Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

29
Abr13

Balotelli - Se passarem, dormem com a minha namorada

olhar para o mundo

«Se passarem, dormem com a minha namorada»

 

Mário Balotelli lança desafio curioso aos jogadores do Real Madrid.

 

Mais uma “balotellada” de...Mário Balotelli. O extremo italiano do AC Milan não crê o Real Madrid consiga eliminar o Borussia Dortmund, depois da derrota por 4-1 na Alemanha.

“Super Mário” está tão descrente nas possibilidades do Real Madrid que oferece a namorada aos jogadores merengues caso consigam a remontada. 

«Se o Real Madrid recuperar e conseguir apurar-se para a final da Liga dos Campeões, deixarei que a minha noiva durma com todos os jogadores», escreveu o futebolista este sábado.

Uma provocação que agora Ronaldo, Mourinho e companhia terão de...responder. Os quatro golos de Lewandowski e a excelente exibição dos homens de Jurgen Klopp fazem Balotelli acreditar que o Real Madrid não será capaz de dar a volta ao 4-1 da primeira mão.

 

Retirado do Sapo

05
Nov12

Porto em Kiev com os pés na terra

olhar para o mundo

Porto já olha para a próxima fase da Champions

 

"Só podemos olhar em frente quando estivermos na próxima fase", alerta Vítor Pereira

 

O treinador do FC Porto, Vítor Pereira, confessa que gostava que o Dínamo Kiev passasse à segunda fase da Liga dos Campeões de futebol, mas garante não estar disposto a dar qualquer presente ao adversário no jogo de terça-feira.


“Gosto do Dínamo e não quero que a equipa seja afastada nesta fase da competição, especialmente porque hoje é o 60.º aniversário do seu treinador [Oleg Blokhin]. Desejamos-lhe muita saúde e um feliz regresso, mas não haverá presentes para ele no campo”, disse Vítor Pereira, referindo-se aos problemas de saúde que afastaram temporariamente o treinador ucraniano do banco.

O técnico dos “azuis e brancos” assegurou que planeou “um jogo interessante” para Kiev, na expectativa de motivar o adversário de modo a mostrar “o seu verdadeiro carácter” e “o desejo” de continuar “vivo” no grupo A da Liga dos Campeões, no qual é terceiro com três pontos.

“O Dínamo precisa dos três pontos, por isso é provável que o treinador mude a táctica e jogue com maior agressividade, mas isso não nos importa. Vamos manter-nos fiéis ao nosso estilo e tentar controlar a bola com inteligência, jogando como uma unidade”, explicou, indicando que confia na criatividade dos seus jogadores para decidir o encontro.

Vítor Pereira acredita que o jogo da quarta jornada do Grupo A será “desafiante” para os dois conjuntos, mas que será o FC Porto a somar os três pontos, garantindo assim o apuramento para os oitavos-de-final. “Sabemos o que queremos desta competição. Temos ambições, no entanto o nosso principal objetivo é ganhar o próximo jogo. Só podemos olhar em frente quando estivermos certos de que estamos na próxima fase”, lembrou.

Apesar das inúmeras mensagens de parabéns, Oleg Blokhin não teve um dia totalmente feliz, já que viu os médicos confirmarem que não poderá estar no banco esta terça-feira. “Farei a palestra pré-jogo e irei ao balneário no intervalo. Será muito duro, mas sabemos que só a vitória serve”, reconheceu.

O treinador ucraniano, que foi operado depois de uma crise de hipertensão e está há um mês de baixa, sabe que o duelo com o líder do Grupo A é uma verdadeira final.

“Se não vencermos o FC Porto amanhã [terça-feira] e o Paris Saint-Germain no próximo jogo, podemos esquecer o apuramento”, concluiu.


Retirado do Público

24
Out12

O Braga esteve perto do céu

olhar para o mundo

O Braga esteve perto do céu

O Sporting de Braga tentava esta terça-feira fazer história em Old Trafford, estádio onde nunca uma equipa portuguesa conseguiu vencer. E começou da melhor forma, chegando a estar a ganhar por 2-0, mas permitiria a reviravolta no marcador (3-2).


Alan inaugurou o marcador logo aos 2 minutos de jogo, num cabeceamento oportuno, no coração da área, a que o guarda-redes De Gea não conseguiu responder. O cruzamento perfeito saiu dos pés de Hugo Viana.

Aos 20', os bracarenses deixaram ainda mais incrédulos os adeptos ingleses, quando Éder, numa jogada inidividual brilhante, rompeu pela área e ofereceu, de bandeja, o 2-0 a Alan. O brasileiro fazia dois golos em Old Trafford.

Alex Ferguson, no banco, estava boquiaberto com o desenrolar dos acontecimentos, mas a inquietação começou a dar lugar à esperança cinco minutos depois. Aos 25', Van Persie iniciou a jogada, Kagawa fez um cruzamento com precisão e "Chicarito" Hernández, de cabeça, conseguiu fazer o 2-1, na cara de Beto.

Dos balneários, regressaria um United mais pressionante e um Sp. Braga a tentar conter a avalanche britânica. E conseguiu-o durante 17 minutos. Aos 62', na sequência de um pontapé de canto, Evans aproveitou a confusão à entrada da pequena área para, com um toque subtil, desviar a bola lentamente para o fundo da baliza e fazer o 2-2.

O United ganhou mais confiança e, já com Nani em campo, passou a investir mais no jogo pelas alas. Do lado direito surgiria, aos 75', o cruzamento decisivo. Cleverley bateu a bola e "Chicharito" Hernández bisou, novamente de cabeça, aproveitando a má marcação dos centrais do Sp. Braga na pequena área. 

Com 3-2 no marcador, o Sp. Braga ainda tentou reagir com um remate de meia distância de Hugo Viana e outro de Zé Luís (a última cartada de José Peseiro), enquanto Van Persie foi quem esteve mais perto de ampliar a vantagem dos "red devils". O resultado, porém, não se alterou. E Portugal vai continuar a não saber o que é ganhar em Old Trafford.


Noticia do Público

23
Out12

Benfica foi congelado em Moscovo

olhar para o mundo

Benfica foi congelado em Moscovo

 

O Benfica perdeu em Moscovo (2-1), com o Spartak, na 3.ª jornada da Liga dos Campeões e complicou muito as contas do apuramento. Agora, os "encarnados" são os últimos do Grupo G.


Um golo de Rafael Carioca, aos 3', deixou o Benfica desorientado. A equipa de Jorge Jesus acusou a desvantagem: muitas perdas de bola, o jogo desligado na fase de construção e uma tremenda precipitação na altura de circular a bola. Resultado? O Spartak foi dominando e criando novas oportunidades, incluindo uma bola na trave.

Aos 33', porém, e um pouco contra a toada do jogo, Lima empatou num golpe de cabeça certeiro, após cruzamento de Salvio. Por momentos, a equipa serenou um pouco, mas voltou a abrir buracos na defesa e o Spartak aproveitou. A dois minutos do intervalo, um cruzamento da direita contou com a ajuda de Jardel, que fez autogolo.

No segundo tempo, o Benfica tentou ser mais pressionante, mas só o conseguiu a espaços. Cerca dos 70', Jesus trocou Rodrigo (muito apagado) por Cardozo e Bruno César por Gaitán. O argentino ainda sacudiu um pouco o jogo, mas houve sempre muita cerimónia na altura de alvejar a baliza de Rebrov. O Spartak (agora com três pontos) agradeceu e aproveitou para ultrapassar os "encarnados" (um ponto) na classificação.


Noticia do Público

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub