Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

24
Set17

Cut Copy revelam “Black Rainbows”, retirado do novo álbum, “Haiku From Zero”

olhar para o mundo

cut copy.jpg

 

Cut Copy revelam “Black Rainbows”, retirado do novo álbum, “Haiku From Zero”

Álbum está disponível em pré-venda e é lançado a 22 de setembro

Black Rainbows”, novo tema do próximo álbum dos Cut Copy, “Haiku From Zero”, já está disponível em todas as plataformas digitais. Os fãs da banda podem adquirir o álbum (em formato digital) no regime de pré-venda, recebendo imediatamente “Black Rainbows”, bem como os singles “Stading in the Middle of the Field” e “Airborne”.

A NPR está a oferecer a oportunidade de se ouvir em primeira mão o álbum “Haiku From Zero” durante a semana que antecede o lançamento do disco. Os fãs podem ouvir o álbum completo no site da NPR até ao dia 21 de setembro.

Haiku From Zero”, o primeiro álbum de estúdio dos Cut Copy em quase quatro anos, contém algumas das canções mais viciantes que a banda alguma vez gravou, e também algumas das mais desafiantes a nível sónico. O sucessor de “Free Your Mind”, de 2013, foi produzido por Ben Allen (Deerhunter, Animal Collective, Neon Indian).

 

A Pitchfork elogiou “Standing in the Middle of the Field”, descrevendo a canção como “um tema espirituoso mas com alguma tensão intensa no seu âmago… Com este tema os Cut Copy reafirmam a sua habilidade em transformar a introspeção temperamental em pura felicidade na pista de dança.”

Airborne”, o primeiro single do álbum, foi descrito pelo Stereogum como “uma odisseia disco-pop que soa como se subíssemos até aos céus até que, eventualmente, explode em felicidade psicadélica”. A Paste Magazine considerou que o vídeo do single – realizado por Gerson Aguerri (The Vaccines, Breakbot) da companhia CANADA, estabelecida em Barcelona – “extremamente imaginativo”.

Os Cut Copy começaram por ser um projeto que nasceu no quarto do vocalista, Dan Whitford, tendo evoluído para uma autêntica banda com a inclusão do guitarrista Tim Hoey, do baterista Mitchell Scott e do baixista Ben Browning. Os quatro álbuns de estúdio do quarteto incluem “In Ghost Colours”, eleito um dos melhores álbuns de 2008 pela Pitchfork, ou “Zonoscope” (2011), que venceu dois ARIA Awards e foi nomeado para um Grammy.

As canções da banda já foram licenciadas para programas de televisão, jogos, anúncios, incluindo campanhas da Chevrolt, Netflix, Amazon e Levi's #LiveinLevis. A cultura DJing é uma parte importante da identidade dos Cut Copy, tendo o grupo criado uma mix célebre para a Fabric, a “Fabriclive.29”, além da compilação de música de dança “Oceans Apart”.

08
Set17

Cut Copy regressam com novo álbum, “Haiku From Zero”

olhar para o mundo

cut copy.jpg

 

Cut Copy regressam com novo álbum, “Haiku From Zero”, a 22 de setembro

Disco já está disponível em regime de pré-venda, bem como o novo single, “Standing In the Middle of the Field”

Haiku From Zero”, o primeiro álbum de estúdio dos Cut Copy em quase quatro anos e o primeiro com o selo da Astralwerks, será lançado a 22 de setembro. A banda acaba de revelar o segundo single do álbum, “Standing in the Middle of the Field”. Entre kalimpas em loop, cowbells e sintetizadores, o cantor Dan Whitford oferece alguns conselhos: “You gotta give up the things you love to make it better.” A canção faz uma previsão da temática que atravessa todo o álbum, uma necessidade de sobressair no meio do ruído.    

“Muito deste álbum é sobre o mosaico de informação, imagens que nos cercam no dia a dia”, diz Dan Whitford. “Às vezes parece demasiado, mas existe uma estranha beleza aleatória nisso mesmo. A ideia de conseguir retirar poesia a partir do caos é o significado do título deste álbum – a ideia de encontrar algo de poético no excesso.”

Haiku From Zero” está disponível em regime de pré-venda em formato digital, CD e LP. Os fãs que fizerem já a sua reserva recebem imediatamente o primeiro single, “Airborne”, bem como “Standing in the Middle of the Field”.

 

Ao longo da última década os Cut Copy tornaram-se um nome de dimensão verdadeiramente internacional, esgotando concertos de grandes dimensões e liderando festivais prestigiados como Coachella, Ultra, Lollapalooza, Primavera Sound, Pitchfork Paris ou o Big Day Out, na Austrália. O espetáculo ao vivo dos Cut Copy distingue-se por uma grande energia, aliada à beleza da complexidade das suas canções. Temas que têm vários níveis, da melodia a secções com dissonâncias, referências a vários géneros musicais, incluindo o disco e o pós-punk, tudo isto é misturado de uma forma que dá origem a grandes canções pop.

Começaram por ser um projeto que nasceu no quarto do vocalista, Dan Whitford, tendo os Cut Copy evoluído para uma autêntica banda com a inclusão do guitarrista Tim Hoey, do baterista Mitchell Scott e do baixista Ben Browning. Os quatro álbuns de estúdio do quarteto incluem “Zonoscope” (2011), que venceu dois ARIA Awards e foi nomeado para um Grammy, e “Free Your Mind” (2013), que recebeu uma pontuação de 8/10 da “Under The Radar”. 

As canções da banda já foram licenciadas para programas de televisão, jogos, anúncios, incluindo campanhas da Chevrolt, Netflix, Amazon e Levi's#LiveinLevis. A cultura DJing é uma parte importante da identidade dos Cut Copy, tendo o grupo criado uma mix célebre para a Fabric, a “Fabriclive.29”, além da compilação de música de dança “Oceans Apart”.

 

 

10
Jul17

Cut Copy acabam de revelar novo single: “Airborne”

olhar para o mundo

cut copy.jpg

 

Cut Copy acabam de revelar novo single: “Airborne”

“Airborne” já está disponível para streaming e download em todas as plataformas digitais

Os Cut Copy estão de volta com “Airborne”, o primeiro single oficial da banda em quatro anos. Com partes iguais de guitarras, sintetizadores celestiais e uma linha de baixo forte, este tema viciante está em constante mutação, balançando-se entre imagens do caos (“jagged teeth made of glass, rising up”) e um refrão firme: “That don’t stop me.” A canção é a primeira novidade revelada do novo material que a banda australiana tem vindo a gravar em estúdios de todo o mundo. “Airborne” já está disponível para streaming e download, tendo sido produzida por Ben Allen (Deerhunter, Animal Collective) e assinala o primeiro lançamento dos Cut Copy pela Astralwerks.

Esta semana, foram revelados pequenos excertos de “Airborne” em vários locais de todo o mundo – incluindo a Estação de Bedford Avenue em Nova Iorque e a Amoeba Records em Los Angeles – dando aos utilizadores de iPhone que se encontrassem próximos desses locais de ouvirem em primeira mão o tema.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub