Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

05
Mai16

Frances dá música à nova campanha da EDP

olhar para o mundo

frances.jpg

 

 

Frances dá música à nova campanha da EDP

 

Com "Grow", o primeiro single extraído do EP homónimo

 

"Grow é sobre amar alguém e sobre querer manter essa pessoa por perto.", é assim que a cantora apresenta o single, lançado em julho do ano passado.
Esta música faz agora parte do novo spot publicitário da EDP que foi lançado ontem.

 

 
 

A música acompanha a evolução da vida de um casal desde a infância até ao nascimento do filho, pontuada pela cumplicidade dos códigos de luz. Esta é metáfora para a história da EDP e da relação da empresa com as famílias portuguesas. Uma campanha que comunica a nova assinatura "EDP Sempre Presente. Sempre Futuro" e  posiciona a EDP como uma marca/empresa ágil, próxima, que lê os sinais e as necessidades de cada tempo, competitiva e dialogante com os seus stakeholders.
 
"Grow" faz parte do EP de estreia da cantora, editado em 2015
. Foi graças a este lançamento que a crítica a reconheceu como uma das artistas a ter em conta em 2016.

A voz doce de Frances, as canções fortes, letras cruas e profundas e talento ao piano já lhe valeram comparações a Adele e a Sam Smith, sendo unânime pela crítica que é uma artista única que vai dar que falar.

Frances esteve nomeada para os Brits Awards 2016, onde cantou ao vivo o tema "Grow", e ainda para o BBC Sound of 2016. Recentemente, esgotou a salda do Union Chapel e deu o seu primeiro concerto no festival Coachella.

Além de "Grow", Frances já lançou também o aclamado single "Borrowed Time", composto em parceria com Howard Lawrence do duo Disclosure, bem como o tema intimista "Don?t Worry About Me".

 

 

29
Jun12

EDP PAGA AOS CONSUMIDORES POR CONTADORES DEFEITUOSOS

olhar para o mundo

António Mexia

 

António Mexia afirmou esta quinta-feira que a decisão do regulador energético em obrigar a EDP a pagar um total de 4,1 milhões de euros aos consumidores por erros em contadores defeituosos vai de encontro ao que a empresa sempre defendeu.


O presidente executivo da EDP, que falava aos jornalistas à margem da cerimónia do lançamento da primeira pedra da nova sede da empresa, afirmou que a decisão da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) «é totalmente compatível e em linha» com o que a empresa já havia anunciado, que era de compensar os clientes pelo erro da contagem da eletricidade em mais de 105 mil consumidores.

António Mexia sublinhou que encara esta questão «como algo natural e que faríamos sempre», sabendo, no entanto, que «houve um número limitado de pessoas prejudicadas».

Empresa vai reembolsar 4,1 milhões de euros«Todos compramos carros das melhores marcas mundiais e, por vezes, [a marca] pede-nos para levar o carro [à oficina] para mudar o filtro de óleo ou outra coisa qualquer e não deixamos de acreditar nessa marca por isso», disse o presidente da EDP, fazendo a analogia com os anúncios de várias marcas automóveis de recolha de veículos com problemas defeituosos.

António Mexia disse que o problema aconteceu porque um dos fornecedores de contadores à EDP, neste caso a Janz, entregou uma série com defeito na contagem das horas.

Acrescentou que a EDP não iria deixar de trabalhar com a Janz, «uma empresa que sempre cumpriu», até porque sendo portuguesa, era dever da elétrica «proteger a indústria nacional para manter os empregos».

A ERSE anunciou em comunicado que a EDP terá de compensar os consumidores com tarifa bi-horária afetados por anomalias de contagem em 4,1 milhões de euros.

No caso dos erros de reparametrização do contador, o montante ascende a 2,102 milhões de euros, enquanto na situação de relógio com precisão inadequada o valor é de 2,010 milhões de euros.

Este pagamento é realizado de forma automática através de crédito na fatura de eletricidade, sem necessidade de reclamação dos consumidores afetados.

 

Noticia do Push

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D