Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Coisas da Cultura

Porque há sempre muito para ver e para contar

Porque há sempre muito para ver e para contar

As Coisas da Cultura

28
Jan14

Garrett "em versão rock" regressa ao Mosteiro São Bento da Vitória

olhar para o mundo

Garrett

 

"Madalena" será Garrett em versão rock de 01 a 14 de Fevereiro, no Mosteiro de São Bento da Vitória no Porto.


Após o sucesso da estreia de "Madalena", em 2013, o Teatro Nacional São João decidiu colocar de novo em cena a obra "Frei Luís de Sousa", de Almeida Garrett, sob um novo olhar.

Com encenação de Jorge Pinto, e produção do Ensemble – Sociedade de Actores, o espectáculo estreia pelas 21:30 do dia 01 de Fevereiro, no Mosteiro São Bento da Vitória, no Porto, e estará em cena até dia 14 de Fevereiro.


Considerada uma obra-prima da dramaturgia portuguesa, a peça original de Garrett retrata a sociedade do séc. XVI, partindo do caso concreto de D. Madalena de Vilhena, interpretada na peça do Ensemble por Emília Silvestre, que recentemente protagonizou "Ah! Os Dias Felizes", de Beckett. 

Esta mulher, cujo marido, D. João de Portugal, é dado como morto na Batalha de Alcácer Quibir, volta a casar ao fim de sete anos de espera.

Mesmo sem provas reais do desaparecimento do esposo, D.Madalena assume a união com D. Manuel de Sousa Coutinho da qual nasce a filha, Maria, uma criança fragilizada pela tuberculose.

 

D. Madalena vive aterrorizada com a possibilidade do regresso de D. João de Portugal, sofrendo de pesadelos e premonições, numa clara alusão a uma cultura que carregando uma culpa do passado a impede de viver o presente e olhar o futuro.


Para tal contribui a acusação silenciosa de Telmo Pais o aio de D. João de Portugal. Esta obssessão e ansiedade permanentes impedem-na de reconhecer a verdadeira identidade do Romeiro, cuja aparição conduz ao final trágico da peça.


Em "Madalena", Jorge Pinto optou por criar um espaço de identificação com um público mais jovem, até pelo facto de ser uma das obras que integra o Plano Nacional de Leitura. 

Também, por este motivo, a peça possui uma atmosfera gore, patente nos figurinos, e que é complementada pela forte componente musical, da responsabilidade de Ricardo Pinto, que alude a contornos rock e noise. 

O espectáculo estará em cena dias 03 e 10 de Fevereiro (segundas-feiras), pelas 15:00. De 04 a 07 e de 11 a 14 de Fevereiro, estão agendadas sessões duplas, às 15:00 e às 21:30. O preço da entrada é de 12 euros.

 

Retirado do HardMúsica

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub