”, o 13.º álbum de estúdio de Beck, “Colors”, chega hoje às lojas. Possivelmente o título mais apropriado na discografia de Beck, “Colors” desdobra-se num arco-íris embriagante de surpresas e doces auditivos.

Colors” é o primeiro álbum de inéditos de Beck desde “Morning Phase”, de 2014, que lhe valeu o Grammy de Álbum do Ano na 57.ª cerimónia dos Grammy Awards, bem como as distinções de Melhor Álbum Rock e Melhor Engenharia de Som (Exceto Música Clássica). O álbum contribuiu ainda para que Beck fosse nomeado na categoria de Melhor Artista Masculino Internacional nos Brit Awards de 2015. Além do já revelado tema “Dear Life”, “Colors” conta ainda com os singles: “Dreams”, uma canção de verão com tons psicadélicos que a NPR descreveu como “urgentemente contemporânea e irresistivelmente vintage”, e a retro futurista “Wow”, que a NME definiu como um tema “funk selvagem brilhante”.

 

A crítica tem aclamado fortemente este regresso de Beck aos álbuns com “Colors”:

“Instantaneamente memorável… Outro marco nesta carreira fascinante e imprevisível” – Wall Street Journal

“‘Colors’ é gregário, extrovertido e comemorativo: um grande e brilhante álbum pop” – UNCUT

“‘Colors’ prova que Beck ainda é um dos inventores mais corajosos do rock” – Entertainment Weekly

“O seu melhor disco uptempo desde ‘Odelay’ ... Uma explosão de luz para nos acompanhar ao longo do inverno" – Q Magazine

Colors” foi produzido por Greg Kurstin e Beck, à exceção de “Wow”, produzida por Beck e Cole M.G.N., e “Fix Me” produzida por Beck. O álbum foi misturado por Serban Ghenea, exceto “Dreams” e “Up All Night”, que foram misturadas por Greg Kurstin e Beck.

07
Set17

Beck está de volta com novo álbum, “Colors”

olhar para o mundo

beck.png

 

Beck está de volta com novo álbum, “Colors”, nas lojas a 13 de outubro

Disco já está disponível em regime de pré-venda com o download gratuito do single “Dear Life”

Descrito já pela revista Rolling Stone como “uma explosão eufórica de pop experimental”, o 13.º álbum de Beck, “Colors”, será lançado a 13 de outubro. Possivelmente o título mais apropriado na discografia de Beck, “Colors” desdobra-se num arco-íris embriagante de surpresas e guloseimas auditivas. O primeiro avanço do álbum é o cativante single “Dear Life”, um tema dominado pela linha de piano que fica imediatamente disponível a quem fizer a reserva do álbum em www.beck.to/colors. O single também já conta com um lyric video.

 

Colors” é o primeiro álbum de inéditos de Beck desde “Morning Phase”, de 2014, que lhe valeu o Grammy de Álbum do Ano na 57.ª cerimónia dos Grammy Awards, bem como as distinções de Melhor Álbum Rock e Melhor Engenharia de Som (Exceto Música Clássica). Além do recentemente revelado “Dear Life”, “Colors” conta com os dois singles já editados anteriormente por Beck“Dreams”, uma canção de verão com tons psicadélicos que a NPR descreveu como “urgentemente contemporânea e irresistivelmente vintage”, e a retro-futurista “Wow”, que o USA Today elegeu como Canção da Semana.

Colors” também está disponível em regime de pré-venda em Beck.com numa edição limitada em vinil, deluxe, composta por dois vinis vermelhos de 180 gramas, com uma capa a cores customizada e um booklet de 24 páginas. Digitalmente, “Colors” está em pré-venda na loja Apple Music, além de que no Spotify está disponível através da ação pre-save, com a qual os utilizadores desta plataforma poderão guardar todo o disco nas suas coleções pessoais, e no momento em que o álbum for lançado, ficará disponível automaticamente na biblioteca de Spotify de cada um. O alinhamento de “Colors” é o seguinte:

  1. “Colors”
  2. “7th Heaven”
  3. “I’m So Free”
  4. “Dear Life”
  5. “No Distraction”
  6. “Dreams”
  7. “Wow”
  8. “Up All Night”
  9. “Square One”
  10. “Fix Me”

Colors” foi produzido por Greg Kurstin e Beck, à exceção de “Wow”, produzida por Beck e Cole M.G.N., e “Fix Me” produzida por Beck. O álbum foi misturado por Serban Ghenea, exceto “Dreams” e “Up All Night”, que foram misturadas por Greg Kurstin e Beck

Em breve, Beck vai juntar-se aos U2 como convidado especial da digressão “The Joshua Tour 2017”. Beck fará as primeiras partes das várias datas em estádios que os U2 vão dar nos EUA entre 3 e 22 de setembro.

