Sexta-feira, 16.12.16

Portátil de Porta dos Fundos com sessões extra em Lisboa e Coimbra

portadosfundos.jpg

 

Portátil de Porta dos Fundos com sessões extra em Lisboa e Coimbra


Porta dos Fundos, o coletivo brasileiro de sucesso, está de regresso a Portugal com “Portátil”, um espetáculo único, onde a comédia e o improviso são palavras de ordem. A digressão arranca dia 14 em Lisboa, no Tivoli BBVA  com sala esgotada. Dia 16 há sessão extra, agendada para as 23h45.
Dia 18 è a vez de subirem ao palco do TAGV, em Coimbra, com  sessão extra às 18h00.
A 19 e 20, apresentam-se no Porto, no Teatro Sá da Bandeira e, dia 21, em Guimarães no São Mamede CAE.

Com César Mourão como convidado especial, a interpretação está a cargo de Gregório Duvivier , Luis Lobianco e Gustavo Miranda, quatro dos elementos do projeto Porta dos Fundos. A direção é de Bárbara Duvivier.   

“Portátil” é um espetáculo de improvisação sem interrupções, no formato long form, onde tudo se desenrola em torno das histórias contadas por um voluntário escolhido da plateia.

Em cada cidade, uma história diferente dará forma a uma narrativa sem precedentes. Uma narrativa própria que encena as memórias do entrevistado, com principio, meio e fim. 

O público é, necessariamente, um coautor e desse trabalho de grupo, nasce o retrato de uma vida, de uma época e de um país, com toda a sua riqueza e suas "mazelas",  sem nunca deixar de fora o humor anárquico.

No final, o resultado é um espetáculo feito pela plateia e para a plateia. Um espetáculo orgânico, diversificado, que passeia por diversos personagens, permitindo aos espetadores a oportunidade de testemunhar ao vivo, o processo criativo e a genialidade deste  grupo de humor. 

 

Preço dos Bilhetes – entre 18€ e 25€ 

Duração: 70 minutos (sem intervalo)

publicado por olhar para o mundo às 09:13 | link do post | comentar
Terça-feira, 22.11.16

"PORTÁTIL" de Porta ds Fundos regressa aos palcos nacionais com a participação especial de César Mourão

porta dos fundos.jpg

 

"PORTÁTIL" de Porta ds Fundos
regressa aos palcos nacionais em Dezembro

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE CÉSAR MOURÃO

 

Após o sucesso da estreia em Portugal em 2015, "PORTÁTIL", do coletivo brasileiro Porta dos Fundos, está de regresso para nova digressão, desta vez com a participação especial de César Mourão, referência na improvisação em Portugal.
 
A tour terá início em Lisboa, dias 14, 15 e 16 de Dezembro, no Teatro Tivoli BBVA. Dia 18 sobem ao palco do TAGV, em Coimbra e, dias 19 e 20  apresentam-se no Porto, no Teatro Sá Da Bandeira. O último espetáculo está agendado para dia 21, em Guimarães, no São Mamede CAE. 
 
"Portátil" é uma peça de teatro de improviso, onde tudo começa com uma entrevista a um membro da plateia. Com base nas suas memórias, o elenco de atores, composto por Gregorio Duvivier, Luís Lobianco, Gustavo Mirange e Cesar Mourão compõe uma história de vida com princípio, meio e fim, com a música de Andres Giraldo a surgir no momento. 
 
 Assim, cada cidade assiste a uma narrativa sem precedentes, mas sempre com o mesmo resultado: uma barrigada de riso!
 
Um show com o cunho genial da Porta dos Fundos, tão Portátil que o vamos querer transportar connosco por muito tempo.

   
Datas Dezembro:

LISBOA | 14, 15 e 16 Dez - Teatro Tivoli BBVA 
COIMBRA | 18 Dez - TAGV
PORTO | 19 e 20 Dez - Teatro Sá Da Bandeira
GUIMARÃES | 21 Dez - São Mamede CAE 

Preço dos Bilhetes: €12 a €25
Duração: 70 minutos (sem intervalo)

publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar
Quinta-feira, 11.02.16

César Mourão juntou-se aos Porta dos Fundos

porta dos fundos.jpg

 

 

César Mourão juntou-se aos Porta dos Fundos com quem gravou "Tradutor", um sketch hilariante, emitido no passado sábado, dia 6 de fevereiro,  no canal de Youtube do coletivo  brasileiro.
 
O actor e comediante é o primeiro português a participar num dos vídeos dos Portas dos Fundos,  que contam com mais de 10 milhões de subscritores no Youtube.
 
César Mourão interpretou o papel de um tradutor transmontano, ao lado de Gregório Duvivier, João Vicente de Castro, Gustavo Chagas e da atriz convidada Gisele Itiê, 
 
Com cerca de dois minutos, o sketch retrata uma empresa que contrata uma venezuelana para presidente e, para um melhor entendimento da língua, solicita um transmontano para proceder  à tradução simultânea. Azar dos azares! Afinal parece que o castelhano acaba por ser mais entendível  que a língua de Camões. 

 

 

publicado por olhar para o mundo às 01:13 | link do post | comentar

mais sobre mim

pesquisar neste blog

 

posts recentes

últ. comentários

  • Comigo acontece do mesmo jeito mas quem dorme sou ...
  • Minha esposa dorme durante a relacao eu viro chego...
  • Minha esposa as vezes dorme , aí eu paro viro de l...
  • hmmm fixe! Será uma daquelas edições para colecion...
  • Interessante
  • gosto do suave tom da sua voz :)
  • Vou procurar para ouvir =)Beijinhos
  • Neste Natal só te desejo duas coisas: TUDO e NADA!...
  • Recomendadíssimo!!Para quem não conhece a sonorida...

arquivos

tags

favoritos

subscrever feeds

blogs SAPO