28
Set16

UNIVERSAL MUSIC REEDITA DISCOGRAFIA DE BECK EM VINIL

olhar para o mundo

universal.jpg

 

UNIVERSAL MUSIC REEDITA DISCOGRAFIA DE BECK EM VINIL

“Odelay”, “Sea Change” e “Guero” são os primeiros a ser reeditados, a 28 de outubro

Desde que se revelou ao mundo em 1994 com o inovador “Mellow Gold” que Beck tem construído um caminho para o futuro, ao mesmo tempo que explora os recantos do passado. Ao logo da sua carreira singular tem utilizados fórmulas de todas as épocas da história da música, quebrado fronteiras e ido conta expectativas criadas em cada álbum. Este outono a Universal Music começa a reeditar a discografia de Beck em vinil, a começar a 28 de outubro com “Odelay” (1996, vencedor de dois prémios Grammy), o belo e emotivo “Sea Change (2002, aqui reeditado em duplo vinil) e “Guero” (que em 2005 assinalou o reunião de Beck a trabalhar com os Dust Brothers). Os três já se encontram disponíveis em regime de pré-venda.

As reedições de “Mellow Gold”, “Mutations”, “Midnight Vultures”, “The Information” e “Modern Guilt” serão anunciadas posteriormente.

Lançado originalmente há 20 anos, “Odelay” foi o sucessor do platinado “Mellow Gold”. Tendo vendido mais de dois milhões de cópias nos EUA, “Odelay” inclui clássicos da carreira de Beck como “Where It’s At”, “Devils Haircut” ou “The New Pollution”. Venceu em 1997 dois prémios Grammy e foi o primeiro álbum de Beck a ser nomeado na categoria de Álbum do Ano. Na altura publicações como a Rolling Stone e New Musical Express elegeram “Odelay” o melhor álbum do ano. Já foi também incluído nas listas de melhores discos de sempre das revistas Q e Rolling Stone.

Já “Sea Change”, o sétimo álbum de estúdio de Beck, assinalou uma mudança musical dramática face ao seu antecessor, “Midnite Vultures”, que era muito mais influenciado pelo r&b e pelo funk. Inspirado pelo fim de uma longa relação amorosa, Beck transformou toda essa tristeza naquele que é o seu disco mais belo e pessoal até à data. Produzido por Nigel Godrich, o álbum chegou ao n.º 8 do top Billboard 200, tendo sido muito elogiado pela crítica especializada. O jornal britânico The Guardian definiu-o como “uma obra-prima”. O álbum será reeditado num duplo vinil, que inclui um cartão para se poder fazer o download com ficheiros de 320kbps AAC mp4.

Depois de ter mantido os seus fãs na expectativa de como iria suceder a um álbum como 2Sea Change”, Beck voltou em 2005 com “Guero”, um disco de mescla de géneros musicais que alcançou o n.º 2 do Billboad Top 200. Neste oitavo álbum de estúdio voltou a trabalhar com os Dust Brothers, tendo ainda convidado Jack White para a canção “Got It Alone”. A reedição em vinil de “Guero” também já se encontra disponível em regime de pré-venda.

03
Jun16

Beck - “Wow”, o novo single já está disponível

olhar para o mundo

wow.jpg

 

Beck

Beck: “Wow”, o novo single já está disponível

Novo álbum do americano está marcado para 21 de Outubro, sucedendo a “Morning Phase”, o álbum do ano de 2014 para os Grammys

O último disco de  Beck, “Morning Phase”, é já de 2014. Ainda que, desde então, não tenha propriamente desaparecido do radar (entre o aclamado single “Dreams” e as participações nos álbuns dos Chemical Brothers e, mais recentemente, Flume), a possibilidade de um álbum novo do cantor é sempre uma novidade aguardada com expectativa.

 

WOW” é a primeira revelação: o single acaba de estrear em rádio e em todas as plataformas digitais, com o “lyric video” já disponível através deste link. A canção é o avanço de um trabalho que vai chegar a  21 de Outubro e que conta com a produção de Greg Kurstin, que já acompanha  Beck  ao vivo desde o álbum Sea Change.

 

Para esta aventura, o cantor convidou uma comunidade de 20 criadores visuais no Instagram que têm vindo a mostrar “WOW” aos poucos. Os vídeos estão agora todos compilados em Beck.com.

 

 

 
22
Jan14

Beck: novo disco “Morning Phase” já está em pré-venda no iTunes

olhar para o mundo

Beck

 

Beck: novo disco “Morning Phase”
já está em pré-venda no iTunes

 

O novo disco do cantor norte-americano Beck chama-se “Morning Phase” e é lançado a 24 de Fevereiro. O álbum já está disponível para pré-venda no iTunes.

 

Todas as pré-compras realizadas, recebem de imediato o single “Blue Moon” e mais dois temas até final de Fevereiro: “Waking Light” (4 de Fevereiro) e “Wave” (18 de Fevereiro).

 

Depois do sucesso de “Modern Guilt” em 2008, o cantor americano regressa com um registo que, segundo o próprio, segue a sonoridade da música com origens na Califórnia. Listados como inspiração estão artistas como os Byrds, Gram Parsons e Neil Young.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub